The Simpsons (20.08) – The Burns and The Bees

Dezembro 10, 2008

Uma das coisas que temos de louvar em The Simpsons é o facto que mesmo após 20 anos, as frases de Bart continuam a ser geniais (umas melhores que outras, claro) e eu achei absolutamente hilariante a deste episódio:

Jesus não está com raiva de fazer anos no Natal.

Outra coisa que a série animada sabe fazer muito bem é deixar-nos sempre naquela sensação de que nunca conhecemos tudo de um personagem (eu acho que já disse isso uma vez aqui no Portal). Finalmente temos Mr. Burns de volta depois de ter estado um pouco apagado desde o início da temporada. No que pensaríamos ser dois casos diferentes (o de Burns e de Lisa – abelhas), acaba por se cruzarem os dois e criar um episódio muito bom. Mais uma prova que The Simpsons merece toda a longevidade e reconhecimento que teve até agora.

Nota: 8,7

Anúncios

Desperate Housewives terá nove temporadas?!

Dezembro 10, 2008

Sendo uma das séries de maior sucesso nos Estados Unidos, Desperate Housewives poderá não ter sete temporadas anteriormente ditas mas sim mais duas, totalizando 9. Há alguns meses, Marc Cherry disse que queria terminar a série após a sétima temporada, justificando que prefere acabar enquanto ela ainda é um hit mundial. Acontece que ele mudou de ideia (ao que parece) e quando partiam o bolo do centésimo episódio da série essa notícia foi divulgada.

A razão pela qual a série pode ser renovada por mais dois anos é porque Cherry sente-se com muitas ideias com este salto de cinco anos que marcou o final da quarta temporada. A ideia já foi falada entre a emissora e o criador e, apesar da ABC ainda não se ter pronunciado, tudo indica que será teremos mesmo Desperate Housewives até 2013.

Quanto às protagonistas, O TVGuide disse que todas elas (Marcia Cross, Teri Hatcher, Felicity Huffman e Eva Longoria Parker) deverão estar nas próximas temporadas. Agora eu pergunto: será que nove temporada não é muito? Poderá a audiência resistir até 2013? Nessas coisas eu sou um pouco reticente por isso acho que as sete temporadas era o ideal mesmo. Desperate Housewives é exibida pelos Estados Unidos pela ABC e em Portugal pela SIC e FOX Life.


30 Rock (3.05) – Reunion

Dezembro 10, 2008

Ainda agora começou a temporada e já é uma das candidatas ao cancelamento do Portal. Este Reunion vem provar que Tina Fey não é das melhores argumentistas de comédia e que o seu reconhecimento é só justo pela sua interpretação. Neste quinto episódio, quem se destaque novamente são as personagens secundárias como o Tracy e Kenneth, na mais pura diversão. A reunião de ex-colegas podia ter sido melhor aproveitada e a sensação que tiro é que foi tudo muito apressado e sem muita piada. Ainda temos tempo para um avanço na história da direcção da companhia quando o homem (que não me lembro o nome agora) acorda do coma. Enfim, um episódio mediano que demonstra que 30 Rock não é a melhor comédia da actualidade.

Nota: 8,1

Nível de Risco: 4/5


Friday Night Lights (3.08) – New York, New York

Dezembro 10, 2008

Como o Caio não pode mais escrever reviews da série, eu, Manola, vou continuar com o seu trabalho. Espero que gostem do meu trabalho. Agora falando do episódio: dois caipiras na cidade grande, é assim que vemos Jason e seu fiel escudeiro Tim nas avenidas de New York. E tem gente que ainda duvida da inteligência de Tim, com mais uma de suas idéias, Jason finalmente conseguiu um emprego. Os amigos se despedem, Jason reencontra seu filho, sua mulher e seu final feliz.

Enquanto alguns lutam por seus sonhos, Tyra joga todos os seus para o alto para pegar a estrada com Cash. Alguém acha que isso dará certo? E Matt, parou de se lamentar e procurou outra saída para seu problema, WR ao invés de QB. Tami ficou sem sua casa dos sonhos, e nós, fãs, ficamos mais uma vez sem Lyla, que nesta temporada está completamente apagado. Só mais 5 episódios para o final da temporada, e muita história pela frente.

Nota: 8,8

Escrito por: Manola
Revisado por: Marco


The Big Bang Theory (2.10) – The Vartabedian Conundrum

Dezembro 10, 2008

Depois de tanto comentar que os produtores poderiam estar deixando Sheldon (Jim Parsons) um pouco sobrecarregado com toda a carga cômica da série, no episódio 2.10 – The Vartabedian Conundrum tivemos muito momentos em que Leonard (Johnny Galecki) “levou o episódio nas costas”. Em uma das histórias, Sheldon continua sua saga de egocentrismo ao tentar de todas as formas conseguir de Stephanie um diagnóstico de uma doença que ele não tem, e para se livrar de toda essa perseguição por parte de Sheldon, Stephanie disse que ele estava com uma inflamação muito grave na garganta e não poderia falar por um bom tempo. Isso acabou criando um momento sensacional quando Sheldon foi até o apartamento de Penny (Kaley Cuoco) utilizando seu computador para poder se comunicar com uma voz eletrônica.

O destaque desse episódio ficou por conta do relacionamento entre Leonard e Stephanie, já que ficou evidente que eles estavam morando juntos, mas Leonard não queria acreditar até que Penny mostrou que o quarto dele se transformou completamente. Uma vez admitindo estar morando juntos, Leonard fica incomodado com tamanha velocidade com que as coisas aconteceram e pede ajuda de Penny para descobrir uma forma de dizer a Stephanie sem magoá-la. Quando ele criava coragem para conversar com Stephanie, ela rapidamente mudava de assunto transando com ele, que por sinal é uma ótima maneira de uma mulher fazer o homem se calar. O ponto negativo do episódio mais uma vez foram as poucas participações de Raj (Kunal Nayyar) e Howard (Simon Helberg), o que obviamente acaba trazendo muita perda para a série, já que eles também possuem muito potencial de entretenimento, como já vimos em alguns episódios anteriormente. Esse episódio posso considerar como “um pouco melhor” que o 2.09, mas o que importa é estar mantendo o nível de qualidade para os fãs, já que essa segunda temporada já se mostrou estar sendo bem melhor do que a primeira.

Nota: 8,9


Battlestar Galactica (4.02) – Six of One

Dezembro 10, 2008

Impressionante a capacidade desta série, ao fim de três temporadas, continuar a emocionar com uma despedida muito comovente. Não é por acaso que é considerada um dos melhores dramas da actualidade e a cena, assim como a sempre excelente banda sonora, foi muito tocante com a partida de Lee Adama. E, como tendo um elenco perfeito, a realidade que nos é transmitida bate todas as barreiras do aceitável, resultando no que de melhor se faz em televisão. Outra coisa que adorei no episódio foi tudo o que se passou na nave dos Cylons: enquanto que uns Cylons ‘humanos’ querem as ‘torradeiras’ de metal com menos inteligência, outros tiram exactamente a peça que os faziam obedecer às ordens.

Por fim, continua a demanda pela Terra com Starbuck a sair da prisão e conseguir arranjar uma nave para investigar. Enquanto isso, a Cylon desconhecida dorme com Baltar de modo a saber um pouco da sua existência como Cylon pois ele esteve ao pé do Olho de Júpiter (terceira temporada). Enfim, tem sido um início de temporada em grande daquela que é a última. Relatos de actores dizem que o final da série será perfeito e a sensação que eu tenho é que com 18 episódios restantes para ver, a saudade já se começa a sentir.

Nota: 9,0


Worst Week (1.09) – The Wedding

Dezembro 10, 2008

Finalmente chegamos ao dia mais esperado de Melaniel e Sam: o casamento dos dois. A diversão começa quando vemos a caricata sogra de Sam preocupada com tudo, mas o momento mais divertido até agora da série é aquela sucessão de trapalhadas que resultam no fogo na piscina. Sim… pode parecer estranho, mas o Sam é mesmo tão azarado ao ponto de criar fogo na piscina. Também gostei do episódio porque reuniu os melhores personagens (pais de Sam, a avó de Melanie, etc) convidados dos outros capítulos, presenteando-nos vários momentos de pura gargalhada. Resta-nos saber agora o que vai acontecer com Melanie e Sam para arranjarem uma boleia para o aeroporto. Engraçado que ao contrário das outras comédias, Worst Week segue uma linha temporada contínua, com histórias contínuas.

Nota: 9,0