True Blood (2.04) – Shake and Fingerpop

snapshot20090714211027Os três primeiros episódios foram bons, mas mostraram que as personagens estavam divididas em três grupos: o da Sookie, o da Maryann e o da Irmandade do Sol. Felizmente as linhas começam a cruzarem-se ao mesmo tempo em que a narrativa avança. Este episódio, que foi escrito pelo criador da série – Alan Ball -, é o meu favorito até agora e, mais importante que isso, mostra que o melhor ainda está por vir.

Chegou o dia da partida para Dallas, onde Sookie e Bill vão tentar encontrar Godric. Numa primeira apreciação de tudo isso, e pelo que foi mostrado em ‘Shake and Fingerpop’, parece que vai ser uma história bem interessante a explorar, que já começou a ter frutos logo na chegada do avião. A Irmandade do Sol não podia ficar isolada para sempre e é com essa chegada de Sookie que eles começam a entrar em acção. A cena em que ela é quase atacada e o Bill sai do caixão está excelente, aliás, gosto sempre quando o Bill dá um ar mais vampiro do que humano e torna-se mais temido por todos. Mas quem não ficou atrás foi Jessica, personagem cada vez melhor interpretada por Deborah Ann Woll e que convence em cada cena que aparece.

O final do episódio abre muitas portas para o futuro da série. Ao que parece, o poder de Sookie não é exclusivo dela e a Irmandade do Sol mandou alguém com a mesma capacidade de telepatia que ela, mas porquê ainda não sabemos. Será que eles também estão à procura de Godric e querem dificultar o trabalho de Eric ou estão a impedir que Bill e companhia o encontrem precisamente porque são eles que estão com ele?

Também em Bon Temps temos alguns avanços nas histórias de Lafayette e Tara. O cozinheiro recebe uma visita inesperada de Eric que, curiosamente, lhe dá o seu sangue curativo. Será que Eric tem segundas intenções em Lafayette ou o ‘simpatizo contigo’ foi verdadeiro? O Eric é o tipo de vampiro que nada faz por acaso, logo deve ter alguma na manga. Já na casa da Sookie a Tara também tem uma surpresa: Maryann, o seu criado e Eggs vão festejar o seu aniversário com ela. Na recta final do episódio descobrimos quem a misteriosa mulher realmente é e, para minha surpresa, ela parece ser aquela criatura que atacou a Sookie no episódio passado e, também, a falsa curandeira da mãe de Tara. Será que isso é verdade ou é apenas uma tentativa dos argumentistas nos enganarem mais uma vez e, depois, surpreender-nos?

True Blood está mais interessante que nunca. Novas perguntas são colocadas à medida que novas pistas vão surgindo. Quem será a Daphne e qual o seu interesse em Sam? Porque existe um telepata atrás de Sookie? Será Maryann e nova assassina de Louisiana? Tudo perguntas que devem ser respondidas ao longo desta segunda temporada, que já teve novos recordes de audiências no passado domingo (esse episódio teve 3.9 milhões de telespectadores e o piloto teve menos de dois milhões). Para finalizar quero dizer que torço muito para que a Anna Paquin seja nomeada para os Emmy 2009. Ela é fabulosa!

Nota: 9,3

0 respostas a True Blood (2.04) – Shake and Fingerpop

  1. agnes diz:

    UAU! simplesmente, nossa. é previsível que tb se torne melhor a cada episódio. tb está prometendo e espero acompanhar até o final.

  2. Haha, ainda n vi o episódio, mas achei essa foto bem engraçada, mesmo não sendo para ser.😄

  3. DMM diz:

    Será que vamos ter uma grande guerra entre vampiros e humanos??
    É que os argumentistas estão a prometer e se não cumprirem vai ser uma grande desilusão pelo menos para mim!

  4. Um excelente episódio😀

  5. an.drew diz:

    Mais um episódio excelente, está mesmo viciante. Este fim de semana finalmente vou começar a ler o 1º livro (férias weee), tal como tu cada vez gosto mais da Jessica, morri de rir naquela parte em ela não conseguia sair do caixão =D.

    P.S. Essa imagem fez me lembrar Exorcista e como eu tive problemas em dormir quando vi esse filme com os meus 9 anos.

  6. Diego diz:

    Ótimo episódio mesmo! Jéssica está hilária. Agora não acho que a Maryam seja o “minotauro”, está mais pra ser o Eggs! A Maryam é ótima, curto ela desde In Treatment, acho que ela é uma feiticeira e não uma metamorfa, acho também que ela é o porco que apareceu para Tara e para o Detect. Eddy. Vlw!

  7. Anónimo diz:

    true blood tá cada vez melhor… acho k o meu top 5 sofre cada vez mais transformação: supernatural, true blood, x files, moonligth e psych. true blood nem estava no top 5 lol agora falando do epi em si: quando pensamos que já nd nos pode surpreender aparece me um telepático no final e concordo a anna paquim é mt boa naquilo que faz e a minha nova vampira favorita : jessica… que coisa mais fofa eh eh mas uma coisa que me suprende: a nova empregada tem aquelas garras caravadas nas costas mas n morreu, gostava de saber como ela se curou…. como alguem disse aki no portal: cá para min ela também é uma criatura e essas garras nas costas são consequência de uma luta com outro da sua espécie… parece me o mais provável …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: