Casos da Vida – Polaróides da Minha Avó (Sinopse)

Saiba tudo sobre o episódio escrito por Marco D’Almeida. E também aquele que poderá ser o último que irei ver…

Sinopse:

Mário e Sílvia há muito que não tinham notícias da mãe de Mário e muito menos contavam que a esta avisasse que iria passar o Natal com a família. Ela que há muitos anos tinha decidido correr meio mundo com o seu novo namorado, um bailarino “alguns” anos mais novo que entretanto trocou por um motoqueiro russo, Lucas.
Embora não houvesse grandes alterações a fazer naquela casa, pois o filho não tinha irmãos, a nora não falava com o irmão devido às preferências sexuais do mesmo, o casal não deixou de mostrar o seu incómodo quando a avó beijava com despudor o motoqueiro, falava sobre sexo com a neta, Maria, ou contava à mesa experiências que tinha tido ao longo da vida.
Na noite de Natal estavam a mãe, o pai, a filha adolescente que não conhecia a avó, o motoqueiro e a avó, uma excêntrica mulher que trazia como presente inúmeras histórias da sua vida e as suas fotos de polaróide. Mas a Avó não estava ali para criar nenhum conflito. A Avó estava a viver os seus últimos dias com uma doença em fase terminal e queria chegar a tempo de ver o filho para que este compreendesse as escolhas que ela fez para a sua vida.
Pouco tempo depois de chegar à casa de Mário, a Avó torna-a sua, parecendo que sempre esteve ali. Tudo o que viveu, deu-lhe uma postura: a vida é uma festa que merece ser, a todo o instante, celebrada. E o melhor presente que ela lhes podia dar, era aproveitar cada minuto do seu tempo… Sinopse TVI

AUTORIA: Marco D’Almeida

REALIZAÇÃO: André Cerqueira e Artur Ribeiro
ELENCO

Maria do Céu Guerra – Avó
Dmitry Bogomolov – Lucas
Adriano Luz – Mário
Manuela Couto – Sílvia
Tatiana Alexandra – Maria

Imagens do episódio aqui.

30 Responses to Casos da Vida – Polaróides da Minha Avó (Sinopse)

  1. vitoscano diz:

    Com a Maria do Céu Guerra uma das nossas maiores actrizes e que não costuma trabalhar na TVI pode ser que seja bom e se for bem representado e conseguido coisa pouco temos visto, pode bem ser bastante dramático, mas duvido.

  2. vitoscano diz:

    Já agora não percas a esperança porque se todos a perder-mos a TVI acaba só fazendo novelas, o que era mesmo muito mau. Apesar de muitas vezes mau o caminho seja em que canal for é este. Bons mesmo eram os da SIC ou mais recentemente uns natalicios na RTP, mas antes isto que nada.

  3. renato diz:

    como a avó morre a 2 de Dezembro como consta na carta k o filho recebe se ela passa o natal com o filho? :S

  4. joao diz:

    acho que não faz sentido, ninguém que eu conheça percebeu o que se passou… se alguem conseguir explicar…

  5. Rashelle diz:

    Mas o k e’ k se passou ali ?? xD Fikei tão a zeros k ate’ tou mal disposta … xD

  6. Ronhonho diz:

    Percebi tudo ate’ a’ parte do fim eu que o mario lê a carta e diz lá que a mãe murreu numa data anterior á que eles tinham estado juntos, ou seja antes do natal…juro que nao percebi este episodio…xD

  7. susana diz:

    pessoal precisava obter a gravação deste episodio pk o meu filho participou e eu nao consegui gravar

    se tiverem gravação entre em contacto comigo

    susana_milhomens@hotmail.com

    obrigada

  8. Lurdes diz:

    A ideia com que fiquei…e a mais razoável…é que A avó era um anjo…já que morreu antes…e não constava das listas do hospital…não sei=x

  9. João diz:

    Eu concordo com a Lurdes, ela devia ser um anjo, até porque disse que não aguentava a ideia de morrer sem o perdão do filho.

  10. Susaba diz:

    Oiçam lá, alguem sabe onde posso ver este episodio, nao vi e gostava mesmo de ver !!

  11. mariana diz:

    Eu também não percebi o caso, mas na minha opiniao, foi o melhor caso de todos.
    Se alguem souber o site onde se possa ver o video deste caso, digam!

  12. João diz:

    Eu tambem nao percebi este caso, mas a ideia do anjo acho absurda
    Eu queria era que o autor me explicasse a sua ideia

  13. Maria diz:

    Então não viram aquela parte em que o Lucas deixa o telegrama na caixa de correio do Mário?!

  14. João diz:

    Deixa o telegrama? Mas então quem era o médico que desapareceu?

  15. Maria diz:

    Acho que a resposta aqui está toda nos pormenores:
    A chegada da avó (lembrem-se do BMW parado ao portão da casa do Mário) – corte – entrada da avó em cena;
    As esperas do Lucas à porta de casa;
    Os desaparecimentos dele;
    A partida da avó (no tal BMW).

    O desaparecimento do médico e dos registos parece-me um acessório.

    No fundo acho que o autor, inteligentemente, está a dar espaço para a nossa imaginação trabalhar.

  16. MARIANA diz:

    nao percebi patavina deste caso

  17. Nuno diz:

    Pois é, concordo com a MAria, a avó e o Lucas não chegaram de mota! Eles já tinham alguns comportamentos estranhos quando estavam sozinhos. Tinha de ver outra vez, na prespectiva de que eles se calhar ja morreram. Volto a dizer que isto tem qualquer coisa do 6º sentido…

  18. Nicholson diz:

    Olha não percebi este episódio…será que alguém mo podia explicar em pormenores?é que realmente achei-o tão bem concebido e ficar sem perceber o final…

  19. Leonor diz:

    Sem dúvida..o melhor episódio…
    Os meus parabéns ao autor Marco de Almeida que escreveu algo decente…
    Adorei mesmo…
    O saber que a história foi toda inventada pela menina para o trabalho da escola e tudo o que ela inventou acerca da avó, todos os pormenores…enfim..excelente…pena ter tido apenas 14 valores no trabalho!!! Eu, muito sinceramente, dava 20! Vinte à nemina que teve bastante originalidade e criou a família que sempre quis ter e à forma como construiu a avó que nunca conhecera…
    5 estrelas sem dúvida!
    O melhor caso…o próximo é para esqucer…a Maria gosta do Joaquim, que é casado com Cláudia, mas que vai ter um filho com o Marco, que por sua vez sonhou que a Cátia ia morrer, e no sonho entrava a Susana que viu a Marta na cama com o Armindo…HORRIVEL!

  20. Marta diz:

    Acho que ela teve 14 porque a instituiçao escola muitas vezes nao percebe as crianças. Se bem me lembro ela diz que aquela nota nao vale nada (vale mais tudo o que ela imaginou ou «viveu») Ainda penso neste caso!

  21. CATARINA diz:

    Gostava que me explicassem este caso ..
    obrigado

  22. Ritinha diz:

    Emtão mas e o que aconteceu ao medico que acompanhou a avó? E como e’ que a mota chega a casa do mario se eles chegaram de carro? este episodio foi muito estranho…então e o lucas? também ja tinha morrido?? :S nao percebi nada :S

  23. Leonor diz:

    Resumindo minha gente,….Foi tudo invensão da cabeça da menina. Ela inicia o episódio a dizer ao pai que tem de realizar uma história pa escola e pergunta se pode ser inventada…E é isso que ela faz, conta toda a história, sendo ela a narradora da acção e no fim volta à realidade (fora da históri que ela escreveu) e diz que o trabalho teve apenas 14 valores, logo “nao vales nada!”
    Não é assim tão complicado…;)

  24. João diz:

    Mas se a história veio da cabeça da miuda porque é q ela inventou aquilo tudo do médico e das cartas e da mota?

  25. Ritinha diz:

    Eu não consegui ver os primeiros 5 minutos, em que a menina supostamente pergunta isso ao pai, e então não percebi se ela tem realmente a avó que morreu e ela não conheceu, e como gostava de conhecer aproveitou esse facto para fazer a historia e aí sim inventou como ela sempre imaginara que seria a avó…é essa a ideia?

  26. Anónimo diz:

    Não é anjo nenhum ! é o irmao da mae da miuda que é gay ! contactou provavelmente com a velha que morreu dia 2 de dezembro e fez se passar por ela , sendo realmente o namorado o lucas.

  27. Ana diz:

    O mais lógico no fim de ter visto estasrespostas era amiuda ter imaginado aquilo tudo, não há mais nenhuma explicação que euconsiga encontrar.
    Este episódio foi mesmo esquisito 😦

  28. teresa Raminhos diz:

    Olá a todos, eu gostaria de obter o Filme do episódio “Polaroides da minha Avó” , porque fiz de enfermeira neste episódio, contracenei com a Exma.Senhora Mª do Céu Guerra e com o ilustre Adriano Luz e não fiquei com o registo do filme para mais tarde recordar, acrescento que foi uma experiência inesquecivel e são uma equipa fantástica.

    Agradeço a quem tiver cópia do filme que me contacte
    Um Bem Haja Para todos!

  29. diana diz:

    é verdade eu tb nao percebi isso das cartas, da mota, por favor expliquem…

  30. Marta diz:

    Acho que o que tem mais lógica é realmente ter sido a miúda a “criar” a história. Inventou o carro vermelho, a mota, a chegada da avó com o namorado, a doença, etc., tudo isto também porque demonstrava muita curiosidade em conhecer a avó.
    Só que no final, quando o pai lê que a mãe dele morreu no dia 2 de Dezembro, penso que essa parte já era real e não imaginação. (o telefonema não era real).

Deixe uma Resposta para João Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: