Worst Week (1.11) – The Gift

Dezembro 23, 2008

snapshot200812211207382Parece que a desilusão presente no episódio passado já se foi embora. Chegamos ao Natal e com ele vem um bom capítulo desta comédia que consegue ser muito hilariante. Como sempre, temos um Sam azarado e nem no Natal ele consegue ter algum sossego. Algo que tive pena é o facto da família de Sam não ir passar o Natal com eles, pois são os dois muito divertidos. A cena em que Angela cai das escadas com o violino é muito divertida, dando a entender que não é só o genro que tem azar. A história da empregada também teve os seus bons momentos.

Nota: 8,4

Anúncios

Nip/Tuck (5.03) – Everett Poe

Dezembro 23, 2008

nip3Sendo uma série num estilo novelesco, em que além do caso da semana temos uma história continua dos personagens principais, é normal que nos seja apresentado um tema ou mais temas que sabemos que vão render por alguns episódios. Se no passado episódio temos a descoberta da homossexualidade de Julia, o regresso de Matt já começa por ser polémico. Destruído por causa das drogas, Matt e Kimber constituem um casal disfuncional que nem sabem tratar do próprio filho. Ainda temos a introdução de Eden, que irá trazer muitos problemas a Sean, problemas esses que só se agravam porque ela é filha da namorada da ex-mulher dele, Olivia. Foi um bom episódio vem demonstrar que Nip Tuck ainda consegue ter potencial para ser uma excelente série de televisão.

Nota: 8,9


Premmy Awards 2008 – Resultados

Dezembro 23, 2008

O prometido é devido. O dia que antecede a véspera de Natal foi o escolhido por mim para divulgar os resultados da primeira edição dos Premmy Awards, os prémios do Portal de Séries. Mas antes de dizer quem são os vencedores, vem aquele bla bla bla necessário de modo a dar algumas informações e agradecer a diversas pessoas que tornaram isso possível. Quero deixar o meu especial obrigado à Marcia, o Supernatural Fans Portugal, algumas comunidades do Orkut (felizmente, ainda tem algumas como a de Heroes, Supernatural, Prison Break, True Blood, Pushing Daisies, House, The Big Bang Theory e outras que não segue o exemplo da de Lost e Dexter que são uma ditadura autêntica, em que parece que apenas os moderadores podem fazer tópicos). Mas deixando essas divergências de lado, também quero agradecer às quase duas centenas de pessoas que participaram e apoiaram a sua série favorita. Foi uma iniciativa que nunca pensei que tivesse tanto sucesso e que, se o Portal ainda estiver vivo para o ano, terá uma segunda edição.

Agora quero deixar algumas considerações/informações. Como sabem, os nomeados foram escolhidos por mim e pela Marcia e felizmente não tivemos muitas ‘queixas’, algo que pensei que teria em demasia. Deu também para ver (e vocês também verão pelos resultados) que existem muitos fãs de Supernatural em Portugal e no Brasil, série essa que também é uma das minha favoritas. Acho que se Supernatural e One Tree Hill não estivessem na emissora CW, teriam mais consideração a nível de nomeações importantes como os Emmy e os Globos de Ouro, pois são ambas grandes séries de drama e com grandes interpretações.

Para finalizar, quero esclarecer como os resultados estão apresentados. A percentagem equivale aos votos dos visitantes (vocês) e ‘A Minha Opinião’ é apenas aquele que, para mim, seria o vencedor, ou seja, as minhas votações. Aquela que, para mim, foi a mais díficil de escolher foi a melhor cena. Gosto de todas (e até eu que detesto The Big Bang Theory, gostei de ver o Sheldon – grande interpretação de Jim Parsons – adorei o abraço) e foi uma decisão difícil, mas acho que foi a mais acertada. A escolha da banda sonora (trilha sonora no Brasil) também foi complicada pois Battlestar Galactica tem excelentes momentos de música excepcional. Quero também justificar a minha escolha para melhor actor de comédia: eu não gosto de The Big Bang Theory, mas adoro a interpretação do protagonista que consegue ser bastante divertido e em sete episódios que eu vi, deu para perceber isso. Infelizmente, é mais o conceito da série que não gosto. Só para deixar claro que votantes com o mesmo IP só contaram como sendo um, o primeiro enviado, de modo a evitar fraudes.

Pronto, acabei. Vamos lá aos vencedores:

Leia o resto deste artigo »


Prison Break (4.16) – The Sunshine State

Dezembro 23, 2008

snapshot20081223160954Eu já não me lembrava que tinha Prison Break hoje, mas ainda bem que teve, pois o meu dia acabou de ficar melhor. Não que seja um episódio sensacional, mas deu para divertir e até teve os seus bons momentos. Agora isso de esperar até Março ou Abril para ver os restantes seis episódios (segundo o vídeo da FOX) é tortura. Onde andam os outros dois episódios? Será que a conclusão da série só sai em DVD como alguns já suspeitam? Esperemos que não, pois isso seria uma falta de respeito para com os fãs.

O que se destacou em The Sunshine State é, sem qualquer dúvida, o surgimento da mãe de Scofield e Burrows. Afinal era ela a verdadeira compradora de Scylla e agora perguntamos o porquê. Será que é para destruir a Companhia ou é apenas para ter de volta e dar ao General? Acho que é a primeira hipótese pois se fosse a segunda, o General já não estaria a trabalhar para recuperar Scylla. Outra questão que só vai ser respondida quando a série voltar é a vida de Gretchen. Será que ela vai sobreviver? Com tantas ressurreições na série, acho que ela não morre.

Nota: 8,5


Um Mundo Catita (1.05) – Feliz Natal Sr. Vieira

Dezembro 23, 2008

ummundocatitaepisodio5feliznatalsrvieiraPensar que só falta um episódio para terminarem as história de Manuel Vieira faz ter o sentimento de que a primeira metade desta episódio foi uma porcaria ainda mais aceso. Sinceramente, eu adorei a personagem do Corneto no primeiro episódio, mas dar uma de Dickens não gostei. Mas essa é a minha opinião. Mas isso foi o que aconteceu na primeira parte e ainda bem que depois tivemos alguns momentos de humor.

Vieira parece que está a voltar à sua vida depois de estar dependente na sua casa, com comprimidos, uma autêntica vida de vagabundo. Vamos ver como vai ser o regresso triunfante na próxima semana e espero que a sua amada volte a aparecer. Acho que a história do casamento mais o outro sacana ainda não deveria ficar terminada. Mas não me parece que a vão encaixar nos próximos 25 minutos.

Nota: 7,3


Battlestar Galactica – Razor (2007)

Dezembro 23, 2008

Uau, mas que grande telefilme! Nem sei por onde começar, pois todas as três narrativas diferentes a nível do tempo da história foram muito interessantes. Que tal pelo presente? Shaw é uma tripulante da Pegasus a quem o Lee dá o cargo de XO, contudo o mistério já se começa a sentir quando Lee lhe pergunta o porquê de não gostarem dela. Gostei muito da ligação entre esta história e a que Bill Adama vivenciou na primeira guerra Cylon, todo aquele cenário composto por ‘Cylons retardados’ em ‘medicina assustadora’ foi extremamente bem feito.

E como estamos a falar de Battlestar Galactica, outros elementos ficaram igualmente bem no filme, aqueles elementos que fazem de BSG uma das melhores séries de televisão. Sabem aquela banda sonora que dá ainda mais força às cenas? Ou então aquelas interpretações soberbas de dar inveja a muitos actores por aí? E aquela emoção e luta pela sobrevivência que só esta série consegue demonstrar? Enfim, um grande momento televisivo em os mais de 100 minutos de filme se transformaram num grande momento.