Pushing Daisies (2.11) – Window Dressed to Kill

snapshot20090419193345

Tinham saudades da melhor série de fantasia alguma vez feita? Este que vos escreve tinha e não eram poucos, não fosse Pushing Daisies uma das minhas séries favoritas. A três episódio do final definitivo, a ABC tomou a estúpida decisão de não exibir os restantes capítulos de seguida e só há pouco tempo é que foi criada uma data (30 de Maio) para a emissão dos mesmos. Felizmente, já foi transmitido em Inglaterra (na Alemanha também, mas dobrado em alemão, logo não serve) e já pude matar um pouco as saudades. O pior é pensar que restam apenas dois episódios pela frente, sem mais histórias para contar. A série não merecia isso!

Mas deixemo-nos de lamurias e falemos já do episódio em questão. Existem duas narrativas distintas: uma do assassinato e outra envolvendo a Olive. O caso mortal dessa ‘semana’ teve aquilo que a série consegue tão bem fazer: originalidade! Bryan Fuller e a sua equipa são mesmo uns génios criativos, pois quem é que se iria lembrar disso? Mas isso já foi provado nos episódios anteriores, desde o início da série. Os casos são sempre tão peculiares e a fotografia dá um ar tão simpático à coisa… é muito difícil explicar.

Apesar do caso ter sido interessante, gostei ainda mais da storyline da Olive. Tudo começa com um flashback (como eu adoro o passado em Pushing Daisies), com uma Olive a ser ignorada pelos pais e a entrar no carro de dois mafiosos. À primeira vista, parece que eles pedem mesmo um resgate, mas isso não passa de um simples engano, pois mais à frente percebemos que eles não são maus e gostam mesmo da Olive. De modo a não desapontá-los, esta inventa a mirabolante história de que está noiva de Ned, e para sua felicidade, ou não, este finge estar mesmo de casamento marcado.

Além da forma como as mortes ocorreram e como as estilistas ficaram, gostei da cena do rinoceronte para afastar os polícias. Enfim, foi um episódio mais comedido que os anteriores, mas mesmo assim deu para matar a saudade enorme que eu tinha por Chuck, Ned, Olive e companhia limitada. Como sempre, os actores estavam perfeitos, totalmente encaixados nos seus papéis, enquanto que o argumento fluía com muita naturalidade. Só houve uma coisa que me deixou um pouco incomodado: como é que se foram lembrar de colocar o Ned com ciumes numa altura dessas? Espero que isso só seja algo passageiro e que não traga problemas ao casal Ned e Chuck.

Nota: 8,9

Advertisements

0 respostas a Pushing Daisies (2.11) – Window Dressed to Kill

  1. Matheus diz:

    Que saudades que eu estava de Prison Break e Pushing Daisies. Os episódios de retorno das duas séries, excederam minhas expectativas.

  2. Regina diz:

    Pois é, eu tb acho que a série não merecia ter sido encerrada. Pushing Daisies foi uma das melhores séries dos últimos tempos. Bryan Fuller é realmente um gênio criativo, mas estes tipos de séries não tem longa vida realmente na tevê, visto Dead Like Me, tb dele, que era ótima e só durou duas temporadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: