Reaper (2.04) – The Favorite

204-14O episódio 2.04 – The Favorite serviu para nos mostrar mais três histórias divertidíssimas dessa 2ª temporada de Reaper. A primeira, e história central do episódio, apresentou aos fãs o outro filho do Diabo (Ray Wise). Conhecemos Morgan (Armie Hammer) o filho rico, charmoso e perfeito do Diabo e que teve que trabalhar ao lado de Sam (Bret Harrison) na captura de Edmund Fitzgerald (Alex Diakun), uma alma que cuspia moedas de ouro que se transformavam em insetos e que voltou à Terra para coletar de volta itens que eram dele antes de morrer. Morgan tem um jeito muito despojado e não dá a mínima para os trabalhos que o Diabo quer que ele faça, e nem mesmo a ajuda de Sam fez com que ele mudasse aquele modo egoísta e bajulador que somente seu pai gosta. Com certeza veremos mais de Morgan nos próximos episódios, já que descobrimos que ele é um personagem a ser muito explorado ainda até o final da temporada. O destaque mais chocante ao final do episódio foi o reaparecimento de John Oliver (Andrew Airlie), o pai de Sam que até então ele achava estar morto.

Mais uma história divertidíssima que chamou a atenção nesse episódio foi o retorno de Ted (Donavon Stinson) a Work Bench. Graças a mais uma das idéias “geniais” de Sock (Tyler Labine), ele resolveu contratar Ted como um “terceirizado” para trabalhar em seus turnos extras, já que Ted sempre ficava do lado de fora da Work Bench tentando ajudando as pessoas a carregar suas compras no estacionamento, e Sock viu nessa a oportunidade perfeita de ganhar um dinheiro extra. Só que Andi (Missy Peregrym) não gostou da idéia e disse que Sock tinha que demitir Ted, mas após algumas palavras que mexeram com o coração de Andi, ela resolveu recontratar Ted como “estagiário” e como Sock havia sido tão solidário com Ted, ele foi escolhido para ser o instrutor de Ted pelos próximos seis meses, prazo em que termina o período de experiência dele. Essa foi uma forma bem engraçada de fazer o Sock pagar, mais uma vez, por sua sagacidade.

A outra história nos trouxe alguns pequenos problemas sentimentais entre Ben (Rick Gonzalez) e Nina (Jenny Wade), que por alguma razão não gostava quando o assunto se tratava de sexo. Ele queria entender o que estava acontecendo e até pediu uns conselhos para Gladys (Christine Willes), que tentou tirar proveito da situação para obter algumas “trocas de favores” com Ben, mas ele não aceitou. Após várias tentativas de descobrir os motivos dela não gostar desse assunto, Nina revelou que antes de serem enviados ao Inferno, todos os demônios eram anjos e que alguns deles se envolveram com humanos, tiveram seus filhos, ou no caso querubins, e que por isso foram expulsos do paraíso e seus amados foram exterminados por Deus. Temendo que o mesmo acontecesse com Ben, ela dizia não ser importante o sexo e graças a essa explicação, conseguimos entender essa situação. Mas o engraçado da história é que Ben estava disposto a fazer sexo com Nina até mesmo em sua “forma naturalmente demoníaca”, mas felizmente para ele, não será preciso. De modo geral, esse foi um bom episódio, nos apresentou o filho do Diabo e que com certeza ainda trará muitos problemas para Sam durante suas missões, já que ele terá que treiná-lo e pelo que vimos, Morgan não é muito bom em receber ordens e nem pretende “seguir a carreira” que o Diabo quer para ele.

Nota: 8.9

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: