Dexter (1.12) – Born Free [FOX PT]

Dexter - FinaleSimplesmente perfeito. Este final de temporada vem fechar com chave de ouro a temporada de estreia de Dexter. O episódio ganha fluidez quando não temos mais nada com que nos preocupar excepto a procura por Debra, a série fica preenchida, e nos deliciados. Não se podia pedir mais. E, mesmo vendo pela segunda vez o episódio, fico de olhos em bico. O crescimento da série é notório, o terreno foi lavrado, as peças encaixaram na perfeição. Para os fãs da série aconselho a rever esta primeira temporada, para quem não o é, aconselho a ver.

Born Free é o título da obra de arte. Podia ser um quadro de Picasso, podia ser uma música de Mozart, podia ser uma pirâmide dos egípcios, podia ser uma pintura de Salvador Dalí. Este episódio é tanto arte como os objectos acima mencionados, é a harmonia perfeita, é uma criação humana na sua máxima plenitude. Talvez esteja a ser um pouco exagerado, mas é de louvar aos céus ver a história a fluir, ver as interpretações dos actores, principalmente do grande, gigante, Michael C.Hall. Merece a nomeação para os Emmys, pois é regular em todas as temporadas, mas uma regularidade (muito) acima da média.

O ponto culminante da temporada começa com Dexter a procura da sua irmã. Debra foi raptada pelo ITK, não se sabe com que intenções, mas Dexter prometeu ao pai a sua irmã mais nova. Quem também se mete na pista é a polícia, que começa a desconfiar de Rudy, ou melhor Brian. Com a polícia no encalço, Dexter tem mais pressão. Tem de chegar antes a Brian, pois não sabe porque que foi escolhido pelo ITK. Enganos e desenganos se passam na cabeça do Serial Killer mais adorado da América. Onde estará Deb e o seu companheiro? Alguma pista terá ficado para trás. Born Free, música de Andy Williams, é o mote. Isto leva ao local onde Dexter nasceu para o mundo tal como é agora: vazio. Mas nada existe, nada aparece. A entrada em casa de Brian traz nova pista: Home Sweet Home. A nova pista leva Dexter no encalço da sua antiga vida, da vida de sentimentos. Um regresso a um passado encoberto.

Quem também anda perto do passado é a polícia, que começa a aproximar-se da verdadeira identidade de Brian, Brian Moser. E a caça ao homem também começa por parte de Laguerta. Mas Dexter está mais avançado, encontra-se um passo a frente. Encontra a sua antiga casa, e com ela começam a reaparecer memórias: A sua mãe com as unhas pintadas de cores diferentes, o seu irmão, Brian. E o mistério da temporada estava descoberto. Brian, ITK, nasceu como Rudy no meio do sangue, tal como Dexter. Ambos sofreram a experiencia traumática de ver a morte da sua mãe, ambos se tornaram assassinos em série, ambos se tornaram vazios. Brian é o irmão verdadeiro de Dexter, a única pessoa, após Harry, ao qual ele não terá de colocar máscara. E Brian regressa para acabar com o passado de Dexter, o passado encoberto, o da família Morgan.

Para isso é que raptou Debra. Para cortar com os laços do passado. Mas Dexter parece não ser tão vazio como isso. A morte de Deb é insuportável para ele, e a irmã mais nova do Morgan sobrevive. Quem não sobrevive é Brian. Dexter percebe que a sua irmã não estará a salvo, por isso decide matá-lo. Numa cena simplesmente perfeita, Dexter admite tudo, ou seja, que ele tem razão, que Harry estava enganado, mas ele tem de seguir os princípios. E mata o seu irmão.Dexter - FInale2

E depois temos a cena final, que é o final perfeito para o episódio. Dexter a sonhar como seria se fosse aceite pela sociedade. Dexter a viver o sonho que nunca se concretizará.

E o que esperar para a segunda temporada? Novas movimentações, novo ritmo alucinante para o final. O trama já está a ser construído, o sapato encontrado por Rita e Doakes. Serão estas as bases para a nova temporada de Dexter, que, para mim, é também muito boa, acima da média.

Nota: 10

A nota devia ser 11. Mas o Marco proibiu-me (:

We Love DEXTER

SEASON FINALE

0 respostas a Dexter (1.12) – Born Free [FOX PT]

  1. João diz:

    Ainda me lembro deste episódio, e que episódio🙂

  2. DMM diz:

    A segunda season é bastante melhor que a primeira.

  3. rcaz diz:

    não daria um 10, mas foi realmente um episódio excelente.

    • Eu dou dez pelas razões acima enunciadas, para além de outra coisa: mesmo revendo o episódio, fico com a noção de surpreendido, apesar de estar a esperada resolução, e de a saber de cor, foi um episódio inesperado. Não sei se percebes, mas para mim o episódio surpreendeu-me, mesmo a mim que já o tinha visto. Por causa disso é que também me inclinei para o 10.

  4. telmo diz:

    “A nota devia ser 11. Mas o Marco proibiu-me (:
    ” obvio k devia de ser 11 xD
    tb revi o episodio ( pela 4ª ou 5ª vez xD) e uma cena k me fez rir banstante foi a rita a dizer para o dexter algo do genero..” coitada da deb apaixonar-se por um serial killer ela deve estar a sentir-se banstante mal” xD é apartie deste ep k dexter sobe para um nivel inagualavel..nivel esse k consegue manter na segunda temporada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: