Leverage (1.06) – The Stork Job

Janeiro 19, 2009

snapshot20090119132517Um episódio emocionante de Leverage. A série partiu para um lado mais dramático, sem deixar as ótimas tiradas hilárias de lado. O caso da semana era recuperar um menino na Sérvia, que uma família tinha pagado para poder adotar e não receberam a criança. A equipe então vai para Belgrado, e o primeiro contato com os mercenários não poderia ser mais hilário: Sophie dando dicas para Eliot conquistar Irina, que comandava o esquema e Nate ficando totalmente preocupado, pensando se Sophie tinha manipulado ele e feito ele se apaixonar por ela. E o parceiro de Irina, se interessa por ninguém menos que a Parker, que teve uma infância difícil e em orfanatos.

Alias, os impulsos de Parker são marcantes nesse episódio. Ela consegue se destacar nas cenas e voltar toda a atenção para ela, igual quando enfia o garfo no mercenário. E quando ela encontra o orfanato e vai entrando no quarto, olhando para as crianças, a cena consegue transmitir a emoção.

Leia o resto deste artigo »


24 (7.02) – 09am-10am

Janeiro 19, 2009

702cNa continuação da premiere da 7ª temporada, após um atirador de elite matar Schector (Tommy Flanagan) quando ele estava prestes a revelar o paradeiro de Tony (Carlos Bernard), Jack (Kiefer Sutherland) conversa com Renee (Annie Wersching) e lhe diz que provavelmente existe alguém dentro do FBI repassando informações para os terroristas liderados por Tony. Embora Renee não acreditasse muito nessa teoria de Jack, ela vê que isso pode ser verdade quando Tony assume as comunicações da torre de controle aéreo através do módulo CIP e quase provoca o choque de dois aviões no Aeroporto JFK.

Nesse episódio conhecemos os homens para quem Tony trabalha. David Emerson (Peter Wingfield) é o homem responsável pela equipe liderada por Tony e ele se encontra com o Coronel Ike Dubaku (Hakeem Kae-Kazim), que está nos EUA em nome do General Juma (Tony Todd) para pressionar o governo americano a retirar suas tropas de Sangala. Emerson entrega o modulo CIP e também o engenheiro que o construiu, Michael Lathan (John Billingsley). Diante dessa ameaça, a Presidente Taylor (Cherryl Jones) ainda precisa conter o ímpeto do ex-Primeiro Ministro Matobo (Isaach De Bankole) que parece estar disposto a fazer com Juma uma espécie de júri popular e deixar o povo decidir o que fazer com ele, mas a Presidente Taylor o aconselhou a não fazer isso se quiser que o povo recupere a fé na democracia em Sangala. Enquanto acontece essa crise no governo, o Primeiro Cavalheiro Henry Taylor (Colm Feore) vai ao encontro de Samantha Roth (Carly Pope) para investigar o dinheiro que ela recebeu após a morte de Roger, mas ela explica que aquele dinheiro é de uma tia e embora Henry não queira acreditar, Samantha diz que Roger realmente cometeu suicídio.

Leia o resto deste artigo »


United States of Tara (1.01) – Pilot

Janeiro 19, 2009

United States of Tara só estréia oficialmente no dia 18, porém o episódio piloto caiu na rede e eu pude conferir a nova comédia da Showtime, produzida por Steven Spielberg, escrita pela ganhadora do Oscar Diablo Cody (Juno), e estrelada pela talentosa Toni Colette.

A história da série gira em torno de uma família composta por Tara, que sofre de múltiplas personalidades, seu marido Max (John Cobertt de Sex and the City) e um casal de filhos: Marshall, um menino doce, erudito e sensível, por volta dos seus treze anos; e Kate, uma adolescente que começa a preocupar os pais por desconfiarem que ela está transando com o namorado da escola. Ainda no piloto fomos apresentados à Charmaine, a irmã de Tara, que serve como contraponto da história, pois é a única que não consegue se acostumar com o fato de que sua irmã tem múltiplas personalidades.

Em sua primeira cena, Tara explica que trabalha decorando casas para mulheres ricas e que está preocupada por ter achado pílulas “Do dia seguinte” na bolsa da filha, o que estressa Tara e faz com que ela mude de personalidade para sua versão mais irresponsável – um meio de fugir das preocupações que precisa enfrentar –, T. T acha que é uma adolescente de 15 anos presa num corpo de uma quarentona, e é a personalidade que mais agrada aos filhos de Tara, que a consideram divertida por seu jeito vulgar de se vestir, seu jeito debochado de falar e, é claro, por não se importar nem um pouco com o que Marshall e Kate possam estar fazendo de errado – ao contrário, descobrimos que foi ela que conseguiu as pílulas para si e as colocou na bolsa de Kate.

Leia o resto deste artigo »