Skins acaba de ganhar versão americana!

Agosto 24, 2009

skins_460A MTV anunciou que está a planear desenvolver uma versão americana do drama adolescente ‘Skins’.

A série, que foi criada por Brian Elsley e o seu filho Jamie Brittain, já tem três temporadas exibidas na sua versão original inglesa, sendo que a quarta época estreia no início de 2010.

A MTV disse que vai continuar a usar adolescentes para ajudar a escrever os guiões e desconhecidos a entrarem para o elenco. Elsley ficará como argumentista (roteirista) e produtor executivo na versão americana que se deve passar em Baltimore, Maryland.

Liz Gateley, da MTV, disse: “Skins é uma rara série que aborda histórias autênticas numa escrita única e um elenco que o Bryan criou. Estou realmente feliz por trazer Skins numa versão americana e a nossa intenção é preservar a autenticidade da série britânica. Estamos fascinados por desenvolver esta versão com a equipa original.

E vocês, o que acham desta versão americana já confirmada da série Skins? Será que conseguirão ser tão irreverentes quanto a original? Eu confesso que nunca fui a favor desta ideia quando surgiram rumores há muitos meses atrás, mas o facto de estar na MTV já ajuda um bocado. Imaginam isso na televisão aberta? Claro que não!


“Game Of Thrones” da HBO ganha novos nomes

Agosto 24, 2009
Ilustração de Jaime Lannister no Trono de Ferro

Jaime Lannister no Trono de Ferro

Mais nomes foram confirmados para papéis-chave de Game Of Thrones. Os actores que darão vida às personagens de Jaime Lannister, Daenerys Targaryen, Theon Greyjoy, Robb Stark, Sor Jorah Mormont, Sansa Stark e Arya Stark são já conhecidos. Alguns destes nomes são personagens muito importantes para a história, possuem forte relevo psicológico e destaque na história, pelo que era muita a expectativa sobre quem seriam os actores. Pois bem, agora os nomes já saíram.

Nikolaj Coster-Waldau irá fazer de Jaime Lannister, Coster-Waldau, dinamarquês, é um actor experiente , tem alguns filmes no currículo mas é conhecido sobretudo  pelo seu papel no drama da Fox, New Amesterdam, onde é protagonista. O seu papel de Jaime Lannister é provavelmente o mais difícil e exigente papel que Nikolaj teve e terá nos próximos tempos. Jaime é irmão gémeo da rainha de Westeros, Cersei Lannister, Cersei é a personagem mais esperada para se conhecer a actriz. É conhecido como o regicida, é membro da guarda-real , um manto branco, do rei Robert Baratheon, que será interpretado por Mark Addy, como dito na noticia anterior. É conhecido por regicida pois foi ele que matou o antigo rei de Westeros, o último rei da dinastia Targaryen, que reinaram com, punho de ferro e muita loucura, antes de o trono ficar para Robert. É das personagens mais controversas da história, e suscita muitas paixões e ódios. Sendo primeiro filho da família Lannister tem ao seu dispor todo o poder e dinheiro da sua casa. Tem reputação de cruel, não sendo das pessoas que reúne maior simpatia no reino de Westeros, no entanto é exímio com a espada, é loiro e belo. É uma personagem profundamente complexa, que ao longo da história desperta os mais diversos sentimentos, desde ódio até pena. Veremos como se sai Nikolaj.

Tamzin Merchant será Daenerys Targaryen

Tamzin Merchant

Outro nome confirmado é Tazim Merchant, uma quase desconhecida actriz Inglesa que participou há pouco tempo em dois episódios da terceira temporada de The Tudors. O papel que irá desempenhar é um dos mais controversos e aquele que gerou mais discussão entre os fãs sobre quem deveria desempenhar o papel. Tazim será Daenerys Targaryen, a filha mais nova da dinastia Targaryen. Danny, como é conhecida, é uma princesa exilada, extremamente jovem, no livro aparece com 14 anos, que tem o sonho de voltar para o reino de Westeros, pondo os targaryen novamente no trono. A personagem é controversa, protagoniza cenas de nudez e outras bastante fortes, não podendo ser uma adolescente a ter este papel. Tazim tem assim um papel complicado, que irá exigir muito dela.

O terceiro nome da nova lista é Richard Madden, que irá ser Robb Stark, filho mais velho de Ned Stark, interpretado por Sean Bean. Richard é outro inglês virtualmente desconhecido, que participou em Hope Springs, série também ela desconhecida para mim. A sua personagem Robb Stark é um adolescente de 16 anos, que como filho mais velho tem de ser preparado para ser o próximo senhor da casa Stark, senhor de Winterfell. É uma personagem que contribui decisivamente para a acção apesar de nos livros, em momento nenhum nos ser apresentada uma caracterização psicológica directa. No entanto é um personagem forte, um adolescente que cresce bastante enquanto homem e que tem de tomar decisões difíceis.

Sor Jorah Mormont será interpretado por Iain Glen, um actor escocês, bastante experiente. A sua personagem, Sor Jorah, é a de um cavaleiro exilado que se une a Daenerys, sendo o protector desta.

Sansa e Arya Stark são dois papéis que tiveram muita especulação também, mas sem surpresa os seus papeis foram entregues a actrizes também elas praticamente desconhecidas e sem experiência. Sansa Stark foi entregue a Sophie Turner, participação num episódio de Dr.Who. Sansa Stark é a filha mais velha de Ned e Catelyn Stark. É uma rapariga adolescente, que está a ser educada para se tornar uma senhora, com toda a etiqueta que é recomendada a famílias de alta posição. Arya Stark será interpretada pela desconhecida Maisie Williams. No livro, Arya é uma menina de nove anos, irmã de Sansa, no entanto completamente diferente desta, Arya é uma Maria-Rapaz, que não é tão bela como a irmã e que prefere brincadeiras de rapazes aos ofícios que deveria ter como uma senhora da casa Stark. Apesar das diferenças, ambas as irmãs passarão por muito ao longo da história, por muitas dificuldades e aventuras.

O outro nome que também já foi confirmado é Alfie Allen, também ele desconhecido mas que já tem alguma experiência. O seu papel será de Theon Greyjoy, um jovem exilado, filho de Lord Balon Greyjoy, senhor das ilhas de ferro. Durante uma rebelião de Balon Greyjoy contra o rei Robert, Ned Stark capturou Theon ficando a ser o protector deste e uma garantia de que Balon Greyjoy não se iria rebelar outra vez.

São estes os novos nomes, como era previsível muitos são desconhecidos. Dando a minha opinião pessoal, confesso que tenho medo de alguns dos actores, não duvido do valor, mesmo dos desconhecidos. No entanto alguns são bem mais velhos que as personagens que irão interpretar, compreendo que seria impossível não ser assim. Por exemplo, Daenerys que no livro tem 14 anos será interpretada por uma actriz de 20, no entanto não podia ser de outra maneira porque a personagem tem cenas bastante fortes e explícitas. Arya e Sansa Stark seguiram o mesmo caminho. A diferença de idades é das poucas coisas que me preocupa, apesar de compreender que não podia ser de outra maneira sem se estragar a história.

No elenco no geral acho que Sean Bean se destaca claramente no entanto há mais nomes de valor, o que é bom. Acho bastante bom a junção de nomes conhecidos e seguros com outros desconhecidos, creio que podemos ter algumas excelentes surpresas de actores desconhecidos. E não duvido dos elevados padrões de qualidade do elenco e da série.

Também surgem rumores de que a primeira temporada é já uma certeza para a HBO. Se isto for verdade, teremos mais uma série de grande qualidade na grade já fantástica da HBO.

Peço às pessoas que conhecem a história, os livros, para deixarem aqui a sua opinião. Por exemplo se acham que a actriz que irá fazer de Daenerys é suficientemente bonita ou se o actor que irá fazer de Jaime terá o carisma necessário. Sintam-se livres para comentar. Àqueles que são novos à história peço também para deixarem uma opinião. Se ficaram entusiasmados com a série ou o que esperam desta.

Os livros são editados em Portugal pela editora Saída de Emergência ficando aqui a recomendação do Portal de séries para todos aqueles que gostam de ler não terem medo de adquirir os livros.


True Blood (2.10) – New World In My View

Agosto 24, 2009

snapshot20090824114537Nove episódios depois de se ter explorado a guerra entre humanos e vampiros entre Bon Temps e Dallas, todas as narrativas cruzam-se quando Sookie, Bill e Jason chegam à sua terra. Mas antes do tão esperado regresso, a primeira cena volta a ser uma delícia para os fãs do casal Eric e Sookie quando a loira começa a sonhar novamente com o xerife de Bon Temps. Até agora isso só está a acontecer em sonhos, mas a pergunta é “até quando?”!

Nunca pensei que a cidade pacata estivesse tão má! Praticamente todas as pessoas, à excepção dos nossos protagonistas, estão possuídas pela Maryann o que reforça que Bon Temps é mesmo pequeno. Tudo está destruído e a loucura reina o bar Merlotte. Está tudo a postos para a grande perseguição antes do sacrifício final e enquanto que linhas são desenhadas separando os diferentes lados, um possuído e outro da razão, Bill e Sookie tentam encontrar uma forma de deter o imparável.

Jason volta a ter um acto heróico ao salvar o Sam e o polícia Andy quando estes estavam em cativeiro. A primeira parte do plano, que consistia em trocar a Arlene pelo vazamento do bar até que foi bem pensada, mas já a segunda parte não foi assim tão credível. Claro que estamos a falar do Jason e de um polícia que não faz mais nada senão beber, mas mesmo assim pareceu tudo um pouco forçado. Mas aceita-se isso pelo facto dos ‘olhos de insectos’ não terem uma visão completamente nítida, mas uma espécie de vermelhidão.

Tara consegue ser curada graças ao Bill e à Sookie depois de muito esforço. Grande performance de Rutina Weasley neste episódio (e na série em geral), assim como a do Stephen Moyer. Michelle Forbes continua a brilhar com a sua grande vilã, que apesar de muita gente não gostar (pelo menos é essa a impressão que tenho do que leio pela Internet), eu até acho que foi bem construída. Também foi num excelente confronto entre o casal protagonista e a deusa que a Sookie descobre que o minotauro que a atacou foi mesmo ela. Bill, furioso com o que estava a acontecer, tem a triste ideia de morder Maryann e acaba por sair envenenado, tal como a Sookie ficou no terceiro episódio. Tudo começa a fazer sentido à medida que caminhamos para o grande final!

A relação de Hoyt e Jessica fica ainda mais conturbada quando a mãe do rapaz enerva a sua futura nora de tal forma que esta é ‘obrigada’ a retribuir através de uma mordidela. Engraçado que os feitios da Jessica e do Bill são tão parecidos, como fossem mesmo pai e filha. Por fim, Bill reconhece a criatura com que está a lidar e vai visitar a rainha dos vampiros de Louisiana de modo a encontrar a única saída para matar, definitivamente, a imortal Maryann. O próximo episódio vai ao ar no próximo domingo e a ansiedade cresce a cada dia que passa. Algo me diz que vai ser extraordinário. Que venha a Evan Rachel Wood no papel da destemida rainha.

Nota: 9,3


Nurse Jackie (1.11) – Pill-O-Matix

Agosto 24, 2009

snapshot20090824164244Ainda não foi neste 11º,e penúltimo episódio de temporada, que Nurse Jackie mostrou todo o seu potencial, no entanto começamos a aproximar-nos de acontecimentos que realmente podem fazer toda a diferença, e torna-se, devido ao final deste episódio, evidente que podemos esperar um Season Finale de revelações. Mas comecemos pelo inicio.

Começamos como sempre com Jackie e as suas filhas, neste caso o inicio com a família tem ligeiramente mais minutos em cena. Novamente Jackie tem uma aula de dança com a filha, se no episódio passado se percebeu que Jackie não gostava muito da aula e principalmente não gostava da presença de uma antiga colega e a sua filha na aula, neste episódio isso tornou-se evidente. Jackie começou-se a irritar com a filha da colega e com o feitio que tem era previsível que Jackie fosse explodir. Desistiu da aula de dança, o que deixou a filha bem triste. Antes de se passar para o hospital o marido e a filha mais nova de Jackie vão comprar um anel para substituir o anel partido.

Passamos para o hospital onde está a decorrer uma reunião por causa do computador que irá substituir Eddie na farmácia, engraçado que a máquina que era para ser o Pyxis não o é porque arranjaram uma mais barata, o Pill-O-Matix, é irónico, já que substituiram o Eddie também para contenção de custos. Dr.Cooper Após o beijo de Jackie fica interessado nesta, pelo que termina com a sua namorada, Melissa, para se poder concentrar em conquistar Jackie.

Cooper compra um vaso de flores para Jackie e um pacote de chicletes, que foi a recomendação de Zoey, depois de tentar devolver as prendas e de cooper as voltar a deixar para Jackie, esta guarda o pacote de chicletes, a recomendação de zoey, era, como se viu, correcta, e deita no caixote do lixo o vaso de flores.

Tempo para falar dos dois casos médicos. Acho que foram os dois casos médicos que eu mais gostei. Num deles temos um crítico de cinema famoso que caiu e se aleijou bastante, este é um crítico de cinema amargo, viu-se que criticou bastante alguns filmes mais comerciais de que Jackie gostou, caso de Hotel for Dogs, ela confrontou-o por isso, porque achou que ele chamou estúpidas às pessoas. As discussões sobre cinema foram realmente bem introduzidas e tiveram a sua piada. No outro caso, um paciente tem uma aranha alojada no ouvido, Mo-Mo é quem está encarregue do caso e tem fobia a aranhas, também foi bastante engraçado o caso. Mo-Mo em pânico quando vê que o paciente tem uma aranha no ouvido. Lá consegue combater a fobia e tratar do paciente. O primeiro paciente, o critico de cinema fica em coma devido ao erro na dose de medicamento administrado por Zoey, ela fica de rastos por isso e Jackie foi bastante agressiva a falar com ela sobre isso.

O final do episódio é onde está o acontecimento mais importante do episódio. Aparentemente está tudo normal. Jackie chega ao bar do marido, dá uma flor a cada filha, passa para trás do balcão e cumprimenta o marido. Aparentemente tudo normal, no entanto Eddie está na parte de fora do café, seguiu Jackie e vê toda esta situação familiar. Realmente deu alguma pena ver o Eddie a descobrir sobre Jackie.

Foi um episódio ao nível habitual, não foi nada de extraordinário, no entanto o tempo é bem passado e tudo se desenvolve bem. Se não fosse os momentos finais, este episódio seria mais do mesmo, no entanto o final abre boas perspectivas para a Season Finale.

Nota: 8.7