Legend of the Seeker – Primeira Temporada (2008)

legend-of-the-seeker-banner

Legend Of The Seeker é a mais recente série de fantasia épica a aparecer na televisão, estreou em Novembro de 2008 e, na minha opinião, é, a par de True Blood, uma das melhores estreias do ano.

Dos criadores de Xena: The Warrior Princess e Hercules: The Legendary Journeys, Robert Tapert e Sam Raimi, Legend Of The Seeker, tal como as outras duas, toma lugar num mundo de fantasia medieval, onde existe magia, criaturas bizarras, reis e guerreiros. É baseada nos livros de Terry Goodkind onde seguimos Richard Cypher, o primeiro Seeker verdadeiro em muitos anos. O seeker é um guerreiro que aparece em determinadas gerações e com a “Sword Of Truth” tem a missão de combater a tirania no mundo. Neste caso Richard Cypher está destinado a derrotar o Lorde das Trevas Darken Rahl.

Dizendo-se que é dos criadores de Xena corre-se o risco que muita gente fuja da série a sete pés. Xena foi uma série de culto dos anos 90 que conseguiu um número elevado em audiências, no entanto, pelo mundo fora, eram muitos aqueles que não suportavam a série. Xena tinha uns visuais, talvez, um bocado deprimentes para a época, apesar dos efeitos especiais serem muito avançados e elogiados. A temática da fantasia medieval em televisão e cinema nasceu praticamente com Xena, antes as tentativas de filmes desse género revelavam-se sempre fracas e sem sucesso. Desde do Feiticeiro de OZ, filme de 1939 que se atravessava um período em que o público de TV e cinema não se interessava grandemente pela temática, apenas a literatura tinha algum sucesso. Sem Xena e Hercules talvez não houvesse produtoras com coragem suficiente para apostar em filmes como O Senhor dos Aneis, que é um dos maiores sucessos de todos os tempos. Assim pode-se considerar Robert Tapert e Sam Raimi dois visionários. Sam Raimi é também um dos cineastas de culto mais admirados nos Estados Unidos e um dos que eu mais admiro. Realizou recentemente para cinema a trilogia Spider-man, sucesso mundial de bilheteira, mas foi com a trilogia Evil dead que se tornou conhecido, essa é considerada uma das melhores sagas de filmes de terror de sempre.

Apresentados que estão os criadores posso dizer que é uma série recomendada para todos aqueles que gostam de fantasia medieval e para todos os outros que gostam de acção e aventura. A primeira temporada teve 22 episódios. É uma série em syndication, ou seja não tem nenhum canal de exibição é produzida pelos estúdios da ABC mas os seus episódios dão em frequências especificas de cada região dos estados unidos não em nenhum canal especifico. As audiências foram boas, o que sendo uma série em syndication é um dado muito relevante. A segunda temporada está já em produção.

Nesta primeira temporada houve episódios muito bons, outros menos bons, momentos verdadeiramente incríveis e uma história que, apesar de não ser nada de muito elaborado, está bastante bem contada, o facto de ser baseada numa série de 7 livros dá muito sobre o que se escrever. Cada episódio tinha o seu próprio caso, mas todos juntos funcionavam para o desenrolar do enredo principal. Acompanhou-se principalmente as peripécias de três companheiros de viagem peculiares. O jovem Seeker, um mago de primeira ordem, Zeddicus Zu’l Zorander, e uma bonita confessora, Kahlan Amnell. Uma confessora tem o poder de submeter qualquer humano ao seu poder com o toque permitindo-lhes saber a verdade que poderá estar escondida em cada um, ao longo da história em qualquer busca de qualquer Seeker este era acompanhado por uma confessora.

O romance foi uma constante ao longo de toda a temporada e foi crescendo ao longo dos episódios, uma relação peculiar é apresentada e mostra-nos momentos sensuais, outros dramáticos e todo um conjunto de peripécias muito próprias e bem construídas. O enredo principal é a viagem dos três personagens já referidos na sua busca para derrotar o Lorde das trevas, Darken Rahl. Este também assume grande destaque ao longo da temporada, acompanhamos a sua visão também, apesar deste ter destaque as suas motivações podiam ter uma maior apresentação, no entanto não é nada de grave.

Existem alguns episódios realmente cativantes, por exemplo o 8, 9 ou 11. Alguns são cativantes pela história que nos é apresentada, outros pela excelente categoria técnica que apresentam. De facto a parte técnica é brilhante e comparando com Merlin, outra estreia do género no ano de 2008, Legender está realmente muito acima. Viram Senhor dos Anéis? Então podem esperar uma categoria técnica muita próxima nesta série. O guarda-roupa está muito bom, que é algo que costuma pecar neste género de produções. As vilas, aldeias e os castelos apresentam-se verosímeis. Os efeitos especiais estão muito acima da média para séries. Todo o mundo é rico e vibrante, as paisagens são lindas e dão vontade de ir passar férias à Austrália, que é onde é filmada a série. Todo o mundo em que se desenrola os episódios é bem construído e tem um efeito imersivo que é muito agradável.

Esta é uma série que recomendo porque junta tudo o que de bom o género pode oferecer. A aventura e acção bem desenvolvida que já eram visíveis em Xena mas junta-se o incrível visual de Senhor dos Anéis. É uma série que vicia, que dá vontade de ver mais e mais. Não percam mais tempo, Legend Of the Seeker é o melhor que a fantasia tem para oferecer desde Senhor dos Anéis. Magia, Aventura, Romance, incríveis seres e um mundo rico e detalhado são coisas que vos esperam em Legend Of the Seeker. Além disso sendo uma série com um desenvolvimento de muitos episódios e temporadas, que poderá ter, podemos ficar desde já agarrados às personagens.

Este review foi escrito por Tiago Duarte, visitante assíduo e participativo do Portal de Séries.

0 respostas a Legend of the Seeker – Primeira Temporada (2008)

  1. Rodolfo diz:

    MUITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO BOA ESSA SÉRIE! Peguei ela quando estava faltando alguns episódios pra serem lançados, logo alcancei-a e não me arrependi. Khalan e Richard é muito phoda! HAUHUAHUAHUAHHUAUHAHUAHUAHUAHU 7754575

  2. antonio diz:

    Por acaso também gosto! Vi o 1º episodio, amei..mas os seguintes nao foram os melhores e tive pa abandonar..mas ainda bem que continuei, porque de facto, poucos são os episodios menos bons, e a história convence. Continuo é a não gostar muito da representação de aguns actores, nomeadamente do Seeker (e não só)…não é de facto das melhores…

    Agora, também não a considero uma das melhores estreias do ano…

    Parabéns também pelo texto. Só não percebi esta frase: “De facto a parte técnica é brilhante e comparando com Merlin, outra estreia do género no ano de 2008, LOST está realmente muito acima. ” O que Lost tem a ver isto?

    • Tiago Duarte diz:

      Realmente o seeker não é um actor propriamente muito bom não, nota-se que é novo, no entanto não é desprovido de talento e acho que a Bridget Regan e principalmente o Bruce Spence combatem muito bem a falta de experiencia do outro membro do elenco regular.
      Das que vi estrearem-se este ano poucas são as que cumprem tão bem aquilo que prometem. Mesmo noutros anos não há muitas. Se vires o que os criadores dizem de LOTS, assim sim🙂, vês que a série cumpre aquilo que é suposto. Não é uma série que tenta ser grandiosa sem realmente o ser, como há muitas nos canais abertos, é uma série que tem uma excelente equipa e que realmente gostam do tema que estão a tratar.

  3. Tiago Duarte diz:

    Legend Of The Seeker, deveria ser LOTS e não LOST, Erro meu, peço que me perdoem.

  4. Anónimo diz:

    5d1d5s1fd 5d15sde2e 5as1d5 45sa6564 4asd848 41asd51 26sd26 25df2 ameii

  5. Anónimo diz:

    ds25296sd

  6. dexter diz:

    no multbi.com tem esse seriado a primeira temporada completa para ver online

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: