Bones (4.12) – Double Trouble in the Panhandle

bones-412Circo. Quem não gosta do Circo? Um local onde podemos voltar a ser criança, onde vemos um mundo completamente diferente, um mundo alienígena. Vemos o impossível, o indescritível, o que pensávamos que não existia. O que também eu pensava que não existia era inovação em Bones. Sempre o mesmo tipo de caso: Pessoa em pleno osso, descoberta das provas, um clic, uma ideia brilhante e descoberta do assassino. Mas este caso fez-me ver que ainda é possível inovar, mesmo mantendo aquilo em que Bones se distingue das outras séries: o humor.

O caso desta semana é o retrato da morte de não uma, mas de duas cabeças para um corpo. É que a morte bateu a porta de gémeas siamesas, presas pela anca. Claro que a morte de pessoas é comum, menos comum é o assassinato, e ainda menos é o possível assassinato de gémeas siamesas. Descoberta a identidade de gémeas, percebe-se que estas trabalhavam para um circo ambulante. Por isso, Bones e Booth têm de se juntar ao circo, um ambiente muito fechado e que se protege dos intrusos. Esta última informação sabemos pela boca de Sweets, pois parece que ele foi adoptado e provem do circo.

Mas para se juntarem ao circo, o grupo “Buck and Wanda” preparam um número de facas. Este foi um dos momentos mais hilariantes do episódio, onde temos Booth a tentar não matar Brennan e Brennan a tentar que o número fique mais fantástico, arriscando a sua própria vida. E foi num dos momentos de clic que Bones percebe, ao cair do arame, numa das suas facetas escondidas, que as gémeas não foram assassinadas, mas sim morreram quando tentavam ensaiar um número nunca visto, duas pessoas a andarem sobre o arame como uma só.

Por causa disto é que eu disse que o episódio de Bones foi diferente, pois teve mais momentos de humor, teve um caso nunca antes visto e, por último, sabemos que a morte foi acidental, ou seja, não há assassino. Mas falta a Bones uma história com continuidade, sem se resolver num único episódio, tal como fizeram na última temporada. E fica aqui uma sugestão: o assassino que mantinha as vítimas debaixo de terra, mas vivas (2.09).

Nota: 8,6

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: