Burn Notice (2.15) – Sins of Omission

Março 2, 2009

burn-notice-215Eu estou a dar em maluco. A série que consegue estar nos lugares cimeiros da audiência do cabo está a ter uma temporada de loucos. Está a “queimar” a maior parte das séries que vejo. Está a bater tudo o que já se fez na série. Está quase perfeita. E está quase a acabar. É que a USA só pediu 16 episódios para a segunda temporada, o que me deixa a um episódio do final. E, se o final da primeira temporada me deixou ansioso pela segunda, eu chego a este episódio e fico com um dilema. O que eu gostava é que a série se prolonga-se até à próxima fall-season, mas como isso não é possível, já estou ansioso pela terceira temporada. E ainda falta um episódio para acabar a segunda.

Mas o que tem este episódio que me fez ficar assim tão entusiasmado? Primeiro o episódio foi o retrato da vida de espião de Michael Westen. Tem acção, tem confronto entre espiões, tem relacionamento entre espiões, e, para além de Michael, tem Fiona e Sam. O confronto entre espiões começou no final do episódio passado, com a chegada de Victor. O relacionamento de espiões começou no inicio do episódio, com Michael a fazer regressar a canadiana Tricia Helfer (seja bem aparecida), com a sua personagem Carla. E esta dualidade continua a ver-se durante todo o episódio. Primeiro com a chegada de Sam, ou melhor, Samantha. Samantha, como na maior parte dos casos de Michael, tem um problema e pede ajuda a Mr.Westen para a ajudar.

Leia o resto deste artigo »


Skins (3.06) – Naomi

Março 2, 2009

snapshot20090302204101Na geração passada tivemos o homossexual assumido Maxxie e esse tema continuou mesmo após os antigos personagens despedirem-se por meio da Naomi. Mas ao contrário do Maxxie, Naomi não assume que gosta de pessoas do mesmo sexo o que gera uma certa revolta em Emily pois esta faz de tudo para agradá-la, mas Naomi apenas quer manter tudo como está, mesmo depois de ter tido relações sexuais com ela… duas vezes. Tal como em Maxxie, Naomi é uma personagem que está a ser tratada muito serenamente.

Mas será que nenhum adolescente de Bristol tem uma família minimamente normal? É que nenhum escapa mesmo! E isso não é necessariamente mau pois se transmitirem os problemas de forma coesa e que faça sentido, eu até gosto. Mas como devem saber, nem sempre acontece isso e mais uma vez o exagero bateu à porta de Skins, mais propriamente da casa da família de Naomi. Mas vamos falar de coisas mais felizes (porque raios é que nunca aparece uma mulher com o rabo de fora?).

Leia o resto deste artigo »


Kyle XY (3.06) – Welcome to Latnok

Março 2, 2009

snapshot20090225123050 Cada vez mais próximo de seu encerramento, Kyle XY volta a normalidade após um belíssimo episódio. Não sentia falta alguma dela, mas Amanda reapareceu num reencontro constrangedor com Kyle. Estou até que gostando do break up deles, pois isto pode trazer novos horizontes para o final da série. Conhecemos a Latnok quando Kyle visita as facilidades de uma “universidade comum” com alunos estudiosos e gênios. Não consigo entender, aonde estão aqueles indivíduos estranhos/diabólicos que sequestraram Amanda?!  Mudando totalmente de assunto, repito que sempre sentirei falta dos momentos fofos e carismáticos de Josh e Andy, os atores transmitem uma química tremenda que veem sendo muito mal aproveitada. Cômico quando Lori entra no quarto sem bater e presencia um momento“action” dos dois. Voltando ao papo sério, ela conta ao irmão que descobriu sobre uma carta que foi enviada aos pais, referente aos contas do hospital.

União faz a força, ainda mais quando tratando-se de membros familiares que passam necessidades. Kyle decidi deixar a desconfiança de lado e junta-se a Latnok, sabendo que eles promovem projetos de incentivo com prêmios aos participantes. Josh também quer fazer sua parte, mas apela para seu lado “Pimp/ Cafetão”. Após chantagem com Lori, começa a usar o ex-apartamento da Jessi para comercializar um novo ninho de amor. Jessi como sempre nunca consegue mentir. Isto é algo interessante dela, pois certas características ainda são aparentemente puras, mas ela realmente não consegue disfarçar suas expressões quando é confrontada.

Leia o resto deste artigo »