Lost – There’s No Place Like Home 1 (Comentários)

Lost caminha mesmo para entrar na melhor série de suspense e mistério de todos os tempos. Claro que sou um bocado suspeito para dizer isso, pois é a minha série favorita, mas a verdade é que a cada semana que passa (ou melhor, a cada temporada que passa), confrontramo-nos com histórias que no fazem prender à tela do computador e queremos sempre mais e mais Lost… A seguir pode ver o comentário alargado do episódio e ainda um erro que notei no episódio (mais propriamente, um erro de duplos).

Passando agora para o episódio, o que eu tenho a dizer? Quem foi muito bom? Que foi emocionante? Que foi dramático? Que foi misterioso? Que foi diferente? A resposta é simples: foi tudo isso!

Começamos com uma das cenas mais esperadas de Lost: a chegada dos Oceanic 6 ao mundo exterior e irem abraçar as suas famílias. Fiquei com muita pena da Kate, que ficou abandonado no meio daquela felicidade imensa de todos os familiares. Sayid sofreu menos um bocadinho pois Hurley sempre ajudou quando o apresentou aos pais. Deve ser Sayid que salva Hurley dos homens do cargueiro. Todos os actores estavam bem nessa cena, mas eu destaco principalmente Yunjim Kim (Sun) que estava muito perturbada (provavelmente pela ‘morte’ de Jin) e a ‘Sun’ foi mesmo a que deu, na minha opinião, juntamente com Evangeline Lilly (Kate) os melhores momentos dramáticos da cena.

Depois temos Jack e Kate a partir para a selva após receberem um recado de Lapidus. O que me intrigou mais foi a reacção de Daniel ao ouvir sobre a estação da Dharma ‘A Orquídia’. É muito interessante Daniel saber muito mais sobre a ilha e tudo o resto que os restantes três que conhecemos no segundo episódio. Charlotte ainda não me convenceu, e eu pensei que o facto de ela ser arqueóloga/antropóloga poderia a resolver alguns mistérios nesta temporada, mas enganei-me redondamente.

A conferência em que os Oceanic 6 respondem a algumas perguntas só nos faz criar mais perguntas na nossa cabeça. Porque será que eles mentiram? Jack continua a ser o líder deles…? O que foi bom de se ver foi os caminhos que cada personagem seguiu. Sun comprou uma parte da empresa do pai com o dinheiro que recebeu de indemnização. Hurley volta a ser ‘atacado’ pelos números; confesso que já tinha saudades dos números malditos (e da explicação também…). O encontro de Sayid com Nadia também foi bom.

Mais à frente, temos o funeral simbólico de Jack. Achei a cena de Jack a falar do pai como falou meio forçada. Todos sabemos que a situação dele com o pai não era fácil e ele tinha até ódio do pai (com razão). E finalmente Jack descobre o seu parentesco com Claire, irmãos. Mas a mãe de Claire não estava condenada à morte?! Hum… será que a ilha também não deixa os familiares dos sobreviventes morrerem enquanto tiverem algo a fazer (nesse caso, a revelação a Jack)? Acho pouco provável, mas não impossível.

Daniel, desesperado por sair da ilha por causa da estação ‘A Orquídea’ e vai-se lá saber porquê, começa a levar os sobreviventes para o cargueiro, onde a vida também não está salva. Depois de lá chegarem, Desmond descobre uma quantidade imensa de explosivos em que o detonador deve ser aquele aparelho que Keamy tem no braço e que vimos no último episódio.

E Ben volta aos seus velhos tempos: “Tenho sempre um plano”. Vamos ver é se o plano dele não vai ser mais um fracasso como foi o de Alex. Acredito que não! Estou muito curioso por conhecer as verdadeiras instalações d’A Orquídea. E o episódio termina com Keamy a capturar Ben. Adivinha-se adrenalina e tudo o resto para a segunda e terceira parte da season finale de Lost.

NOTA: 9,4

E agora um erro de duplos que eu encontrei durante a viagem de barco até ao cargueiro. Reparem que quando a cara de Aaron não aparece, ele tem um cobertor azul a tapar a cara, seja do lado esquerdo, seja do direito (obviamente foi usado um boneco). Mas quando mostra a cara dele, já não vemos nenhum cobertor azul por cima dele… Foi um erro nada importante de duplos, mas que eu reparei nem sei como pois não sou muito virado para este tipo de pormenores. Vejam as screencaps e confiram:

14 Responses to Lost – There’s No Place Like Home 1 (Comentários)

  1. Pedro diz:

    Show de bola, o site, e cara, quantas você viu o epi pra prestar atenção nisso, nunca que eu ia perceber ahahahahahahaha

    tá de parabéns

    flws

  2. Davi diz:

    Ótimo comentario!

    Como o Pedro disse, eu tbm jamais iria perceber um erro desse!

    Achei estranho o Michel(pai do walt) ficar correndo no navio! ehehehhehe

    PARABÉNS PELO SITE PORTUGA!

  3. Marco diz:

    Estranho porque? Eles estavam a arranjar o motor e dps descobriram q tinha uma quantidade imensa de explosivos. Eu ficava em panico no minimo 🙂

  4. Miguel diz:

    O episódio foi muito bom mesmo. Ben como sempre com um plano em mente, e Jack e Sawyer trabalhando “juntos”, uma coisa nada comum. Finalmente Jack descobre que a Claire é irmã dele, esperava por essa cena faz tempo. Enfim, episódio mto bom, agora faltam só mais dois.

  5. Marco diz:

    Ach q o Jack e o Sawyer, alem de terem Kate em comum, tem aquele espirito de determinação. Foi bom ver Sawyer a se importar com alguem (Hurley), coisa q nao acontecia nos primeiros episodios.

  6. Olá Marco, muito bacana o site e graças ao teu screencap, finalmente revi a cena com o Aaron :p

    Já adicionei aqui nos favoritos 🙂

    Abraço!

  7. Marco diz:

    Obrigado Davi, é bom ver o Portal ser reconhecido alem fronteiras 🙂

  8. Lucas diz:

    O episódio foi excelente e o texto também 😉

    Fui ver o epi com essas fotos em mente.

    A primeira cena, quando os Oceanic 6 chegam no mundo exterior é muito boa e emocionante.

    Cada vez a série vai ficando melhor 😀

  9. Sofia diz:

    Estou ansiosa pelo final desta temporada! Lost só consegue ficar cada vez melhor!

  10. Nat diz:

    A manta esta do lado direito de Aaron, entre ele e Sun, na bochecha e no ombro dele. Mas quando Kate entregou Aaron para Sun não tinha manta azul escuro assim. O que achei estranho nessa cena foi na hora que o bote cai na água e começa a balançar, a Sun tira o braço ao redor do pescoço do bebê e coloca a mão no bote, nos segundos a partir do 20:15, segurando Aaron-boneco só pelas pernas, e ele lá durinho….

  11. Sergio diz:

    Olá Marco, se quiseres postar ou linkar para a descrição completa do último episódio da temporada, tens aqui:

    http://lostportugal.blogspot.com/2008/05/descrio-do-episdio-theres-no-place-like_19.html

    😉

  12. Marco diz:

    Sergio, nem quero arriscar sequer a olhar :S
    So vi uma parte e arrependi-me.

  13. rcaz diz:

    Gostei do episódio mas o final poderia ter sido mais intrigante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: