Reaper (2.10) – My Brother's Reaper

snapshot20090604123354Várias coisas importantes aconteceram nesse episódio 2.10 – My Brother’s Reaper e sem dúvidas esse episódio foi marcado pela natureza de alguns personagens. Vou começar falando por Morgan (Armie Hammer), que após perder todas as suas regalias no episódio 2.07 – The Good Soil foi à procura de Sam (Bret Harrison) para matá-lo, mas na verdade ele estava mais desesperado do que bravo, sendo assim Sam o acolheu para ficar um tempo na casa com os rapazes, que também tiveram que se acostumar com a presença de Nina (Jenny Wade), já que no episódio 2.09 – No Reaper Left Behind ela teve seu covil incendiado por Sock (Tyler Labine) e Ben (Rick Gonzalez). Nina se mostrou o tempo todo atraída por Morgan, já que ela sempre gostou de um “bad boy”, e demonstrou isso em diversos momentos, mas a idéia disso foi para convencer Morgan a ir na reunião de demônios, na qual ela fazia parte e era organizada por Tony (Ken Marino) e alguns sobreviventes do antigo grupo rebelde que queria matar o Diabo (Ray Wise), um grupo se reunia ao som de uma cômica sessão de DVDokê para buscar realizar boas ações, como as feitas por Steve (Michael Ian Black) e que o levou aos Céus, sendo assim eles buscavam a “Trilha de Steve”.

O verdadeiro motivo daquela reunião foi revelado a partir do momento que Morgan “encontrou um propósito” que Sam havia dito antes para ele e viu naquela oportunidade a chance perfeita para se reconciliar com seu pai, mas Nina e outros demônios devoraram Morgan como parte do plano de eliminar a “prole do Diabo”, que começou quando atacaram Sam, mas como ele é diferente os planos mudaram e Sam foi poupado. Aliás, a revelação de Nina de que ela tinha matado Morgan trouxe muita alegria para Ben, já que ele estava morrendo de ciúmes daquela situação de ter Morgan na casa e Nina caidinha por ele. A missão passada pelo Diabo nesse episódio era diferente das outras porque nesse caso Sam não tinha que recuperar uma alma que fugiu do Inferno e sim garantir que um humano ainda vivo entregasse sua alma ao Diabo, sendo assim ele foi enviado para ir atrás de Gary (Michael Weaver), um rapaz muito arrogante e que possuía o “Barry Manilow”, um urso polar dado pelo Diabo para assustar as pessoas. Após Gary surgir na reunião de Tony e conversar com Steve através do DVDokê, Gary se arrependeu do acordo e ingressou também na “Trilha de Steve”.

Não posso deixar de citar a situação que envolveu Andi (Missy Peregrym) nesse episódio, já que ela não agüentava mais a pressão do trabalho de gerente da Work Bench e viu que não estava mais se divertindo como antes. Sock teve uma idéia de realizar uma “despedida de solteiro” para Ted (Donavon Stinson) dentro da loja e após uma conversa com Andi ela concordou. Contando com algumas “stripers-palhaças”, a festa corria muito bem com todos se divertindo, mas de repente apareceram algumas pessoas da matriz da Work Bench, avisadas por Ted, para constatar as infrações feitas com a festa, e por causa disso Andi acabou sendo retirada da gerencia e assim poderia ter mais tempo para fazer coisas que ela gostava e sentia falta. Dessa forma terminou esse episódio e só posso dizer que esse final de temporada está sensacional, já que o chato do Morgan finalmente morreu e fato esse que não deixou o Diabo nem um pouco triste, Nina está me agradando muito e mostrando cada vez mais ser importante para a história.

Nota: 9,2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: