Nurse Jackie (1.09) – Nosebleed

snapshot20090806172009Este é o meu primeiro review no Portal. Substituo a Filipa nos reviews de Nurse Jackie enquanto ela vai de férias. Por ser o meu primeiro é possível que este fique um bocado extenso, peço desde já desculpa se isso acontecer. Concordo com a visão da Filipa e com as notas por ela atribuída aos episódios anteriores. No entanto cada um tem a sua própria visão pelo que vão existir diferenças na maneira como a Filipa abordava a série e a maneira que eu farei. Visto que não comentei nenhum dos episódios até agora vou-me alongar um bocado em considerações gerais sobre a série.

Nurse Jackie é uma série que ao longo de todos os episódios apresentou uma componente de comédia muito bem estruturada. Cada episódio tem 25 minutos, não se podendo esperar grandes desenvolvimentos a nível de casos médicos, no entanto creio que a comédia compensa essa ausência de emoção dos casos e acrescenta alguma originalidade, não é apenas mais do mesmo. A protagonista é uma personagem poderosa, interpretada por uma excelente actriz. O principal motivo de eu estar a gostar de assistir aos episódios é o facto de Jackie fugir aos estereótipos típicos das séries médicas actuais, primeiro é uma enfermeira, não uma médica, depois é uma personagem danificada, cheia de vícios e que esconde segredos de toda a gente. É uma personagem que faz lembrar Dexter Morgan, na maneira como camufla o que pensa e na maneira como esconde as coisas sobre ela. Casada, com um caso extra-conjugal e viciada em drogas não é de toda uma personagem normal, e neste caso resulta muito bem.

As restantes personagens da série estão em perfeita harmonia, o ambiente descomprimido da série é extremamente agradável, e apesar de episódios curtos é possível ligarmo-nos às personagens que têm situações muito cómicas e dando para perceber que cada um tem os seus próprios problemas que vão sendo mostrados ao longo dos episódios. A banda sonora da série é também algo de diferente e agradável encaixando perfeitamente até aqui.

Uma das coisas que me irrita na série é que os enfermeiros que aparecem são homossexuais, acho terrivelmente cliché e injusto para com essa classe de profissionais de saúde que assim seja, podiam perfeitamente arranjar arcos de história para enfermeiros heterossexuais.

Quanto ao episódio, começa com a situação familiar de Jackie, um ambiente agradável até que a filha mais velha de Jackie demonstra mais uma vez os seus problemas emocionais, percebe-se claramente que estes problemas devem-se à ausência da mãe que passa demasiado tempo no hospital, também é possível que a filha sinta que a mãe está de alguma maneira a trair a família, existe um sexto sentido e pode ser que a filha de Jackie sinta que a mãe erra. Os problemas da filha vão ser explorados ao longo de toda a temporada, sem dúvida.

Depois da situação familiar vai-se para o hospital onde Jackie à entrada do hospital se depara com o primeiro caso do episódio, um sem-abrigo que desmaiado. Zoey e Jackie tratam dele, verificando que os pés estão em estado lastimoso, isto serve para um dos momentos mais engraçados quando a Dr.O’Hara entra na sala para atender o sem abrigo e refere a agradável sensação do cheiro a gangrena pela manhã, um bom momento de humor negro (Espero não ter sido o único a achar piada à cena, pois isso faria de mim terrivelmente mau). O veredicto deste caso é que é necessário amputar os pés do sem-abrigo.

O outro caso do episódio é o de dois rapazes com piolhos, a mãe, irritante como tudo (existem, realmente, pessoas assim), não quer lavar a cabeça dos próprios filhos. Temos também mais imagens de Jackie a drogar-se. Um sub-plot do episódio é o da chefe de Jackie que quer adoptar o menino do episódio passado, demonstrando que é uma pessoa muito mais profunda que o que dava a entender até ali.

Temos pouco do Dr.Cooper, basicamente resume-se ao inicio da sua relação com a filha da paciente do episódio passado, tinha ficado óbvio o interesse da filha, Melissa. Num dos momentos do Dr.Cooper com Melissa é abordado mais uma vez como os enfermeiros passam ao lado muitas vezes e ficam em segundo plano em relação aos médicos, o tumor da mãe de Melissa foi descoberto por Jackie e não pelo médico, mas esta nem se lembrava de Jackie. No outro momento de Coop este é apanhado por Jackie em actividade sexual com Melissa, motivo pelo qual não atendeu os pacientes que devia, levando à fúria de Jackie.

Foi um episódio na linha dos anteriores, no entanto a comédia não foi tão constante, apesar de bons momentos. A vida dupla de Jackie não teve desenvolvimentos de maior e foi motivo de poucas cenas. De notar que parece que Jackie ficou chateada com a sua amiga O’hara por esta ter falado à irmã sobre Jackie, mas não se viu se ficou realmente chateada. Outra situação foi que o farmacêutico quer conhecer a filha de Jackie. A sua vida dupla vai dar pano para mangas ainda e não acho que vá acabar bem.

Nota: 8,0

0 respostas a Nurse Jackie (1.09) – Nosebleed

  1. Tiago, bem vindo aos reviews do Portal. Espero que tenhas gostado de começar a fazer parte da equipa. Sobre Nurse Jackie, confesso que só vi o primeiro episódio e até gostei. Nem sei pq deixei de ver, mas prontos..

    • Tiago Duarte diz:

      Obrigado Marco, eu de Nurse Jackie vi os episódios de seguida sem me cansar, e diverti-me, portanto gosto da série. Já Hawthorne está a ser bem mais difícil para mim de pegar, não estou a gostar tanto de assistir

  2. Bem vindo a equipa. Quanto a Nurse Jackie, se as outras já estão atrasadas, Nurse Jackie não se fala. Pelo que vi a série é boa, mas também não é nada de extraordinário. Mas é das melhores estreias do Verão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: