Grey's Anatomy – Quinta Temporada (2008)

greys-anatomy-season-5-episode-17

Grey’s Anatomy começa a sua quinta temporada de forma muito morna, com episódios que eu não classificaria de fracos comparativamente a outras séries, mas que foram episódios menos bons para um série que nos habitou a excelentes. Os casos clínicos eram normais sem grande envolvimento por parte dos telespectadores, mas com algumas mudanças introduzidas a série conseguiu recuperar a sua qualidade. Grey’s ficou famosa pela sua maravilhosa primeira temporada, e neste meio e fim de quinta temporada Grey’s retomou toda a qualidade perdida pelo caminho, conseguiu ter episódios perfeitos, capazes de emocionar e envolver do princípio ao fim, conseguiu surpreender.

As personagens sofreram óptimos desenvolvimentos e muitas cresceram e demonstraram um lado até então desconhecido, como por exemplo o lado mais humano de Christina. Num final emocionante e electrizante, Grey’s deixa muitas expectativas e suspense para a sexta temporada. São poucas as séries que depois de 100 episódios conseguem manter e recuperar a qualidade que Grey’s demonstrou neste final de temporada, esperemos que a qualidade seja para manter.

g1

Izzie – Personagem que ganhou bastante relevo com a descoberta da sua doença. Se no inicio a história das ilusões de Denny parecem despropositadas e ridículas pelo menos elas culminaram numa boa história para Izzie. Se antes recusou a revelar a sua doença, a partir do momento que decidiu lutar pela vida, Izzie muda e passamos a conhecer uma Izzie que embora fragilizada por todos os tratamentos e prognósticos menos positivos se demonstra uma verdadeira guerreira. O final demonstra uma mulher mais para lá do que para cá, muito se falou da sua saída, será este o fim da personagem? Se for despede-se em grande.

Karev – Como evolui esta personagem em maturidade, ao lado de Izzie luta com esta contra a doença. Capaz de discursos muito emotivos, Karev está lá para Izzie quando esta mais precisa. Neste quinta temporada conhecemos um Karev apaixonado, responsável, o playboy ficou no esquecido no passado.

Meredith – Finalmente a personagem torna-se consistente, decidida, deixando os receios para trás, assumindo o seu relacionamento com Derek, deixando o medo do compromisso derrotado. Lutadora, capaz de se manter firme perante a visita do pai, o perdão não foi concedido mas a personagem não foi abaixo, como aconteceria em temporadas anteriores.

Bailey – Decidiu rumar em direcção a uma nova especialidade, pediatria, e adaptou-se bastante bem a essa posição. Quem não se lembra da sua história com a pequena menina condenada demasiado cedo a uma morte dolorosa? Mas uma tempestade faz-a voltar à rota inicial, depois de um divórcio Bailey decide ficar na cirurgia geral.

Lexie e Sloan – Um casalinho muito interessante que nos consegue proporcionar óptimos momentos. Sloan finalmente deixou de lado o seu ser mulherengo incapaz de recusar qualquer rabo de saia que se atravessasse no seu caminho. Lexie mudou o Sloan. Retoma a sua amizade com Derek e pretende um futuro mais estável com Lexie.

g2

Owen e Christina – Um casal conturbado, muito por culpa do passado de Owen, a guerra marca e transtorna uma pessoa grandemente e Owen que o diga. Com constantes pesadelos, acaba mesmo por estrangular Christina. Rapidamente a relação termina, mas a atracção entre os dois é notória e no último episódio o sol volta a brilhar para o casal.

Callie – Depois da saída conturbada e no mínimo estranha de Hanh, Callie encontra a felicidade ao lado de Arizona, e digamos que gosto bastante da interacção entre as duas. A personagem de Arizona permitiu melhorar a qualidade da série, pois a sua história com Callie é muito mais sólida e interessante que a história que esta tinha com Hanh.

O’Malley – Perdeu bastante destaque nesta quinta temporada, tinha falas ridículas ao longo de muitos dos episódios, aparecia quanto muito 5 minutos por episódio, mas conseguiu ter um bom final de temporada, se será este o fim da personagem só na sexta temporada saberemos mas pelo menos se for despede-se melhor que com apenas 5 minutos de fama.

Derek – Acusado de assassino pelo marido de uma paciente que morreu nas suas mãos após promessas incumpridas por parte do mesmo, este vai-se abaixo refugiando-se no álcool, fugindo um pouco à essência da sua personagem. Mas depois de um chega para lá de Meredith este retorna disposto a salvar Izzie. Será que um novo fracasso irá derrubar novamente a personagem?

Decisões acertadas:
1 – Owen e a sua relação com Christina.
2 – Amadurecimento de Meredith, já cansava os altos e baixos constantes da personagem, esse amadurecimento tornou a personagem mais compreendida e querida por partes dos fãs.
3 – A saída de Hanh apesar de mal explicada, a personagem estava a mais e pouco acrescentou à história e permitiu a entrada de Arizona.
4 – A doença de Izzie rendeu muitos bons momentos à série.
5 – A ida de Bailey para a pediatria, as crianças conseguem sempre emocionar, a lei da vida é contrariada afinal nenhum pai deveria ver os filhos morrerem, e a pediatria calça que nem uma luva em Bailey. Embora por pouco tempo, permitiu bons momentos!

Decisões pouco inteligentes:
1 – As ilusões de Denny, prolongaram-se por demasiado tempo. Embora fosse uma personagem adorada a sua história chegou ao fim, embora com algum propósito achei descabidas as ilusões.
2 – Casos clínicos banais, como os do episódio da dermatologia.
3 – Demasiada importância dado aos casos amorosos em certa parte da temporada.

0 respostas a Grey's Anatomy – Quinta Temporada (2008)

  1. Concordo plenamente que o ínicio da série foi sem pretensão alguma de nos impactar, mas agradeço aos poucos pela evolução ao longo da temporada…

    Grey’s Anatomy consagrouse- para mim como um dos maiores elencos da história da televisão…Tanto os protagonistas quanto os secundários merecem cada momento triste ou cômico, cada história contada e vivida! Confesso que a primeira visão que tive quando vi a série pela primeira vez não me conquistou logo de cara, mas quando a primeira temporada finalizou percebi que a paixão estava declarada rsrsrsrs
    OTEMA CONCLUSÃO FILIPA!!!!!

  2. Matheus diz:

    Não tem como concordar mais com você, Filipa. Eu penso exatamente isso, que você escreveu, a respeito dessa 5ª temporada de Grey’s.

  3. Anónimo diz:

    ds25296sd ds25296sd

  4. Anónimo diz:

    s4d4f81 as15 dfdfsd dfhghhg 94df184f1 9as54f6sd qwweaa s12d85f1s s1f51fd s5156fd1 sa5262sa s6d16d65

  5. Anónimo diz:

    5d1d5s1fd

  6. Anónimo diz:

    1s5d15fds

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: