The Big Bang Theory (2.13) – The Friendship Algorithm

Janeiro 20, 2009

213O começo do episódio 2.13 – The Friendship Algorithm não foi muito animador, e cheguei a temer o pior por ele. Felizmente na parte final do episódio tive a certeza de que valeu a pena conferir mais um episódio de The Big Bang Theory. Dessa vez, acompanhamos a saga de Sheldon (Jim Parsons) em busca de conquistar a amizade de Barry Kripky (John Ross Bowie) para poder usar o computador dele em suas pesquisas. Sheldon não faz a menor idéia de como conseguir um vinculo de amizade com Barry e para tentar descobrir um pouco mais sobre ele mesmo acaba criando um questionário que Leonard (Johnny Galecki), Howard (Simon Helberg), Raj (Kunnal Nayyar) e Penny (Kaley Cuoco) tiveram que responder mais de 200 perguntas sobre diversos gostos e qualidades de Sheldon. Outros quatro pontos mereceram ser destacados, pois acabaram proporcionando os melhores momentos do episódio.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Brothers & Sisters (3.12) – Sibling Rivalry

Janeiro 20, 2009

sr0360 Por que não começar um programa de tv dentro de outro programa de tv?! É assim que inicia-se o episódio da semana, no talk show “Regis & Kelly”. Nele vemos Kitty divulgando seu recém-publicado livro “A Family in Politcs”. Enquanto isto vemos os Greenotopia aventureiros Sarah, Kyle e Ethan passarem por dificuldades financeiras, precisando de exorbitantes 120 mil dólares para poder lançar e manter o site e assim participarem da tão requisitada “Conferência de Tecnologia”, um importante “pontapé” para se lançarem no mercado. Como sempre vemos a matriarca se intrometer nos negócios dos filhos, pedindo então para Kitty financiar o dinheiro necessário, tudo isto da forma mais casual e natural possível.

O orgulho de Sarah fala mais alto e ela nega qualquer tipo de ajuda, mesmo com seus parceiros querendo a ajuda. Após uma boa conversa com sua mã, Sarah dobra o orgulho e decidi aceitar o dinheiro concedido por Kitty, porém a irmã o nega alegando o por que ela dela assumir riscos que não são seus, afinal se ela acredita no negócio, é Sarah que deve apostar jogar na sorte e abraçar os riscos apresentados e assim ela o faz quando decidi hipotecar pela segunda vez sua casa, mas vemos Kitty decidir ser fiadora no banco para Sarah.

Leia o resto deste artigo »


Desperate Housewives (5.13) – The Best Thing That Ever Could Have Happened

Janeiro 20, 2009

normal_002-300x2221Esse sim é o episódio número 100. E eu a pensar que a série estava tão gasta que nem um centésimo episódio decente poderia fazer (para aqueles que não sabem, eu pensava que o 5.11 era o episódio 100). Mas a verdade é que o último episódio exibido pela ABC é que é o verdadeiro. E ‘The Best Thing That Ever Could Have Happened’ é mesmo excelente, com visões do passado recordando como a série já foi bem melhor. É uma lufada de ar fresco numa temporada com demasiados altos e baixos!

Quando Eli, um vizinho das nossas donas de casa desesperadas, morre, somos transportados a flashbacks de cada uma delas de modo a perceber como é que a morte dele afectou-as pessoalmente. E é aí que se junta a habitual comédia a um drama muito bem conseguido, em que as seis protagonistas (sim!) transmitem uma certa tristeza das suas personagens para os telepectadores.

Leia o resto deste artigo »


24 (7.03) – 10am-11am

Janeiro 20, 2009

703bEsse episódio 7.03 – 10am-11am foi com certeza o mais chocante até agora. Logo de cara a Presidente Taylor (Cherryl Jones) descobre que o Coronel Dubaku (Hakeem Kae-Kazim) é o homem responsável pelos ataques e que está de posse do modulo CIP. Ele exige a retirada das tropas americanas de Sangala para que mais incidentes como o ocorrido no aeroporto aconteça. Chegando ao escritório do FBI, Tony (Carlos Bernard) é levado para interrogatório enquanto Renee (Annie Wersching) e Jack (Kiefer Sutherland) explicavam para Larry Moss (Jeffrey Nordling) que existe alguém dentro do FBI que está ajudando a operação de Tony. Um dos momentos de mais tensão nesse episódio foi quando Jack e Tony ficaram frente a frente no interrogatório. Tony ofendeu muito Jack quando citou que ao ajudar o governo que tanto o prejudicou, ele “estaria cuspindo no túmulo da Teri”. Acontece que Tony queria que Jack chegasse próximo a ele para poder dizer o código que usava na UCT em casos de emergência, “Deep Sky”, e de posse dele Jack acaba ligando para Bill Buchanan (James Morrison), que está trabalhando juntamente com Chloe (Mary Lynn Rajskub) em uma operação de auxilio à Tony.

Henry Taylor (Colm Feore) recebe de Ethan (Bob Gunton) a noticia de que seu filho Roger estava sendo investigado pela Comissão de Títulos e Câmbio por se beneficiar da posição de sua mãe na presidência e que antes da investigação começar ele se suicidou. Henry parecia conformado com essa noticia, mas pouco tempo depois ele recebe uma ligação de Samantha (Carly Pope) dizendo que seu filho foi realmente assassinado. Com essa ameaça de Dubaku, a Presidente Taylor fica em sérios problemas, pois caso não aceite as exigências dadas por ele, de retirar as tropas americanas de Sangala, ela usará o módulo CIP e derrubará vários aviões nos EUA, se ela resolver retirar as tropas, ela estará condenando milhares de habitantes de Sangala ao genocídio cometido pelo General Juma. Bill explica para Jack que Tony não é um terrorista, apesar das ações lideradas por ele nas ultimas horas e que Bill, Chloe e Tony estão trabalhando em uma operação secreta fora do governo, pois eles acreditam que membros dentro do gabinete da presidência estão apoiando o regime imposto por Juma. Para dar continuidade ao plano, Bill pede que Jack ajude Tony a escapar da Sede do FBI, onde está preso, e se infiltre novamente na equipe de Emerson (David Wingfield).

Leia o resto deste artigo »


Flashpoint (2.02) – Backwards Day

Janeiro 20, 2009

flashpoint-202O que acontecerá a uma série, e aos seus intervenientes, realizador, produtores, etc., quando chega a confirmação da emissora que terão uma segunda temporada? Salvo poucas excepções, a série perde qualidade, demonstra um ritmo mais baixo e perde audiência. E, apesar de estes episódios serem gravados para constar na primeira, parece que a CBS não quis quebrar a tradição, e deixou ficar este episódio para a segunda temporada. Mas este desagrado pela segunda temporada também poderá ser explicado pelos temas retratados já serem muito batidos, o que não aconteceu na primeira temporada, onde tivemos retratados temas mais interessantes e menos debatidos.

E os temas mais retratados em séries de negociadores são traições nos casamentos, quando a parte traída descobre e ameaça o(a) traidor(a) ou a terceira parte envolvida. E foi o último caso que ocorreu neste segundo episódio da segunda temporada de Flashpoint. Mas se Flashpoint ainda se mantém no ar, e com números bem aceitáveis, perto dos 10 milhões, e não saindo destes números, é porque a série tem alguma coisa diferente, inova. E, neste caso, temos o retrato de um casamento onde a mulher tenta tudo por engravidar, o que leva o marido a traí-la, o que provoca a gravidez da sua amante.

Leia o resto deste artigo »


As coisas que eu gosto e odeio em… Lost

Janeiro 20, 2009

coisaslost

Visto que a mid season já começou, a rubrica do ‘Especial MS’ já terminou. Contudo, esta é uma nova ideia que eu tive para criar uma nova secção do Portal de Séries ‘As coisas que eu gosto e odeio em…’. Em cada edição, será colocada uma série há prova onde serão mostrados vários TOPs, tanto a nível positivos, como negativo, e ainda dependente da série. Escolhi Lost para ser a primeira porque, além de estrear amanhã, é a minha série favorita. No final, ainda podes votar para decidir qual a próxima ‘vítima’ desta votação. Vamos lá começar…

Melhores personagens:

  • Benjamin Linus
  • Hugo ‘Hurley’ Reyes
  • Desmond Hume

Piores personagens:

  • Paulo
  • Nikki Fernandez
  • Jin Kwon

Leia o resto deste artigo »