Merlin (1.01) – The Call of the Dragon

Setembro 22, 2008

A série que só devia estrear em Janeiro já chegou à televisão. Não por via da NBC (que só chega mesmo na mid season), mas sim pela BBC One, canal conhecido por excelentes séries históricas. Eu queria ver o piloto da série e acabei agora mesmo de conferir, e posso dizer que é muito bom. Mantém um nível de qualidade do início ao fim, sabendo cativar o telespectador durante os 40 minutos que o compõem. Além disso, temos a sensação que aconteceu tanta coisa no episódio que é difícil digerir toda a informação.

Merlin conta a história de um adolescente que fora enviado pela mãe para Camelot. Lá, ele irá aprender magia com o seu mestre, porém, a magia é proibida e quem a  praticar morre no carrasco. Quando ele visita o dragão das masmorras, é-lhe contado o seu destino: ajudar o rei Arthur a superar todos os desafios e problemas que ele tiver na sua vida até se tornar o rei de Camelot.

Nota: 9,5

Episódio disponível para download no Portal de Séries, na nossa secção de Downloads Especiais.

Heroes (3.00) – Villains

Setembro 22, 2008

De forma a preparar o novo volume de Heroes, a Global TV (emissora canadense responsável por Heroes) exibiu um especial de 40 minutos em que temos uma recapitulação das temporadas anteriores, assim com os perfis dos personagens principais, algumas curiosidades sobre os efeitos especiais e maquilhagem e ainda vários sneak peeks que ainda não tinham sido mostrados. A acção deste ‘documentário de Heroes’ passa-se num festival (não sei se foi a Comic Con) dedicado à série, onde os próprios actores são os apresentadores.

Gostei do que vi. Até parecia, com as imagens mostradas, que Heroes era uma série muito boa. A sequência e montagem foi feita com muito cuidado e ficou um produto excelente. Gostava que fizessem um evento desse para Lost antes de estrear a quinta temporada. Seria algo a não perder! Uma coisa que reparo em Heroes é que elenco tem muita química entre si, demonstrando que existe um bom clima dos bastidores.

Episódio/documentário disponível para download no Portal de Séries, na nossa secção de Downloads Especiais.

60th Primetime Emmy® Awards

Setembro 22, 2008

Foi ontem que se realizou em Los Angeles a entrega da 60.ª cerimónia dos Emmy. No geral, achei a cerimónia fraca, sem nada que fizesse o telespectador ficar acordado até Às 3h00 da manhã. Eu tive de ficar porque estava ansioso para saber quem venceria as categorias principais (melhor série e actores) e também para fazer a Cobertura para o Portal de Séries. A seguir seguem-se os meus comentários nas categorias que eu acho que deva comentar, seja porque vejo a série, ou porque tinha um favorito especial.

Melhor série dramática: Ganhou Mad men. Essa série deve ser muito boa mesmo para levar o Globo de Ouro e agora o Emmy, quando ainda está na segunda temporada (episódios nomeados foram da primeira). Eu, como fã incondicional que sou, torcia por Lost. Achei a quarta temporada da série uma obra prima, uma das coisas mais bem feitas em televisão. Mas havia uma série que eu não me importava que vencesse: Damages. A série é maravilhosamente bem escrita e conta com actores perfeitos, como a vencedora Glenn Close.

Melhor série de comédia: Ganhou 30 Rock. Eu achei este um dos vencedores mais injustos da cerimónia. Eu vi a segunda temporada completa e é uma temporada que não merece ganhar um prémio de tamanha importância como esse. Aliás, eu queria ver como se sairia 30 Rock na cerimónia se não tivesse a assinatura de Tina Fey. provavelmente já teria sido cancelada. O pior de tudo é que a série venceu com o episódio ‘Cooter’, um dos piores da segunda temporada. Para mim, ganhava the Office, pois eu assisti a quarta temporada e ela foi melhor que a segunda de 30 Rock.

Melhor actor em série de drama: Ganhou Brian Cranston. este foi um dos prémios em que o vencedor não era o esperado, mas que a sua interpretação na série é simplesmente fenomenal. Quem viu Breaking Bad sabe que o prémio foi bem entregue. Eu se tivesse que votar em todas as categorias do Emmy, esta seria a mais difícil de escolher. Todos os actores deste ano foram perfeitos nas interpretações, como o Michael C. Hall e o Hugh Laurie, que volta a não conseguir ganhar um Emmy.

Melhor actriz em série de drama: Ganhou Glenn Close. Justíssimo. Já era esperado e foi um dos prémios mais bem entregues da noite. As concorrentes eram fortíssimas, mas eu não vejo este prémio ser entregue a qualquer uma das outras. Este prémio foi feito para Glenn Close ganhar pela sua interpretação em Damages, como Patty Hewes. Só aceitaria (e com desagrado) que ela perdesse para a protagonista de The Closer.

Melhor actor em série de comédia: Ganhou Alec Baldwin. Mais uma categoria que tem concorrentes perfeitos. Eles são todos merecedores do prémio e eu queria que ganhasse o Lee Pace porque revelou-se um actor digno de ser protagonista pelo seu papel em Pushing Daisies. Alec Baldwin é, em si, uma das virtudes de 30 Rock. Ele dá um ar especial à série e as cenas dele com a Tina Fey são espectaculares.

Melhor actriz em série de comédia: Ganhou Tina Fey. Eu sabia que iria ouvir o nome dela quando lessem o que estava escrito no cartão, mas mesmo assim doeu ver que a Christina Applegate não venceu. Esta é mais uma categoria como a de melhor actor de comédia, onde eleger o vencedor é quase uma tarefa difícil, mas Tina Fey não merecia o prémio.

Melhor actor secundário em série de drama: Ganhou Zeljko Ivanek. Outro actor de Damages ganha mais uma categoria. Eu gostei do vencedor, e era o único que eu aceitaria caso Benjamin Linus, o Michael Emerson, perdesse. O trabalho do Emerson na quarta temporada de Lost foi perfeito, dando um toque de interpretação máxima que os outros actores da série não conseguem dar. Mas também não em importo que seja o Ivanek a ganhar, até porque o trabalho dele em Damages foi igualmente bom.

Melhor actriz secundária em série de drama: Ganhou Dianne Wiest. Nunca vi In Treatmen, por isso não sei se o prémio foi merecido ou não. Mas uma coisa tenho a certeza: as duas almas que dão vida a Grey’s Anatomy, Yang e Bailey, foram merecidamente nomeadas e injustamente deixadas para trás. Chandra Wilson já merecia um prémio pelo seu trabalho na série e Sandra Oh não fica muito atrás da Chandra. Resta esperar que nos Globos de Ouro, a nossa Nazista ganhe alguma coisa.

Melhor actor secundário em série de comédia: Ganhou Jeremy Piven. Pelo terceiro ano consecutivo! Eu estava a pensar ver Entourage e depois desse vencedor, só tenho a certeza que devo ver a série o quanto antes. Já vi How I Met Your Mother aleatóriamente na televisão e devo dizer que o Neil Patrick Harris merecia o prémio, assim com o Dwigt de The Office, Rainn Wilson. Por outro lado, não aceitaria que o Jon Cryer de Two and a Half Men vencesse, pois para mim os outros concorrentes era muito melhores.

Melhor actriz secundária em série de comédia: Ganhou Jean Smart. Samantha Who? é uma série que destaca-se, não só pela história original, mas pelo o leque de actores que fazem parte da série. Eu queria que Kristin Chenoweth ganhasse pelo seu papel em Pushing Daisies, mas quem acabou por levar o prémio foi a Jean Smart. mais um que eu não me importo pois sei que o trabalho dela é excelente e, apesar de Kristin ser a minha favorita, sei que o prémio foi bem entregue.

NOTAS FINAIS: Gostei de House ter ganho o prémio de melhor direcção em série dramática e Pushing Daisies em série de comédia. Ambos os vencedores são justos e são aqueles que eu queria que vencessem. Já em termos de guião, ambos os vencedores, 30 Rock em comédia e Mad Men em drama, não me dizem nada. Sinceramente acho que a fama de 30 Rock (pela Tina Fey) é o que desperta muitos prémios que são, muitas vezes, injustos, e Mad Men não posso opiniar. Só quando vir a primeira temporada é que poderei dizer alguma coisa. Houve dois momentos que eu queria destacar na cerimónia: Steve Carell e o Gervais e o medley das músicas de séries antigas, como Friends.


Emmy 2008 – A Cobertura [TERMINADO!]

Setembro 22, 2008

No momento em que escrevo este artigo, faltam apenas 25 minutos para começar a cerimónia. A minha televisão deu uma volta de 45º para que ela ficasse mesmo de frente para mim. Estão preparados? Eu estou! Será neste post que serão divulgados os vencedores de cada categoria, com o meu comentário/opinião sobre ele(a).

Também quero saber se concordam com o vencedor ou não, por isso deixem um comentário. Eu também estarei num live chat junto com uma quantidade de ‘colegas’ da Internet. Se quiseres aceder a esse Live Chat, é só clicar aqui.

Até chegar a meia-noite, eu estarei vendo no canal da MEO E! Entretainment. Está a dar a entrada das celebridade no Tapete Vermelho.

COBERTURA COMEÇA AQUI

* Quem tem o canal E! reparou como a Eva longoria está? Eu achei ela muito feia com aquele cabelo curtinho!
* O primeiro prémio a ser divulgado vai ser o de melhor actor de comédia secundário, entregue pela Tina Fey e Amy Poehler. os nomeados são Jon Cryer, Kevin Dillon, Neil Patrick Harris, Jeremy Piven e Rainn Wilson.
* Começou a gala! Neste momento estão sendo exibidos alguns diálogos com as celebridades mais famosas.
* MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO DE COMÉDIA – Jeremy Piven de Entourage. Comentário: Eu estava à espera que fosse Rainn Wilson ou o Neil patrick Harris. Fiquei surpreso mas gostei porque é mais uma razão para ver Entourage.
* MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA DE COMÉDIA – Jean Smart de Samantha Who? Comentário: Eu vi uns 7 episódio da série e achei merecido a vencedora. mas preferia que fosse a Olive de Pushing Daisies a leva-lo.
* MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO DE DRAMA – Zeljko Ivanek de Damages Comentário: Preferia que fosse o Michael Emerson, mas este era o meu segundo favorito, por isso não em imporetei muito.
* MELHOR DIRECTOR MUSICAL, COMÉDIA OU VARIEDADES –
Louis J. Horvitz (80ª Cerimónia dos Óscares).
* MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA DE DRAMA – Dianne Wiest de In Treatment Comentário: Nãoooooooo. E a Dr.ªa Bailey? E a Yang?!
* MELHOR ARGUMENTO DE PROGRAMA DE VARIEDADES – The Colbert Report.
* MELHOR ACTRIZ EM MINISSÉRIE – Laura Linney de John Adams.
* MELHOR SÉRIE MUSICAL, COMÉDIA OU VARIEDADESThe Daily Show.
* MELHOR DIRECÇÃO DE SÉRIE DE COMÉDIA – Pushing Daisies por 1.01.
Comentário: Muito merecido. Pushing Daisies teve um piloto excelente! Parabéns à série!
* MELHOR GUIÃO DE SÉRIE DE COMÉDIA – Tina Fey em 30 Rock – Cooter. Comentário: Não concordo. Eu vi o episódio e achei que não seja um episódio que mereça ser vencedor!
* MELHOR TELEFILME – Recount.
* MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO EM MINISSÉRIE OU TELEFILME – Tom Wilkinson em John Adams.
* MELHOR DIRECÇÃO EM MINISSÉRIE, TELEFILME OU ESPECIAL – Jay Roach por Recount.
* MELHOR GUIÃO EM MINISSÉRIE, TELEFILME OU ESPECIAL – John Adams.
* MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA EM MINISSÉRIE OU TELEFILME – Eileen Atkins em Cranford.
* MELHOR REALITY SHOW DE COMPETIÇÃO – Amazing Race.
* MELHOR MINISSÉRIE – John Adams.
* MELHOR PERFORMANCE INDIVIDUAL NUM PROGRAMA DE VARIEDADES – Don Rickles.
* MELHOR ACTOR CONVIDADO EM SÉRIE DE DRAMA – Robbin Williams por Law and Order SVU.
* MELHOR DIRECÇÃO EM SÉRIE DE DRAMA – House – House’s Head.
Comentário: Perfeito! Merecido! E se fosse o piloto de Damages tambéme ra bom. mas fiquei muito contente!
* MELHOR GUIÃO PARA SÉRIE DRAMÁTICA – Mad Men – Pilot.
Comentário: Nada de surpresas. Preferia que fosse o de Damages, mas prontos. Não se pode contentar a todos.
* MELHOR ACTOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME – Paul Giamatti em John Adams.
* MELHOR ACTOR EM SÉRIE DE COMÉDIA – Alec Baldwin em 30 Rock.
Comentário: Merecido. Just this! Mas os ‘rivais’ também eram muito bons concorrentes.
* MELHOR ACTRIZ EM SÉRIE DE DRAMA – Glenn Close em Damages. Comentário: Acho que este prémio estava mesmo destinado a ela. O trabalho dela em Damages é simplesmente fenomenal!
* MELHOR ACTOR EM SÉRIE DE DRAMA – Brian Cranston em Breaking Bad. Comentário: Não esperava que fosse ele, mas só tenho uma coisa a dizer: PARABÉNS. MERECIDÍSSIMO!
* MELHOR ACTRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA – Tina Fey em 30 Rock. Comentário: Christina Applegate é muito melhor actriz que a Tina Fey. Minha opinião! Por isso, é caso para dizer que detestei este vencedor.
* MELHOR APRESENTADOR DE REALITY SHOW – Jeff Probst em Survivor.
* MELHOR SÉRIE COMÉDIA – 30 Rock.
Comentário: Mais um prémio injusto para uma segunda temporada fraca de 30 Rock.
* MELHOR SÉRIE DRAMA -Mad Men. Comentário: Fuck It! Fiquei desolado! Apetece-me partir a televisão.

E É ISSO. AGRADEÇO A TODOS OS QUE FICARAM POR CÁ A ACOMPANHAR. ESTOU TRISTE PELO RESULTADO DE SÉRIE DE DRAMA. AMANHÃ À TARDE FAREI UM RESUMO DO QUE SE PASSOU NA CERIMÓNIA COM COMENTÁRIOS MAIS ALARGADOS!


The O.C. – Primeiras Impressões (1.01/02)

Setembro 22, 2008

Confesso que nunca acompanhei a série teen com maior quantidade de fãs que conheço. Não é por acaso que The OC teve um tremendo sucesso (embora cancelada precocemente) e era isto que me intrigava, mas nunca tinha tido aquele sentimento de ‘preciso ver isto’. Assistia alguns episódios esporádicos pela televisão e, para mim, era uma série absolutamente normal, apenas mais uma série teen que se enquadrava no padrão das restantes.

Mas hoje, depois de ver os primeiros dois episódios da série, mudei de ideias. Não é que isto é mesmo bom e apaixonante? Não preciso de fazer um resumo da história porque toda a gente conhece. As primeiras impressões que tenho é que esta série trata de uma forma diferente o tema dos ‘riquinhos mimados’ que, actualmente, é como uma obrigação tê-los numa série teen (graças a Deus que existem os download para eu poder ver repetições da minha favorita de sempre: Dwson’s Creek).

Claro que vou continuar a ver, quando mesmo o tempo sendo escasso. Se conseguir manter uma média de um episódio por dia, já é óptimo, pois assim devo acabar antes do final do ano e estrear as séries da mid season.

Nota dos primeiros dois episódios: 8,8