Supernatural: Isso sim é promover!

Agosto 21, 2009

BannerSupernatural750x150

Não ficaram satisfeitos com o que foi mostrado nos dois primeiros vídeos promocionais de Supernatural? Então não se preocupem, pois a CW acabou de lançar um novo vídeo com algumas cenas da quinta temporada que já mostra o clima que se vai viver nesse último arco desta história dos irmãos Winchester. Isso sim é promover!


Smallville: Nova promo de arrepiar!

Agosto 21, 2009

smallville

Eu não sou de ficar muito entusiasmado quando sai vídeos promocionais de episódios de Smallville, por muito bons que eles possam ser. A última vez que criei muitas expectativas foi na altura em que lançaram um vídeo estendido da season finale e que depois, quando fomos ver o episódio, a maior parte dos fãs ficaram desapontados. Contudo, com esse vídeo que saiu hoje, a CW conseguiu que eu tivesse algumas esperanças que esta nona temporada traga algo novo para a série, mesmo tendo plena consciência que a nível dos episódios seguintes voltaremos à monotonia de sempre, tal como aconteceu nas temporadas passadas.


This is just perfect: Battlestar Galactica

Agosto 21, 2009

Banner_BSG

Existem coisas para ser partilhadas, tanto mais pelo respeito que eu tenho por estes mestres dos vídeos maravilhosos que surgem no YouTube e que nem sempre têm o número de visualizações que merecem. Neste artigo vou publicar dois vídeos feitos de Battlestar Galactica que focam, sobretudo, os efeitos especiais da série.


Vídeo promocional da sexta temporada de Grey's Anatomy

Agosto 21, 2009

p0

Finalmente! Finalmente saiu um vídeo promocional da sexta temporada de Grey’s Anatomy que promete resolver o arco deixado no final da época passada quando vimos uma Izzie e um George à beira da morte. Quem já leu algumas informações sobre o destino das personagens já sabe o que vai acontecer a um e ao outro e agora com esse vídeo que foi lançado hoje pela ABC já temos um gostinho de que esse episódio, com duas horas de duração, será um verdadeiro espectáculo emotivo.

A sexta temporada de ‘Grey’s Anatomy’ estreia no dia 24 de Setembro na ABC e terá reviews semanais feitos pela Filipa aqui no Portal de Séries.


So You Think You Can Dance (5.23) – Winner Announced

Agosto 21, 2009

So-You-Think-You-Can-Dance-Jeanine-MasonMarco me pediu esse imenso favor: fazer o review do finale de SYTYCD,porém é com muito esforço irei fazé-lo. Deixando as brincadeiras de lado, todos já devem ter percebido que esse é meu programa de tv favorito e que sem dúvida é com o maior prazer que o escrevo no Portal. Aproveito para introduzir que no fall-season, propriamente dia 09 de setembro, estréia da sexta temporada, na qual cuidarei dos reviews. Descobri esse programa no final de 2006, totalmente sem querer enquanto fazia uma busca sobre coreografias e danças no geral  no youtube. Desde então foi amor a primeira vista.  Logo de início adianto, esse finale passou longe de ser o melhor até hoje na história do programa, mas em termos de dimensão, o que ele alcançou e aonde chegou, sem dúvida esta temporada foi a melhor. Como a premissa do programa sempre deixou claro: “We’re searching for the America’s Favorite Dancer” ,o show consegue mesclar talento, profissionalismo e por vezes perfeição, mas os requisitos que se destacam por vezes mais que o próprio profissionalismo é o carisma, a conexão e a identificação  imediata do público com o competidor. Exemplo comprovado com os vencedores das temporadas anteriores: Nick(S1), Benji(S2), Sabra(S3) e Joshua(S4). Cada qual com sua característica, similarmente eles foram conquistando seu espaço e crescendo gradativamente, levando consigo o carinho do público. Quem não iria admirar Sabra que venceu a competição, provando com sua dedicação extrema de corpo e alma, sem necessariamente ter nascido já dançando, pois dançar propriamente ela o fazia somente a seis anos. Sempre que cada temporada inicia, me pergunto: Haverão Benji’s, Sabra’s, Joshua’s, entre outros tçao marcantes? Digo que existi sim uma pessoa nessa temporada , que por todos os méritos consagrou-se como “America’s Favorite Dancer”.

snapshot20090820220220Com uma temporada marcada por polêmicas discussões de jurados versus jurados e também jurados versus competidores, a Season 5 mostrou-se diferente das demais. Acredito que por algum motivo essa temporada sofreu com as baixas, sendo elas: pouca variação nos profissionais envolvidos nas coreografias apesar de alguns novos nomes convidados,baixo comprometimento dos jurados e a falta de personalidade do Top 20. Tudo parecia interagir numa sintonia nada comum, sendo os comentários e elogios apresentados num tom diferente, que enaltecia a perfeição mas não impulsionava a evolução dos competidores. Com a definição do Top 4, composto em ordem de escolha: Jeanine, Brandon, Kayla e Evan, podemos verificar alguns aspectos marcantes entre os quatro. Jeanine iniciou a competição como uma verdadeira “outsider”, vista como a sombra de Philip, rendendo comentários que eles somente prosseguiam na competição devido ao apelo que ele tinha com a audiência, que o considerava caricato e gracioso. Quando eles se apresentaram pela primeira vez, dúvido quem não tenha se perguntado: Quem é essa Jeanine mesmo?. Pois sim, até os próprios jurados falaram isso. Por sua vez veem Brandon,  uma das decisões mais controversas de todo o programa. Sem dúvida ele foi o competidor que precisou mostrar realmente por que merecia estar ali e que não era somente o cara sem atlético que fez A apresentação impactante, na qual deixou todos os jurados sem ar. Kayla desde o início mostrou que não haveria outro lugar para ela, a não ser entre os Top 20. Marcada incansavelmente por elogios sobre suas linhas e perfeito jeito natural de “não há nada que ela não saiba fazer”. Evan entrou no Top 20 com uma difícil missão: retirar a dura imagem da “perda” de seu irmão mais velho e provar que a “Broadway ainda está viva”  dentre uma competição tão marcada por dançarinos contemporâneos. O que esses quatro tem em comum? Creio que o merecimento por estarem na final, evoluindo e desempenhando muito bem naquilo em que  propuseram alcançar. Limitações, fraquezas e dificuldades todos passaram, porém somente esses quatro conseguiram brilhar e conquistar pela primeira vez um lugar no Kodak Theather, o magnífico lar dos Academy Awards.

snapshot20090820220532Os jurados representam um papel crucial na jornada de cada competidor, principalmente Nigel e Mary que estão ali toda a semana.Também crucial é a diretriz que a estonteantemente front-lady Cat Deeley traz consigo, creio que ela merece um capítulo enorme na história do show, mostrando na minha opinião o que é ser uma verdadeira apresentadora. Falando novamente nos jurados, essa temporada surtiu um efeito contrário, evidente em Nigel Lytghoe, o produtor-executivo e co-idealizador. Muito foi frisado sobre a falta de competidores que minimamente se assemelhassem com os antigos, questionando a falta de  personalidade e carisma natural, comentários deixados para o público em geral e nunca para que poderiam usufruir com essa crítica construtiva. Creio que buscar comparações é uma linha errada de pensamento, pois evidentemente a cada temporada veremos gêneros de dança muito parecidos, porém o ser humano é único, seja ele como for. Desde o ínicio, sempre torci para Kayla, a loirinha de 18 anos que parecia não errar nenhum movimento, transbordando glamour e estonteante beleza física e performática em suas apresentações. Porém deste então ela já destacava a falta daquela tão esperada característica. O mesmo se repetia com Brandon. Esses dois sem dúvida, considerarando se o programa buscasse o “America’s Best Dancer”, eles sem dúvida brigariam pelo título. Foi realmente decepcionante ver o Nigel falar somente na final que eles precisavam trazer mais e mais de suas personalidades, explicitamente mencionado a Kayla, que consegue maior empatia somente na reta final do programa.

snapshot20090820220358Creio que esses quatro sairiam muito mais completos dos que eles já são se os jurados variassem um pouco em seus comentários, pois realmente deve ser muito bom ouvir que você é praticamente perfeito toda vez, mas por outro lado realmente deixa a dúvida: será que sou isento de erros, será que não tenho nada a melhorar?  Será que eu sou tão limitado assim? Creio que essas perguntas se passam na cabeça desses jovens de 18 a 21 anos, pois eles podem parecer maduros e adultos, mas possuem tais dúvidas como qualquer outro jovem. Neste momento que entram Jeanine e Evan, provalmente os participantes mais desacreditados do ínicio da competição. Jeanine mostrou a maior das evoluções de todo o programa, acredito que muito disso, por exclusivo comprometimento como tudo aquilo que fazia, com cada movimento, cada passo sincronizado, cada interação com seu parceiro, merecendo o título de melhor par para qualquer competidor do programa. São dela os melhores solos do programa.  Evan trouxe o lado doce e carismático do bom moço de família americana, adorado pelas mães e venerado pelas vovós, ficando evidente a intensço que o programa teve. Todos falavam sobre as limitações de Evan, mas que parecia não importar muito pois ele era fofo e tinha as bochechas mais graciosas do universo. Nitidamente entre os quatro, ele é inferior porém em todas as coreografias da final comprovaram a teoria de deixá-lo sempre pra baixo, afinal: ele apanhou e suplicou pela Jeanine no Jazz, foi jogado e varrido no chão do Country Jive com a Kayla e foi explicitamente humilhado na ridícula coreografia Pop sem conteúdo da “Nasty Battle” com Brandon. Creio que talvez estejam poupando criatividade, reduzindo o número de convidados e coreografos fixos como haviam antes, apesar que acho extremamente válido trazer cada vez mais antigos competidores para trabalhar como coreografos, a exemplo do brilhante Travis Wall(S2). Muto disso devesse talvez pelo grande investimento ao trazer pela primeira vez o SYTYCD para o fall-season, momento que irá comprovar ou não seu grande sucesso conquistado no mid-season.

snapshot20090821000714Apesar de não ter gostado da maioria das apresentações da noite anterior (com excessão de  todas com a Jeanine), gostei de rever através das escolhas dos jurados, as melhores rotinas da temporada. Adam Shankman(Hairspray e Buffy) escolheu o Hip Hop coreografado pelo casal NappyTabbs com Jeanine e Philip, que segundo ele, ali já mostrava que ela dominaria até o final. Nigel “Perv” Lythgoe escolhe o explendido Tango Argentino de Janette e Brandon . Mary “Screaming” Murphy consagra o antigo participante Travis(S2) com sua forte e sensual peça contemporânea, entre Jeanine e Jason. Mia “Intensity” Michaels escolhe o o deslumbrante Samba entre Kayla e Max, que a colocou pela primeira vez no “Hot Tamale Train” de Mary. Foi maravilhoso ver o Top 16 novamente dançando ao som de “I Know You Want Me” do Pitbull, naquele misto de boêmia urbana e latina. Após algumas outras apresentações, chega o momento do primeiro anúncio, sendo revelado o 4º lugar para Kayla(na minha opinião injusto porém compreensível). Nitidamente emocionada, Kayla tem mais uma missão no palco: dançar com Kupono a mais bela e intensa coreografia desta temporada e sem dúvida de todas. Foi devastadoramente lindo vê-los novamente ao som de “Gravity” de Sara Bairelles, na rotina “Addiction” da fantástica Mia Michaels. Evan quase em seguida recebe o 3º lugar, após apresentar a graciosa coreografia do “bumbum”. Ele mostra que ele é talentoso e merecia estar ali, independente do massacre que ele recebeu dos jurados e das coreografias.

snapshot20090821002809Com os resultados finais se aproximando, resta saber quem levará o titulo: Jeanine ou Brandon. Antes do tão esperado momento, a produção do programa surpreende quando o Top 8 Dancers entram no palco dançando “One” do musical A Chorus Line , eis que surge então, num passe de mágica os coreografos: Nigel, Mary, Mia, Debbie, Tyce e Adam dançando numa participação mega especial. Como diria Cat Deeley, “Let’s go back to the bussiness”.  Brandon mostrou superação física e psicológica além do extremo cuidado e profissionalismo em tudo que fazia, conseguindo virar o jogo ao seu favor, devolvendo cada dúvida que Mia Michaels teve inicialmente sobre ele.  Porém Jeanine confirmou o quão incrível foi sua jornada, de fato não caberia de forma melhor a coreografia de Mia para as Top 2 Girls na noite passada, ali vemos uma competidora avançando, roubando a cena merecidamente, mostrando o quão completa foi ao longo desta temporada, na qual esbanjou senso de humor, dedicação e força naquilo que acredita fazer melhor.

And the Oscar (oops) goes to…………… JEANINE MANSON!

snapshot20090821004055

(Marco você me conheçe mesmo: Eu me empolguei, certo?)