Supernatural (4.09) – I Know What You Did Last Summer

Novembro 14, 2008

Tem como eu não dizer que esta temporada é simplesmente a melhor da série e a melhor nova temporada desta fall season? Acho que não, pois todos sabem (os que acompanham a série, claro) que está divinal. E ‘I Know What You Did Last Summer’ foi mais uma prova daquilo que estou farto de dizer, mostrando ser um episódio muito, mas mesmo muito, importante para a história. E aquele To Be Continued mata qualquer um. Ninguém merece esperar uma semana para ver o próximo episódio que promete ser muito bom.

O episódio tem duas linhas temporais distintas: o presente e o passado. Vamos começar pelo passado. Sam, depois de enterrar o corpo de Dean, seis meses antes dos acontecimentos actuais, tenta fazer um acordo, trocando a sua alma com a de Dean e ir para o Inferno. Mas por razões ainda desconhecidas, os demónios não o querem lá em baixo. Também ficamos a conhecer o porque de Sam apoiar e confiar tanto em Ruby: ela salvou-lhe a vida. Numa sequência de acontecimento, incluindo uma cena de sexo entre os dois, soubemos também como Ruby adoptou o novo corpo. Foi um passado bem contruído e eu gostei bastante.

Agora de regresso ao presente. Anne, uma rapariga jovem, sabe tudo sobre o Apocalipse e logo no início do episódio temos uma informação muito importante e que vai dificultar o trabalho dos irmãos Winchester: existem 600 selos e não 66 apenas. Acontece que continua a ser 66 os necessários para que Lúcifer fique livre e Lilith tem, assim, bastante opção de escolha. Essa tal de Anne também consegue ouvir as vozes dos anjos, desde 18 de Setembro de 2008, data em que Dean saiu do Inferno (e curiosamente da estreia desta temporada).

O facto de ela ouvir os anjos torna Anna um alvo fácil aos demónios de modo a eles ouvirem os planos do que vêem de cima. E é ai que aparece um demónio todo poderoso que nem Sam, nem a faca (que eles perdem posteriormente) faz com que ele morra. E Dean o conhece! Eu espero ansiosamente por flashbacks de Dean e segundo o que dizem, isso acontece já no próximo episódio. Digam lá que não vai ser demais?! E ainda por cima, temos um final completamente fabuloso: os anjos (Castiel e Uriel) chegam a uma casa onde estão Dean, Sam, Ruby e Anna com o objectivo de matar Anna. E acaba, infelizmente, aí!

Nota: 9,4

PS: Já quase que me esquecia de mencionar aquela cena ousada e perfeita em que Nossa Senhora de Fátima chora lágrima de sangue com a chegada do demónio à igreja. AMAZING!

Anúncios

E porque os DVDs em Portugal são exageradamente caros, viva o Amazon UK!

Novembro 14, 2008

Um dos blogs que eu mais visito sobre série é o TVDependente e uma vez fiquei completamente admirado com os preços dos DVDs de séries no Amazon do Reino Unido. Por exemplo, as duas pérolas que eu comprei e chegaram hoje a casa (as três primeiras de Supernatural e a primeira de Lost) ficaram por apenas 55 euros (portes incluídas para os Açores). Com 55 euros, apenas dava para comprar a primeira de Lost em Portugal e o resto ficava para os portes para os Açores (comprar uma série na Fnac tem portes de envio de 12 euros!).

Por isso é que irei recorrer mais ao Amazon para comprar as séries e formar a minha colecção que ainda vai no início (o primeiro DVD [Buffy S2] veio para casa em Setembro acho eu e agora já tenho 6 (para um estudante que não tem emprego, acho bom) – sendo 2 ganhas no TVDependente [Buffy S2 e Smallville S3], três pagas por mim [Buffy S1, One Tree Hill S3 e Lost S1] e a de Supernatural S1,2,3 foi oferecida pela minha irmã. Entretanto, os meus olhos já estão na Buffy S3 que vai sair em Portugal por 20 euros (parece mentira) e a Minissérie de Battlestar Galactica já está comprada. Mas a que me está a deixar água na boca é essa maravilha.

Mais uma vez digo que aceito por oferta de Natal as restantes temporadas de Lost (espero um descida no Amazon como foi essa primeira – menos de 20 euros), mas também podem me oferecer One Tree Hill S1 ou S2 que eu não me importo nada. Va lá… juntem-se lá por MSN e digam lá que eu não mereço, principalmente por vos aguçar a curiosidade de deitar a mão a uma dessas maravilhas do Amazon.

[poll id=”8″]


The Mentalist (1.06) – Red-Handed

Novembro 14, 2008

Este foi o episódio mais fraco da temporada até agora e o caso policial foi algo cliché e já muito visto na televisão. Mas mesmo assim Simon Baker conseguiu, mais uma vez, interpretar um Patrick Jane que salva qualquer episódio por causa dos esquemas em que se mete e todo o seu sarcasmo e ironia. The Mentalist está a conseguir uma temporada boa, com bons episódios e casos policiais, mas ainda falta-lhe algo: abordarem mais a história do passado de Patrick.

O caso policial girou em torno de um homem que foi morto. Pistas levam os investigadores a um casino onde Jane demostra as suas habilidades no jogo fazendo, por vezes, batota. Claro! As apostas entre os homens do departamento rendem sempre cenas muito hilariantes. Pena que nesta temporada tivemos muito pouco de Lisbon. Eu gosto mais de Robin em The Mentalist do que foi em Prison Break.

Nota: 7,9


'Pushing Daisies' e 'Dirty Sexy Money' canceladas; 'Eli Stone' continua!

Novembro 14, 2008

Foi anunciada finalmente a grelha de programação da ABC para a mid-season e com isso podemos concluir que Pushing Daisies e Dirty Sexy Money vão ser canceladas após o 13.º episódio, mas também que Eli Stone ganha, assim, temporada completa. Srubs voltará com a oitava temporada na companhia de Lost e Life on Mars, que cedeu o seu lugar de quinta-feira a Private Practice.

Mondays
8:00/7:00c – “The Bachelor” (New Season)
9:30/8:30c – “Samantha Who?”
10:00/9:00c – “True Beauty” (New Series)

Tuesdays
8:00/7:00c – “Border Security USA” (New Series)
9:00/8:00c – “According to Jim” (New Season)
9:30/8:30c – “According to Jim” (New Season)
10:00/9:00c – “Eli Stone”

Wednesdays
8:00/7:00c – “Scrubs” (New Season)
8:30/7:30c – “Scrubs” (New Season)
9:00/8:00c – “Lost” (New Season)
10:00/9:00c – “Life on Mars” (New Time Slot)

Thursdays
8:00/7:00c – “Ugly Betty”
9:00/8:00c – “Grey’s Anatomy”
10:00/9:00c – “Private Practice” (New Time Slot)

Fridays
8:00/7:00c – “Wife Swap”
9:00/8:00c – “Here Come the Newlyweds” (New Season)
10:00/9:00c – “20/20”

Saturdays
8:00/7:00c – “Saturday Night Movie”

Sundays
7:00/6:00c – “America’s Funniest Home Videos”
8:00/7:00c – “Extreme Makeover: Home Edition”
9:00/8:00c – “Desperate Housewives”
10:00/9:00c – “Brothers & Sisters”


Friday Night Lights (3.05) – Every Rose Has It's Torn

Novembro 14, 2008

O que mais me impressiona em Friday Night Lights, é que cada episódio é importante, e nenhum pode ser digamos assim, ser “descartado”. Diferente de muitas séries que fazem episódios para encher lingüiça e só foca na história quando chega perto do final da temporada, Friday Night Lights cumpre a tarefe de fazer cada episódio valer a pena. E quando chegou no minuto 07:44 que eu vi o Jason Street na hora eu pensei “Holly motherf**** Jason Street is back! Hehe. Mas vamos ao que interessa.

Every Rose Has It´s Torn, já começa de onde o último terminou, JD e Matt revezando na partida. Mesmo marcando o ponto da vitória Matt, não foi muito reconhecido pelo seu esforço e fica cada vez mais claro que o JD é um jogador muito superior a ele, em todos os sentidos. Matt vê sua vaga no time evaporando perante seus olhos, com certeza a pior coisa que poderia acontecer era ele ouvir do próprio treinador, que ele é inferior ao McCoy, e tenta deixar o time, mas Eric sendo altruísta como sempre, não deixa ele fazer isso, pois sabe que seria péssimo para o Matt, e porque ele de certa forma tem uma importância dentro do time. Mas sua vida pessoal parece estar dando uma melhorada com a presença cada vez mais freqüente da sua mãe, para ajudá-lo em suas tarefas domiciliares. A raiva que ele sente é totalmente compreensível, afinal ele fez tudo que pôde dentro de suas capacidades, e quase sempre se destacou bem nas partidas que atuou.

Jason Street está de volta, e deu o parecer que ele voltará a ser o foco, até que também tenha sua storyline resolvida. Seu trabalho com vendedor de carros, não está dando mais o lucro de antigamente e a Erin, mãe do seu filho, também está tendo dificuldade financeira. Jason então se vê num beco sem saída, mas de repente o inesperado acontece, Tim Riggins vem com uma idéia genial de comprar uma casa reformá-la e depois revendê-la por um preço mais caro (eu não acreditei quando vi ele dando a idéia da casa, voltei o vídeo 2 vezes pra ver se era aquilo mesmo que tinha ouvido, me corrijam se eu estiver errado, mas foi a 1ª idéia inteligente na vida do Tim!). Parecia que sua vida iria melhorar, mas a Erin acabou achando a idéia ruim, e pra completar ela pretende se mudar e ir morar com seus pais. Novamente Jason se depara com um problema maior que ele, que é ver seu filho e a mulher que ama, indo para longe dele.

Nota: 8,5