90210 (1.11) – That Which We Destroy

Janeiro 6, 2009

episo-111Dixon que parecia ter reagido bem à notícia de Harry ter tido um filho com Tracy, neste episódio aparece mais abatido e revoltado com a ideia. Finalmente Ethan e Annie assumem o namoro na escola, mas a ideia de andarem constantemente a chamar-se de namorado e namorada, pareceu-me um pouco exagerada. E a conversa de gémeos siameses, podiam desenvolver melhor o relacionamento de ambos ou então podem dizer adeus aos fans do casal que ainda restam. Parece que a amizade entre Naomi e Annie merece uma intervenção por parte de Kelly, mas estas não estão dispostas a ouvir sermões e muito menos fazer as pazes.

Naomi procura entrar num novo grupinho, mas para ser aceite irá ter de fazer alguns favores, mas parece que esta está disposta a tudo, nem que para isso tenha de descer do escadote e pedir um favor a Ozzie. A discussão entre Naomi e Annie, não podia parecer mais artificial. A parte hilariante do episódio tinha de estar a cargo de Tabitha, que através da história de Jean-Luc consegue dar um bom conselho a Debbie. Dixon parece mesmo abalado e incomodado pela presença de Sean e dentro de campo não consegue mostrar todo o seu potencial. Uma amizade que atravessa também maus momentos é a de Brenda e Kelly, Brenda afastou-se e isso tem uma razão, o facto de ter dormido com Ryan. Isto soa a uma viagem no tempo e uma volta ao passado, será que esta amizade irá sobreviver a uma nova facada? Ou será que a planta já murchou? No fim do episódio descobrimos que afinal Sean não é aquilo que aparenta ser e esconde algo. O mais positivo deste episódio para mim foi a interacção entre Naomi e Ozzie. Hoje 90210 retorna, esperemos que nos consiga surpreender e melhorar a sua qualidade.

Nota: 7,7


24: Redemption (2008)

Janeiro 6, 2009

twenty_four_redemption

Para quem está esperando a quase 15 meses pela estréia da 7ª temporada de 24 Horas não se decepcionou com 24: Redemption, o telefilme que introduziu alguns dos assuntos que serão tratados durante a 7ª temporada da série, que tem estréia marcada para os dias 11 e 12 de janeiro, pela emissora FOX.

Muitos fãs podem ter achado estranho que o filme não tenha tido um final nos mesmos moldes das temporadas de 24 Horas, mas o intuito foi justamente não fechar nada, mas sim apresentar os fatos que levaram Jack Bauer (Kiefer Sutherland) a se esconder na África e também quem eram os responsáveis por financiar e promover uma guerra envolvendo as crianças daquele país. Em suma, Jack se escondeu na África, mas o governo americano não parou de procurá-lo em nenhum momento e finalmente o encontrou através de Frank Tramell (Gil Bellows) para lhe entregar uma intimação para que fosse extraditado para os Estados Unidos e respondesse pelos crimes que cometeu quando ainda atuava pela CTU. Nessa aventura, Bauer conta com a ajuda de Carl Benton (Robert Carlyle), um amigo que serviu com ele nas Forças Armadas e que comanda uma escola com a ajuda de Charles Solenz (Sean Cameron Michael), um soldado da ONU, e Thomas (Sivuyile “Siv” Ngesi), um jovem rapaz que ajudava Benton nos cuidados da escola.

Em Sangala, o General Benjamin Juma (Tony Todd) é o homem responsável por genocídio e também por recrutar as crianças da cidade e transformá-las em soldados para lutar na guerra contra o governo local. Para isso ele conta com homens de confiança como o Coronel Dubaku (Hakeem Kae-Kazim) e seu irmão Youssou (Zolile Nokwe), que, diga-se de passagem, teve uma cena muito boa na qual ele e seus capangas chegam à escola para levarem as crianças, mas “meu ídolo” Jack Bauer conseguiu matar quase todos até ser capturado e torturado, até porque matar a quantidade de gente que ele conseguiu não é tarefa para qualquer um, apenas para “meu ídolo”. A morte de Carl para salvar os irmãos Willie (Siyabulela Ramba), Desmond (Mbongeni Nomkonwana) e as outras crianças foi emocionante, já que vimos um momento raro de Jack emocionado e chorando a morte de seu velho amigo, mas ele teve que fazer isso para que as crianças pudessem chegar até a Embaixada dos Estados Unidos, onde após conversar com Tramell, Jack teve que se entregar para os militares e ser extraditado para ser julgado pelos crimes contidos na intimação trazida por Tramell e assim ele conseguiu retirar as crianças daquele país.

Leia o resto deste artigo »


Friday Night Lights (3.11) – A Hard Rain's Gonna Fall

Janeiro 6, 2009

clip_image001Eu estava muito ansiosa para ver este episódio, já tinha lido ótimos comentários, e mesmo assim superou minhas expectativas. JD literalmente perdeu a cabeça por causa da namoradinha Madison, por muito pouco os Panthers não foram derrotados, e isso não agradou nem um pouquinho seu pai. Joe McCoy ficou tão doidão que chegou a avançar no filho, que cena marcante, eu não me canso de vê-la, perfeita, emocionante, o olhar do pai cheio de ódio e do filho repleto de rancor sem duvida irá ficar na memória. Matt depois de muita teimosia, finalmente esta vendo a situação grave de sua avó, que necessita de cuidados maiores do que ele pode oferecer, então logo veremos os dois se separando, deixando caminho livre para Matt ir para a faculdade, se é que ele vai conseguir.

Tyra e Landry aparecem como bons amigos, ele ajudando ela a preparar o chá de Mindy, mas eu acho que ainda vai rolar algo romântico entre os dois… Agora vamos falar de Tim Riggins, o bêbado e vagabundo mais carismático que eu já vi, agora cresceu e mesmo assim este personagem continua ótimo e fundamental para a série, até mesmo quando suas participações são pequenas, ele incentivando Lyla a não desistir da faculdade, muito fofo, é impossível não ficar suspirando… Por fim, Dillon pode ser dividida em dois distritos com isto teremos duas escolas, logo, dois times. As opiniões se dividem, alguns acham que isto já é um caminho para a quarta temporada. Agora o fim desta temporada está próximo…

Nota: 9,2

Escrito por: Manola
Revisado por: Marco