True Blood (2.06) – Hard-Hearted Hannah

Julho 31, 2009

tb206Esta segunda temporada de ‘True Blood’ já chegou a metade, mas ainda estamos no momento que antecede a guerra, o que não é mau de todo, pois as coisas estão a construir-se de uma forma sólida. No início tínhamos três acções distintas, mas agora que a Irmandade do Sol cruzou-se com a Sookie tudo começa a ficar mais interessante.

Começando exactamente por essa personagem, novamente reforço o talento da Anna Paquin. Agora que estou a ler o segundo livro tenho a perfeita noção que Paquin é uma actriz escolhida a dedo para interpretar Sookie Stackhouse. Tal como tinha sido dito no episódio anterior, a amada de Bill infiltrou-se na Irmandade do Sol para descobrir o que eles andam a tramar. É numa reunião com o Steve a Sarah, fingindo que se vai casar com o namorado de uma vampira, que ela percebe que o mentor de toda essa guerra que etsá para acontecer é de Steve! Contudo, existem outros pontos que despertam, certamente, o interesse dos fãs. Algo que está subentendido é que talvez exista um vampiro que anda a trair a sua espécie e ao mesmo tempo que está do lado de Eric e companhia, anda a trai-los com a Irmandade do Sol. Afinal de contas, como é que a Irmandade iria saber que a Sookie chegaria no avião naquele momento (episódio 3 ou 4) e que ela era uma infiltrada?

Em Bon Temps, os acontecimentos também criam um certo nível de suspense. O Eggs e a Tara vão dar uma volta de carro e algo de muito estranho acontece: ele é atraído para um lugar que já esteve antes e esse sítio tem sangue! Eu fiquei com uma dúvida e espero que seja respondida em breve: será que ele sabe o que se passa com a Maryann e está a ajudá-la no que ela quer da Tara ou ele é um pobre ignorante igual à rapariga? Quem também corre perigo de vida é o Sam! Aquela cena final foi mesmo fabulosa: numa espécie de orgia tropical, Maryann coloca uma máscara de um minotauro e prepara-se para matar Sam… com a ajuda de Daphne. Como eu disse nos reviews anteriores, ela não estaria na série caso não tivesse um papel importante para o desenvolvimento da história. Finalmente conhecemos qual o seu objectivo, embora ainda existem algumas perguntas no ar…

E como se essa cena final não tivesse sido boa o suficiente, ainda somos contemplados com um flashback do Bill e da sua criadora: Lorena. Quem iria imaginar que o vampiro sabia cantar? Mas a cena que mais me chocou foi aquela em que eles devoram os dois humanos que seduzem! Sangue! Que seria dessa série se não tivesse num canal por cabo? Ainda bem que foi a HBO que decidiu adaptar, pois caso fosse um canal aberto, não teríamos sequer metade do que Alan Ball e a sua equipa nos oferecem. Só tenho um defeito a apontar nesse episódio: o Lafayette deprimido! Nós queremos ele vivo e com as suas piadas sarcásticas, ao estilo da primeira temporada. Vamos ver como tudo corre agora que ele está de volta nos negócios.

Nota: 8,8


So You Think You Can Dance (5.16-19) – Top 10/8

Julho 31, 2009

so_you_think_you_can_danceEste é o primeiro reality show que eu me aventuro a escrever reviews semanais. Já tinha pensado em fazer isso com Survivor, mas como no início de 2009 estava cheio de trabalho já para fazer, deixei de lado. A quinta temporada de So You Think You Can Dance é a primeira que eu vejo, por recomendação da Mary Barros, autora dos reviews de Brothers and Sisters, Glee, Kyle XY e Greek. A parte de escolher os melhores das seis cidades já passou e agora está na hora de enfrentar aqueles que vão decidir quem é o próximo grande dançarino dos Estados Unidos: o público. Devido ao grande atraso dos reviews de ‘So You Think You Can Dance’, decidi fazer um que conjuga as últimas duas semanas e assim estar actualizado para a final que está quase aí.

Primeiro, como é óbvio, vou começar pelo Top 10. Com a mudança de pares, acho que houve menos benefícios para os concorrentes do que quando estavam com os pares antigos. É estranho ver, por exemplo, a Randi com o Kupono ou o Jason com a Jeanine, mas o concurso é feito disso e se querem vencer a competição têm que se dar, ter química e dançar bem com qualquer um dos outros que ainda estão em jogo. Uma das melhores performances desta temporada, senão a melhor de todas, foi a que abriu o episódio dos resultados, com a dança chinesa. Parecia tudo tão natural e se devemos agradecer aos concorrentes por dançarem assim tão bem, toda a equipa técnica, desde a coreografia até à maquilhagem, está de parabéns.

Como devem ter percebido pelo que disse acima, houve alguns casais que não gostei, mas mesmo assim houve surpresas agradáveis, tais como o Evan e a Kayla, que fica muito melhor com ele do que o Kupono! Quanto à eliminação, foi muito difícil ver a Randi ir-se embora, mas a verdade é que a performance dela com o Kupono foi a pior do Top 20. Já em relação ao Kupono, já estava mais que na altura dele ir-se embora, apesar de com aquele vídeo final, o da despedida, ter melhorado a minha opinião em relação a ele. Eu sei que esse tipo de vídeos só mostra os melhores momentos e tal, mas mesmo assim pensei que fosse ficar com uma opinião mais negativa acerca da sua participação no reality.

snapshot20090731133224O Top 8 foi um momento especial para o programa porque ‘So You Think You Can Dance’ comemora o centésimo episódio. Uma data como essa é normalmente comemorada com um episódio especial nas séries de televisão (ainda hoje fico muito desiludido por ‘House’ não ter feito o mesmo, criando apenas mais um episódio) e ao que parece, os reality shows não são diferentes. Mas antes de falar no episódio cem, vamos ao noventa e nove. As performances foram agradáveis e neste momento já começa a ser muito difícil a dizer que é o melhor lá dentro. Contudo, o Brandon apesar de ter uma personalidade bastante peculiar, é aquele que, para mim, merecia ganhar o programa. Eu sei que mudo de opinião todas as semanas, mas não tem como negar que ele é aquele que menos desilude a nível da dança e também é o que está sempre a crescer como dançarino. Outra coisa que gostei bastante foi a dança do Ade e da Melissa sobre o cancro. Tão simples… tão bonita!

E agora vamos então falar do episódio cem! Primeiro que tudo, é importante dizer que eu não vi as temporadas anteriores, mas adorei o facto de recordarem três casais e voltarem a trazê-los ao palco. Aquela performance do banco de jardim é genial! Mas como o jogo nunca pára, tinha de sair mais dois concorrentes, sendo eles o Jason e a Janette! O Jason, tal como o Kupono, já estava a ter sorte a mais e não faz falta nenhuma ao programa, mas a Janette era uma dançarina fabulosa, tão boa que era aquele que o júri achava que ia vencer o programa. Neste momento ninguém está a salvo quando é o público a votar! Não posso deixar de dizer o quão surpreendido fiquei por ver o Brandon nomeado e a Kayla vencer a Janette. Já agora, quem não adorou o solo do Brandon? Aquilo é que é dançar!

Por fim, não posso deixar de comentar a participação especial da Katie Holmes, mais conhecida por ser a mulher do actor Tom Cruise e pelo seu papel Joey Potter numa das melhores séries adolescentes de sempre: Dawson’s Creek. Estava à espera de algo melhor, notava-se que ela estava um pouco nervosa, mas mesmo assim foi bom vê-la outra vez na televisão. Por falar nisso, desde o final de Dawson’s Creek que ela não tem tido grandes projectos nem na televisão nem no cinema. Uns dizem que o marido não a deixa trabalhar, mas uma cara tão bonita como essa (e ela até tem talento como actriz) devia estar em alguma coisa.

Faltam duas semanas para o grande final e a nova temporada começa já em Setembro. Apostas de quem sai vencedor?


Vídeo e poster da segunda temporada de Fringe

Julho 31, 2009

fs2pA segunda temporada de Fringe, do mesmo criador de Lost, Alias e Star Trek – JJ Abrams – chega no dia 17 de Setembro e é uma das estreias que estou mais ansioso nesta fall season. A série começou morna mas a segunda metade da temporada mostrou o porquê de ela ser o novo sucesso da FOX americana e ter uma das melhores audiências da emissora. A seguir pode ver um vídeo promocional e poster que foram lançados ontem. Infelizmente a qualidade da imagem não é grande coisa, mas já dá para satisfazer alguns fãs.

fs2p2


Dexter (2.07) – That Night a Forest Grew [FOX PT]

Julho 31, 2009

GetAttachment.aspxDe novo Dexter tem um grande episódio. Nota-se um Dexter diferente, mudado, um Dexter novo. Já não tão confuso, mas claro do que tem a fazer. Dexter já passou a fase dos porquês, agora começam a aparecer as primeiras borbulhas. Daqui a pouco temos um novo ser humano.

Falando em borbulhas, e consequentemente adolescência. É a fase mais clara na mente do assassino. Com as hormonas aos saltos, apaixona-se por Lila, gosta de Rita, preocupa-se com os filhos da última. O triângulo amoroso adensa-se. Mas Lila têm-no na mão. Tornar-se um perigo, agora que vemos a verdadeira face de Lila. Uma pessoa muito vingativa, muito emotiva. Se Dexter encontrou o local onde descansa, no colo da sua amante, parece que Lila não gosta que o controle lhe fuja da mão. E como encontrou o parceiro perfeito (Dexter, mesmo no sexo, deixa-a comandar) não abre a mão dele. Nem que tenha de queimar a sua casa.

Mas Dexter percebe que o seu ponto de abrigo é Rita. É lá que se sente seguro, é lá que se sente humano. E é lá que tem alguém que o ama. Um amor que sofreu bastantes rombos, mas suporta. Um amor de ferro. Algo que parece que ninguém conseguia quebrar. Mas Lila, com o seu maçarico, lá conseguiu quebrar a ligação entre Dexter e a família de Rita. Vamos ver se não é o mesmo maçarico a restaurar e fortalecer a ligação. Os filhos de Rita, principalmente Cudy (que tem um destino bem diferente nos livros que deram origem a série), não se importavam nada.

Quem está de novo apaixonada é Deb. Agora é com alguém mais calmo. O que é interessante é que Deb passa sempre por alguém mais explosivo no inicio da temporada, acaba com ele e vai para algo mais seguro. Vamos ver qual a segurança que Lundy dará a irmã mais nova de Dexter (pois ele teve um mais velho).

E para acabar, vamos lá falar da peça mais importante da temporada. BHB lança um manifesto, algo que confunde os detectives durante todo o episódio. Se Dexter só fez copy paste, o trabalho de recolha foi bem feito, foi bem escolhido, pois consegui enganar quase a equipa. Claro que a experiência de Lundy não é pouca, mas Dexter consegui ter na mão. Consegui ter o poder. E deixou um aviso. Alguém muito próximo deles é o BHB.

Para acabar, Dexter fecha a janela que anteriormente falei. Consegue eliminar Doakes, cortar o mal pelo caule. Vamos lá ver se chega, se não é preciso cortar pela raiz. Coisa para ver nos próximos episódios.

E acabo com uma citação, proveniente de Doakes: “Não há nenhuma pista sobre o passado de Dexter Morgan”. As pistas sobre o futuro estão a surgir. Vamos lá ver o que Dexter se tornará.

Nota: 9,4


FOX HD chega hoje a Portugal

Julho 31, 2009

Logo FOX HDA FOX International Channels (FIC) lança em Portugal, hoje dia 31 de Julho, o canal FOX HD, em exclusivo no operador MEO, através da plataforma de IPTV – MEO (ADSL) e MEO Fibra (Fibra Óptica). A versão em alta definição do canal FOX estará acessível a todos os clientes do pack temático ‘Entretenimento’ (que pode ser incluído como parte do pacote base, sem qualquer custo adicional) ou aos que tenham a oferta de 100 canais, na posição 61.

A FOX HD será emitida em simulcast (emissão em simultâneo) e coexistirá com a versão standard da FOX, que passará a ocupar a posição 62. Portugal é o terceiro mercado a lançar a FOX HD, depois da Itália e da América Latina. Este canal junta-se ao NGC HD no bouquet de alta definição da FIC em Portugal. Também o MEO – o primeiro operador a lançar HD em Portugal – reforça assim a sua oferta HD, passando a ter 8 canais em alta definição.

85% da programação entre as 21h30 e as 23h00 vai ser emitida em full HD, prevendo-se que todo o prime-time – compreendido entre as 21h30 e as 00h30 –, atinja os 95% em HD nativa em Setembro (não contemplado apenas a série ‘Os Simpson’). Os conteúdos não produzidos originalmente em HD serão transmitidos em upconversion/upscale para HD, um formato inovador nos canais de séries e entretenimento HD emitidos em Portugal e que permite homogeneizar a imagem ao longo de toda a emissão, conseguindo assim minimizar o impacto para o espectador.

Não perca a última estreia da FOX, ‘A Ilha’, em alta definição, em exclusivo na FOX HD. Palpite ainda mais ao acompanhar o empolgante último episódio da 5.ª temporada de ‘Perdidos’ em full HD e viva uma arrebatadora experiência ao assistir às suas séries de eleição – ‘House’, ‘Mental’ e ‘Ossos’, entre outras – num registo mais real e vivo, o da alta definição nativa.

Os espectadores e fãs da FOX, que sejam clientes MEO, vão poder viver e desfrutar a experiência “emoção em série” (tagline FOX) de um modo mais real, como se estivessem cara-a-cara com as suas estrelas de eleição. Os conteúdos da FOX agora com uma resolução superior: imagens mais vibrantes e nítidas, cores mais vivas e um maior detalhe.

Com o full HD (um sinal progressivo) ganha-se uma maior fluidez dos movimentos e amplitude da imagem, que devido à sua extraordinária definição (5 vezes superior à imagem em SD) revela qualquer pormenor. A imagem ganha em “volume”, os segundos planos ficam mais nítidos e a perspectiva de imagem alarga-se.

A FOX, e agora a FOX HD, são canais de entretenimento generalistas concebidos para um público 18-35 anos, early adopter, urbano e que procura algo de novo, ousado e inovador, oferecendo as melhores séries internacionais de ficção do momento.

Informação enviada pelo grupo FIC


HBO renova True Blood, Entourage e Hung

Julho 31, 2009

hbo

Uma pessoa já não pode ir acampar por um dia que quando chega a casa perde logo as grandes novidades da televisão americana… e que novidades!

O grande sucesso da HBO desde ‘The Sopranos’ – True Blood – ganhou uma terceira temporada onde, tal como o criador Alan Ball disse, deve introduzir o mítico lobisomem. Com 3.8 milhões de telespectadores por episódio e 11.2 no total (com gravações, on demand e repetições), essa renovação era mais que esperada.

A nova comédia do canal americano – Hung – também teve a mesma sorte e vai voltar para uma segunda temporada. 3.1 milhões por episódio e 10.2 no total foi a audiência conquistada. Nem True Blood se conseguiu sair assim tão bem no seu ano de estreia.

Por fim, Entourage, que mesmo após seis anos de exibição, continua a trazer audiências muito boas para o canal (3 milhões por episódio e 7.4 no total) e é normal que tenha ganho uma sétima temporada.

O futuro de In Treatment ainda não foi decidido. Já Curb Your Enthusiasm volta com a sétima temporada em Setembro, a quarta de Big Love em Janeiro e a nova minissérie sobre a segunda guerra mundial – The Pacific – chega em Março.


Desperate Housewives: Um sai… outro volta!

Julho 29, 2009

Sem títuloShawn Pyfrom saiu da séries Desperate Housewives após cinco anos.

O actor de 22 anos, que interpreta Andrew Van De Kamp na dramédia da ABC, vai apenas aparecer por pouco tempo na sexta temporada.

“Shawn não vai ficar em toda a temporada, mas vai voltar e fazer algumas participações especiais,”, disse uma fonte à People, acrescentando que “a sua decisão não foi fácil, mas ele quer renovar um pouco o seu trabalho e ter novas oportunidades na televisão ou cinema.”

Enquanto que Pyfrom vai, outro actor volta. Jesse Metcalfe retorna no papel do jardineiro John Rowland, que agora está divorciado. A sexta temporada de Desperate Housewives estreia a 27 de Setembro na ABC.