Fringe (1.09) – The Dreamscape

Novembro 28, 2008

Parece que depois daquelas três semanas de descanso, Fringe voltou num nível excelente que já não se via desde o piloto. A volta da Massive Dynamics deu uma lufada de ar fresco que a série tanto precisava e conseguiu criar aquele que foi o episódio mais cativante desde do início da série (talvez à excepção do primeiro episódio). Temos de aplaudir J.J. Abrams e a sua equipa por criarem inícios de episódios maravilhosos, criando logo uma expectativa do que vem por aí.

Desta vez, o episódio começa com umas borboletas (finalmente sabemos o significado das borboletas e dos sapos que vinham nos posters promocionais) a atacar um funcionário da Massive Dynamics. A única coisa que me deixou de pé atrás foi o facto de Olivia ir outra vez para o tanque. Esperemos que a situação não se repita por muitas e muitas vezes. Mas nada bate a história de Christian Shepard… er… desculpem… John Scott. Aquele final em que John diz que a viu no restaurante foi mesmo muito bom, mas não em deixou ansioso pelo próximo, pois sabemos que esta história não vai ser tratada para já.

Agora imaginemos: se Olivia quer entrar nas memórias de John e descobrir tudo sobre a Massive Dynamics, e sabendo que ele é uma espécie de capanga da empresa, o que será que John vai fazer quando vir Olivia ‘vasculhar’ estas memórias? Isso sim deixa-me ansioso por ver o que se segue! E acabei por não falar muito da história de Peter, que começa finalmente a desenvolver-se.

Nota: 9,2


Worst Week (1.08) – The Cake

Novembro 28, 2008

Mais um episódio de Worst Week; mais 20 minutos de pura diversão! Esta comédia é demais mesmo. E a fórmula, que tem demonstrado ser sempre a mesma, ainda não ficou gasta. É muito bom ver. Um dos pontos positivos das comédias são as participações/personagens novos que uma série pode ter. Desta vez tivemos os sogros de Melanie, que são tão divertidos como o resto dos personagens. A cena em que Sam está no meio de vidros partidos foi demais, mas a cena em que Sam tropeça e cai em cima do bolo foi hilariante. Será que o casamento é no próximo episódio? Já se fala no dia quase desde do piloto e até agora nada. Mas ainda bem que a série não é maçante e mesmo que seja só na season finale, estarei aqui para ver o que antecipa.

Nota: 8,8


Terminator: TSCC (2.10) – Strange Things Happen at the One Two Point

Novembro 28, 2008

Se a série não tivesse tido temporada completa, acho que Terminator ficaria estragada pois quase todos os episódios até agora têm sido importantes. Claro que tudo seria resolvido a um ritmo alucinante, mas assim está mesmo no ponto certo. Depois de sabermos que nada nem ninguém pode alterar o futuro, ou seja, aquilo que Sarah e companhia estão a fazer é como uma missão impossível, somos levados para uma história que se relaciona directamente com a Skynet.

Por um lado, temos a história de Catherine e o seu projecto Babylon. Assim que o James fala com um sujeito com inteligência artificial, veio logo à minha cabeça a imagem do Cromatine. E era ele mesmo, por isso o final não teve assim uma grande surpresa para mim. Descobrimos que Riley tem um passado (ou um futuro) mais misterioso que nós pensávamos, assim como a namorada de Derek que pode vir a tornar-se uma ameaça neste plano dos Connor.

Nota: 8,5