Equador (1.01) – Episódio 1

equadorFinalmente estreia aquela que deve ter sido a série mais falada antes da própria estreia em Portugal. E com o grande hipe que esteve à volta de Equador, será que o produto tem qualidade? Pelo que nos foi mostrado até agora, eu não escondo a minha surpresa por nos ter sido mostrado algo tão bem feito. Mas também sejamos francos: isso tinha tudo para dar certo. Se não fosse para dar certo, a série ainda não tinha sido comprada por três ou quatro países, ainda antes do primeiro episódio. Para quem não sabe, Equador é uma adaptação do livro de Miguel Sousa Tavares com o mesmo nome com mais de 400 mil cópias vendidas em dezenas de países.

Com 100 actores, alguns bem conhecidos como Maria João Bastos, Alexandra Lencastre, Paulo Pires, Marco D’Almeida e Lídia Franco, esta minissérie de 26 episódio conta com um elenco verdadeiramente luxuoso, melhor seria impossível. Existem outras três coisas que adorei. As paisagens são lindíssimas. Filmada em quatro continentes, Equador mostra-nos o que de verdadeiramente bonitos existe nessas terras. A beleza deslumbrante de São Tomé e Princípe, Portugal, Índia e Brasil certamente irá conquistar algumas pessoas.

Em segundo, a banda sonora que é excelente. Agradeço a Deus por um produto vindo da TVI ter uma banda sonora realmente boa. E mais não digo, senão ainda vêm aí uns fãs das actuais telenovelas a matarem-me. E terceiro e último, tenho de destacar os figurinos, as casas, as histórias, tudo o que está relacionado com a época em questão. Até o genérico (que se segue) destaca-se pela positiva e eu continuarei a acompanhar a série, até ela me desiludir, claro.

Nota: 8,1

Anúncios

0 Responses to Equador (1.01) – Episódio 1

  1. Francisco diz:

    Eu nao tinha nada para fazer e acabei por ver e achei um bocado aborrecido. Tudo muito parado. Mesmo assim não é nada má, e espero que fique melhor, mas mesmo assim nao tenho intenções de acompanhar.

  2. Francisco diz:

    Ah e marco so uma sugestão. Ficava melhor se fosses tirando as imagens das series canceladas e vistas, mas é so a minha opinião.
    Abraço 😉

  3. Hugo Bessa diz:

    Nunca tinha escutado falar, mas parece interessante.
    Vou procurar baixar , e tentar ver no meio de tantas que já assisto.
    Parabéns pelo blog.
    Abraço

  4. Tiago Duarte diz:

    Uma coisa que achei ao ver ontem foi que passaram bastante bem o estilo Queirosiano da escrita de Miguel Sousa Tavares. Por ai dou o braço a torcer. Adorei o livro e só por isso pretendi sempre acompanhar esta serie, sou muito critico em relaçao à tvi e as suas novelas de horario nobre que perderam tudo que de bom tinham há uns anos com novelas todas iguais e interpretaçoes muito fracas.
    Equador, é uma historia que teria de ter sucesso, falta saber se o sucesso vai ser merecido. Ate agora os figurinos, e a representaçao da epoca esta muito bem feita. Nao gostei apenas de uns pequenos pormenores: Numa conversa numa varanda, nota-se que o cenario foi montagem, nao gosto dessas imagens, nessa cena, só havia duas posiçoes de filmagens, foi uma cena a fazer lembrar as novelas portuguesas, muito limitada, que nao gostei. Outra coisa que acho que não tava muito bem era o facto de na zona pobre e do mercado da india que apareceu no episodio estavam poucos figurantes, essa é uma opiniao mais pessoal mas acho que é verdade.

  5. Loff diz:

    Está lá tudo: figurinos, a luz feita com cuidado, até partes da banda sonora que resultam e têm de facto grandiosidade. Mas os problemas existem. Já não menciono o facto de se continuar a filmar séries históricas em vídeo, à boa e velha maneira da RTP (“Até Amanhã Camaradas” usa o filme como suporte, e a diferença em tudo é abismal). Onde Equador falha redondamente é na incapacidade gritante de se dar um salto qualitativo para fora da linguagem telenovelesca e para próximo de uma linguagem de filme. Muito além de detalhes técnicos e do supra-mencionado plano na varanda que me surpreendeu de tão fraca concretização (um croma key terrivelmente falso com linhas à volta do contorno dos actores), o que me aborreceu em Equador é a dificuldade de compreender que linguagem se está a utilizar para contar a história. Para mim o momento em que isto se tornou mais patente foi a apresentação da personagem do governador: um plano sequência feito em grua em que o personagem, decerto importante para o desenrolar da história, é reduzido a um tamanho minúsculo enquanto sai de um edifício e se dirige a uma charrete. Pelo caminho uma mulher com uma criança pela mão implora-lhe piedade pelo marido e o governador friamente diz que o marido é culpado. De seguida embarca na charrete e a câmara ainda deambula para um plano postalóide de um palácio na montanha (que, convenhamos, é espectacular). O drama possível de tal cena é mandado às malvas a partir do momento em que as personagens estão lá ao fundo, onde não lhes conseguimos ver sequer o olhar. Podem-me chamar picuinhas, mas não basta reunir as gruas, os figurantes, as luzes, os cenários, as roupas, o orçamento: se no cerne da questão não se tem unhas e agarrar o verdadeiro DRAMA da história, pode-se ter o orçamento que se quiser e continuar a produzir uma experiência oca. Os exemplos começam-se a acumular: “A Selva” e “Capitães de Abril” tiveram orçamentos milionários e do que deles saiu foi um enorme sentimento de vazio. Deste primeiro episódio (que se deve querer essencial para captar público e convencê-lo a acompanhar a série), foi isso que extraí.

  6. Tiago Duarte diz:

    muito bem dito Loff. Concordo contudo, as interpretaçoes novelescas foram obvias, o que não foi bom. Acho que falta originalidade e capacidade aos directores desta produçao tão muito agarrados sempre ao mesmos angulos, ao mesmo estilo de imagem e montagem. Precisam de aprender, e falta essa capacidade…

  7. Equador começou desde o inicio a ser promovido como mais uma novela. Os cartazes na rua, as páginas e páginas de revistas e jornais … todas as referências à série que ” iria marcar a diferença na história da Tv em Portugal ” eram muito similirares as promos “novelescas”. Mas se fosse só isso não havia qq problema. Agora ao assistir ao 1º episódio …. nota-se que o que a TVi faz mesmo bem são … novelas. EQUADOR é no fundo uma novela, com um grande argumento, um orçamento gigantesco e os actores (quase todos) do costume. Se para Moniz é uma série … para mim não passa de uma novela de epóca. Basta comparar com “Conta-me Como Foi” . Planos muito mais bem conseguidos, acção mais rápida … Agora numa coisa Equador sobressai … nas paisagens! As Audiências serão boas, ou não estivesse a ser exibida pela TVI, mas o resto deixa um certo desapontamento … pensei que fosse outra coisa …

  8. José Maria diz:

    Concordo que o 1º episodio foi um pouco cartão postal e apresentação das personagens. Concordo que houve erros. Mas mesmo assim vou dar o beneficio da dúvida e verei o 2º episódio, logo vejo se este Equador é de seguir ou não..

  9. cesar oliveira diz:

    Bom dia,
    será possível fazer o download do 1º episodio do equador – Se possivel onde ?

  10. patricia diz:

    qual o nome da música que aparece a maior parte das vezes quando matilde (dalila do carmo) e luis bernardo (filipe duarte) estão em cena?

  11. Cristina diz:

    alguem me pode informar, se existe banda sonora para a serie? Qual o nome?

  12. Olá, eu não tenho qualquer informação em relação à banda sonora 😦

    cumpz

  13. Ana diz:

    Olá boa tarde, só para responder à patrícia. A musica da matilde é rodrigo leão, só n sei qual o album. fiquem bem tds(as)

  14. brunex diz:

    e qual o nome da musica ?

  15. Cristina diz:

    Suponho que o Rodrigo Leao tenha feito a musica propositadamente para a série.

  16. nuno chaves diz:

    a musica de que falam chama-se pasion e pertençe ao album alma mater de rodrigo leao

  17. Margarida diz:

    Como se chama a música de início desta novela ?

    Beijinhos

    (Brigada)

  18. J.P. diz:

    A música chama-se “Vida Tão Estranha”, é um inédito de Rodrigo Leão e Vox Ensemble, a voz é de Ana Vieira. Só em Junho esta música será editada no novo cd do Rodrigo Leão.

  19. Filipa Branco diz:

    Olá a todos. Gostaria muito de saber o nome de uma musica que surge quando Luis Bernardo e Ann se encontram ou quando pelo menos, fica no ar a paixão de ambos. (É cantada em ingles e com uma melodia bastante bonita). Obrigada.

  20. Patrícia gouveia diz:

    Boa noite, gostaria de saber qual o nome da musica em inglês que surge na cena da praia entre Luis Bernardo e Ann. Muito obriggada desde já.

  21. vanessa diz:

    definitivamente … domingo a noite é o momento alto do fim-de-semana. eheh realmente está uma serie mt bem feita… com uma produçao excelente e todo o lado audiovisual igualmente excelente. o trabalho dos actores… fantastico. sem duvida uma serie mt melhor do qe qlqer novela portuguesa ou ate mesmo brasileira feita ate hoje. em suma… um trabalho digno de um oscar =P

  22. Sara C. diz:

    Eu também adorava saber o nome da musica que surge na cena da praia entre anne e luís bernardo. É lidissima… mas estou farta de procurar e não encontro. Se alguém souber como se chama ou de quem é agradeço imenso!

    • Bolaberlim diz:

      Conforme referenciado acima pelo JP: A música chama-se “Vida Tão Estranha”, é um inédito de Rodrigo Leão e Vox Ensemble, a voz é de Ana Vieira. Só em Junho esta música será editada no novo cd do Rodrigo Leão.

      • Sara C. diz:

        não, não é essa a musica, é outra. Uma que é cantada em inglês e noutra língua se não me engano

      • Isabel R. diz:

        A música que surge nas cenas entre Luís Bernardo e Ann na série Equador, chama-se “Sleepless Heart”. É de Rodrigo Leão e surge no novo disco intitulado “A Mãe”

      • Sara C. diz:

        Muito obrigada! Muito obrigada mesmo! 😀

      • Isabel R. diz:

        Não é preciso agradecer! Tal como a Sara, também eu andava desesperada à procura dessa música!!! Finalmente encontrei… O cd encontra-se à venda desde hoje e para além desta música ainda existem outras que fazem parte da banda sonora da série Equador.

      • zeca diz:

        como se chama a musica entre luis bernado e matile a quando eles fazem amor?

  23. Apaixonado diz:

    Também agradeço por deve ser uma das musicas mais fabulosas que ouvi no últimos anos. jinhos

  24. leonor diz:

    o generico esta realmente bom,ate porque foi o meu pai a faze-lo!LOOL a serio é optima!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: