Equador (1.07) – Episódio 7

Fevereiro 1, 2009

sem-titulo

Este é o meu primeiro review desde que comecei com a rubrica d’O Portal Comenta. já tinha dito que para fazer um comentário mais alargado de Equador o episódio teria que me surpreender, tanto pela positiva como pela negativa. Agora perguntam vocês a razão pela qual estarem a ler um review do sétimo episódio, não sabendo se as minhas razões que levarem a escrevê-lo foram boas ou más. E a resposta é…

… positiva! Eu adorei praticamente tudo o que foi mostrado nesses 50 minutos de boa televisão que já não se vê muito em Portugal. Eu estava muito curioso para ver a chegada a São Tomé e Príncipe e não me desiludi. Imagens ao maior estilo de Hollywood. Sim, não é exagero nenhum o que estou a dizer, desde o navio até à multidão de pessoas a receber Luís Bernardo Valença, tudo foi excelente a nível visual.

A trama de Portugal já estava a começar a ficar gasta e foi com grande agrado e sem nenhum sentimento de saudade que me deparei sem nenhuma cena da família Albuquerque. Actores saem, mas outros entram e se nos primeiros seis episódios tivemos a grande prestação da jovem Mariana Monteiro, nesta a outra jovem que interpreta a sua personagem de forma esplêndida é Sara Prata, uma das melhores actrizes da sua geração.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

How I Met Your Mother – Segunda Temporada (2006)

Fevereiro 1, 2009

490y90hEnquanto uns começam o relacionamento que há muito havia sido anunciado mas nunca consumido, outros ao contrário do que se previa terminam um relacionamento de longa data. Foi o que aconteceu com Lily e Marshall, depois de discutirem por causa do programa de pintura em San Franscisco acabam por colocar um ponto final no relacionamento de 9 anos. Lily parte então para San Franscisco em busca de uma carreira com pintora. Marshall tem dificuldades em aceitar o fim do relacionamento, mas com a ajuda dos amigos acaba finalmente por conseguir superar. E quando parece que finalmente ultrapassou o calvário, Lily retorna. Esta dá uma de superior, gabando-se do óptimo verão que passou, no entanto isso não corresponde à verdade e esta arrependeu-se amargamente da decisão que tomou ao abandonar Marshall. Quem parece insensível a tal arrependimento é Marshall que não parece disposto a esquecer o que passou no verão, e recusa voltar para Lily. Marshall está num processo de reaprendizagem a ser solteiro novamente, e quem melhor que Barney para professor.

Quem parece mais feliz que nunca é Ted e Robin, que depois de muito negarem finalmente assumem e vivem o amor que os une. Esta temporada é cheia de visitas de familiares, o primeiro a ser visitado pelos pais é Ted. Robin vai conhecer finalmente os pais do namorado, mas quem parece disposto a tudo para os agradar é Barney. Ted depois de um momento embaraçoso em que descobre que o pai tem uma amante, acaba por descobrir que os pais já se encontram separados há algum tempo e que avó já havia falecido. Continuando na ronda familiar, Barney também recebe a visita de seu irmão, James, que embora psicologicamente se posso assemelhar a Barney, fisicamente não tem nada a ver. James encontra-se noivo de Tom, o que parece constituir um rude culpe em Barney, que demora a aceitar a ideia, no entanto a sua posição altera-se quando descobre que irá ser tio. Quem também é visitada pela irmã é Robin. Esta sofre em tentar convencer a irmã a não perder a virgindade com Kyle, mas com a ajuda de Ted acaba por conseguir. O assunto da virgindade é trazido ao de cima e ficamos a saber como foi a primeira vez dos cinco amigos.

Leia o resto deste artigo »


The Spectacular Spiderman – Primeira Temporada (2008)

Fevereiro 1, 2009

the-spectacular-spider-man-20080806

Ok, isso pode parecer bastante estranho, mas a verdade é que eu gostei mesmo muito de ver esta temporada na nova série do homem-aranha. Quem é que não viu, quando era criança, as aventuras das Tartarugas Ninja ou do Quarteto Fantástico? Pois foi essa a razão pela qual eu decidi ver o piloto dessa série. E surpreendi-me bastante logo nos primeiros vinte minutos que compuseram o primeiro capítulo intitulado “Survival of the Fittest”.

Essa animação tem características que fazem dela algo bom de se acompanhar. Vou começar por algo fundamental: a continuidade da história. Apesar de ser, como seria de esperar, um caso da semana, em que o herói (Spiderman) e o vilão conhecem-se, lutam e o Spiderman vence, a verdade é que existe uma cronologia, algo nos faz ver os próximos episódios. Por exemplo, em “Group Therapy”, o décimo primeiro episódio dos treze que compõem esta primeira temporada, existe a volta de seis vilões que deram as caras no passado.

Outro exemplo é toda a história do Chefe, em que existe um certo mistério de quem seria o mesmo. O mesmo acontece com o Duende Verde que também cria alguns suspense em meados da temporada. Outra coisa que eu gosto de ver nessa animação é a descontracção com que o personagem de Peter Parker luta com os seus vilões, criando diálogos que acabam por ser muito divertidos. Isso dá um ar muito mais simples e agradável à série.

Leia o resto deste artigo »


Lie To Me (1.02) – Moral Waiver

Fevereiro 1, 2009

lie-to-meEu sou apologista da ideia que as séries só ao segundo episódio é que começam a mostrar a sua face, a sua base. O segundo episódio costuma ser sempre pior que o primeiro, pois o primeiro é um teste, que quase todas passam, o segundo começa a ser a vida quotidiana. Utilizando uma metáfora, o primeiro episódio é os primeiros dias de trabalho, onde queremos impressionar o chefe. Os restantes são dias normais, onde não se faz tanto trabalho. Mas não foi isso que aconteceu a “Lie to Me”. O segundo episódio foi, pelo menos para mim, melhor que o primeiro.

Pareceu-me que toda a equipa não sentiu a pressão de tentar fazer um episódio simplesmente perfeito, ou perto de isso, como tentaram no primeiro, mas tentaram manter o público que tinham. Comigo conseguiram. Mas, seguindo a forma estrutural do primeiro episódio, Lie to Me continua a utilizar dois casos, um onde notamos uma acção mais focalizada e um segundo para preencher os espaços em brancos. O primeiro foi a acusação de violação de um soldado para o seu superior. O enredo vai se desenvolvendo, sempre com as reviravoltas e a incessante busca da verdade a cabo de Lightman. Por fim temos a resolução do caso, mostrando-nos a série como é que o polígrafo é falível.

Leia o resto deste artigo »