In Treatment, um sucesso da HBO

itheadpaul

Há uma semana In Treatment voltou para sua segunda temporada na HBO, e uma vez que eu pretendo fazer comentários da série semanalmente aqui no Portal, resolvi fazer uma matéria especial apresentando a série para quem ainda não a conhece.

In Treatment é um drama que estreou em Janeiro do ano passado trazendo um formato novo ao já conhecido seriado americano, baseado em uma série israelense aclamada pela crítica especializada chamada “Betpil”. Sua história é focada em Paul Weston, um renomado terapeuta que atende seus pacientes diariamente em seu consultório – que tem um sofá ao invés do clássico divã – dentro de sua própria casa. Dessa forma, através de cinco episódios por semana – ao invés do clássico formato “um episódio por semana” –, com meia hora de duração cada, o que simula o tempo de uma sessão de terapia, acompanhamos, a cada dia, seu trabalho, seus dilemas e, principalmente, os dramas vividos por seus personagens.

A proposta de exibir cinco episódios por semana também foi justificada pois os episódios não têm, pelo menos a princípio, conexão entre um e outro, de forma que pudéssemos optar em acompanhar a terapia apenas dos personagens de que mais gostamos – apesar que é inevitável acompanhar a história de todos eles. In Treatment é irresistível.

Dessa forma passamos as nove semanas da primeira temporada acompanhando nove sessões de Laura – a paciente apaixonada por seu terapeuta –, Alex – um piloto traumatizado por uma missão que cumpriu no Iraque, Sophie – uma ginasta com problemas familiares que a levaram a uma tentativa de suicídio –, e o casal Jake e Amy, que em meio a uma crise procuram ajuda por não saberem se estão preparados para enfrentar mais uma gravidez em meio a um casamento praticamente arruinado.

itseason1

Porém, ao contrário do que se possa pensar, Paul não é o tipo de doutor que tem todas as respostas em sua manga. Quando somos apresentados ao personagem, vemos nele a imagem de um profissional experiente, porém cansado, cheio de problemas familiares, e que não consegue analisar com clareza suas próprias atitudes com relação a sua esposa e filhos. Por todos esses motivos, Paul resolve visitar, todas as sextas-feiras, uma ex-supervisora dos tempos de faculdade, Gina, com quem também precisa resolver alguns assuntos passados e receber conselhos sobre que caminho tomar para sua vida.

Com isso, vemos Paul lidando com seus difíceis pacientes durante a semana e na sexta ouvimos ele comentar coisas que não pode na frente de seus paciente para Gina, o que faz desse dia o mais especial da semana, pois é quando podemos entender um pouco mais sobre o que se passa na cabeça de Paul, e de que forma ele enxerga seus pacientes, assim como descobrir, em alguns casos, que ele se sente inseguro sobre a melhor forma de ajudá-los a superar seus problemas.

Outra presença comum entre as sessões de terapia é a de sua esposa, com quem mantém uma relação gelada, e a de seus filhos, um mistério para Paul, incapaz de entrar em suas vidas ou mesmo se importar com o que eles andam fazendo por aí. itpaulwife

Com essas histórias interessantes e ótimos diálogos, In Treatment se tornou uma das melhores estréias dramáticas do ano passado, recebendo cinco indicações no Globo de Ouro desse ano e quatro no Emmy de 2008. Porém não é apenas a história que se destaca na série. O cenário fixo, que é o consultório de Paul, e a pouca possibilidade de ação faz com que cada minuto da série seja focado em seus atores, que precisam atrair toda a atenção do público apenas com seus talentos dramáticos. E nisso a série também é um sucesso.

Paul é interpretado pelo veterano Gabriel Byrne (O homem da máscara de ferro, Stigmata), que ganhou o Globo de Ouro por Melhor Performance em Série Dramática no ano passado, muito merecidamente, por sinal. Outra atriz experiente no elenco é Dianne West (Edward mãos-de-tesoura, Ana e suas irmãs), que interpreta Gina, a supervisora de Paul, e por quem a atriz ganhou o Emmy, no ano passado, por Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática. Ver os dois em cena é simplesmente uma aula de interpretação, cada gesto, cada diálogo tornam essa série muito especial e de uma qualidade técnica excepcional. Além de Byrne e West, dois talentos se revelaram durante a temporada. Uma delas foi Melissa George, antes apenas lembrada por seu papel em Alias. Ela interpretou Laura com tanta paixão, que inspirou Shonda Rhimes a criar um papel para ela na série Grey’s Anatomy, aonde interpretou Sadie por alguns episódios. Já a outra revelação foi a jovem atriz Mia Wasikowska, que deixou In Treatment direto para os cinemas, protagonizando a versão de Tim Burton em produção de Alice no País das Maravilhas.

Ficaram curiosos, mas acham que são episódios demais para assistir de uma vez? Bem, é fato que a primeira temporada foi comprida, 43 episódios, porém a boa notícia é que a segunda temporada não tem tanta continuidade assim com relação à primeira, uma vez que todos os pacientes de Paul são novos, portanto são histórias novas. No entanto, é inevitável que algumas referências aos personagens da primeira temporada sejam feitas – até porque Paul está sendo processado justamente por causa de um deles –, o que pode eventualmente estragar algumas surpresas.

De qualquer forma, nessa temporada In Treatment está sendo exibido em dois dias da semana: dois episódios no domingo e três episódios na segunda, como uma forma de condensar a audiência do programa – o que ameaçou a série de não ser renovada para uma segunda temporada no ano passado. E, aqui no Portal, vocês poderão conferir, a cada semana, meus comentários sobre a segunda temporada, que já parece bastante promissora. Agora confiram abaixo quem são os novos pacientes do Doutor Paul nessa segunda temporada:

itmiaMia (Hope Davis)

Mia é uma advogada de 43 anos de idade, que costumava ser paciente de Paul há 20 anos atrás. Ela reencontra o terapeuta quando este precisa ser defendido contra um processo de má prática médica devido aos eventos ocorridos no final da temporada passada. Apesar de bem sucedida, Mia é uma mulher muito solitária e que detesta a sua vida. Junte a isso o remorso que ela guarda por Paul tê-la abandonado repentinamente quando ela mais precisava de ajuda, e tem-se aí uma boa história para ser explorada.

.

itaprilApril (Alison Pill)

April é uma estudante de arquitetura de 23 anos de idade, extremamente independente e desconfiada das pessoas ao seu redor, que subitamente se vê com câncer e não sabe como reagir à situação e se recusa a pedir ajuda de seus conhecidos. O desafio para Paul será tentar convencer a menina a se tratar antes que seja tarde demais, além de ter que superar seu receio de ser processado novamente por deixar uma paciente praticamente morrer em sua frente sem conseguir fazer nada a respeito.

.

itoliverOliver (Aaron Shaw)

Um menino de cerca de treze anos metido no meio do processo de separação de seus pais: uma mãe super-protetora e um pai ausente, ambos imaturos os bastante para querer jogar para Paul a responsabilidade de contar ao menino que irão se separar. Paul precisará trabalhar com a família inteira a respeito de “novas regras” de convivência a serem desenvolvidas para que o menino possa sofrer o menos possível com essa mudança em sua vida.


itwalterWalter (John Mahoney)

Walter é o presidente muito influente de uma empresa e em meio a sua agente lotada, procura Paul para que este resolva seu problema de insônia. Paul não consegue descobrir o que poderia estar causando a falta de sono, uma vez que o paciente recusa a se abrir, mas por fim ele descobre o motivo por tanta ansiedade: a filha de Walter está trabalhando em uma clínica de aborto em Ruanda, África.

.

itginaGina (Dianne West)

Assim como na primeira temporada, Paul procura sua supervisora para receber conselhos sobre como agir com relação a seus pacientes, como resolver seus problemas pessoais e, nessa temporada, para pedir que ela testemunhe a seu favor no processo que está sofrendo pela família de um ex-paciente.

.

.

Para fechar, segue o trailer da segunda temporada da série:

Advertisements

0 respostas a In Treatment, um sucesso da HBO

  1. Matheus diz:

    Nunca vi In Treatment… 🙂

  2. João diz:

    Comecei a ver esta série no Sábado e já vi 22 episódios, estou completamente viciado e fico muito contente por ver que reconhecem o valor desta magnífica série, que não é para qualquer gosto 🙂

  3. Rafael diz:

    Eu acompanhei as consultas de Laura(Melissa George) na 1ª temporada,me apaixonei pela série,mas como só descobri a série após as várias indicações e prêmios eu só acompanhei esse dia da semana mesmo,mas agora já baixei os 5 primeiros episódios da 2ª temporada…o que me faz fica vidrado na série é realmente a interpretação majestosa de Gabriel Byrne…muito merecido seu Globo de Ouro…quem gosta de séries dramáticas não pode perder In Treatment…

  4. Laura diz:

    Eu adoreeeei a série, descobri no fim da primeira tempora e viciei! Agora estou perdida nos horários! Que horas passa a segunda temporada?

  5. Marcia diz:

    Laura, o horário mudou agora, é o seguinte:

    Domingo: episódios da Mia e da April a partir das 21 horas (horário dos EUA)
    Segunda: Oliver, Walter e Gina a partir das 21 horas também. =D

  6. Eu nunca vi in treatment, mas parece ser uma excelente série e depois de ler este texto fiquei com mais curiosidade de ver. Das novas personagens, a que mais me gera curiosidade é a april pois parece ter um belo drama pela frente. Parabéns pelo artigo Marcia, bem esclarecedor e anti-spoilers para quem ainda n viu a série.

  7. Laura diz:

    Que engraçado, nas programações da HBO do Brasil não aparece mais a série! Mas vou olhar hoje pra ver se vai dar! Obrigada!

  8. Laura, a 2º temporada de In Treatment está sendo exibida apenas na HBO americana por enquanto. 😉

  9. Laura diz:

    Obrigada mais uma vez, Marcia! Enquanto não começa a segunda, vou ver se vejo a primeira bem completa na internet!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: