Chuck (2.19) – Chuck Vs. The Dream Job

chuckÉ difícil classificar Chuck. Cada episódio tem um conteúdo próprio, cada um pode ser classificado com um género que se sobressai mais. Ao fazer um salto pelo IMDb vê-se que a série é classificada pelos seguintes itens: Acção, Comédia e Drama. Ao ver este episódio apetece-me colocar mais um: Familiar. Com o final do episódio anterior que prometia muito, o episódio desta semana não vem desiludir. Não foi daqueles de encher o olho, pois a carga principal dos episódios de Chuck, o humor, não esteve tão presente, mas foi um episódio que serviu para atar (bastantes) pontas soltas. Um episódio normal para esta segunda temporada de Chuck.

Seria uma grande surpresa o pai de Chuck não aparecer neste episódio. Com o final do último episódio era necessária muita inteligência (ou burrice, depende da perspectiva) para dar a volta a situação. O pai fugitivo de Chuck chega à série para cumprir a promessa que Chuck fez a sua irmã, de ele a levar ao altar para o casamento com Awesome. Mas claro que o pai Bartowski, Steve, teve de ter alguma razão para ser chamado. As pistas foram sendo lançadas durante o episódio, desde a cena do sofá, onde parece que ele teve a ver com tudo o que foi criado até aqui, passando pela informação que possuía, que leva Chuck a ter um flash e a ser utilizado numa nova missão. E para ver que os argumentistas não andam a dormir, o acto singelo da entrega do diploma a Chuck por Sarah vem ganhar aqui uma importância.

Chuck tem um flash sobre uma empresa de informática que vai colocar um novo sistema informático no ar, contendo este um vírus que permitirá afectar a rede global. Esta empresa pertence a Ted Roark, multi-milionário e excêntrico, e Chuck tem a oportunidade de trabalhar num trabalho que sempre foi o seu sonho. Problema dos problemas é quando o rapaz Bartowski tem de se empenhar para que o sistema não seja lançado, após a sua equipa falhar na tentativa de adiá-lo. Claro que a tentativa sai furada, e Chuck perde o seu emprego de sonho e não consegue cumprir a missão. A partir de este acontecimento, a vida de Chuck parece que voltaria ao normal. Mas ao encontrar a semelhança entre os papéis que Orion lhe tinha deixado e a planta do seu ex-emprego decide invadir o prédio sozinho.

Começamos a ver um Chuck que não fica sentado e deixa o mundo girar mas sim que luta por aquilo que mais quer, uma vida normal. Atirar em Casey, vestir-se de espião, enfrentar alguns seguranças. Nada que Chuck não tenha feito (excepto a primeira, se bem me lembro), mas nunca de espontânea vontade. Chuck procura retirar o Intersect da sua cabeça a toda a força, sendo de notar esta mudança de atitude. Mas a surpresa do episódio não seria esta. Steve, que tem assuntos ainda não resolvidos com Ted, resolve enfrentar o seu inimigo. Ao ver o pai rodeado de seguranças, a Chuck não o deixa encurralado, indo a luta.

Mas quando aparece um segurança já conhecido, o pai de Chuck tem de desvendar a sua verdadeira realidade. Orion é o progenitor de “Charles Carmichael”, vendo-se daqui que Chuck já tem a quem sair. Mas o mais interessante é ver a teia que se está a construir a volta de Chuck. A maior parte das pessoas com quem Chuck se dá ou se deu estava envolvido no Intersect, e agora até o seu pai é o co-criador do Intersect. Parece que as pessoas fora da vida de espião se restringem aos insuspeitos Jeff (grande bloqueio na conferência), Lester e o resto pessoal da Buy More, e depois Ellie e Devon. De resto parece que toda a gente tem algo ligado ao Intersect.

Continuando com Orion e Carmichael. O regresso do pai está explicado, assim também como o exílio de tantos anos. O exílio deveu-se ao medo que os filhos sofressem por ele ter sido um dos criadores do super-computador. O regresso foi também devido à família: retirar o Intersect da sua cabeça. E quando este momento estava para acontecer, entra em cena outro membro da FULCRUM. Ted já à muito procurava Steve, para construir outro Intersect, e consegue apanhá-lo quando ele tenta retira-lo do seu filho. O acordo é conseguido e Steve vai com Ted para construir um novo Intersect e o seu filho sai livre. A vida de Chuck regressa ao ponto de início.

Ao saber que a verdadeira identidade do Orion é Steve, a General Beckman deixa com que Chuck, devido a um pedido pessoal, fique, com a sua equipa, com a missão. Chuck fica com a missão para encontrar Orion e também o seu pai. Orion para lhe retirar o Intersect da cabeça, o seu pai para levar Ellie ao altar.
Faltou a Buy More, pouco vista. Mas um episódio assim percebe-se que não era necessária. Foi um episódio de Drama e Acção quase puro, um episódio diferente. E a consequência foi não termos um Chuck com muitos risos, mas sim um Chuck mais sério. Também é necessário, numa altura que a acção tem de evoluir, pois o final está próximo.

Nota: Tenho de começar a ver um episódio de HIMYM antes de Chuck.

Nota: 8,9

0 respostas a Chuck (2.19) – Chuck Vs. The Dream Job

  1. Matheus diz:

    Ótimo episódio!!! 😛
    Pra mim foi incrível, merece uma nota melhor.

  2. Filipa Silva diz:

    Ja somos dois Matheus, o aguerra anda forreta lol. Agora falando sério, eu adorei estes últimos dois e o novo episódio de Chuck, para mim pudiam continuar sempre assim, este são os´tipo de episódio de chuck que mas gosto, mas é uma opinião pessoal é claro, não me importo nada que o tempo na buy more seja reduzido lol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: