FOX renova 24 e NBC cancela Lipstick Jungle

Março 30, 2009

24day7cast

Mais duas grandes decisões foram tomadas na semana passada no que toca a cancelamentos/renovações de séries. A FOX decidiu renovar 24 para uma oitava temporada e a produção tem início ainda este ano, mais propriamente em Maio e deste modo pode começar na fall season, ao contrário do que aconteceu com a estreia da actual. Existem rumores que dizem que Jack Bauer pode morrer nesse dia, mas com a possibilidade de um filme para cinema, isso pode não acontecer. 24 tem uma audiência média de 11 milhões de telespectadores.

Já Lipstick Jungle nem teve metade da vida de 24 e depois de 13 episódios exibidos na segunda temporada, a NBC anunciou oficialmente que este é o fim. De lembrar que apesar da baixa audiência da primeira temporada, a emissora deu uma segunda oportunidade, mas quando mudaram para o dia da morte, sextas-feiras, a série não sobreviveu. A segunda temporada de Lipstick Jungle teve uma audiência aproximada a 4 milhões de telespectadores por episódio, o mesmo que Dollhouse e Terminator estão a ter.

key_art_lipstick_jungle

Anúncios

Audiências EUA: Animação FOX com demo alto

Março 30, 2009

simpsons1AUDIÊNCIA DE DOMINGO, 29 DE MARÇO DE 2009

Numa noite sem Desperate Housewives, as estrelas foram as séries animadas da Fox. Simpsons, Family Guy e American Dad levaram a Fox a vitória, perdendo unicamente para 60 Minutes. Cold Case e The Unit, as séries da CBS, continuam com números muitos baixos, enquanto Kings está quase a passar de série para mini-série.

Time Net Show 18-49 Rating 18-49 Share 18-34 Rating 18-34 Share Viewers Live+SD (000s)
7:00 CBS NCAA/60 Minutes 3.6 11 2.6 10 13,330
NBC PGA Tour: Arnold Palmer Invitational 2.1 6 1.3 5 8,759
ABC America’s Funniest Home Videos 2.0 6 1.5 6 7,460
FOX American Dad (repeat) 1.1 3 1.1 4 2,379
UNI Simplemente Selena 0.9 3 1.0 4 2,331
CW Jericho (repeat) 0.3 1 0.2 1 812
7:30 CBS 60 Minutes 3.1 9 1.9 7 13,522
ABC America’s Funniest Home Videos 2.5 7 1.9 7 8,829
NBC PGA Tour: Arnold Palmer Invitational 2.4 7 1.5 5 9,507
FOX King of the Hill (repeat) 1.4 4 1.5 5 2,979
UNI Simplemente Selena 1.1 3 1.1 4 2,598
CW Jericho (repeat) 0.2 1 0.1 0 631
8:00 CBS 60 Minutes/Amazing Race 14 4.0 11 2.4 8 14,565
FOX Simpsons 3.1 9 3.5 11 6,582
ABC Extreme Makeover: Home Edition 2.8 8 2.2 7 9,245
UNI Nuestra Belleza Latina 1.3 4 1.4 5 3,228
NBC Kings 1.3 3 0.9 3 4,583
CW War Games (movie) 0.3 1 0.2 1 963
8:30 CBS Amazing Race 14 3.6 9 2.4 7 11,461
ABC Extreme Makeover: Home Edition 3.3 8 2.9 9 10,355
FOX Simpsons (repeat) 3.1 8 3.4 10 6,498
UNI Nuestra Belleza Latina 1.4 4 1.6 5 3,606
NBC Kings 1.2 3 0.9 3 4,308
CW War Games (movie) 0.4 1 0.2 1 1,204
9:00 FOX Family Guy 4.2 10 5.0 14 8,198
ABC Extreme Makeover: Home Edition 3.8 9 3.1 8 11,434
CBS Amazing Race/Cold Case 3.1 7 1.9 5 11,967
NBC Celebrity Apprentice 2.3 5 1.6 4 6,551
UNI Nuestra Belleza Latina 1.4 3 1.5 4 3,605
CW War Games (movie) 0.5 1 0.3 1 1,399
9:30 ABC Extreme Makeover: Home Edition 4.2 10 3.4 9 12,163
FOX American Dad 3.0 7 3.6 10 5,995
NBC Celebrity Apprentice 3.0 7 2.1 6 7,875
CBS Cold Case 2.5 6 1.3 4 11,457
UNI Nuestra Belleza Latina 1.6 4 1.7 5 3,912
CW War Games (movie) 0.5 1 0.3 1 1,498
10:00 NBC Celebrity Apprentice 3.8 9 2.8 8 9,647
CBS Cold Case/The Unit 2.8 7 1.6 4 11,317
ABC Desperate Housewives (repeat) 2.2 6 1.8 5 6,609
UNI ¿Quién Tiene la Razón? 1.0 2 0.9 3 2,547
10:30 NBC Celebrity Apprentice 3.9 10 2.9 8 9,976
CBS The Unit 2.3 6 1.5 4 9,193
ABC Desperate Housewives (repeat) 1.9 5 1.5 4 5,665
UNI ¿Quién Tiene la Razón? 0.8 2 0.7 2 2,126

Fonte: TVbytheNumbers


Podcast CineSéries – Edição 1

Março 30, 2009

974974podcast2


O Portal Comenta… 29 de Março

Março 29, 2009

29mar


The Listener – Episódios 1 ao 4

Março 29, 2009

the_listenerNão irei apresentar resumidamente a série, pois o Marco num bom post já fez esse trabalho por mim, e quem ainda não leu, não se acanhe. Lá podem saber do que realmente trata a série e ver o trailer e quem sabe se vos interessar seguir a série pela FOX, que irá exibir amanhã às 22h20 o quinto episódio num total de 13 para a primeira temporada. Farei o review conjunto dos primeiros quatro episódios da série. E amanhã ou mais tardar na terça espero colocar o review do quinto episódio. O primeiro episódio trata de uma mãe solteira que estava no local errado à hora errada e acaba presenciando um assassinato acidental em que depois de uma briga entre parceiros de esquadra, um acaba por disparar matando o parceiro. Essa visão quase lhe custa a vida do filho que acaba sendo raptado e mantido prisioneiro. Tudo se inicia com um acidente de automóvel em que Toby juntamente com o seu parceiro Oz, salvam uma senhora de morrer queimada. Aquando do seu salvamento Toby consegue visionar as imagens do seu filho e do suposto raptor. Embora negando para a polícia e tentando solucionar as coisas sozinhas, acaba tendo a ajuda preciosa de Toby na sua busca desesperada para encontrar o filho. No final tudo culmina com o resgate tanto da mãe como do filho são e salvos e a morte do assassino.

O segundo episódio centra-se num incendiário, que resolve fazer justiça com as próprias mãos. Toby resolve assumir mais uma vez o papel de herói e tenta salvar a pele de um amigo ex-traficante. Este corre o risco de ser acusado de ser o causador da explosão. Foi bom ver um pouco de suspense na história, suspense esse que faltou um pouco no primeiro caso da série. Neste episódio vemos a aproximação de Toby à detective e de Olívia a Tom, um bombeiro que tal como Toby banca o herói mas este sem nenhum dom escondido para além da vontade de servir ao próximo. É de notar a excelente química que existe desde o piloto entre a detective e Toby, embora Toby parece ainda muito envolvido em acertar tudo com Olívia num futuro próximo quem sabe não nasce novo interesse amoroso. No terceiro episódio a história roda à volta do desaparecimento de uma rapariga que é mantida prisioneira. Mais uma vez que a história aponta para um culpado mas no final essa mesma personagem não passa do bom da fita. Afónico, tido como maluco inconsequente, ladrão incorrigível, é ele que ajuda a rapariga trazendo-lhe revistas e bombons. No fim em conjunto com o dom de Toby este consegue descobrir onde a rapariga se encontra pressa. Quase chega tarde demais pois num acto de desespero o raptor decide acabar com a vida da vítima por afogamento, mas os verdadeiros heróis chegam segundos antes de todo aquilo virar tragédia e passar a um happy end. Depois de desaparecimentos e acções estranhas Toby começa a levantar suspeitas sobre a sua pessoa, Oz acha que algo de muito errado se passa com o amigo e resolve pedir auxílio a Olívia.

Depois de mais uma fuga repentina e de um pedido de auxílio Toby promete ao amigo contar-lhe toda a verdade. E tal como o prometido é devido, Oz exige saber a verdade. Inicialmente acha que tudo não passa de uma brincadeira, mas depois de provar o veneno acaba por acreditar no seu verdadeiro poder. Contrariamente aos restantes episódios no quarto episódio, Toby conhece e envolve-se inicialmente com a vítima. Esta acaba por ser encontrada morta depois de Toby abandonar o seu apartamento. Toby não consegue deixar de se sentir culpado por não ter ficado e assim ter evitado a morte de Mina. A busca pelo assassino começa, a ligação de Toby a Mina faz com que este seja tido como suspeito. Mas rapidamente as atenções se voltam para o ex-namorado de Mina, Jason que minutos antes de Toby sair insistia em falar com Mina. Mas depois de ler os seus pensamentos, Toby sabe que quando este abandonou o apartamento esta ainda se encontrava viva. O assassino acaba por ser a sua companheira de laboratório que ao saber que esta iria denunciar o chefe de ambas por falsificação de autópsias, resolve ter uma conversa mais agitada com Mina acabando por a derrubar, e acidentalmente causar a sua morte. Neste episódio ficou notório que a detective começa a levantar imensas suspeitas sobre Toby estar sempre no local certo à hora certa e capaz de responder a tuas as perguntas. Um piloto normal, sem grande impacto, melhorando a cada episódio que passava. A série promete para quem gosta deste tipo de histórias e enredo. Cá estaremos para ver o que o quinto episódio nos reserva.

Nota: 8,3


Lista: Os piores elencos das séries

Março 29, 2009

familyguy

Nesta segunda parte dos melhores e piores elencos, chega a vez de destacar quem são os piores da actualidade. Mais uma vez repito que esta é uma lista pessoal, apenas retratando o meu gosto. Como disse no artigo dos melhores elencos, tive dificuldade em escolher os dois últimos classificados, mas depois decidi que era bom colocar uma referência nacional. No final do post, tem uma votação para eleger o pior elenco, espero que participem. Em breve, mais listas desse tipo, pois é algo interessante de se fazer.

SMALLVILLE

smallville1

Sem dúvida, esta é uma das séries que tive menos dificuldade em escolher. Aliás, quando fiz esta lista lembrei-me logo da fraca interpretação do Tom Welling (Clark). Se nas primeiras temporadas ele ainda sabia minimamente o que fazia, agora a falta de expressividade é deve irritar a maioria dos que assistem a série, principalmente quando ainda falam que ele pode ser o próximo super-homem do cinema. Por favor, já basta em Smallville! Também Allison Mack (Chloe), é criticada por alguns fãs, mas eu não acho que ela seja tão má actriz como o Justin Hartley (Green Arrow).

HEROES

heroes

Em vou ser criticado por isso, mas o elenco de Heroes é fraco! Hayden Panettiere (Claire) e Milo Ventimiglia (Peter) são dois actores que forçam imenso a sua representação, já para não falar que o movimento da cabeça para ouvir pensamentos do Greg Grunberg está a ficar cada vez mais tosco. Felizmente, ainda temos o Zachary Quinto (Sylar), a Cristine Rose (Angela) e o Jack Coleman (Noah), mas a questão é ‘até quando?’. Faço essa pergunta porque os melhores actores já sairam da série, como a Kristen Bell e a Brea Grant (Elle e Daphne, respectivamente). Ainda bem que este volume conta com o Zeljko Ivanek para melhorar as coisas.

90210

90210

Série adolescente tem sempre os seus maus actores, como One Tree Hill e Gossip Girl. Mas 90210 consegue ser pior que estas duas juntas, com uma protagonista (Shenae Grimes) e mais alguns membros que não têm assim muito vocação para tal. Como sabem, 90210 é um remake de Beverly Hills e conta com duas caras conhecidas da série original, o que melhora, significativamente, o quadro geral: Jennie Garth e Shannen Doherty. Mas quem se destaca dentro de 90210, até onde eu vi, era a Jessica Walter (Tabitha).

SKINS (SEGUNDA GERAÇÃO)

skins

A segunda geração de Skins, liderada por Effy, tem os seus actores fracos. Na primeira e segunda temporada, tivemos um elenco que foi excelente, com Joseph Dempsie (Chris), Nicholas Hoult (Tony), Hannah Murray (Cassie) e até o protagonista do premiado Slumdog Millionaire, Dev Patel (Anwar). Na segunda geração, o Jack O’Connell (Cook) e Luke Pasqualino (Freddie) não convencem, ao contrário da Lily Loveless (Naomi) e do Ollie Barbieri (JJ). Esperemos que nesse intervalo entre a terceira e a quarta temporada, eles invistam em cursos desse género.

MORANGOS COM AÇÚCAR

mca

Por fim, uma série nacional. Actualmente na sexta temporada e com mais de 1500 episódios (acho eu), o elenco normalmente é renovado a cada ano que se passa. Eu adorei o primeiro ano dos Morangos, a contar a história entre a Joana e o Pipo, e acho que toda a gente concorda comigo quando eu digo que foi o ano que teve o melhor elenco. No segundo ano, também não foi mau, mas a partir do terceiro, começam a investir mais em modelos que seja em actores e as críticas começaram a cair por cima da produção. Ainda hoje, continuam a ir por este caminho e se antes eu ainda via a série juvenil, agora já nem ligo a televisão para tal. Para os brasileiros que querem saber mais ou menos o que são os Morangos com Açúcar, diria que é a Malhação em versão portuguesa.

[poll id=”8″]

E para si, quais as séries que para além dessas representadas, tem um elenco realmente mau?


One Tree Hill (6.18) – Searching For a Former Clarity

Março 29, 2009

One Tree Hill sempre me surpreende, a série relata a vida de um modo muito tocante, talvez porque todos os personagens sejam muitos parecidos com nós mesmos. Mas às vezes vemos na história alguns momentos bizarros. Neste episódio gostaria de destacar dois pontos: ponto um: eu fiquei de queixo caído quando o cachorro comeu o coração do Dan, que cena foi esta, eu nem acreditei no que estava vendo, até foi engraçado, mas eu nunca imaginei que iam fazer Dan perder o coração deste jeito, hahahaha. Eu até pensei que ele iria se matar no mar mesmo, mas não foi desta vez.

Eu achei a cena do cachorro “improvável” demais, tem que ter muita imaginação para escrever algo assim. Ponto dois: eu me emocionei com Dan, toda esta história de despedida e tudo mais… Ele admitindo sua culpa e se desculpando Eu acho que este personagem é muito bem trabalhado, ninguém é bom o tempo todo, assim como as pessoas más também podem ser boas… Eu concordo com aqueles que odeiam Dan, mas eu sinceramente, não consigo ter raiva dele. E o pequeno Jamie mostrou que sempre é possível perdoar, muito linda, a capacidade das crianças de amar.

O filme furou. Será mesmo? Eu espero que não, estava agradando muito ver todos envolvidos na produção do filme. E Julian será que irá mesmo embora? Falando em Julian, eu achei muito infantil a atitude da Brooke, primeiro ignorando as ligações dele e em segundo lugar por deixá-lo partir tão facilmente assim, sem assumir todo o seu sentimento por ele. Eu gostei de rever Deb e Skills, o final da relação deles já era meio previsível. Skills treinando os pequeninos foi legal. Haley como sempre, colocando seus princípios em primeiro lugar, sempre foi assim, por isso que todos a amam. Estava fazendo muito falta uma cena entre Lucas e Nathan é muito bom ver os dois irmãos trocando passes. Eu estava sentindo saudades destas cenas. Peyton estava bem aflita neste episódio, toda a tristeza da personagem esteve bem aparente, eu realmente espero que tudo dê certo para ela e para o bebê. Em minha opinião foi um ótimo episódio, as atuações estavam muito boas e as histórias também. Destaque para a sensacional trilha sonora, que já é uma tradição na série.

Nota: 8,9