Estreias TVP: Sue Thomas: F. B. Eye (T2) no FOX Crime

Novembro 7, 2008

A 2.ª temporada de ‘Sue Thomas: F. B. Eye’ estreia hoje, dia 7 de Novembro, às 19h15, no FOX Crime: a série é baseada na história real da detective do FBI Sue Thomas. Provando que com força de vontade e atitude conseguimos alcançar o patamar que sempre sonhámos, Sue Thomas, surda de nascença, concorre e é aceite para uma posição no FBI. Sue deixa a sua casa em Ohio e parte para Washington levando consigo malas cheias de coragem e vontade de vencer.

Cabeça dura mas com um coração mole, Sue Thomas (Deanne Bray, ‘L-Word’) não se deixa ficar para trás, nem se sente inferior ao comum mortal. Apesar de ser surda, Sue Thomas segue o seu sonho até Washington e entra no FBI. Longe de tudo o que lhe é familiar, Sue depressa arranja um aliado: Levi, o seu primeiro cão de assistência.

Sue Thomas desanima quando a colocam a analisar impressões digitais, mas a investigadora não fica por lá muito tempo. A sua notável capacidade para ler lábios é percebida pelo colega e agente especial Jack Hudson (Yannick Bisson, ‘Murdoch Mysteries’), que a convida para a sua equipa como analista de investigações especiais do FBI.

Leia o resto deste artigo »


Smallville e Supernatural com números fantásticos!

Novembro 7, 2008

Esta última quinta-feira que transmitiu os oitavos episódios da oitava e quarta temporada de Smallville e Supernatural, respectivamente, foi um sucesso para a CW. Como sabem, a emissora tem sempre números fracos pois apenas é acessível a uma parte dos Estados Unidos da América e como tal sempre que se ultrapassa a barreira dos 3 milhões de telespectadores por episódio, já são considerados números sólidos. Acontece que as das séries conseguiram muito mais que 3 milhões, sendo até que Smallville quase atingiu os 5 milhões. Os meus parabéns às duas séries que bombaram esta semana!

Bloodline conseguiu, com a volta de Kara para um episódio da série protagonizado por Tom Welling, uns espantosos 4.81 milhões de telespectadores. O episódio foi mesmo muito bom, como já disse no review mais abaixo, e com certeza mereceu esta audiência. Ainda há dúvidas que a CW não vai cancelar Smallville? Por outro lado, o novo episódio de Supernatural, apanhando um pouco de balanço de Smallville, conseguiu números muito melhores que a semana passada, atingindo 3.73 milhões. Lembrando que Supernatural concorre com duas das séries mais vistas dos Estados Unidos: CSI (18.11 milhões) e Grey’s Anatomy (15.63 milhões).


Supernatural (4.08) – Wishful Thinking

Novembro 7, 2008

Este foi mais um sensacional episódio de Supernatural que faz desta temporada ser a melhor até agora. O episódio começa com uma pessoa invisível a observar uma mulher a lavar-se. Pouco depois, Sam e Dean, entediados com a falta de que fazer, vêm que algo está estranho numa pequena cidade e quando se fala em mulheres a tomar banho, Dean não pensa duas vezes e decide logo pegar no seu carro e por-se a caminho da sua salvação.

A sensação que tenho é que mesmo quando os episódios desta temporada costumam apenas retratar o caso da semana, estes casos são muito melhores hoje do que nas três temporadas anteriores. É uma série que está em constante evolução! A resolução dos mesmos tem sido de forma muito concisa como por exemplo neste episódio. Como o poço dos desejos atrai má sorte, pudemos reparar em pormenores como o facto dos pais da menina estarem com um escaldão e a menina com o peluche roto.

Já estamos no final da primeira de três partes da temporada (já foram transmitidos 1/3 dos episódios). Não podia estar melhor e esperemos que o ritmo se mantenha. Até o Sam que sempre foi um pouco chato está a se revelar um bom personagem e Dean então nem se fala. O seu personagem sempre foi divertido e o Jensen é melhor actor que o Jared, mas é na quarta e penúltima temporada que ele se está a revelar!

Wishful Thinking não foi tão a fundo com a história central da série, mas teve um final verdadeiramente dramático. Dean cede e diz a Sam que se lembra tudo do que aconteceu durante a sua ‘estadia’ no Inferno. Numa cena muito forte, o irmão mais velho conta que aquilo é um verdadeiro pesadelo e impossível de se esquecer, de tão forte que foi a experiência. Eu estou ansioso por um flashback de Dean lá, com tudo o que Supernatural sabe fazer de melhor: surpreender.

Nota: 9,0

Episódio disponível para download em rmvb legendado nos Downloads Especiais


Smallville (8.08) – Bloodline

Novembro 7, 2008

Smallville está mesmo com tudo nesta temporada. Parece que os novos produtores estão a tentar a reparar a porcaria que os dois anteriores fizeram e estão a fazê-lo muito bem. Um exemplo disso é este episódio, que ao mesmo tempo que vem a amarrar algumas pontas soltas da história de Kara, a prima de Clark, ainda tem tempo para avançar e muito na história do Davis Bloome, o futuro temível Apocalipse. Antes que me esqueça: os efeitos especiais de Smallville são do melhor que há!

Existe representação mais enervante que a do Tom Welling? PELAMORDEDEUS! Ter um protagonista como esse ninguém merece. Pronto, passando à frente que essa história já é velha. Adorei o regresso de Kara. Pensei que ela já estava esquecida e arrumada, mas não. Afinal ela tem ainda muita história para contar com a investigação do seu povo. Quem também deu que falar foi Davis que, depois da sua mãe regressar, fica com o seu objectivo revelado: destruir a Terra.

Nota: 9,3


Private Practice (2.04) – Past Tense

Novembro 7, 2008

Mais um episódio bacana de Private Practice. Melhor que o anterior, o episódio marcou a entrada de uma ex-namorada de Peter na série. Por que ela está em Los Angeles? Ainda não sabemos, mas sua primeira cena – chega cumprimentando Peter com um beijão na boca – já marcou uma personagem de caráter forte que sabe o que quer da vida. Vamos ver como o relacionamento dela com Peter vai se desenrolar. Addison também se saiu muito bem terminando o episódio em sua primeira noite com o “cara da SWAT” – cujo nome até agora não vi ser mencionado na série.

Além disso, tivemos dois casos ótimos, a da mulher que sacrificaria a própria felicidade para fazer os pais felizes se casando com um cara que ela se quer conhecia – ela era uma mulher afegã. E a do menino com sintoma de ser altista, cuja mãe perdera confiança no dr. Cooper, ao descobrir o perfil do médico em um site de namoros pela Internet. No fim de “Past Tense”, Addison ganha a votação para assumir o controle administrativo da clínica e enfrentará um problemão pela frente. Boa sorte para ela!

Nota: 9,0

PS: Sinto muito pelo atraso desse review – uma semana de atraso –, porém as legendas em português de Private Practice estão mesmo demorando a sair, e não acho certo fazer reviews para apenas aqueles que entendem inglês sem precisarem de legendas. Paciência.