Chuck – Segunda Temporada (2008)

ChuckPrimeiro, e antes de começar a escrever sobre a temporada, tenho de dizer o porque do atraso do review. Começou a dever-se pela falta de confirmação da renovação da série, pois se ela fosse cancelada queria dar uma última homenagem a série. Após a renovação confirmada, os reviews foram deixados de lado, devido ao exame. E, quando o exame passou, quando já ia escrever, lembrei-me “E que melhor homenagem a esta temporada do que o review dela ser o meu 100 post” (viram como consegui colocar aqui esta informação? Se calhar devia ser mais subtil, mas prontos…eu da próxima tento). E assim ficou. Mas vamos ao que interessa.

Após uma primeira temporada que sofreu, e muito, com a greve dos argumentistas, a segunda temporada que retrata a vida de Chuck vem demonstrar a verdadeira qualidade da série, já vista na primeira. Foram 22 episódios excelentes, com um trama muito bem construído, com uma narrativa compacta, com momentos de humor muito bons. Foi uma temporada Chuckesiana, uma temporada que representa bem a personagem principal da série. O começo foi o adiamento do maior problema para os espectadores, mas o sonho mais desejado por Chuck: a construção de um novo Intersect. Não se concretiza, mas este episódio serviu como o princípio para a temporada, com a apresentação da base da temporada, Fulcrum.

A partir daí a temporada foi-se construído harmoniosamente. Cada episódio avança a acção principal, mais uns que outros. Mas o que foi conquistando os espectadores foi a constância de qualidade da série. Apesar de ter episódios melhores que outros, a temporada nunca desceu do bom, sendo este bom constituído por um/dois episódios. De resto, todos os episódios foram muito bons, outros excelentes e outros a roçar a perfeição. Nada foi descurado na série, todas as expectativas não foram, no mínimo, rogadas e, para aqueles que não esperavam algo de extraordinário, foram superadas.

Quanto as características que Chuck têm, não podiam ser melhor misturadas. A série prometia acção, teve acção que sobra. A série prometia drama, não se pode queixar de falta dele. A série promete humor, a série dá humor. Cada característica é misturada com mestria, como uma receita que se vai adaptando a cada episódio. Cada episódio se foca numa delas, mas nenhum descurou nenhuma delas. O humor, se não estava presente nas missões de Chuck, arranjava sempre espaço com a gente de Buy More. Foram eles, que em alguns episódios, conseguiram tornar o episódio maisalg_chuck leve. Lester e Jeff, principalmente estes dois, mas também Morgan, conseguiram mostrar que numa loja de electrodomésticos é possível fazer o impossível, é possível fazer o ridículo. Sem Buy More, sem Jeffster a série não seria a mesma, nem teria a mesma qualidade. Sem quebrar o ritmo, são eles que trouxeram, durante esta temporada, as pausas necessárias. O resto foi aparecendo subtilmente. A série respira estas três características, e foi aqui que ela descobriu a chave para o cofre do sucesso.

Outro aspecto que tornou a segunda temporada de Chuck uma temporada quase perfeita foi a utilização das personagens fora do elenco principal. As várias participações que a série teve foram sempre bem utilizadas, foram utilizadas para dar um avanço na acção, e não só para fazer um episódio centrado nos convidados. Os convidados não se tornaram o tema principal do episódio, mas sim a acção. Exemplos são vários, mas os mais notórios foram o pai de Chuck, primeiramente conhecido por Orion e depois por Steve. O segundo exemplo foi de Jill. Este exemplo é o melhor que a série tem. A entrada de Jill foi preparada desde o primeiro episódio da série, a sua personagem foi sempre referida, e ficou na mente. Não foi uma entrada à força. Foi uma entrada ponderada, preparada durante muito tempo. A entrada de Orion também foi muito bem programada. Nada foi deitado cá para fora sem a preparação mínima.

Quanto a personagens fixas, todas tiveram alguns avanços. Começando por Ellie e Awesome, o casamento lá aconteceu, após vários imprevistos. Tudo o que foi sonhado pela irmã de Chuck concretizou-se. O seu pai levou-a ao altar. Depois temos Sarah e Chuck. O casal lá vai tendo os seus avanços e recuos, mas a temporada foi mais propícia para avanços. A relação avança devagar, mas avança.Chuck - 1

E agora vi-me obrigado a abrir um novo parágrafo para dedicá-lo a Casey. O actor Adam Baldwin continua a transformar Casey numa das melhores personagens da série. Cada expressão facial dá azo a gargalhadas, cada frase é uma fonte de riso. O actor entrou na pele da personagem, e a série não seria a mesma sem Casey, sem as suas interjeições, sem as suas expressões.

Desta temporada só falta falar de duas coisas, que já vinham da primeira, e que foram ainda mais notórias. Primeiro a banda sonora da série, que se tornou um ícone da série. Com uma banda sonora muito bem escolhida, Chuck tem mais um ponto em que se valorizou. Todos os temas foram escolhidos a dedo, todos entraram quando deviam. A roçar a perfeição. O segundo aspecto foram as referências a séries e filmes transactos dos anos 80. Estes tributo a cultura americana demonstram que todos os episódios foram ponderados, que tudo foi pensado ao ínfimo pormenor. A mistura das referências e a banda sonora transformaram esta segunda temporada numa homenagem a cultura televisiva e musical americana, de uma forma simples, mas que consegui atingir o propósito que tinha.

E, como isto já vai muito longo, e após a confirmação da nova temporada, o que podemos esperar dela? Sem fazer futurologia, as expectativas sobre esta terceira temporada estão mais elevadas do que as que caíram sobre a segunda. Com a introdução de poderes em Chuck, a série poderá cair num erro. Não me parece que aconteça, pois, pelo que os argumentistas demonstraram nesta temporada, tudo está pensado. A nova temporada de Chuck promete ter tudo o que esta teve, e mais um bocadinho. A espera é longa para percebermos se foi um erro terem dado poderes ao Nerd mais acarinhado da América. Mas uma coisa é certa: Chuck e Sarah continuaram juntos, o que já é uma motivação grande para a terceira temporada. Que venha ela.

45e

A opinião da Filipa:

O que dizer de Chuck e da sua segunda temporada? Comecei a ver Chuck por simples acaso, gostei do que vi e resolvi seguir. E se na sua temporada de estreia já é demonstrada toda a qualidade de Chuck, a sua segunda temporada consegue ser ainda melhor. Chuck é das poucas séries em que acabo de ver um episódio e a desilusão não faz parte dos sentimentos, pois os episódios variam entre o muito bom e o excelente. Nesta temporada tivemos um pouco de tudo, reviravoltas, reaparecimentos e claro os momentos humorísticos que fazem de Chuck aquilo que a série é. Com uns últimos cinco episódios como sendo os melhores da temporada para mim, Chuck termina em alta, com uma excelente Season Final e um To Be Continued que acabou por se confirmar. Adorei a história do Orion ser o pai do Chuck e de finalmente o casal Chuck e Sarah avançar no seu relacionamento. Embora tenha algum receio pelos novos poderes de Chuck, pois o verdadeiro Chuck é trapalhão e necessita sempre de salvamento é essa a essência de Chuck juntamente com o seu coração de ouro. Uma nova etapa espera Chuck e esperemos que seja tão vistosa como as duas que passaram.

0 respostas a Chuck – Segunda Temporada (2008)

  1. Marcia Silva diz:

    Opa! Ainda não terminei de ver a segunda temporada, mas quando acabar volto aqui para ler o review da temporada. Mas já de cara adianto que estou de cara com a qualidade excepcional que Chuck tem apresentado. Desde sua primeira temporada, não encontrei se quer um único episódio ruim, superando até The Big Bang Theory (que até então para mim era a série atual com menos episódios ruins).

    Aliás, ontem assisti o 2.06 e me parti de rir com Chuck e Casey… melhor cena da temporada até o momento! haha…

  2. Sofia diz:

    A serie é espectacular!! Pena demorar pa voltar… (mas ao menos volta)

  3. Bem parte da minha opinião está dada, mas antes demais parabens pelo review valeu o tempo de espera. Chuck foi para mim uma agradavel surpresa, lendo a sua sinopse ninguem diria que iria gostar tanto da serie assim, está no meu top de séries, neste momentos juntamente com FNL, Lost, é das minhas grandes paixões em termos de séries. Consegue divertir e passar-se optimos momentos, Depois de uma dia cansativo de trabalho nada melhor que chegar a casa, sentar no sofa e assistir a um episodio de Chuck, é uma série cativante. E tal como dizeste Aguerra não me lembro de nenhum episódio mau, nem seguer razoavel da série, tal como FNL no fim de cd episodio as expectativas sao normalmente cumpridas e a palavra desilusao nao faz parte do dicionario no fim de assistir a estas séries. É pena a espera ser muita e penosa mas vai valer a pena estou certa, apesar de ter algum receio devido aos poderes de Chuck mas os argumentistas nao nos tem decepcionado estou certa que também nao o farao desta vez. Bem e vou teminar o comentario se não daqui a pouco parece o teu longo review…. 57852752

  4. Tiago Duarte diz:

    Vi a série toda em 3 dias, mal entrei de férias, acabei ontem. Que dizer fiquei vidrado, quero mais, quero muito mais, já. Fiquei dependente da série está muito boa, comecei a vê-la numa série numa fase delicada da minha vida e que bem que ela me fez. Foi o melhor que podia ter feito, começado a ver esta séria. Desde da alegria contagiante do elenco que melhora logo a minha disposição, até às cenas de acção. Mas quero aqui referir a relação Chuck-Sarah, está tão bem feita, avança a um ritmo lento, a química é enorme e a relação nerd, rapariga de sonho é inspiradora. Uma das relações mais bem construidas que vi na TV, uma história sólida, que avança no seu ritmo, não sendo lamechas e sim real, parece real. O mal da maioria das relações das séries é que parecem inverosímeis, mas esta não soa tão natural, é excelente. Fiquei fã absoluto e de pensar que tenho de esperar até Maio para ver mais quase que me dá tanta saudade como pensar em LOST.

    Alguém sabe de alguma série que se aproxime desta para eu ver enquanto espero? Outra em que a comédia, romance e acção se dêem tão bem? Acho que não existe

  5. Migas06 diz:

    Podem dizer me se haverá terceira temporada?
    Obrigado

  6. Migas06 diz:

    ja descobri qe vai haver..

    Alguem sabe quando sai para o ar? acabei agora de ver este ultimo episodio..

    • Migas06
      Desculpa o atraso da resposta, mas fiquei longe do computador durante alguns dias. Primeiro, confirmo que vai haver terceira temporada, como se pode ler no review. Foi uma luta, pois estava em risco. Mas estas eram as boas notícias.
      O regresso da terceira temporada só está marcado para março do próximo ano, quando acabar Heroes. Por isso vamos ter de esperar mais algum tempo.
      Mais alguma dúvida fala, que mais tarde ou mais cedo eu respondo, se souber.

      • Migas06 diz:

        Obrigado pela resposta António…

        xiii.. só em março.. que pena, grande série! mas esperemos pela proxima temporada..
        obrigado mais uma vez😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: