Grey's Anatomy (5.21) – No Good at Saying Sorry

greys-21Desde já peço desculpa pelo atraso no review, mas sair cedo e chegar tarde a casa cansa e rouba muito do meu tempo útil para ver e escrever os reviews das séries. Falemos então agora do episódio propriamente dito, achei mais interessante este episódio não que tenha sido muito superior ao último mas talvez as minhas expectativas tenham sido menores e daí não me sinta defraudada com o episódio. Um episódio em que focou algumas das histórias que tinham ficado esquecidas ou em banho-maria umas mais tempo que outras. Comecemos então por Meredith e Lexie que neste episódio tiveram uma visita surpresa, o pai que tinham série problemas com o álcool resolveu tratar-se e pedir desculpa por todos os erros. Lexie aceita facilmente o perdão do pai. Já Meredith, penso que compreensivelmente, acaba por desejar sorte mas não demonstrar qualquer afecto pelo progenitor.

Meredith sempre teve uma relação complicada com o pai, de inexistente Meredith lá se aproximou do pai muito por culpa de Lexie e da mãe desta mas depois de o pai a ter acusado de ser a causa da morte da sua esposa, vai ser complicado para Meredith esquecer os anos de abandono e o episódio que a marcou negativamente. Outra história que foi trazida ao de cima foi o relacionamento conturbado de Owen e Christina, que depois de evitarem o confronto tem finalmente uma conversa emotiva depois do rompimento. Owen está a fazer o tratamento e resolve não submeter Christina aos seus dramas mais pesados tentando afastar-se desta, mas um confronto é inevitável e ocorre uma declaração sem as três palavras habituais. O casal espera por melhores momentos para finalmente retomar a relação tranquilamente. O chefe também desempenha um papel importante no episódio, depois de um caso clínico em que uma menina atira no pai 17 vezes para evitar a violência doméstica e Meredith a defende, o chefe acaba por perder as estribeira e descarregar em Meredith.

Que acaba mesmo por pedir a demissão depois de ir contra a ordem do chefe de se aproximar novamente da menina ou da mão. Meredith depois da visita do pai relembra a dor causada pelo abandono paternal e resolve lutar por um futuro mais saúdavel para a pequena criança acabando por ser bem sucedida quando a mãe anuncia que irá abandonar para sempre o agressor, que milagrosamente depois da intervenção de O’Malley e Owen consegue sobreviver. Meredith e o chefe acabam por fazer as pazes numa conversa bastante emotiva. Falemos agora do tema central dos últimos episódios, a doença de Izzie, que neste episódio recebe a visita da mãe. Izzie tenta mostrar-se forte e despreocupar a mãe, mas as notícias que recebe não são as melhores algumas metástases diminuíram mas surgem novas. Aproximamo-nos da season final que esperemos que seja maravilhosa como os últimos episódios desta temporada para ser o fim perfeito para um temporada em que grey’s retornou aos bons velhos tempos.

Melhor personagem: Meredith, por vezes incompreendida por muitos, acho que todos nós compreendemos a sua posição em relação ao pai e ao caso clínico. Lutou por aquilo que achava correcto indo contra todos correndo o risco de perder o emprego, mas acabou vencendo e salvando uma criança de uma infância sofrida. Quem melhor que ela para saber as consequências futuras.

Melhor momento: Eu achei muito emotiva a conversa entre o chefe e Meredith mas acabo por escolher outro momento emotivo, a “quase” declaração de Owen.

“They’re all 3 word sentences so I’d have something to say to you, instead of the three words that are killing me. The three words that you know I feel but I can’t say them, because it would be cruel to say them because I am no good for you. I don’t want to torture you. I don’t want to look at you longingly when I know I can’t be with you. So, yeah, I’m smiling and I’m saying “take care now.” I’m letting you off the hook. I’m trying. I’m trying so hard to let you off the hook. I’m trying to make it right, what I did to you. Can’t you see that? I’m just trying to make it right.”

Take care now people.

Nota: 9,1

Advertisements

0 respostas a Grey's Anatomy (5.21) – No Good at Saying Sorry

  1. Eu achei este episódio muito bom, como tem sido essa segunda metade da quinta temporada. Também concordo que a melhor personagem no mesmo foi a Meredith e o melhor momento é aquele final entre a Christina e o Owen. A Sandra Oh é uma excelente actriz!

  2. Marcante episódio, sensacionalmente bem interpretado pelos dois…Oh é uma atriz a se tirar o chapéu….E o Owen tem q fazer por merecer msm, pois não é qlq um q faz YANG chorar!!
    Lindo episódio e realmente Meredith foi FANTASTICA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: