The Simpsons (20.02) – Lost Verizon

Outubro 6, 2008

Depois do fraco episódio da semana passada, que marcou o início da segunda década de The Simpsons, temos um episódio muito melhor, com um toque de crítica social e política, cinema e muita comédia. Aliás, quase todos os episódio centrados em Bart são realmente bons, principalmente porque nos seus episódios, Bart demonstra ser muito inteligente quando faz as suas partidas à família e amigos. Eu já tinha saudades de um episódio assim!

Não me vou adiantar muito mais porque review de The Simpsons não tem muito que lhe diga. Contudo, gostaria de realçar alguns pontos fortes do episódio: a cena em que ‘todos espiam todos’, Lisa consegue ser uma diabrete quando quer e lhe interessa, a sequência do dia e da noite de Bart e ainda a estupidez de Homer que só ele sabe ter. Mas claro que não podia deixar de destacar o final, em que Maggie volta a fazer das suas, graças à irresponsabilidade dos pais.

Nota: 8,4


Ugly Betty (3.02) – Filing for the Enemy

Outubro 6, 2008

Ugly Betty é uma série muito criticada, mas que diverte e agrada-me muito. Não só pela protagonista ser carismática e muito simpática, mas também pela comédia peculiar que consegue transmitir. Mas este episódio foi um bocado chato e não gostei assim tanto como o anterior, mas o final deu logo a sensação de querer ver o próximo.

É uma pena que as mudanças da série não ficaram por muito tempo. Eu estava a gostar da rivalidade entre a Player e a Mode, mas o que é bom dura pouco. A cena em que Betty sonha, ou tem o terrível pesadelo, de estar igual a Whilhemina foi muito boa e hilariante e era uma das cenas que eu mais queria ver no episódio, pois eu já tinha visto fotos dela assim.

Nota: 7,6


Desperate Housewives (5.02) – We're So Happy You're So Happy

Outubro 6, 2008

Desperate Housewives é daquelas série que mesmo quando um episódio é razoável, ele chega a ser bastante bom. Este episódio é um desses casos, em que deu para divertir, rir um pouco, com um drama pelo meio, mas que não passou de apenas mais um episódio de Desperate Housewives. Contudo, acho que ainda consegue estar a um nível bem acima dos melhores episódios de muitas séries. E de que maneira…!

O mais engraçado deste episódio foi a relação de Lynette com o seu filho e a história da poesia, namoradas, amigo das drogas foi muito boa. Também agrada-me bastante, nesta temporada, a história de Gabrielle, que é o exemplo de que uma pessoa pode perder tudo de um tempo para o outro. Teri Hatcher tem um talento especial para a comédia e ela é, na minha opinião, a melhor actriz de todas as seis donas de casa. Uma coisa que não gostei, não sei se foi por ver isso na história ou por apenas o personagem me enervar, foi a insensibilidade de Orson em relação a Bree.

Nota: 8,2


Californication (2.02) – The Great Ashby

Outubro 6, 2008

Antes de mais nada eu queria dar os parabéns à equipa que legendou os dois episódios de Californication, a equipe Fuck&Punch Team, pois fizeram um trabalho zeloso na legenda e dispensa comentários. Eu nunca valorizei tanto uma legenda, porque essa foi traduzida directamente do áudio e quem acompanha a comunidade da série no Orkut sabe como foi trabalhoso.

O segundo episódio começa com Hank preso recebendo a visita de Becca e Karen. Karen, depois de o ignorar totalmente, recusa-se a pagar fiança, afirmando que ele precisa de um tempo para pensar. De seguida vemos uma conversa entre Marcy e Charlie; Marcy, pelos vistos, está novamente viciado em pó e resolve fazer uma noite só de lagostas, pó e sexo.

De volta a prisão, vemos Hank tentando achar alguém para pagar a fiança, sem sucesso, depois um ex-guitarrista gay começar a balançar o rabo (literalmente) para ele, mas este tenta ignorá-lo. Após isso, um conhecido de Hank entra na cela, Lou, o homem que aparece no episódio anterior com Hank na festa. Lou insiste para Hank escrever a biografia dele.

Vemos Charlie em reunião com Dani e Mia, onde ele confronta Mia sobre o roubo do livro, Dani tenta seduzir e depois ameaça Charlie, que é chamado ao escritório do chefe. Lá, o chefe mostra vários vídeos dele a se masturbar no escritório e, embaraçado, ele pede demissão.

Num café, Sónia encontra-se com Karen para lhe fazer uma proposta de emprego que ela não consegue negar. Em casa, Karen janta com Becca e Mia e é pressionada pelas duas para pagar a fiança de Hank. Mia novamente parece demonstrar ter um coração escondido. Becca pede para ler o livro de Mia, quando Mia se recusa a deixá-la ler, e esta desconfia. Karen cede e sai para pagar a fiança de Hank, mas chega tarde.

Lou paga a fiança de Hank e leva-o a um bar para tentar convence-lo a escrever a sua biografia. Hank recusa-se a fazer, por pensar ser uma coisa sem potencial. Lou decide levar Hank para um lugar para inspira-lo, chegando à frente de uma casa e Lou conta que aquela casa era o sonho da sua antiga namorada, que ele abandonou para ter sucesso. Acrescenta que sempre quis beber, cheirar e fazer sexo o quanto podia e agora que tinha isso só queria a sua antiga namorada novamente.

Na casa de Marcy e Charlie, ele tenta dizer a ela que foi demitido, mas ela não o escuta, deixando Charlie nervoso e a se trancar na casa de banho. Marcy liga para Hank, a pedir ajuda, e este chega com Lou à casa dos Runckle. Hank fala com Charlie e Marcy descobre sobre a demissão, enquanto que o escritor decide fazer a biografia de Lou para ajudar Charlie. De volta a casa, Hank vai deitar-se com Karen e ela diz que o ama, mas que aquilo não podia ser o suficiente. Será que ela está a reconsiderar?

Nota: 9,0

Escrito por: Pedro, do Agente Tabem
Revisado por: Marco


Estreias TVP: Boston Legal (T4) no FOX Crime

Outubro 6, 2008

Estreias TVP são as iniciais de Estreias na Televisão Portuguesa e que fará parte do quotidiano do Portal de Séries. Aqui serão divulgadas, se houver, as estreias do dia com as informações fornecidas pela FOX Ibéria (por parte da Joana Pratas) ao Portal de Séries. Para o primeiro dia, temos a estreia da quarta temporada de Boston Legal, a penúltima da série, pelas 22h15 no canal FOX Crime.

‘Boston Legal’ é uma série que acompanha os advogados Alan Shore (James Spader, vencedor de dois Emmy Awards para Melhor Actor em Série Dramática em 2005 e 2007) e Denny Crane (William Shatner, vencedor do Emmy Awards para Melhor Actor Secundário em Série Dramática em 2005), na firma Crane, Poole & Schmidt. ‘Boston Legal’ foca o lado profissional e pessoal de brilhantes advogados que, envolvidos no cruel mundo judicial, questionam diariamente a sua consciência.

Leia o resto deste artigo »