Kyle XY (3.10) – Bringing Down the House

Março 31, 2009

snapshot20090325005705Uma frase resume o fim definitivo de Kyle XY: “WHAT A SHAME”! Confesso que estou praticamente a dias tentando escrever esse review e as seguintes palavras não conseguem sair mais da minha cabeça: desrespeito, falta de criatividade e originalidade, precipitação, desrespeito, pretensão, clichê e novamente desrespeito. Essas são algumas das sensações que marcam o fim de Kyle XY. Confesso que a série começou confusa, teve grandes reviravoltas na trama e depois decaiu como uma montanha russa. Creio que o mínimo que deveriam ter feito era finalizar de forma mais coesa, afinal seria isto que nós, fãs da série merecíamos, pelo menos na teoria.

Kyle joga duplamente com Cassidy para tentar descobrir os reais planos da Latnok. Previsivelmente vemos que eles estão gerando “novos seres entubados” e por mais tentador que sua liberdade possa ser, Kyle nunca conseguiria deixar isto acontecer e se empenha ao máximo para destruir qualquer. Com a ajuda de Declan, invade a casa de Cassidy e destroí seu HD, no qual acaba descobrindo segredos sobre a mãe de Cassidy e sua participação como membra da Latnok. Pasmem agora que todo o plano dos “novos tubos” não era para criar novos embriões e sim CLONAR KYLE. Assim o “Genetic Couple” busca uma maneira de destruir o projeto diabólico. Jessi como sempre decifra o mistério, criando uma bactéria para combater os Kyle-clones, tudo isto depois de relacionar o mofo/umidade encontrado no quarto de Josh. Por isto que muitas vezes desisto de tentar entender o “Genetic Couple”. Claro que eles também localizaram o local onde os tubos e embriões estão sendo mantidos. Assim XY tem a perigosa tarefa de liberar a bactéria desenvolvida para destruí-los. Mark tinha que aparecer no momento, obrigando XY a virar uma versão moderna de Spider Man+Jean Grey, pois este gruda no teto e para objetos com a mente. OMG, this is really Kyle?!. Kyle não aguenta tanto esforço e derruba a seringa, revelando a Mark por que esta ali, este finge que não o vê e deixa-o terminar de aplicar a seringa.Agora só poderia acontecer num season finale: Jessi e Amanda agindo juntas para ajudar Kyle. Interessante a forma com que Amanda expressa que ainda o quer e também a forma que Jessi reconhece nela uma certa maturidade e braveza que antes não conseguia identificar claramente, mas claro que Jessi também deixa bem claro que também o quer, afinal quem não quer?!

Agora realmente o momento pelo qual esperava ansiosamente para escrever, era a cena final. Momento em que Kyle vai desesperadamente a casa dos Tragger e não encontra ninguém a não ser: CASSIDY! Porém tenho que tirar algo positivo deste momento, pois Matt Dallas demonstrou muito bem uma nova faceta do XY, num momento “Terminator Fatal” em que mostra-se disposto a acabar com a vida de Cassidy, este revela de forma muito semelhante a de Darth Vader para Luke Skywalker em Star Wars, lançando o famoso clichê familiar: “KYLE, EU SOU SEU IRMÃO!” Agora eu digo: NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! Depois disto nem sei mais o que dizer, aliás quem dirigiu, criou e estruturou a série e também seu final, não soube definitivamente o que fazer. Agora depois de assistir “isto” que chamam de season finale, ainda temos que ler um chat com a escritora da série, Julie Plec falando um monte de suposições/asneiras para os possíveis finais de cada personagem. Repito novamente: DESRESPEITO. O que acontece com Kyle? Ele se liberta da Latnok? Se junta ao irmão e a mãe formando uma “Happy Creepy Family”? Fica com Amanda? Fica com Jessi? Fica com as duas? Resolve virar o Peter Parker e adotar a filosofia do “Grandes poderes trazem grandes responsalidades”? O que acontece com os Tragger? O que o futuro reserva para meus pombinhos favoritos Josh e Andy? O que raios aconteceu com o Taylor e sua participação especial na “morte de Jessi”? Os jovens nerds da Latnok? Declan? O que acontece? O que acontece? O que acontece? CHEGA! Desculpem a revolta, mas é assim que me sinto. DESRESPEITADA!

Nota: 5,0

SERIES FINALE


The Listener (1.05) – Lisa Says

Março 31, 2009

the-listener2

Como prometido é devido aqui fica o review do quinto episódio que foi ontem transmitido na Fox. Neste quinto episódio de The Listener, tivemos uma história que nos deixa a pensar. Trata-se de uma rapariga, Lisa, que desde muito cedo se sente mal com o corpo que tem e que pretende mudar. Mudança essa que nunca será aceite de ânimo leve por quem a acompanha e conhece especialmente por sua mãe. Filho é sempre um filho e por mais defeitos que tenham as mães aprendem sempre a dar a volta por cima, pois é disso que é feito o amor de mãe, sacrifício e aceitação. Sem alternativa visível, Lisa, resolve juntar-se ao grupo de Ramone, e iniciar a sua carreira criminosa. Antes disso finge dar fim à vida de Lisa, assumindo-se como Daniel, passando a realizar assaltos a farmácias.

Sendo esta a única maneira que arranjou para conseguir arranjar os injectáveis de que necessita para a sua mudança ser cada vez mais notória. A ligação de Toby à história inicia-se quando este presencia Daniel a ser vítima de espancamento por parte dos companheiros. Rapidamente Toby entra nos seus pensamentos e visualiza a imagem de Lisa, inicialmente as buscas indicam para Daniel como provável assassino de Lisa. Toby mais uma vez desobedece aos conselhos da detective e resolve investigar por conta próprio telefonando à mãe de Lisa. Esta estranha o telefonema e resolve aparecer na esquadra onde a detective a coloca cara a cara com Toby. A insistência de Toby em procurar Daniel e tentar saber de Lisa levantam as suspeitas em Ramone que acha que Daniel deu com a língua nos dentes, e planeia a sua execução para o mesmo dia em que resolvem assaltar mais uma farmácia. Toby consegue chegar antes da tragédia acontecer e Daniel acaba por ficar apenas com um ligeiro corte no braço.

O encontro entre mãe e filha acaba por revelar algo que Toby e a detective estavam longe de desconfiar afinal aquele que julgavam ser Daniel trata-se apenas de Lisa a tentar lutar por aquilo em que acredita e realmente quer. Numa conversa emotiva Daniel acaba por recusar partir com a mãe e recusa a ajuda desta para se tratar. Afinal para ele tudo está certo, desde os 6 anos que é isso que quer e é por isso que irá lutar. A mãe tenta aceitar a dura realidade com que se deparou, e aceita a decisão do filho. Paralelamente à história principal foi engraçado ver Oz a tentar desenvolver a sua carreira artística no mundo do rap. Relativamente a Olívia a sua relação amorosa com Toby está cada vez mais difícil de conciliar. Uma história que contrariamente aos restantes episódios teve o elemento surpresa, embora as restantes histórias não sejam tão óbvias quanto isso, a resolução acaba por estar dentro do leque de possibilidades. Mas neste episódio o facto de Daniel e Lisa serem a mesma pessoa apanhou-me de surpresa.

Nota: 8,4


Audiências EUA: Episódio especial de House não desperta fãs!

Março 31, 2009

house_519

O episódio desta semana de House foi especial porque fugiu um pouco da rotina e centrou-se num caso médico peculiar, um doente com Sindrome Locked-In, o mesmo que se passou no filme ‘O Escafrando e a Borboleta’, uma das adaptações mais bonitas que eu já vi (até comprei o livro). Mas com a concorrência de Dancing With the Stars (mas por que é que não colocam isso aos fins de semana?), a audiência não foi nada de extraordinária, mas mesmo assim está a ter um relativo sucesso com a crítica. Já as comédias da CBS continuam com bons números, ao contrário de Chuck, que voltou a descer.

Time Net Show 18-49 Rating 18-49 Share 18-34 Rating 18-34 Share Viewers Live+SD (000s)
8:00 FOX House 4.7 13 4.5 13 12,186
ABC Dancing With the Stars 4.3 12 3.2 9 18,813
CBS The Big Bang Theory 3.8 11 2.8 9 9,765
NBC Chuck 2.1 6 1.5 4 5,625
UNI Cuidado con el Ángel 2.0 5 2.2 6 5,081
CW Gossip Girl 1.3 3 1.8 5 2,479
8:30 CBS How I Met Your Mother 3.9 10 3.4 10 9,228
9:00 ABC Dancing With the Stars 5.4 13 4.3 11 21,643
CBS Two and A Half Men 5.1 12 3.8 10 14,439
FOX 24 3.7 9 3.2 8 11,209
NBC Heroes 3.1 7 2.9 7 6,318
UNI Mañana Es Para Siempre 2.3 5 2.6 7 5,208
CW One Tree Hill 1.2 3 1.6 4 2,288
9:30 CBS Rules of Engagement 4.1 10 2.7 7 10,993
10:00 CBS CSI:Miami 4.0 10 2.9 8 13,359
ABC Castle 2.6 7 2.1 6 9,814
NBC Medium 2.6 7 1.8 5 7,260
UNI Cristina 1.4 4 1.6 4 3,430

Fonte: TVbytheNumbers


Friday Night Lights oficialmente renovada para mais duas temporadas

Março 31, 2009

fnl

Desde o final da terceira temporada de Friday Night Lights em Janeiro que os fãs aguardam uma resposta da NBC e da DirectTV sobre o futuro da série, se seria cancelada ou renovada. Hoje, finalmente, uma excelente resolução foi tomada pelas emissoras: Friday Night Lights foi renovada não apenas por uma, mas por duas temporadas!

A notícia foi divulgada por uma das fontes de Ausiello, do Ausiello Files, e, segundo ele, as futuras quarta e quinta temporadas terão 13 episódios cada, como aconteceu com a terceira temporada. Outro acordo que permanecerá o mesmo é o da DirecTV exibir a temporada antes da NBC, como aconteceu nessa temporada. De lembrar que esta renovação já tinha sido falada aqui no Portal de Séries, mas ainda nada era oficial nessa altura.

Nossa, que notícia maravilhosa, não? Para uma série que estava ameaçada de ser cancelada, ganhar duas novas temporadas não é nada mal! Ainda mais em se tratando de Friday Night Lights, uma das melhores séries teens no ar atualmente.


90210 vai perder o seu protagonista!

Março 31, 2009

ethanannieNotícia chocante para os fãs de 90210: segundo Michael Ausiello, da EW, o protagonista da série, Dustin Milligan, que interpreta Ethan, não participará de sua segunda temporada, pelo menos não de todos os episódios. Apesar de representantes da emissora CW, que exibe 90210, e do estúdio Paramount, que produz a série, se recusarem a comentar a notícia, fontes de Ausiello confirmam que o ator não renovou seu contrato com a emissora para uma segunda temporada. Contudo, Ethan ainda poderia aparecer em mais alguns episódios da futura temporada para dar um fim a sua história.

O motivo para a saída do ator, ao contrário do que poderia se pensar, foi apenas uma decisão criativa: “Todos aman o Dustin”, comentou a fonte de Ausiello, “Só que havia uma sensação de que o personagem já tinha percorrido seu caminho“. A mudança no elenco, e consequentemente no rumo da série, é apenas a primeira de outras mudanças prometidas para a segunda temporada da série, desde que Rebecca Rand Kirshner Sinclair assumiu a produção executiva do show – substituindo Jeff Judah e Gabe Sachs. Sinclair comentou no mês passado alguns de seus planos para a segunda temporada de 90210: “Quero recriar algumas coisas visualmente. Existem oportunidades para abraçar a cultura da Califórnia visualmente em termos de moda e estilo; Eu quero que a série seja mais contemporânea. Se Gossip Girl fala sobre jovens em Nova York, eu quero que 90210 seja sobre jovens em L.A. e Beverly Hills“.

A escritora e produtora também deseja usar menos os personagens da série original dos anos 90, interpretados por Jennie Garth, Shannen Doherty e Tori Spelling. “O programa tentou ser muitas coisas para muitas pessoas em sua primeira temporada. Eu acho que a trama central não foi fiel à geração de crianças que estão no ensino médio hoje. E não tenho interesse em chamar atores para fazerem figuração na série. A vantagem de ter uma pessoa, eu, no comando é que o roteiro, o que acontece no set de gravação, as contratações, tudo irá transparecer apenas uma voz [uma visão]“. Apenas lembrando que a série ainda não terminou sua primeira temporada, inclusive, irá voltar de seu hiatus, que acontece desde odia 10 de Fevereiro, justamente amanhã, dia 31, com o episódio “Life’s a Drag”.

Bem, confesso que as mudanças soam promissoras, ainda mais vindas de uma profissional experiente, responsável por sucessos teens como Gilmore Girls e Buffy the Vampire Slayer. Mas agora fica a pergunta, vocês vão sentir falta de Ethan?


Nova temporada de True Blood estreia a 14 de Junho. Veja fotos!

Março 31, 2009

tru-blood

A HBO finalmente anunciou a data oficial da segunda temporada e ficou marcado para 14 de Junho. True Blood foi uma das séries de mais sucesso no seu ano de estreia, tendo até tido duas nomeações para os Globos de Ouro e a Anna Paquin ganhou na categoria de melhor actriz de drama. A Kristin dos Santos divulgou ontem à noite algumas informações sobre a segunda temporada que consistem em mais participação do Eric e que será baseada no segundo livro da série, apesar de conter algumas diferenças.

Antes de verem as fotos promocionais, e se estão curiosos para saber os títulos de alguns episódios, confiram:

2.01 – Nothing But The Blood
2.02 – Keep This Party Going
2.03 – Scratch My Back
2.04 – Let’s Take a Trip Together
2.05 – Never Let Me Go
2.06 – Friend Is a Four Letter Word
2.07 – Release Me

Pode ver, a seguir, as primeiras fotos promocionais (clique para ampliar). Só falta mesmo um trailer para matar ainda mais a ansiedade!


Actor de Angel faleceu!

Março 30, 2009

O elenco do spin-off de Buffy The Vampire Slayer – Angel – está de luto. Isso porque na noite passada o actor Andy Hallett, que fazia de Dorne na série, faleceu. Segundo a Kristin dos Santos, colunista do E!Online, ele teve complicações cardíacas e ainda foi levado para o hospital Cedars-Sinai depois de cinco anos de luta. O actor de 33 anos participou em 76 dos 111 episódios de Angel entre 2000 e 2004. Ele também era músico e chegou a cantar duas músicas na série protagonizada por David Boreanaz. Eu nunca vi Angel mas pretendo ver em breve, pois estou a adorar Buffy e certamente não me desiludirei. Claro que esta é uma notícia muito triste, principalmente se virmos que o actor morreu com apenas 33 anos, o que faz lembrar um pouco a morte de Heath Ledger.