90210 (1.13) – Love Me or Leave Me

Janeiro 16, 2009

episodio-13Depois de um episódio razoalvelmente bom na semana passada, as expectativas eram que 90210 conseguisse manter o nível ou conseguisse nos surpreender e aumentar a sua qualidade. O episódio tem início com um telefonema entre Annie e Ethan, um dos casais mais chatos da série e arrisco-me a dizer do mundo das séries. Neste episódio estão mais lamechas que nunca e mesmo Silver sente isso, proporcionando-nos um momento cómico. “They give me diabetes”. Tabitha decide que está na altura de voltar aos palcos, e terá uma audição em breve, no entanto parece que está tudo menos preparada para o retorno. Mas no fim acaba por conseguir o papel e está de partida, pelo menos nos próximos tempos. É uma pena se Tabitha deixar de ser regular, uma vez que é daquelas personagens que consegue fazer saltar um sorriso dos lábios mesmo que o resto do episódio seja de menor qualidade.

Depois de no episódio passado, Adrianna ter descoberto que está grávida esta terá agora a dura tarefa de contar a verdade a Navid, será que este conseguirá perdoar mais um percalço na vida de Adrianna? Adrianna tenta abordar o assunto mas perante a resposta de Navid de que nunca esteve tão feliz e que não alteraria nada, esta acaba por perder a coragem. Adrianna acaba por desmaiar em plena aula e os boatos de que voltou novamente a usar começam a surgir. Esta acaba por contar a Naomi o que realmente se está a passar com ela.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Kyle XY (3.01) – It Happened One Night

Janeiro 16, 2009

snapshot200901151626371Expectativas sobre algo ou alguém as vezes não é bom.Desculpem começar o review de forma tão encorajadora, mas não me resta outra alternativa a não ser dizer: “WHAT A SHAME KYLE!” Senti falta dos Trager, do Josh com a Andy e até da Amanda (admito puro ciúmes por que ela tem o Kyle só pra ela), do Declan e até da estranha Jessie XX e claro do nosso querido zoio azul sem umbigo, Kyle. Uma das coisas que a série me cativou desde o início foi a simplicidade dos fatos apresentados e a transperência dos personagens, que episódio por episódio foram me conquistando. Com a segunda temporada vimos sinais de mudança, talvez pelas descobertas de Kyle sobre seu criador, sobre seu passado e tudo que o cercava.Também vimos a introdução de perturbadora personagem, a Jessie, fruto da mesma experiência genética de Kyle.

Agora vou explicar por que comecei o review com a palavra Expectativa, porém a verdade é simples. Expectativa ao longo dos 42 minutos viraram decepção e aquela vontade de dizer “vai começa realmente o episódio, por favor”. Estava conversando com o Marco esses dias e ele falou exatamente o que sintetiza bem o que a série se transformou, eu talvez não tinha percebido tão claramente: SCI-FI demais! Vemos neste episódio um protagonista levando choques de um anel super-power ou saltando paredes e prédios à distâncias absurdas ou outros efeitos superpoderosos que fizeram questão de colocar nosso “Super XY”.

Leia o resto deste artigo »