Heroes (3.14) – A Clear and Present Danger

snapshot20090203200941Heroes regressa para a segundo volume da terceira temporada intitulado “Fugitives”. Tal como o nome indica, os heróis da série vão ser fugitivos de um grupo de pessoas comandado por Nathan, o mais velho dos filhos Petrelli. Mas não é só ele que está nessa jogada e nesse primeiro episódio sabemos que mais duas pessoas conhecidas, desde a primeira temporada, estão agora do lado de Nathan: a sua mãe, Angella, e o pai adoptivo de Claire, Bennett. Essa mudança de personalidade de personagens é algo que já aconteceu inúmeras vezes, por isso, a surpresa é substituída por um sentimento desagradável.

Mas tirando isso, eu até que gostei do episódio em si. Por breves momentos deu até para pensar que o ambiente vivido era dos personagens da primeira temporada. Desde o Peter que volta para a medicina (de onde nunca deveria ter saído) até à Claire que agora quer entrar para a universidade, tem algo que me fez gostar da trama que se está a desenvolver. Agora só espero que com a captura (e fuga) deles isso não seja mais um dos bons desenvolvimentos deixados para trás por Tim Kring.

Resta saber agora como é que a história de Sylar vai encaixar naquele que é o plot principal deste volume: fugir dos caçadores. Ou então talvez ele tenha a sua própria história, que como já percebemos é encontrar o seu pai, sem se interligar com a principal. Eu prefiro que seja assim do que arranjar formas completamente descabidas, como já aconteceu anteriormente, para juntá-los todos, como por exemplo Claire ir pedir ajuda a ele. Ok, eu posso estar a exagerar no sarcasmo, mas essas situações e muito piores já foram mostradas nas temporadas anteriores. Porque não nessa?

Quanto à última cena, a da queda do avião, há muito que se lhe diga. Li comentários na internet a dizer que Heroes imitou Lost e tudo o mais… Como já devem ter percebido, Lost é a minha série favorita e Heroes está muito longe disso. Mas sejamos racionais: agora todas as séries e filmes que tiverem um acidente de avião vai ser imitação de Lost?

snapshot20090203201130Por favor, não sejamos tão extremos como isso. Lost é uma série completamente diferente (e melhor… aff… não podia dizer isso… tenho de ser imparcial… mas é melhor mesmo… mais uma vez a ser irónico… desculpem… adiante) que Heroes e sempre houve uma espécie de rivalidade entre as duas, mas a verdade é que os fãs que disseram isso relativamente à imitação têm certos pontos de razão.

A primeira temporada de Heroes tem alguns aspectos semelhantes à primeira de Lost e não me venham dizer que é coincidência. Kring é admirador de Lost e isso dá para ver pelas entrevistas que ele dá. Contudo, mantenho a minha opinião e defendo Heroes dessa vez. Um acidente de avião é apenas uma das coisas que foi mostradas em Lost. Se foi mostrada em Lost não pode aparecer em mais lado nenhum? Claro que pode! Agora se começarem a mostrar o acordar dos ‘sobreviventes’ do voo com a câmara centrada na face, ou então num olho, aí sim já têm razão para criticar!

Um bom início de volume que apesar de ter algumas falhas, como o facto de ninguém ver/ouvir a Claire no avião (não é bem falhas, mas que é forçado, lá isso é), conseguiu ser mais coerente que os últimos dez episódios exibidos. Esperemos que comecem a mostrar o lado humano dos heróis que pode começar já pelo não perdão de Claire em relação aos seus dois pais e avó ou então numa aliança entre todos os heróis raptados. Vamos ver se isso acontece…

Nota: 8,5

0 respostas a Heroes (3.14) – A Clear and Present Danger

  1. DMM diz:

    um episódio ameno, mas que teve um ponto muito fraco no avião com a Claire, sem qualquer realismo, é isto que tem faltado à série após a 1ª temporada…
    quando estava a ver pensei para mim mesmo “mas eles pensam que nós somos estúpidos ou quê, isto é uma série para crianças? como é possível que os seguranças não a vejam? e ainda pior oiçam”, agora ao ler o review vejo que não fui só eu a pensar isso e são estas cenas que estragam um episódio por melhor que o resto seja, e se forem repetidas muitas vezes estragam a série.

    também teve um momento muito bom que me fez lembrar a primeira temporada com a excelente cena no final em que passam imagens apenas com aquela música espectacular, é isto que também tem faltado à série nestes últimos tempos. Aqueles momentos que uma pessoa revê e revê e não se cansa, onde a montagem das cenas é maravilhosa, no 1º episódio da 1ª season temos muitas dessas cenas (como exemplo logo no inicio do episódio com o Peter a cair do prédio)

    quanto a outro ponto da mudança de personalidade, na minha opinião nenhuma dessas duas personagens mudou de lado, uma vez que nunca se chegou a saber as verdadeiras intenções das suas acções, e em alguns casos o que realmente faziam.

  2. Gostei do retorno de Heroes e concordo com a maioria das coisas apontadas nas reviews. Pra mim a grande pedra no sapato de Tim Kring é que ele não sabe a hora de se livrar de certos personagens, as participações da Claire e do Mohinder ultimamente tem sido forçadas e não se encaixam na história, fazendo ela cair de qualidade quando os botam a força.

  3. DMM diz:

    que semelhanças há entre a primeira temporada de Heroes e Lost?
    a única semelhança que encontro é serem excelentes!

  4. Migas06 diz:

    Acabei de ver o episodio… Gostei do episódio, que nos deixa a pensar, como continuará a historia do avião, na volta ainda aparece o nathan a salvar o peter.LOL

  5. Matheus diz:

    PERFEITOOO!

    Esse episódio foi muito inteligente. Não houve nada do tipo sem pé nem cabeça.
    E a história parece que será ótima. A inpressão que me deu foi de que essa outra parte da 3ª temporada será tão boa qaunto a primeira temporada.

  6. Eu tb gostei do episódio. E como eu n gosto de comparar séries, as semelhanças entre heroes e lost tb me passam ao lado. São duas boas séries, heroes perdeu um bocado, mas na minha opinião lost tb perdeu em certos aspectos em algumas temporadas.

  7. Migas06 diz:

    Talvez, o mesmo bom do episodio, fosse mesmo a forma como a claire escapa do carro, entra no avião, e de repente solta toda a gente… tudo um bocado forçado a meu ver.

  8. gonca26 diz:

    Eu adorei este episódio. Mas Marco, não me leves a mal, já se tornou hábito criticar Heroes. E este episódio foi muito bom. A série tem coisas irrealistas, assim como as outras têm.

    Estão a criticar a cena da Claire no avião, mas isso é tão real como haver pessoas com superpoderes, ou mesmo uma pessoa mover uma ilha… Isto é ficção!

  9. Heroes teve um bom episódio. Mas a cena do avião é um falhanço enorme, sem realismo. E outra coisa sem sentido é o local da viajem de avião:
    – Primeiro, Hiro estava no Japão, foi capturado a noite e nessa mesma noite estava em África??(PS:o local onde estava tirei pela cena quando o Ando o localiza)
    – Segundo, como é possível também serem transportados o resto dos heróis que estavam nos EUA para África.
    – Terceiro, mesmo que o GPS de Hiro estive-se mal, nunca seria humanamente possível chegar ao USA no mesmo dia.
    A todas estas questões só arranjo uma forma…outro viajante no tempo, a Daphne ou outra coisa parecida com ela.
    PS:Os outros heróis dos USA podem ser transportados em dias diferentes, apesar do episódio dar a entender que foram todos no mesmo dia, mas Hiro foi transportado no mesmo dia que o Ando descobriu a sua localização. Pelo que dá a entender o episódio, o Ando descobriu a sua localização passados, e já exagerando muito, 3/4 horas…Nunca seria possível chegar a África nesse tempo pelos meios habituais.

    De resto foi um bom episódio. Mas Heroes pode fazer muito melhor.

  10. A despeito do fraco final da “meia temporada” passada, assisti este episódio de mente aberta, tentando ter o mesmo prazer que tinha ao assistir as primeiras temporadas. Mas, não consegui. Para mim, o episódio foi cansativo, fraco até para o padrão de Heroes.
    Eu esperava tanto da cena do avião! Pelo trailler, prometia ser ótima. Mas, foi bem fraquinha.
    O que espero ansioso agora é pela participação de John “Luthor” Glover. Se ele atuar como em Smallville, irá ser o centro das atenções. Será ótimo vê-lo ao lado de Zachary Quinto!

  11. Eu gostei muito desse recomeço, a série está mais simples e parece ter voltado levemente a suas origens, mas não irei manter minhas expectativas altas, porque Heroes já decepcionou muitas e muitas vezes. Também não curti muito a falta de realismo com Claire levantando e tirando o capuz de vários “Heroes” sem ser vista por nenhum dos seguranças…. baaaah q tosco.

  12. rcaz diz:

    “Essa mudança de personalidade de personagens é algo que já aconteceu inúmeras vezes, por isso, a surpresa é substituída por um sentimento desagradável.”

    concordo plenamente.
    as comparações a Lost são ridiculas.

    quanto ao episódio, eu não gostei muito do inicio, achei piada ver o Peter como paramédico, mas para estragar lá veio ele com a conversa que tinha que saltar toda a gente e tão bonzinho que ele é bla bla bla.
    diálogos desnecessários são, infelizmente, frequentes em Heroes.
    mas, achei o episodio mediano até à cena do avião que eu adorei!
    (ok claire não ter sido vista foi um pouco forçado, mas eles teriam que conseguir e foi preferivel não verem claire do que haver uma mega-luta ridicula) fiquei entusiasmado com a acção de volta a heroes.

    esta ultima cena valeu o episodio, que foi melhor do que os anteriores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: