Dexter (1.03) – Popping Cherry [FOX PT]

Dexter4Melhor que o anterior, este episódio de Dexter consegue trazer mais umas quantas peças sobre o desenrolar da temporada. Para mim, que estou a rever a série, torna-se fantástico ver as pequenas peças a encaixarem-se, a ver as histórias a introduzirem-se com uma simplicidade extrema, ver tudo a desenrolar para a foz, onde, no décimo segundo episódio, verão para que foi este trabalhinho todo (Ah! E já agora, esta metáfora da água não é inocente. Quando chegar a altura vocês vão perceber).

Mas depois tem-se o lado negro da medalha (outra referência nada inocente). O de ter-se de escolher informações, sem dar spoilers dos próximos episódios. Espero que, após este terceiro review, isto tenha acontecido, comentando unicamente o episódio (estes parêntesis são micro-spoilers, para vos deixar a pensar). Mas vamos ao que interessa.

The Ice Truck Killer volta a atacar, ou melhor, finaliza o seu ataque. Os dedos que chegaram anteriormente à polícia tiveram direito a um corpo, agora em pleno ringue de gelo, numa tentativa de mostrar a sua obra a toda a cidade de Miami. E Dexter está cada vez mais entusiasmado. Quem não fica nada entusiasmado é o guarda-nocturno, que anda desaparecido e, ainda por cima, com a alcunha de The Ice Truck Killer por cima. Claro que um assassino como este, que até agora não deixou a mínima prova para a polícia (pois deixou para Dexter), se deixe apanhar numa cassete, e ainda por cima a deixa-se em cima da mesa de casa. Tudo muito óbvio, tudo muito simples, tudo muito errado. Deb ainda muda a direcção a tempo, após recolher informações na sua antiga “profissão”.

Quem regressou ao terror do passado foi Rita. O seu marido está (?) preso, mas a sua sombra continua a assombra-la. Agora foi um antigo fornecedor, que lhe leva o carro. Dexter continua muito paciente, algo que, para Rita, é de admirar. Dexter continua a apoia-la, a ajuda-la, e um destes exemplos é a chegada do carro. Dexter é mais chefe de família que namorado, e é nestas águas que nada bem. Vamos ver como se dá quando Rita decidir avançar com a relação.

Quanto ao resto do episódio, foi focado num Dexter adolescente. Um assassino que se tornou assim devido à violação que sofreu, e que agora está a matar rapazes atrás de rapazes. Dexter decide por um travão a isso, e esta situação mostra-nos a primeira morte de Dexter. Uma enfermeira, que era do mesmo estilo que ele, mas que não matava com uma faca, mas sim com morfina. A morte da enfermeira levou o seu pai a viver mais um ano. E Dexter ganhou mais um folgo na sua vida.

Para acabar, que isto já vai longo para um episódio, falemos de Doakes. O polícia, com a sua cede de vingança, comete um acto irreflectido, que poderá pagar caro. Guerrero vai começar a andar atrás de Doakes, e este parece que tem sentença de morte (mais cedo ou mais tarde…outro comentário nada inocente).

Nota: 8,7

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: