Lista: Personagens que marcaram e deixaram saudades

Junho 3, 2009

lista

São muitas as séries que acompanhámos ao longo da nossa vida, especialmente na nossa infância, mas são poucas aquelas e as personagens que nos marcam e que nos vão deixar saudades para sempre. São personagens queridas que à sua maneira souberam vingar na série e ficar no coração de todos nós. Aqui fica uma lista das 10 personagens que mais saudades me deixaram e que por vezes dá vontade de rever um ou outro episódio da série só para vê-las entrar em acção.

lista-1

1 – MacGyver – claro que esta personagem mítica da televisão tinha de estar no primeiro lugar, quem não se lembra da magia que MacGyver conseguia fazer com um simples canivete, capaz de o salvar das situações mais embaraçosas e complicadas. E quem não se lembra da música de abertura da série? Impossível esquecer a primeira série que fiz questão de acompanhar, e como se costuma dizer: não há amor como o primeiro.

2 – Mitch (Baywach) – esta era a série típica de verão, provavelmente o sexo masculino terá mais saudades da Pamela Anderson, mas Mitch foi das personagens que mais tempo permaneceu na série. Esta é outra das séries em que é fácil recordar a música de abertura.

3 – Dylan (Beverly Hills, 90210) – rebelde que se apaixona pela irmã de Brandon, Brenda. Tipico bad-boy, tinha no fim de contas um bom coração. Temos um remake da série, mas nada substitui o sucesso e as personagens de antigamente, pois Dylan e a sua turma marcaram a época. Quem não se recorda de acompanhar a série pela RTP?

lista-2

4 – Walker (O Ranger do Texas) – aqui está o ranger mais famoso de todos os tempos! Interpretado por Chuck Norris, esta foi outra personagem que nos acompanhou durante um longo período, através das 10 temporadas que a série teve. Bravura, simpatia e bom coração eram características que podíamos encontrar em Walker.

5 – Clark Kent (Super-Homem) – temos uma versão mais moderna, Smallville, mas nada como o velho super-homem transmitido na TVI, na altura em que esta transmitia séries a horas decentes. Aqui a Lois Lane é interpretada pela Teri Hatcher (Desperate Housewives).

6 – Xena, a Princesa Guerreira – outra série da minha infância e da de muitos outros, provavelmente. O seu traje muito tradicional e a sua bravura fizeram de Xena uma personagem marcante.

7 – Michael (Knight Rider) – e quem não gostaria de ter na altura um carro como Michael, capaz das maiores proezas; aquilo fazia sonhar qualquer miúdo. Mais uma série histórica que conta com David Hasselhoff no papel principal. Também esta série conta com um remake mas o sucesso de antigamente não foi atingido.

lista-3

8 – Pacey (Dawson’s Creek) – uma personagem cómica e que apesar de não ser a personagem principal consegue destacar-se e conquistar bastantes fãs, assim como Joey, vencendo o amigo na batalha pelo amor desta. Era uma personagem com quem era fácil soltar gargalhadas.

9 – Buffy – mais uma série de grande sucesso. A primeira série sobrenatural que tive oportunidade de acompanhar. Apesar de não ser das maiores fãs da série, a sua protagonista é uma personagem mítica e que marcou a televisão na sua época.

10 – Max (Roswell) – apesar de se tratar de um assunto por vezes controverso, Roswell conseguiu conquistar fãs, e quem não se lembra de Max e a sua turma? Max foi capaz de quase tudo para salvar, proteger e conquistar Liz, um amor que acaba por vingar no fim da série.

E agora uma lembrança das introduções das séries do Top 3, músicas que ficaram para sempre na nossa memória.

Anúncios

Supernatural será o novo Smallville? Estará a sexta temporada a caminho?

Junho 3, 2009

snsv

Há alguns dias atrás vi uma notícia que dizia que o Jensen Ackles (Dean) e o Jared Padalecki (Sam) estarão na sexta temporada da série, caso esta seja novamente renovada. Até aí tudo bem, mas sendo a vontade do Eric Kripke acabar a série na quinta temporada, não sei como tudo se vai desenrolar. Quanto aos contratos com a CW, Kripke acaba o seu no próximo ano, ou seja, não é obrigado a produzir uma sexta temporada, mas os dois protagonistas, quando entraram para a emissora, assinaram por seis anos, ou seja, a história já é diferente. Se Supernatural regressar para a temporada 2010/11, existem duas opções: ou o Kripke volta com a sua decisão atrás e fica à frente da sua criação ou então a CW vai encontrar alguém que continue à frente do projecto sem ele.

Mas o pior de tudo não está por aí. No TVGuide, num daqueles artigos de perguntas e respostas, houve quem perguntasse como seria o futuro da série, e compararam com Smallville. Se a tentativa foi deixar os fãs mais calmos, acho que teve o efeito contrário devido às críticas que a série do super-homem sofreu devido à sua longevidade. A verdade é que Supernatural é a segunda série mais vista do canal e muito aclamada pelo público, e se a CW tiver ocasião para renovar, acho que não vai hesitar. Além disso, o próprio Jared Padalecki disse que acredita que isso vai acontecer. A seguir podem ver a tradução da resposta dada pelos especialistas no assunto.

A chefe da CW, Dawn Ostroff disse que pretende alongar o plano inicial do Kripke em acabar na quinta temporada e apesar do criador não estar disposto a continuar, o Jared e o Jensen estão. O Jared disse até que acredita que Supernatural vá continuar para além do quinto ano. E isso é impossível de acontecer? Claro que não, temos o exemplo de Smallville que continuou sem os seus criadores originais.

[poll id=”20″]


Disney Channel renova Hannah Montana

Junho 3, 2009

hannah_montanaAntes de começarem a desatinar, é preciso que fique bem claro que eu não gosto da Hannah Montana. A única coisa de qualidade (e mesmo assim por vezes é duvidosa) no Disney Channel é o Hotel Doce Hotel, e nada mais que isso. Lembro-me que há muitos anos dava uma série de terror bem interessante (‘Are You Afraid of the Dark’), em que cada episódio contava uma história isolado, no estilo de The Twilight Zone. Mas como este artigo não é para falar dos meus gostos acerca da Disney, vamos ao que interessa.

A série protagonizada por Miley Cyrus acabou de ganhar uma quarta temporada, mesmo com os rumores que a série poderia ser cancelada, devido a alguns problemas com o contrato da ‘cantora’. Apesar da renovação, a série já não é o sucesso que era outrora. Se na primeira temporada conseguiu uma média de 10 milhões de telespectadores por episódio, já o segundo ano, que finalizou em 2008, não foi assim tão bem conquistando apenas 4.4 milhões por episódio.

Resta agora saber como se vai sair a terceira temporada que estreia a 2 de Novembro deste ano (sim, a série ganhou um voto de confiança mesmo antes da terceira época ter estreado). Já as filmagens da quarta começam no início de 2010, com a família da Miley a mudar-se e novas personagens a serem introduzidas. Por fim, é importante referir que Sonny With a Chance, série protagonizada por Demi Lovato (que ficou conhecida pelo seu papel em Camp Rock), também ganhou uma nova temporada, a segunda até agora.


Greek (2.19) – Social Studies

Junho 3, 2009

snapshot200905302259241 Tem vezes que precisamos ouvir outros comentários para nos tocarmos sobre certas coisas. Visito um site brasileiro (Teleséries) a muitos anos e vi uma análise sobre a série que sinceramente nunca consegui visualizar desta forma, creio que me ajudou totalmente a mudar minha visão. Sempre fui muito crítica em relação a série e ao que ela propunha, talvez por analisar demais e não simplesmente perceber a que ela veio. Dentro de um canal aberto, com menor divulgação do que os grandes canais, Greek propõe algo diferente e que deixei passar ao longo dos episódios, mas com ajuda consegui visualizar nitidamente, fato sutilmente comprovado no episódio 2.18. Greek talvez seja a série que mais se encaixa no padrão da juventude atualmente. Abrirei um adento quanto a isto no season finale ou talvez no resumo da temporada, senão me estenderei demais. Pode parecer loucura vindo de alguém que estava a ponto de abandonar os reviews no portal e agora diz algo assim, mas creio que conseguirei me expressar mesmo que tardamente, fazendo então jus a série.

Dividirei esse review em três momentos marcantes, que mostraram a interação de diversos personagens, alguns já comuns e outros até inesperados:

Rebecca e Evan – Momento inusitadamente cômico: Como todos percebemos, os alunos da CRU estão estudando para os exames. Becca acha que seu carro foi roubado, mas na verdade Evan viu que ele foi guinchado por uso indevido da vaga especial do estacionamento. Esses dois personagens, causaram muita polêmica no início da série, devido a traição com Casey. A idéia de interagir esses dois personagens, depois de tanto tempo poderia ser arriscada, mas rendeu ótimas risadas e uma interação surpreendente. Eles arquitetam um plano para recuperar o laptop que estava dentro do carro, porém não contavam com a presença cativante de um adorável pastor alemão furioso. Após diversas tentativas frustadas, conseguem reaver o item mas ficam presos dentro do carro e são libertados pela manhã pelo dono do guincho.

Casey e Cappie – Momento revivendo o passado: Eles são o típico exemplo de casal, que mesmo separados sempre serão um casal de verdade. Tiveram uma história juntos, que deixou sequelas até hoje, mesmo se estes recusam a perceber. Temos um deja-vú da primeira temporada, quando eles decidem estudar juntos e as coisas não fluem muito bem. Resolvem estudar para o exame de Estudos Femininos, porém as coisas fogem do controle quando outras duas componentes da turma aparecem para estudar com eles, as duas em questão tinha tido “algo” com o Don Juan da CRU. Sempre me divirto com o jeito despretensioso de Cappie em lidar com as situações, mas por fim vemos que as atitudes “curiosas” de Casey em relação ao seu relacionamento com outas garotas, o levam a revelar seus intactos sentimentos por ela e por mais clichê que possa pareça ser a famosa frase ” Nenhuma delas será igual a você!!”, Cap mesmo a sua forma, consegue revelar seu verdadeiro sentimento de forma clara e definitiva, ou seja, não tem esse papo de ser amigos, é preto ou branco, Srta. Cartwright.

Jordan e Rusty – Momento Agora ou Nunca: Sem dúvida o casal que possui maior torcida na série. Diversos encontros e desencontros, comprovados pela incapacidade de Rusty em se expressar e parar de ser somente o amigo. Após o episódio do casamento, eles haviam se afastado porém com o exame de História de Arte, Jordan se reaproxima dos garotos para participar do grupo de estudos. Sei que é muito para Rusty dizer NÃO a alguém, ainda mais quando gosta dessa pessoa. Estava nítido quão desconfortável era dividir o mesmo espaço novamente com Jordan, porém essa recebe uma ligação de Andylicious, que com muita hombridade termina o namoro por telefone.

A carinha de “Sooo sorry, but….” do Rusty foi ótima. Aliás é dele um dos momentos mais bonitos e espontâneos que já vi na série. Em vez de decorarem datas, nomes e períodos da história, Rusty monta uma projeção de diversos quadros do lado de fora da casa, dando um efeito lindo quando observado de baixo. Os quatro (R & J, Calvin e Dale) contemplam os quadros, até que Jordan recebe outra ligação de Andy, agora querendo reatar o namoro. Demorou para chegar, mas Rusty diz NÃO a AMIZADE. Com muita sinceridade ele admiti que gostou dela desde o primeiro momento e que ainda gosta mas infelizmente demorou para agir e que não conseguiria ser somente AMIGO dela. Jordan por sua vez se redime e cai na real sobre seus sentimentos e num momento adorávelmente fofo e sincero, ela manda um bilhetinho para ele no meio da prova, mas o professor acha que eles estão colando e tira suas provas. Achei muito com quando o professor começa a ler o bilhete e depois ela com as próprias palavras revela que também gosta dele e que cometeu alguns erros, mas o que ele havia feito na noite passada foi magicamente lindo e romântico. Como eles são fofos!

Nota: 9,5