Nurse Jackie (1.02) – Sweet 'n All

Junho 23, 2009

nursie 2Depois de um episódio bastante bom para piloto, as expectativas eram que a série continuasse no bom caminho, quer mantendo a qualidade quer se possível melhorando-a. As séries da Showtime pecam sempre pelo curto tempo de cada episódio, se por um lado é fácil arranjar 30 minutos para ver a série, certos assuntos que podiam ser mais aprofundados acabam por ser retratados ao de leve. Falando do episódio em si, no fim do episódio da semana passada ficamos a saber que afinal Jackie é casada apesar de viver um caso amoroso com um colega de trabalho, este novo episódio começa no ambiente familiar, onde Jackie prepara o lanche das filhas e o seu vício compulsivo, as drogas, nada melhor que as levar disfarçadas num pacote de adoçante. Parece que a única que sabe do casamento de Jackie é a sua amiga médica, pois o famoso ritual de esconder a sua ligação matrimonial, ou seja, retirar a aliança é habitual, aparecendo inclusivé esse de ritual de retirar e colocar a aliança na apresentação da série o que digamos que não deixa de ser cómico.

Por falar na apresentação da série, gostei da maneira como a fizeram. Voltando agora a atenção para os casos clínicos, o primeiro caso clínico, trata-se de um rapaz que caiu do skate duma altura de 3 metros sem a protecção devida, contrariamente ao caso do episódio passado em que o Dr. Cooper foi acusado de ser o causador da morte do jovem, parece que de vilão passou a herói sendo capaz de descobrir um aneurisma quando mais ninguém acreditava. O rapaz está em estado estável mas com um longo caminho de recuperação pela frente. Dr. Cooper que depois de ser elogiado por Jackie resolve abraça-la deixando-a sem reacção, a relação meio conturbado destes dois promete bons momentos.

Quem também proporciona momentos engraçados é a estagiária, Zoey, depois de resolver trazer bolos para o hospital ainda presencia a chapada que Jackie levou, e como se isso não bastasse enquanto telefonava para a mãe a dizer que não aguentava ainda dá de caras com a orelha do secretário do embaixador, acaba sendo acusada pela chefe do hospital, mas rapidamente o assunto é esquecido por esta depois de provar um “adoçante” de Jackie. Outros dos casos clínicos do episódio envolve o agressor de Jackie, Louis, que resolve cortar-se, sendo algemado. Rapidamente Jackie ordena a sua libertação, e trata de lhe arranjar cama para passar a noite, aliviando assim o stress que este tem, causado este pelos problemas em tratar da mãe. No final do episódio ainda há tempo para um ataque cardíaco protagonizado por um taxista. A serie conseguiu manter a qualidade, tendo bons momentos cómicos.

Nota: 8,6