Harper's Island (1.09) – Seep

Junho 15, 2009

snapshot20090616001247A série chegou ao ponto que eu mais queria: viciar-me! Não é que no sábado passado eu esperei até quase às três da manhã para começar a fazer download e ainda ver o episódio nessa madrugada? Pois é, a série está tão boa agora que é impossível, pelo menos para mim, esperar pela legenda (por mais rápido que ela saia), e quando esta sai, ainda o revejo para ver se deixei escapar alguma coisa. E não há nada melhor que perceber que o esforço de nos mantermos acordados por mais algum tempo é recompensado quando a série surpreende minuto após minuto.

O cansaço ronda os convidados e os noivos da ilha de Harper. Como seria de esperar, a suspeita que Henry teria morto o irmão não passaria disso mesmo e o facto de ele ter sangue nas mãos era quando o tentava salvar. As cenas iniciais mostraram que ninguém está a salvo, com um morto e outro gravemente ferido (o xerife), e por isso mesmo os convidados começam a entrar na típica paranóia desse género de terror, em função de achar o assassino. E é com a revelação de que a Abby é filha do Wakefield que tudo piora para a jovem rapariga. E se nos colocarmos no lugar dos sobreviventes mais cépticos, até que podemos compreender o medo do Sully ao estar perto dela.

Misteriosamente o Shane conseguiu fugir da prisão e a impressão que tenho é que o assassino está a jogar psicologicamente com eles, colocando cada convidado com razões para ser o assassino e, deste modo, criar a confusão e desconfiança total entre todos eles. Enquanto todos discutem uns com os outros por causa da Abby e do Shane, Beth desaparece e acaba por ser violentamente morta. Eu sei que o assassino move-se por aqueles túneis, tal como um dos sobreviventes disse, mas mesmo assim acho que é um pouco forçado o facto de ele se mover tão rápido. Bom bom era no final termos uma espécie de flashbacks, do género do Saw, a explicar como as mortes e tudo foi planeado.

Por fim, o habitual cliffhanger final, que nos deixa desejosos para ver o que vai acontecer a seguir. Ao que parece, foi o Xerife que colocou a Madison dentro daquela cave, mas será que é ele mesmo o assassino? É óbvio que não! Aliás, no estado em que ele tem aquela perna é muito difícil ele movimentar-se e ainda matar a Beth sem que ninguém desse por isso. Além disso, acho que se veria sangue do xerife pelo hotel e não só a partir do lugar em que ela foi cortada. Neste momento só consigo pensar em dois suspeitos: os a mencionada vidente ou então a Maggie, a dona do hotel. Isso caso seja só um assassino, pois se for mais que um, aí tudo já poderia fazer mais sentido. Eu inicialmente suspeitava do Jimmy, mas neste momento acho impossível ele ser o serial killer, e pelo vídeo promocional do próximo episódio (que está abaixo), acho que tenho toda a razão. Vamos esperar para ver! Já agora, é sou eu que acho o C.J. Thomason (Jimmy) um péssimo actor?

Nota: 9,0

Anúncios

Comic-Con 2009: saiba os detalhes!

Junho 15, 2009

Comic Con LogoPrimeiro que tudo vou explicar o que é a Comic Con de San Diego para todos aqueles que ainda não sabem. Este é um evento que foi criado por fãs para fãs de séries, filmes, jogos e banda desenhada. No caso das séries, dezenas delas vão todos os anos aos seus famosos painéis onde produtores, criadores e actores falam e respondem aos fãs. Um dos painéis mais conhecidos e mais produtivos são os de Lost, onde novos jogos são criados (como o da Dharma que acabou por ser um fracasso) e informações fresquinhas são dadas.

Além disso, existe ainda a possibilidade da exibição de episódios inteiros, como foi o caso de Heroes o ano passado (que transmitiu os dois primeiros capítulos de Villains) e de ‘V’ deste ano (que vai mostrar o piloto a todos os fãs que forem ao painél). Não tem como negar que a série dos heróis da NBC era uma das mais procuradas pelos fãs de séries nas Comic-Con anteriores, mas a verdade é que este ano não haverá painél de Heroes! Será que o Tim Kring e os actores estão assim com tanto medo de enfrentar os mais críticos depois das asneiradas que fizeram ao longos dos dois volumes passados?

A seguir podem confirmar o calendário das séries que já estão confirmadas para a Comic-Con deste ano, segundo o Revista TV Séries:

23 de Julho

(hora não definida) Psych
(hora não definida) The Middleman (a confirmar)
17h00-18h00 – Dexter

24 de Julho

(hora não definida) Flash Forward
(hora não definida) Dollhouse (exibição do 13.º episódio. da 1.ª temporada)
(hora não definida) Caprica
(hora não definida) Eureka
(hora não definida) Stargate Universe
13h00- 14h00 – The Big Bang Theory
14h15 – 15h15 – Past Life

25 de Julho

(hora não definida) Lost
10h00- 11h00 – Chuck
10h15 – 11h15 – Eastwick
14h45 – 15h45 – V (exibição do piloto)
16h00 – 17h00 – Fringe
16h45 – 17h45 – Human Target
18h00 – 19h00 – Vampire Diaries

26 de Julho

10h30 – 11h30 – Smallville
11h45- 12h45 – Supernatural
(hora não definida) Ghost Whisperer
(hora não definida) True Blood
(hora não definida) The Prisoner
(hora não definida) Legend of the Seeker

Ainda por confirmar estão os painéis de 24, Glee e Bones (todas da FOX), assim como arranjar uma hora para o painel de Battlestar Galactica: The Plan (SyFy).


Nelsan Ellis comenta o seu destino em True Blood

Junho 15, 2009

6a00d8341bf6c153ef0115701d1b9a970c-800wi(Este artigo contém spoilers se ainda não viu a estreia da segunda temporada.) Podemos respirar de alívio e sorrir de alegria. Os vampiros regressaram à antena da HBO, com o episódio intitulado Nothing But the Blood e True Blood retorna com mais histórias sobre Sookie Stackhouse e a sua vida excêntrica. E nada melhor, que logo no inicio, abrir o apetite da temporada com uma entrevista de Nelsam Ellis, o conhecido Lafayette da série de Alan Ball, que trás novidades fresquinhas sobre a série.

Ao assinar o contrato, Alan Ball disse-lhe que, no que conta a sua personagem, não seguiria os livros?

Não. O que aconteceu foi que eu assinei um contrato de um ano, e por isso tinha ideia que a minha estadia na série acabava no 12º episódio. E só no final da 1ª temporada é que falei com Alan, na qual ele disse-me “Tu sabes que nós não te estamos matar, não sabes?”. Ao qual eu respondi “Não sabia, mas obrigado por me dizeres.”

E qual foi a sua reacção?

Obrigado! Já tenho trabalho para a próxima temporada!

Ele explicou-lhe que o Lafayette sobreviveria?

Não. Ele depois disse-me que tinha-se decidido no episódio piloto, na cena do bar, mas guardou o segredo até ao 12º episódio. Mas quanto aos motivos do regresso para esta segunda temporada, ele não me disse nada.

Quanto percebeu que tinha uma larga base de fãs?

Só agora é que comecei a perceber. No inicio não pensava que não havia tanta gente que gostasse do Lafayette, mas comecei a notar que cada vez mais pessoas me imitam. Foi uma surpresa total.

Porque que ficou surpreendido?

Bem, porque eu não sei o que fazer com o Lafayette nem o que pensar sobre ele.

Foi difícil guardar esse segredo durante a pausa?

Foi difícil, sim. A pergunta era feita todos os dias.

Como é que a experiência de ficar preso numa masmorra e quase morrer mudará o Lafayette nesta temporada?

É claro que isso humilha-o. Isso vai mostrar-lhe que existem situações em que eles não consegue sair por si mesmo, por mais habilidoso que seja. Ele terá que sofrer as consequências daquilo que fez e eu acho que ele vai reflectir acerca do seu comportamento e talvez por um segundo pensa em mudar.

AS PRÓXIMAS PERGUNTAS CONTÉM SPOILERS DOS PRÓXIMOS EPISÓDIOS

Num dos episódios seguintes, Lafayette ingere muito sangue do Eric. O erotismo homossexual nesse momento é mais do que se imaginava. Isso foi algo que estavas consciente enquanto filmavam essa cena?

Não. Eu sei que o Alexander [actor que interpreta o Eric] disse que no seu ponto de vista o Eric está um pouco atraído pelo Lafayette. Eu estava completamente apavorado com o que o Eric podia me fazer. Tanto quanto seu, eu odeio a raça dele. É engraçado o que a câmara focou… Alan [Ball] tem feito algumas piadas acerca de mim e do Eric e o que vem por aí na terceira temporada. Eu tenho a impressão que vou ser um dos seus seguidores, mas até que ponto eu vou, não sei.

Então podemos dizer que o Lafayette sobreviverá para uma terceira temporada?

Eu acho que vou voltar para a terceira época.

Achas que é possível que o Lafayette pode assentar e ter uma relação normal com um homem?

Não sei se o teu normal é o normal para todos os fãs. Não acho que ele estará alguma vez normal e seguir os padrões de toda a gente. Tenho esperança que o Lafayette possa encontrar alguém que ele ama e que o ame também. Todos devem ser capazes disso – até mesmo o Lafayette.

Entrevista traduzida com a colaboração do Aguerra.


E se o 'House' fosse feito nos Açores?

Junho 15, 2009

Sem títuloComo alguns de vocês já sabem, eu sou dos Açores, esse arquipélago lindíssimo no meio do oceano Atlântico, mais propriamente da ilha de Santa Maria. E é por isso mesmo que vi com grande agrado uma série de culto (nesse caso, House) a ser relacionada com esta região. O vídeo que se segue faz alusão ao título e é feito com uma espécie de dobragem ‘açoriana’. É importante referir, pois muitos continentais têm essa ideia errada, que o famoso sotaque açoriano é mais incidente apenas na ilha de São Miguel. Por exemplo, na minha ilha, o sotaque é quase igual ao da maioria das pessoas de Portugal Continental. Quanto ao vídeo que se segue, este foi-me enviado por mail e apesar de não ser completamente hilariante, tem a sua piada. Para aqueles que não sabem, a escola das Capelas é onde se dá aulas a estudantes que querem tirar cursos profissionais e não superiores. Agora sem mais delongas, aqui está o vídeo:

Então, conseguiram perceber alguma coisa?