10 Things I Hate About You (1.06) – You Can't Always Get What You Want

snapshot20090813223628“You don’t get California at all”. Realmente “Dad Strafford” ou não se encaixa realmente no novo estilo de vida ou suas filhas realmente levam suas atitudes e desejos muito ao extremo. Com esse sexto episódio, comprova-se efetivamente que nem sempre é palpável e fácil impor nossas vontades e ideologias. Kate parece não se contentar em tirar um A+, não quando todos na sala também tiraram a mesma nota. Como era de se esperar, ela questiona sua professora e seus critérios de avaliação, pois ao ver dela nem todos ali mereciam tal nota, ainda mais considerando que existiam redações sobre “desfrutar o gosto salgado do surf” ou “a arte de soletrar” . Gostei de ver quando a professora diz que  Até os astronautas conseguem ver que você é uma feminista”. Resta a dúvida, Kat saberá mostrar algo que realmente descontrua sua imagem tão marcante e previsível.

“Little Wannabe Popular” continua sua incansável saga para conquistar uma espaço na badalada vida da “Chaticity”, porém amizades como essa podem sair mais caras do que o previsto. Bianca só não ganha do Mike (acho que esse é o nome do amigo do “Nice Guy”) no quesito “idéias brilhantes”,  pois ela resolve fazer uma campanha de arrecadação online, após ter o “PAI-trocínio” negado. Ela e sua amiga Dawn criam um “reality show” online no qual elas expõem detalhes “picantes” de suas vidas. Mesmo com toda a futilidade e obsessão, a pequena Strafford consegue ser adorável e até cômica em algumas situações, como no momento que ela descobre que desperta 100% de interesse da audiência quando Dawn começa a coçar suas costas. Claro que o primeiro “beijo” da série não poderia ser mais inusitado, pois numa tentativa de ganhar mais dinheiro as garotas resolvem se beijar, alias esse momento rendeu uma grande cena posterior, na qual o papito sem avisar no quarto e flagra as duas meninas em ação. Depois ele arrancando a porta como punição foi muito engraçado e ao mesmo tempo humilhante para Bianca. Ela acaba virando alvo de piadas e insinuações dos garotos da escola, o que obriga o “Nice Guy” a entrar em “ação”. Naquele momento ele recuperou pontos comigo, pois mesmo enfrentando o garotão da escola, ele volta a ser o bom e velho covarde Cameron, que acaba sendo protegido por sua amada. Ri muito quando ela bate com o fichário na cabeça dele fala que o moleque deveria escolher alguém que fosse do tamanho dele pra brigar.

Pode parecer repetitivo, mas voltamos a ter ótemos momentos das garotas com o papai. Anteriormente com a Bianca e sua arrecadação para as compras, mas sem dúvida é com Kat o grande diálogo deste episódio. Retomando a rebelião, erroneamente a “Big Spine Cactus” vai tão fundo em suas reclamaçõe, que acaba fazendo a professora reavaliar as redações, porém o que acontece é que a única que recebe nota diferente é ela.  Mandela acaba sendo ofendida quando Kat usa de forma negativa o tema de sua redação e acaba confrontando que nem tudo envolve o “Mundo Excêntrico de Kat”, deixando claro que o excesso de sinceridade e determinação podem magoar os outros. Sobre o diálogo entre pai e filha, pela primeira vez Kat avalia suas atitudes e seu jeito tão impositivo de ser, colocando finalmente em questão se é ou não é uma pessoa egocêntrica. Cumprindo seu papel de pai, ele responde de forma simples e direta, dizendo que as vezes seria bom se preocupar com outras coisas, como comer, dormir e importar-se mais com os sentimentos dos outros. Novamente acho que ela aprende a dura lição, refazendo sua redação com um novo tema ” O dia que meu pai me acompanhou na compra do meu primeiro absorvente”. Mostrar e admitir que errar é natural, porém mais importante que isso  é  que ela consegue se redimir com sua amiga, dizendo o quanto se emocionou e se identificou com sua redação.

Não tivemos muito do  “Mr. Intensite” neste episódio, mas pra quem já viu o preview do próximo, podemos reparar que ele tomará algumas “ações”. Uma das coisas que gostei sobre a série foi que eles afastaram algumas características das personagens do filme, a exemplo do Joey, que era nitidamente um cafageste babaca que tinha um histórico com a Kat e queria algo com sua irmã mais nova. As irmãs por sua vez possuem a essência do original, porém acrescentam um pitada especial que combina com o desenrolar da trama, creio que muito disso graças ao talento  das atrizes. O próprio Patrick tem algo único, porém ele sem dúvida é a personagem mais difícil de desassociar, pois Heath Ledger(Coração de Cavaleiro, Batman: Cavaleiro das Trevas) fez muitas jovens/adolescentes suspirarem, inclusive a que vos fala.

Nota: 9,2

0 respostas a 10 Things I Hate About You (1.06) – You Can't Always Get What You Want

  1. Tal como tu, adoro as cenas das filhas com o pai. A personalidade da Kat é excelente, estou a adorar ver esta actriz um papel diferente de Aliens in America. O que eu me ri quando o pai apanhou a Bianca a beijar a amiga!!! Excelente série de Verão😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: