Battlestar Galactica (4.09) – The Hub

snapshot20081230222201Mas que grande momento de televisão. Claro que nem se compara ao seu sucessor, mas ‘The Hub’ é mais uma prova de que Battlestar Galactica é um dos melhores dramas da actualidade. Eu não me farto de dizer isso e nem me quero alongar muito nesta questão de estar maravilhado e blá, blá, blá porque isso eu quero fazer é no review de Revelations. Tendo várias histórias a serem exploradas, vamos começar por aquela mais emocionante: a de Roslin.

Cada vez que a híbrida diz para saltar, a presidente tem uma visão de um possível futuro (?) da sua pessoa. Presa a uma cama, doente terminal de cancro, apenas está rodeada por Bill, Lee, Starbuck e o médico. Resta-nos saber se isso é mesmo o que vai acontecer a ela, a mim parece-se que sim, o final de Battlestar Galactica poderá ser perfeito, mas não vai ser feliz. Enfim, grandes emoções estão para mim e neste momento estou orgulhoso de fazer parte da pequena legião de fãs que acompanham BSG.

A luta entre os Cylons/Humanos e os outros Cylons que desencaixotam D’Anna é um verdadeiro espectáculo a nível visual. Os efeitos visuais desta série é algo mesmo fora do normal, mas à semelhança de ‘Exodus – Part 2’ (episódio 3×04), a produção esmerou-se. O ‘I Love You’ de Roslin, dirigindo-se a Adama, foi talvez o mais sentido e realista que eu já vi em televisão. Uma grande interpretação e uma química enorme entre Edward James Olmos e Mary Mcdonell resulta num momento perfeito.

Nota: 9,4

0 Responses to Battlestar Galactica (4.09) – The Hub

  1. syrin diz:

    Tive imensa pena de a trama da guerra civil dos cylons (cylons humanóides vs. cylons robots) ter sido cortada por falta de tempo. O discurso do Baltar ao cylon teria sido muito mais importante.

    Quanto ao Adama e à Roslin… não há palavras. Aliás, não admira que a música Adama & Roslin da banda sonora da 2a temporada seja uma das minhas favoritas. 😀

  2. DMM diz:

    Ri-me tanto no dialogo do Baltar com o cylon…

  3. Marcia diz:

    Gaius com o Cylon foi engraçado mesmo… já as cenas da Roslin foram chatas… só valeu pelo “Eu te amo” do final… e AMEEEI a guerra para destruir o Centro de Ressurreição dos Cylons. Muito bem bolado… =/ Chato é ver a D’anna de novo.

  4. Quase perfeito…desde a parte da Roslin a dizer “I love you”, a química entre os actores, os efeitos especiais, a parte do Gaius e uma coisa que adorei foi aquela parte em que a D’anna diz, ironicamente, que Roslin é Cylon…mt bom

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: