Harper's Island (1.11) – Splash

snapshot20090627203617Rever um episódio de Harper’s Island já virou rotina e é muito prazerosa voltar a ver tudo de novo depois de sabermos o que acontece, pois existem detalhes que sempre nos escapam. Na madrugada de quinta para sexta-feira voltei a esperar que o download fosse disponibilizado e isso só comprova que esta minissérie é uma dos meus programas favoritos do momento e numa altura de abstinência, em que quase tudo está em pausa, é sempre bom saborear o vício.

Splash é, sem qualquer sombras de dúvidas, o melhor episódio até agora. Agora que Wakefield foi descoberto é muito mais interessante ver ele a matar as pessoas directamente e esses quarenta minutos não foram para brincadeiras. Não foram uma, duas ou três mortes, mas sim quatro, sendo divididas em dois momentos. O primeiro momento é quando o assassino vai ao bar onde estavam os sobreviventes e começar a matar pessoas. Nikki foi a primeira a ir desta para melhor, após tentar pegar na arma que estava no balcão. Shane foi o próximo a confrontar Wakefield e depois de ter sido uma personagem bem irritante, acaba por morrer como um dos principais heróis da história. Se não fosse ele, Trish também já tinha sido morta pelo pai biológico da Abby.

Antes disso tudo acontecer, a miúda disse uma conversa muito interessante: o Wakefield é que era o tal amigo dela. É sempre bom perceber que alguns mistérios mais antigos não são esquecidos e agora tudo faz mais sentido. Nesse momento já não é tão estranho o facto de ela ter mentido acerca do seu raptor, visto que o assassino deve ter desenvolvido uma espécie de amizade com ela de modo a que confiasse nele. Depois de uma série de acontecimentos, temos três grupos distintos que lutam pela sobrevivência. Henry, Abby e Danny enfrentam o terror que ficou no bar com a morte do Shane e da Nikki, o Cal e o Sully percebem que o barco já não está na doca (o que leva a crer que o Wakefield tem um cúmplice infiltrado) e a Trish e companhia resolvem ir para o sótão do Xerife.

Todos se encontram na igreja quando o sino é tocado e logo percebem que foi obra do Wakefield. Contudo, a chegada de Cal e Sully distrai os outros convidados, distracção essa que leva ao rapto da Chloe. O episódio até aí já tinha sido interessante, mas é a partir desse momento que entramos no auge do que a série nos pode oferecer. Através de uns mapas de túneis que existem na ilha, o grupo tenta encurralar o assassino e até que conseguem, mas nem tudo acaba em bem. Cal, depois de conseguir salvar a Chloe do esgoto, é apanhado por Wakefield e acaba por ser assassinado mesmo no meio da garganta. E depois temos, ao som de uma música que por acaso gostava de saber o nome, o melhor momento da série: o suicídio de Chloe. Este casal pode ter tido as suas cenas entediantes no início, mas valeu a pena só para ter esse enorme momento de televisão! Foi uma morte digna a deles, um por ter tentado salvar a sua amada e ela por seguir, numa espécie de Romeu e Julieta, a morte do seu grande amor.

Restam dois episódio e agora os convidados enfrentar mais uma dura realidade: Jimmy é cúmplice de Wakefield e tem a Trish consigo. Muitas emoções estão por vir nessa recta final da série e o número de pessoas vivas está a diminuir drasticamente. Não acredito que matem mais ninguém além do Sully e do Danny, logo estes devem ser os próximos a morrer. Estou com uma expectativa enorme para ver esses episódios finais e espero não me desiludir. Se for tão bom como a segunda metade da temporada foi, então irei gostar de certeza.

Nota: 9,7

0 respostas a Harper's Island (1.11) – Splash

  1. Filipa C diz:

    Adorei o episódio!

    Ainda estou em “estado de choque” com a morte do Cal e da Chloe. Sempre pensei que fossem um dos poucos a sobreviverem ao massacre do Wakflield. No entanto, tal como dizes, a morte deles foi um grande momento de TV, sobretudo na cena final com a Chloe a dizer “You can’t have me”…

    Estou anciosa pelos episódios finais pois, tal como tu, a série também se tornou um dos meus programas favoritos e, apesar de ter começado a temporada com episódios bem mornos, do 5º/6º episódio em diante tem nos proporcionado bons momentos, fazendo com que nem notemos os 40 minutos a passar.

    Ja agora, a música do Cal e da Chloe chama-se “Letters From The Sky” dos Civil Twilight 😉

    • Olá Filipa,

      Muito obrigado pelo nome da música. Realmente os quarenta minutos passam num instante. Quando acabou o episodio 11 eu fiquei tipo ‘mas já?????’.

      cumpz

      • Filipa C diz:

        Hehe… Pensei exactamente o mesmo no final: “Já?!”

        Por um lado estou anciosa pelo final para ver como tudo se resolve e saber o porquê deste massacre mas, por outro, vou sentir falta desta série ao fds. Estou com uma enorme expectativa para o final e também espero não sair desiludida

      • Eu também vou sentir falta, mas acho que mesmo que tivesse boa audiência, não havia história para uma segunda temporada, a não que criassem novos cenários e personagens.

  2. João diz:

    Sem dúvida que foi o melhor episódio de toda a temporada e acima de tudo, foi um grande episódio!

    Eu que torcia tanto para que o Call e a Chloe não morressem mas pronto, foi um final bonito 😦

    Também gostaria de saber o nome da música mas parece que já foi aqui dito , obrigado Filipa C 🙂

  3. Will diz:

    Por que, na hora de se dividirem, o noivo (Henry) não vai com a noiva (Trish) e sim com a amiga (Abby)? Achei isso um superfuro no roteiro que deve ter ocorrido só para deixar a noiva à mercê do Jimmy!
    De resto excelente episódio, mostrando que as vezes não precisamos de mil temporadas para termos uma série fantástica!

    • João diz:

      Tchii mesmo, bem pensado… Mas será que o Jimmy é mesmo cúmplice do Wakefield? :S

    • Eu acho que ele foi com a Abby porque ele sabe que a amiga quer matar o Wakefield e quer ajudá-la a acabar com o pesadelo. Não levou a Trish porque não queria colocá-la em perigo ao estar na caça ao Wakefield, pois ele confia no Jimmy e nos restantes amigos. Acho que a explicação vai por ai, mas também entendo o teu ponto de vista.

  4. LR diz:

    Wow este episódio foi tipo mesmo fantástico, a morte de Cal e Chloe foi um grande momento televisivo de uma série que no início não prometia ser mais de uma série de assassinatos do tipo “filme para adolescentes onde todos são mortos no final”. Conseguiram atribuir um significado à morte dos dois, uma morte digna à minhas duas personagens favoritas. Não esperava que eles morressem tão cedo mas como diz a Madison: “One by one”. A expressão na cara do Wakefield a abanar a mão com a espada e aquele “You can’t have me” com a musica de fundo dos Civil Twilight foi perfeito 7754575
    P.S: Tenho quase a certeza que não é Jimmy o cumplice de Wakefield, mas sim Henry o noivo. Pois o pai de Abby nunca iria trocar a sua vida sabendo que Jimmy era o ajudante ou suspeitando minimamente disso (uma vez que foi no seu escritório onde foi encontrado os papeis que nos levaram a desconfiar). Henry por outro lado foi quem os levou para a Ilha, impediu Abby de matar o Wakefield (quando estavam ao pé do pai dela já morto). Mas por outro lado há aquele presságio da vidente: “Alguém que tu gostas/amas vai te traír, mas essa pessoa vai ser quem te vai salvar” (qualquer coisa assim). Cá para mim o Henry é filho do Wakefield e irmão da Abby 😛

    • Gio diz:

      Eu estava pensando justamente nisso, não faz o menor sentido o Xerife ter documentos incriminando o Jimmy e não demonstrar desconfiança nele, pelo contrário, deu sua vida em troca da dele porque achava que ele e sua filha teriam um futuro juntos. Pra mim não passa de um jogo dos roteiristas pra nos fazer pensar isso até eles virem com outra surpresa, que pra mim também é descobrirmos que o filho/cúmplice de Wakefield é o Henry Dunn. Pelo menos eu torço pra que seja algo assim, até porque o casal Abby/Jimmy é bem mais bonitinho que Henry/Trish (isso agora que o meu casal favorito foi parar no meio do rio ¬¬)

  5. DMM diz:

    Achei um bocado mal quando o Wakefield entra no bar e a noiva tem uma arma e foge e deixa ficar la o gajo a lutar sozinho com o Wakefield apenas com uma faca…

    • João diz:

      Foi exactamente isso que também ouvi a criticarem, foi um pouco descabido mas vá, foi um momento heróico do Shane e que mostrou que a Trish nem com uma arma lá vai -.-

      • DMM diz:

        eu no inicio da série tinha a impressão k ela escondia algo, do género pensei k ela fosse mais destemida…
        talvez sejam influencias de supernatural…

  6. julie diz:

    Estou viciada nesta serie e este ultimo episodio não decepcionou principalmente a parte final o q me deixou a salivar pelo proximo.O q não me convenceu muito foi o facto de haver tanta gente com espingarda não conseguirem nem ferir Wakefield,deu para ver q a pontaria não é muita mas enfin. Com o aproximar do fim ,penso q Sully e Danny não devem durar muito mais tempo ficando apenas os casais Trish/Henry e Abby/Jimmy para fechar o misterio. Pessoalmente não acredito q JImmy seja o cumplice do assassino por ser demasiado obvio mas antes Henry, seria uma final muito mais interessante

  7. Tiago Duarte diz:

    Disparar uma caçadeira quando se está cheio de medo deve ser uma coisa muito complicada, a caçadeira é uma arma de impacto não de precisão pelo que os tiros falhados até vá que não vá. Agora a calma do wakefield quando os tiros de passavam ao lado e a maneira como os acontecimentos no bar se sucederam, o bar cheio de gente e fica tudo parado, acho que o instinto era pegar nas caçadeiras e tentar logo ali mata-lo, mas a Trish fugiu com a arma e a os outros ficaram todos parados primeiro com a empregada do bar a ser morta, depois com o shane, acho que aí houve uma falha grave. O wakefield é tipo o super-herói que está em todo o lado. O gajo nem é da ilha para a conhecer tão bem, os túneis os planos dá para conhecer, até aí OK, mas ele viaja à superfície também como se tivesse a passear. A série está muito boa, eu viciei-me a ver os episódios todos seguidos e é daquelas que tem muito muito mérito, no entanto não gosto quando demasiadas coisas fogem ao que deverá ser a normalidade e erros surgiram nestes episódios. Agora o Jimmy não pode ser o ajudante do wakefield, se for, tudo o que o Xerife disse e fez foi borrada, o que não é muito meritório para a personagem, no entanto espero que não seja o Henry o ajudante, o casal mais cool eram o British e a Chloe, sem dúvida. No entanto princesa com o monstrinho afecta-me pessoalmente o animo, gosto de ver uma relação dessas, traumas meus 🙂

  8. Tiago Duarte diz:

    Ah e ainda há para explicar o que o Wakefield fez ao corpo da primeira que morreu e é capaz de haver mais corpos perdidos por ai, e em tantas voltas e passeios já deviam ter visto.

    Outra coisa a morte do Booth está-me atravessada, morreu, supostamente, mas foi o único que não foi morto pelo wakefield, até onde acho poderá ser Booth o ajudante, acho que é influencias do livro de agatha christie em que isto é baseado, porque no livro há algo assim do genero. Fico à espera, não quero é que separem o casal Trish-Henry, um casal que me faz bem ao ego 🙂

  9. ≈ Matheus diz:

    não queria que o Cal e a Chloe morresem, mas já que tiveram que morrer.. achei uma morte digna.. e também amei quando ela falou “YOU CAN’T HAVE ME”
    esperando muito desses episódio que estão por vir. 😀

  10. Jonas diz:

    Era 11:33 quando parei de xora ;'(

    E olha q ñ so de xora, naum seii pq xoreii dessa vez

    A morte dos dois e mais aqela musica…

    ixiiii aposto qe todo mundo foi pra dormi triste aqela noite

    ;'(

    Bemm agora qe ele pediu ela em casamentoooo

    E NINGUEMM FOI LAH AJUDA

    5d1d5s1fd 21ds12 41asd51

    me deuu uma raiva e tantoo

    pra mim foi o melhor seriado qe passo no sbt!!

    Eu olheii um poco no youtube Harper’s Island em inglês e olha qe ñ mostra nada no sbt

    tbmm neh….horario nobre

    muuuita criança olhandoo hahahahaha

    masss foi muitoo tristeee ;'(

  11. Mateus diz:

    Essa foi a morte mais triste que eu já vi,mas se eles naum tivessem morrido(oq eu qria) não iria ter graça o seriado,mas foi lindoooo essa parte dos dois =(

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: