10 Things I Hate About You (1.01) – Pilot

Julho 10, 2009

snapshot20090709150848Posso confessar que me surpreendeu bastante o episódio piloto desta série da ABC Family. O canal conseguiu deixar uma marca característica em seus programas: a forma dinâmica, com boas tiradas e citações atuais que provavelmente agradem a todos, tornando a série algo inicialmente bom de se rever e gostoso de apreciar. A responsabilidade era grande, pois o filme tornou-se um hit em 1999 e agora com a produção da série temos que pensar: será somente um remake para a televisão ou irão acrescentar algo ao tão cultuado filme estrelado por Julie Stiles e Heath Leadger? A resposta é simples, assim como a proposta de 10 TIHAY(nome muito extenso pra escrever). Com precisos 25 minutos de episódio, a série consegiui imprimir um bom ritmo inicial para esta nova série, podendo dependendo de seu desenvolvilmento, tornar-se uma boa promessa para o mid-season americano.

Vimos as irmãs Stratford, Kat e Bianca a caminho do Padua High School e já notamos as tãos evidentes diferenças entre elas. Achei muito legal a química entre as duas e também a primeira interação com o Papai Stratford, reprisado novamente pelo ator Larry Miller. Kat sem dúvida é uma das minhas personagens favoritas do cinema, pois ela tem o sarcasmo pontual, as expressões marcantes e aquela personalidade que cativa todos ao seu redor, claro que está parte é um pouco relativa, tratando-se de Kat Stratford. É dela a brilhante cena de confronto com a cheerleader, que após ter arrebentado a frente do carro da garot, solta a hilária frase ” My dinossaur wants to jurassic park here” .  Já Bianca representa toda a superficialidade da garota teen em busca da popularidade, como ela mesma diz: ” You never have a second chance to make a first impression”. Esta arquiteta a sua aproximação com a garota mais popular do colégio, a insuportável cheerleader Chastity, que nada mais nada menos namora com Joey, o quarter-back superficial porém bonitão que tenta seguir a carreira de modelo de comerciais de pasta de dente, detalhe que ele não visualiza isto como um fracasso e sim como uma oportunidade para sua ascensão como ator. Conhecemos o fofissimo Cameron, com seu jeito atrapalhado e nerd de ser, que é instantaneamente cativado pela beleza de Bianca. Assim como seu excêntrico melhor amigo Michael, que parece render ótimos momentos durante este piloto.

Por mais que apresente todos as evidentes clichês do famoso american teen popular whatever thing, 10 TIHAY consegue mostrar-se de forma diferente, como no momento em que Kat e Chastity estão na diretoria, após o incidente no estacionamento. Ali não é um colégio particular, pois cada um representa um papel já pré-determinado, fato explícito quando a diretora diz que se manterem a cheerleader feliz, manterão o fundo de investimento da escola intacto. Como uma intensa fã de Harry Potter, não pude deixar de amar os momentos de Cameron e suas citaçõe, fazendo a comparação da integragação de um aluno novo com a seleção do chapéu seletor de Hogwarts, clamando posteriormente a vitória de Chastity, comparando-a com Lord Voldermort. A dupla nerd dinâmica tenta reverter a situação para chamar a atenção de Bianca e armam uma festa na casa dele para atrair todos, principalmente Bianca. Achei interessante os momentos da família Stratford, cujo castigo de Kat por detonar o carro é andar de cadeiras de rodas em casa por um dia. Mesmo que visivelmente Bianca tenha perdido suas chances de torna-se popular, ainda mais depois do desastre da festa, Kat após uma conversa com seu pai resolve ajeitar as coisas para sua little sister e numa bem sacada chantagem, consegue reverter a imagem de sua irmã no colégio, afinal imagem é tudo que parece importar para Chastity.

Patrick Verona ou o Captain Intensite tem uma participação singela, como era esperado neste momento, porém mostrou as facetas características de seu personagem e a interação com Kat no momento em que esta o encara, mostrando que teremos ótimos momentos entre este futuro casal complexo. A cena final entre os dois me lembrou muito a adorável interação entre os personagens do filme, quando ela aparece com o aperelho de eletrochoque, sugerindo o que ele pretende com ela, seja vender drogas, roubar seu carro ou mesmo traficar seus orgãos. Pontualmente Patrick diz somente o necessário, deixando Kat realmente despreparada quando este revela que assim como ele, ela também desperta medo nas pessoas, fazendo-a interessante aos olhos dele. Algo me deixou fascinada, pois um ator visivelmente novo pode ter uma voz tão surpreendentemente marcante e potente, o que torna-o ainda mais interessante para o papel.

Nota: 9,0


Entrevista exclusiva com Andy Page (DarkUFO e SpoilerTV)

Julho 10, 2009

Sem títuloPela primeira vez em muitos meses, o Portal de Séries volta a apostar em entrevistas exclusivas com pessoal conhecido, seja do mundo da Internet, televisão, cinema, literatura ou música, mas sempre com um tema em comum: séries. Depois da autora brasileria Fernanda Furquim, chega a vez de Andy Page, criador e administrador do site mais completo de Lost no mundo (assim como a LostPédia), o DarkUFO. Além desse, Page ainda possui o SpoilerTV, um dos sites mais visitados e actualizados sobre séries. A seguir podem ver a entrevista em português (e em inglês, para os interessados), onde vários assuntos são abordados.

MARCO BRAGA: Como surgiu a criação do DarkUFO?

ANDY PAGE: Eu comecei a publicar spoilers no IMDB Boards entre o intervalo da primeira e segunda temporadas, assim como comecei a juntar uma lista de mistérios ainda não resolvidos num pequeno blog. Nós também iniciamos a publicação de screencaps (imagens retiradas de episódios) e easter eggs (pequenos pormenores que estão nos episódios) de Lost, havendo, assim, uma progressão natural na interligação dessa páginas num único blog. Desde então tem crescido cada vez mais à medida que incluímos mais e mais secções.

MB: Além de Lost, quais são as suas séries favoritas?

AP: Fringe, House e Dexter.

MB: Acha que Flash Forward irá ser o ‘próximo Lost’?

AP: Eu acho que nunca haverá uma série como Lost, mas espero que Flash Forward seja tanto intrigante como excitante. Eu li o livro e é muito bom, mas a série vai ser um pouco diferente da obra literária.

MB: Alguma vez entrevistou alguém do elenco de Lost?

AP: Eu, pessoalmente, não. Contudo, eu ajudei alguns amigos (The ODI e DutchLost) com alguns no passado.

MB: Se Lost tivesse uma série derivada, qual poderia ser a personagem principal?

AP: Hurley, assim poderíamos ter uma boa série de comédia 🙂

MB: ‘Lost: O Filme’! Isso é uma boa ou má ideia? (Eu sei que isso é impossível.)

AP: Má ideia na minha opinião. Os filmes de The X-Files (Ficheiros Secretos) são um bom exemplo de porque não se deve fazer.

MB: Como se sente ao ver que os seus sites são reconhecidos mundialmente?

AP: É uma sensação de humildade e choque. Eu ainda estou de boca aberta ao ver a quantidade de pessoas de tantos países que visitam o meu site.

MB: Comic-Con 2009. Vai ir? Qual seria o melhor painel?

AP: Não, eu sou de Inglaterra e odeio andar de avião 🙂 O meu grande amigo The ODI vai e também temos uma pequena equipa do DarkUFO e SpoilerTV que vai estar presente. Lost será o melhor painel.

MB: Só por curiosidade, a equipa do DarkUFo e do SpoilerTV é composta por quantas pessoas?

AP: Eu possuo e administro os dois. The ODI é o meu assistente e fica no comando quando eu durmo ou estou de férias. Temos três a quatro pessoas que ajudam o DarkUFO e cerca de vinte no SpoilerTV, como nós cobrimos muitas série. B3RT4 é o principal assistente aqui com o The ODI.

MB: Última pergunta: qual é o seu episódio, actor, actriz, temporada, mistério e personagem favorita?

AP:
Episódio: The Constant (4.05)
Actor: Michael Emerson (Ben)
Actriz: Elizabeth Mitchell (Juliet)
Temporada: 5
Mistério: O Monstro da Fumaça
Personagem: Ben

A lista anterior está sempre a mudar assim que a revejo episódios antigos 😉

MB: Agradeço muito a sua disponibilidade ao dar essa entrevista exclusiva ao Portal de Séries. Se quiser dizer alguma coisa aos portugueses e brasileiros, sinta-se à vontade.

AP: Quero apenas agradecer a todos os tipos de e-mail e comentários que vocês fazem e por todas visitas nos sites. Aproveitem a pausa e esperem pela sexta temporada. Tenham um bom Verão!

Sem título2IN ENGLISH

MARCO BRAGA: When and why you decided create the website?

ANDY PAGE: I started posting spoilers over at the IMDB Boards back between the S1 and S2 Hiatus, at the same time I started to collate a list of the outstanding mysteries on a little blog. We also started posting some screencaps and easter eggs as well on Lost so it was a natural progression to start linking these pages together on the blog. Since then it has grown as we included more and more sections.

MB: Apart from Lost, what is your favorite TV Shows?

AP: Fringe, House and Dexter.

MB: Do you think Flash Forward will be ‘the next Lost’?

AP: I don’t think any show will ever be another Lost but I hope that Flash Forward will be just as intriguing and exciting. I’ve read the book and it’s very good and the show is going to be a bit different to the book.

MB: Have you ever interviewed a Lost cast member?

AP: No not me personally although I’ve helped some friends The ODI and DutchLost with some in the past.

MB: If Lost had a spin-off, which could be the main caracter?

AP: Hurley so that we could have a good comedy show 🙂

MB: ‘Lost: The Movie’! This is a good or a bad ideia? (I know it’s impossible)

AP: Bad idea in my opinion. The X-Files movies are a good example of why not to do them.

MB: How do you feel about your sites being worldwide recognized?

AP: Very humbled and shocked. I am still amazed at how many people from so many countries visit my site.

MB: Will you go to Comic-Con 2009? Who would be the best panel?

AP: No, I’m from England and I hate flying 🙂 My good friend The ODI is going and we have a small team of DarkUFO and SpoilerTV bloggers going. Lost would be the best panel.

MB: Just for curiosity, the staff of DarkUFo and SpoilerTV are composed by how many people?

AP: I own and run both, The ODI is my assistant and takes over when I’m asleep or on vacation. We have 3-4 people who help out with darkufo and about 20 with SpoilerTV as we cover a lot of shows. B3RT4 is the main assistent there with The ODI.

MB: Final question: what are your favorite episode, actor, actress, season, mistery and character?

AP:
Episode: The Constant (4.05)
Actor: Michael Emerson (Ben)
Actress: Elizabeth Mitchell (Juliet)
Season: 5
Mistery: Smoke Monster
Character: Ben

The above is always changing as I rewatch old episodes 😉

MB: Thank you so much for this exclusive interview. If you want say a word to the portuguese and brazilian people, please feel free to do.

AP: Just to say thanks for all the kind emails and comments that you make and for all your visits to the site. Enjoy the Hiatus and look forward to Season 6! Have a great Summer.


The Big Bang Theory – Segunda Temporada (2008)

Julho 10, 2009

Season-2-Promo-Pic-the-big-bang--1Só consigo definir essa 2ª temporada de The Big Bang Theory como sendo espetacular pelo simples fato de ser a melhor série de comédia da atualidade (não posso incluir Chuck nessa categoria porque é outro nível). Essa temporada começou dando a impressão que o relacionamento entre Leonard (Johnny Galecki) e Penny (Kaley Cuoco) seria bem mais explorado, mas não foi isso que vimos e isso ficou praticamente em segundo plano para que o destaque maior da temporada entrasse em ação: Sheldon Cooper (Jim Parsons). Com uma atuação simplesmente impecável, sua indicação ao Emmy está sendo bem cogitada na mídia e isso se deve a seu ótimo desempenho durante toda a temporada mostrando novas facetas de seu personagem. Vimos que Sheldon começou a interagir mais com os outros personagens, fazendo com que seu personagem ganhasse ainda mais destaque, principalmente em suas cenas ao lado de Penny. A química entre Sheldon e Penny é tão boa que até mesmo boa parte dos fãs começaram a sugerir que os dois namorassem, fato esse que causou certa surpresa e um certo receio por parte dos atores que interpretam esses personagem, temendo que com isso eles “perdessem essa química”.

Relacionamentos foram tentados nessa temporada, mas nenhum chegou a convencer de verdade. Tivemos Leonard tentando alguma coisa com Leslie (Sara Gilbert) e Stephanie (Sara Rue), Penny tentando reatar com seu ex-namorado Kurt (Brian Wade) e até tentando um relacionamento com Stuart (Kevin Sussman), um amigo nerd dos rapazes, mas no final das contas eles estão destinados a ficarem juntos, pelo menos foi essa impressão que fiquei ao assistir ao episódio da season finale dessa 2ª temporada. E por falar em relacionamento, a dinâmica entre os amigos Howard (Simon Helberg) e Raj (Kunal Nayyar) foi outro ponto muito positivo nessa temporada, chegando até mesmo a ser comparada a de um “casal homossexual” pela mãe de Leonard (Christine Baranski), em uma aparição que deixou sendo esse episódio, em minha opinião, como sendo o melhor de todos exibidos até hoje em The Big Bang Theory.

Também tenho que citar algumas pequenas falhas que aconteceram no começo dessa temporada, que aconteceu quando os roteiristas estavam meio que deixando Raj como sendo um mero coadjuvante em vários episódios e depois vimos que com uma maior participação dele a série ganhou mais comédia. A entrada de alguns personagens não trouxe nenhum significado na série, pelo menos em minha opinião, que foram os casos, por exemplo, de Stephanie (Sara Rue), a mulher com quem Leonard teve um breve relacionamento, e Barry (John Ross Bowie), um rapaz que trabalhava nos laboratórios da faculdade onde Leonard e seus amigos realizavam suas pesquisas. Mas é aquele negócio… falhas acontecem e é com elas que melhoramos, e felizmente foi isso que aconteceu e essa 2ª temporada de The Big Bang Theory se tornou em uma das melhores que eu pude acompanhar na última temporada e já estou ansioso para que chegue logo setembro para o retorno da série, mas até lá sugiro para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de assistir, comprem os DVD’s, baixem os episódios na internet, mas não percam mais tempo e o façam rapidamente porque não irão se arrepender.


'Dívida de Sangue' é lançado hoje

Julho 10, 2009

dsA editora Saida de Emergência lança hoje o segundo livro da saga True Blood, que deu origem ao sucesso televisivo da HBO. Este segundo volume (que vem depois de ‘Sangue Fresco’) é o ponto de partida para as histórias que estão a ser contadas na segunda temporada, cujo o episódio quatro vai ao ar no próximo domingo.

SINOPSE OFICIAL:

Sookie Stackhouse está numa maré de azar: primeiro o seu colega de trabalho é morto e ninguém se parece preocupar; depois, é atacada por uma criatura que a infecta com um veneno doloroso e mortal. Tudo se complica quando Bill nada consegue fazer e pede a ajuda de Eric para lhe salvar a vida. A questão é que agora ela está em dívida para com Eric – um vampiro deslumbrante mas tão belo quanto perigoso. E quando ele lhe pede um favor em troca, ela tem que aceder.

De repente, Sookie está em Dallas a usar os seus poderes telepáticos para encontrar um vampiro. A sua condição é que os humanos não devem ser magoados. Mas a promessa de os vampiros se manterem na ordem é mais fácil de dizer do que de cumprir. Basta uma bela rapariga e um pequeno deslize para que tudo comece a correr mal…

Entretanto, também Eric tem os seus próprios segredos…

PARA COMPRAR…

Podem comprar o livro online, isentos de portes de envio e com 10% de desconto. Clique aqui para comprar ‘Sangue Fresco’ e aqui para comprar ‘Dívida de Sangue’.

PASSATEMPO DO PORTAL:

O Portal de Séries está a sortear três exemplares oferecidos pela editora. Podem ver aqui como participar!