Merlin (1.13) – Le Morte d'Arthur

Dezembro 14, 2008

snapshot20081214205309Sinceramente, não sei o que achar deste final de temporada. Se por um lado estou desapontado por alguns segredos ainda não terem sido revelados, achei que a história que nos foi apresentada em Le Morte d’Arthur cumpriu perfeitamente o que lhe foi pedido. Eu acho que a equipa de Merlin anda a ver muito Heroes: ‘matam e depois ressuscitam’. Já foi Uther, Arthur e, por fim, Gaius. Tudo num espaço de dois episódios. Mas tirando essas pequenas ‘falhas’ com mais algumas de continuidade/objectos, Merlin foi uma série que conseguiu uma excelente primeira temporada, entrando para as melhores surpresas da fall season.

Nesta season finale, Arthur é mordido pelo monstro das missões. Para salvá-lo, Merlin vai ter com a Nimueh trocar a sua própria vida pela do príncipe. Por vezes, antes de vir comentar um episódio aqui ao Portal, costumo ir a comunidades do Orkut sobre a série em questão e ver o que as outras pessoas acharam do episódio. Algo que os fãs mais falavam sobre este é que a interpretação dos actores mais novos, como o Merlin, não foi grande coisa. Eu, pessoalmente, não concordo. Achei que ele esteve excelente, assim como os restantes (talvez a ‘Morgana’ seja a mais fraca do elenco).

No final do episódio, temos a confirmação de que haverá mesmo segunda temporada. E ainda bem! Merlin construiu uma história muito boa com grandes storylines por onde se pegar. Uma delas é o dom de Morgana que, segundo a lenda, vai se tornar inimiga de Merlin. Outra coisa (e que já demora a acontecer) é quando será que Uther vai morrer ou Merlin vai contar a verdade sobre ser um feiticeiro. Esperemos que em Setembro a segunda temporada já esteja pronta a ser apresentada porque a ansiedade já começou. Merlin vale a pena!

Nota: 9,4

Quero deixar os meus sinceros parabéns à equipa PTSubs pela rapidez e qualidade das legendas de Merlin. Adorei o trabalho desenvolvido pela equipa ao longo dessas 13 semanas em que vários portugueses (e brasileiros) acompanharam a série!

SEASON FINALE


Cinema: Mirrors (2008)

Dezembro 14, 2008

Desculpem o Portal ter estado um pouco abandonado este fim de semana, mas é que fiz o meu Crisma hoje (podem dar-me os parabéns!). Para fechar a festa em grande, nada melhor que um filme de terror. Kiefer Sutherland é um dos meus actores favoritos da actualidade. O seu trabalho em ’24’ é, pelo que vi até agora, excelente. E juntar Sutherland e um filme de terror (um dos meus géneros favoritos) é a receita perfeita para Mirrors não desiludir.

Sendo um remake de um original coreano de 2003, Mirrors apresenta-se como um filme que joga um pouco com o psicológico do espectador e ainda cenas de um horror mais ‘nojento’, como a cena da morte da irmã de Ben, o protagonista. Para quem gosta de um bom filme que entretém durante 1 hora e 45 minutos, Mirrors é obrigatório. Para quem está à espera de ver uma obra-prima, desengane-se. E parece que agora está na moda finais abertos nesse género. Primeiro foi [REC] e agora este. Frak!


ER (15.09) – Let It Snow

Dezembro 14, 2008

snapshot20081212210902Antes de mais, desculpem pelo atraso de uma semana do review do episódio. Confesso que já tinha visto ontem, mas como já era tarde não tive paciência nenhuma de escrever. Pelo vídeo promocional, o episódio prometia mais drama por parte do casal Sam e Tony, mas como os restantes episódios da temporada já exibidos, essse episódio conseguiu ser óptimo. Uma das melhores cenas é aquela em que o miúdo vai à morgue e encontra a irmã morta e pergunta ‘Porque é que ela não acorda?’. Adorei ver a chefe da Urgência a se divertir um pouco com o outro médico numa espécie de karaoke. Interessante e triste o passado dela: além de perder um filho depois de ficar doente, ainda teve um aborto. ER continua a ser a série médica que mais gosto no momento, que prepara-se para terminar em grande (Março de 2009).

Nota: 8,8


Brothers & Sisters (3.08) – Going Once… Going Twice…

Dezembro 14, 2008

gogt0634Adoro ver a “Big Table” dos Walkers em ação e esse episódio foi mais um digno momento de reuniões e jantares familiares. Interessante ver que eles sempre fazem e agem da mesma forma, sabendo que nem sempre é a maneira certa de agir, ainda mais quando se trata de escolhas e desejos uns dos outros. Por mais batido que às vezes possa parecer, eles sempre conseguem trazer algo inusitado em meio a um grande acontecimento, que neste caso é a promoção do Scotty no trabalho, esse é o pano de fundo para o jantar preparado pela Sarah. Realmente Kitty ainda está enfrentando a difícil fase da perda da adoção e como isto afeta até o seu dia a dia, pois é estranho ver uma Kitti ociosa e usando seu tempo para ver programas de doação na tv e o melhor é ver que seus irmãos e o Robert tentam desesperadamente ocupá-la. Acho muito cômico quando Tommy lembra que Kitty teve uma fase parecida no passado e ele conseguiu tirá-la disso ocupando-a com seus deveres de escola. Sarah está com o novo projeto do site e resolve passar o projeto para Kitty ler e dar opiniões porém o que ela não espera é a tamanha intromissão da irmã em suas idéias para o site, mas é sem bom vê-las interagindo.

Tava começando a achar estranho não terem abordado mais o projeto da instituição de ajuda de Norah neste episódio é retomado o assunto quando ela decidi comprar uma casa para montar a instituição e o Kevin decidi ir junto com ela para ajudar no leilão de casas, porém o adorável autoritarismo de Kevin sempre sobressai nesses momentos e ele que acaba comprando uma casa para ele e o Scotty (decisão mega precipitada ao meu ver, mas tudo bem), além de deixar sua mãe extremamente chateada pois em vez de ajudar ele somente a atrapalhou em sua decisão. É de lei os Walkers sempre “meterem os pés pelas mãos” e Justin não foge disto também quando tentar arranjar um encontro pro Tio Saul, convidando para o jantar o Paul, colega dele do AA, aliás abro um grande parenteses para este cara “WHAT A ASS”. Claro que nada haver, ele se intromete em tudo além de chegar mega cedo na casa de Sarah, o que deixa o Tio Saul bem “p da vida” com o sobrinho.

O real motivo do jantar era uma comemoração à promoção do Scotty no trabalho, porém Kevin decidi contar sobre a compra da casa, ao meu ver totalmente desnecessário por ele consegue retirar todo o brilho e motivo da celebração para o Scotty, assim como revelam a Kitty que estavam tentando “entretê-la” e claro que Tio Saul também deixa a mesa, ou seja, foi mais um jantar daqueles. Agora um momento que não pude deixar de perceber: Quando Robert chega em casa e está conversan com a Kitty, está passando na TV uma matéria sobre a o Barack Obama, é impressão minha ou vi coisas? Fechamos o episódio com conversas familiares, podemos tirar lições de cada uma delas:

Kitty e Sarah: Às vezes o que precisamos é um simples e sincero abraço.
Saul e Justin: Não tente forçar uma situação.
Kevin e Scotty: Conquistas devem ser compartilhadas e realizadas em conjunto.
Norah e Kevin: Seja aquilo que a pessoa espera que você seja naquele momento, fará toda a diferença a ambos.

Nota: 8,0

Escrito por: Mary
Revisado por: Marco