True Blood (2.05) – Never Let Me Go

snapshot20090723191106Os inícios de episódios estão cada vez mais interessantes e aquele genérico criticado por muitos começa a entranhar mais do que antes. Logo de cara descobrimos o que é a Daphne e enquanto que o Sam consegue transforma-se em cão, Daphne tem o mesmo poder mas em veado. Era mais que óbvio que ela não tinha ido parar a Bon Temps por acaso e agora descobrimos o seu segredo, mas ainda continua uma pergunta no ar: qual a sua relação com Maryann?

Em Dallas, as coisas começam a aquecer com a conversa entre Sookie e o rapaz que ela conheceu no final do episódio passado. Ao contrário do que eu suspeitava, aparentemente ele está ali por acaso e é apenas um empregado do hotel. Eu pensava que ele estava envolvido com a Irmandade do Sol, mas parece que me enganei, mas estamos a falar de True Blood: tudo é possível. É também em Dallas que somos apresentados a dois novos vampiros e é muito interessante ver que nem todos são pacíficos como os de Louisiana.

Uma das coisas que mais gosto nesta série é a relação de ‘família’ entre o Bill, Sookie e Jessica. Adoro as cenas entre o criador e a ‘filha’, cenas essas que conseguem ser arrancar algumas gargalhadas. Por falar em criador, descobrimos o porquê do Eric se importar tanto com Godric, o vampiro desaparecido. Num flashback, vemos um Eric acabado e prestes a morrer, no meio da guerra (lembram-se de como o Bill também tornou-se vampiro? Parece que a guerra é um presságio!). Mas a sua salvação chega e Godric transforma-o em vampiro e, assim, salva-o da morte eterna. Fiquei muito surpreendido ao ver que o temível Godric não passa de um adolescente, mas pela sua rapidez em que matou os colegas de Eric, já dá para perceber que ele não é para brincadeiras.

Em Bon Temps, o caos começa a instalar-se no bar do Sam graças ao poder da Maryann. Algo me diz que tudo vai ficar de pernas para o ar enquanto não vier ninguém para salvar essa inofensiva população. Por fim, o Jason começa a ceder aos encantos da sua próxima conquista, a mulher do ‘chefe’ da Irmandade do Sol. Este não foi um episódio que eu tenha gostado muito, claramente o mais fraco da temporada até agora. Porém, as peças continuam a serem colocadas no tabuleiro enquanto os peões começam a avançar. Temos uma guerra temporada e não se sabe quem vai dar xeque mate em quem. Ansiosos? Eu estou, e muito!

Nota: 7,8

0 respostas a True Blood (2.05) – Never Let Me Go

  1. an.drew diz:

    Bem devo dizer que não concordo nada com a nota (opiniões =D) eu achei este episódio bem ao nível da temporada, sempre com novas descobertas bem integrantes e momentos muito bons… Isto é a perfeição que True Blood nos tem acostumado. E para quem não reparou aquela no fim (que aprece ai na imagem) é a criadora do Bill, a Lorena

    • Yah, esqueci-me de referir isso no review. Era para ser referido naqueles parenteses em que falo dos flashbacks, mas depois escapou-me. Outra curiosidade: também foi no episódio 05 da temporada anterior que tivemos o flshback do Bill.

  2. DMM diz:

    Este episódio foi muito fraquinho, eu pessoalmente já não suporto os momentos entre a Sookie e o Bill.
    É sempre a mesma coisa e já cansa.
    Podiam de uma vez por todas arranjar um rumo para o Jason, anda desde o inicio da primeira temporada no vai ou não vai, desde o início tive a impressão e até falei aqui anteriormente que ele iria tornar-se num “caça-vampiros” mas a história não avança.
    A única coisa boa que adveio do episódio foi o flashback.
    A cena final vai ser mais um fiasco quanto a mim, ou seja, querem dar a entender uma coisa, mas afinal vai ser outra completamente diferente, como sempre. Já agora a personagem não está nada parecida com a que apareceu no episódio 5 da season 1, fiquei na dúvida, mas agora a ler os comentários confirmei.

    • Eu por acaso acho a Sookie e o Bill sempre o mais interessante. Por mim a série era feita só deles que eu não me importava.

    • Eu tenho que concordar, os momentos dos dois estão cada vez mais melosos…. não dá, né minha gente?

      Aliás, quem anda roubando a cena é Jessica, e suas tiradas hilárias, Eric (para variar… 8) ), e toda a turma que ficou em Bon Temps… Sam e cia.

  3. Gostei razoavelmente do episódio, mas estou lendo o segundo livro e eles estão aproveitando bem menos do que aproveitaram com a primeira temporada..A primeira temporada se encaixa perfeitamente na trama do livro.
    Com o segundo, essa história do Stan e da Isabel foi mto mal aproveitada na história e o acampamento do sol mudou todo o quadro.

    Claro que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, mas tratando-se de um livro TÃO pequeno como são os da Charlaine Harris, os roteiristas poderiam aproveitar mais..
    Uma coisa q gostei q mudaram dos livros, eh a enfase dos personagens da Tara e Lafayette, q nem aparecem no livro e tem bastante destaque na série.

  4. Anónimo diz:

    O episodioo foi bom…
    Varias descobertas…porem nao dos melhores…

    Mas prometeee…
    O final foi exelente….varias promessas quanto a lorenaa….
    Estou ancioso…
    Vale esperarr..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: