Hawthorne (1.05-10) – Resumo

Setembro 1, 2009

Com o estágio e as férias pelo meio o tempo para fazer os reviews de algumas séries ficou muito reduzido, mas estou de volta. Apesar do atraso nos reviews, mais vale tarde que nunca e aqui fica um resumo dos 5 episódios de Hawthorne que faltavam. Sairá também em breve um review de temporada. Espero que gostem e mais uma vez desculpas pelo imenso atraso.

Hawthorne (1.05) – The Sense Of Belonging

haw 5No inicio do episódio é nos dado a conhece Amy, uma rapariga que nasceu com problemas no coração e para qual o hospital ocupa grande parte da vida dela, tendo já realizado 12 operações. Desta vez contudo o problema está relacionado com o seu cérebro, necessitando urgentemente de ser operada. Dr. Philip é o eleito do hospital para proceder à operação, mas depois de Christina o conhecer fica com dúvidas relativamente às suas capacidades e às suas prioridades de carreira. Fica um ambiente crispado entre Christina e Dr. Philip, tendo Christina inclusive ultrapassado as regras internas e enviado a ficha de Amy a um médico de fora. Tomando em conta a opinião de Christina, a experiência do médico em questão e a falta desta em Dr. Philip, a família acaba por decidir que Amy deve ser operado pelo outro médico. Contudo Amy ao descobrir a verdade decide ficar e ser operada pelo Dr. Philip. A operação é um sucesso e esperasse recuperação total, Christina é que não se livra de um dia em casa e de um raspanete por parte da directoria do hospital devido à sua conduta imprópria. Voltamos a ter notícias de Isabel que parece estar no bom caminho para tomar sozinha conta do seu pequeno rebento, tendo contado com a ajuda de Christina para arranjar um emprego dentro do hospital. O primeiro dia de mensageira do laboratório não corre às mil maravilhas com alguns percalços, mas no fim Isabel sabe lidar bem com a situação criada. Quem também acabou por se ver envolvida numa situação complicada foi Kelly que correu o risco de ser acusada de negligente mas acabou por lidar da melhor maneira com a situação, conseguindo dar a volta à esposa enfurecida. Já Ray tem de atender uma paciente muito especial e com um gosto muito requintado, nada mais, nada menos que a sogra de Christina e logo nas costas desta, mas acaba por estabelecer uma boa relação com a sogra de Christina, pelo menos até esta descobrir a chantagem.

Nota: 8,5


Hawthorne  (1.06) – Trust Me

haw 6Este é um episódio marcado pela ruptura e correria total no hospital, devido ao encerramento de Sacred Heart, é também um episódio em que a relação entre Christina e a filha, Camille, está em foco. A chegada dos exames leva Christina a exercer uma pressão positiva sobre a filha, o mesmo não se passa com o amigo de Camille, Ryan, que acaba por ter uma paragem cardíaca devido ao abuso de drogas. Drogas essas usadas com o intuito de obter maior rendimento escolar, a pressão exercida sobre os jovens com vista a obter notas elevadas é muita e muitas vezes essa acaba por se a solução arranjada por muitos para obter as notas tão desejadas. Mas neste caso o surpreendente foi a origem das drogas, era o pai de Ryan que as prescrevia para este utilizar, colocando a vida do próprio filho em risco. Esta questão do abuso de drogas levanta suspeitas a Christina que apesar de a filha negar veemente o uso de drogas, Christina fá-la urinar tirando assim a prova dos nove. Mas apesar de tudo no fim acaba por não abrir o envelope e dar mais um voto de confiança à filha. Isabel que começou o trabalho e uma nova vida encontra agora um revés, o seu filho foi dado para adopção. No entanto Christina ainda consegue arranjar uma despedida para Isabel, por sinal muito emotiva. Quanto a Ray que parece cada vez mais funcionar como o bobo da corte, que quando não anda atrás de Candy, mete-se em embrulhadas desta vez andou a relatar os podres do hospital a um doente esquizofrénico que se fez passar por um repórter.

Nota: 8,7


Hawthorne (1.07) – Night Moves

haw 7Hawthorne tenta mudar tudo e todos tentando mostrar o melhor caminho e aproveitar as melhoras qualidade em cada um, mas aprendeu neste episódio que nem sempre consegue moldar as pessoas à sua imagem. Isabel depois de arranjar emprego, de conseguir vaga no abrigo tem um retrocesso valente com a adopção de Moisses, retrocesso esse suficiente para a fazer voltar às ruas e inclusive a roubar Bobbie que amavelmente a acolheu em casa após a encontrar a revistar mais uma vez a lixeira. Este também foi um episódio marcado por alguns desenvolvimentos amorosos, especialmente na relação entre Christina e Tom, sempre foi notória a química existente entre os dois mas até ao momento nada ainda tinha sido dito ou feito que indicasse algo mais que uma grande amizade entre os dois, mas neste episódio depois de ser abandonado pelo seu par, Tom é surpreendido por Christina e em francês acaba por revelar um pouco dos seus sentimentos. É um possível casal que sempreme interessou desde o inicio do drama. Outro casal que não ata nem desata é Ray e Candy, desta vez esta até incentiva Alex a convidar Ray para sair dizendo-lhe que este está disponível, no entanto, foi notório algum ciúme da parte desta. O caso clínico tratou-se de uma jovem mãe, Crystal, com graves problemas de decisão, tendo dado para adoptar o seu filho a dois casais tentando com isto extorquir-lhes dinheiro. No final da história quem acaba por ficar com o bebe é o pai que resolve assumir a paternidade sozinha com a ajuda dos pais.

Nota: 8,7

Hawthorne (1.08) – No Guts, No Glory

haw 8Há sempre personagens que nos conseguem surpreender e neste episódio a digna dessa faceta é Kelly, extremamente cuidadosa e atenciosa com os seus pacientes consegue transformar-se quando está ao volante e Camille que o diga. De menina educada e carinhosa transforma-se num vulcão a conduzir quer pela velocidade que imprime quer pela maneira que refila, quem se aproveitou disso foi Christina que assim conseguiu dar uma lição a Camille. Numa altura em que se poderia achar que o racismo estaria totalmente posto de lado nos EUA com Obama no poder, este foi um tema abordado, sendo Bobbie a vítima, mas forte como é acaba lidando da melhor maneira com a situação e foi cómico ver a cara do paciente quando dá de caras com Christina. Falemos agora dos casos clínicos, um deles bastante emotivo e que mexeu com o casal Ray e Candy. Depois de um acidente de mota, Courtney e Jared dão entrada no hospital, Jared apresentando um estado mais crítico, sendo que Courtney apenas apresentava pequenas escoriações. Uma decisão tem de ser tomada, ser operado e correr o risco de morrer na sala de operações ou ficar possivelmente para sempre agarrado a uma cadeira de rodas e arriscar a vida planeada a dois. Ray e Candy funcionam como pombos-correios do casalinho, quem também contribui para que o desejo de Jared seja cumprido é Tom que discute em pleno bloco operatório com Dr. Lee quando este se recusa a remover o osso. Outro caso trazido ao de cima foi o de uma mãe vítima de agressões por parte do filho autista, Christina mais uma vez não desiste do caso e consegue descobrir a verdade e ajudar uma mãe desesperada. O episódio termina com a descoberta do anel de noivado por parte de Courtney e um Jared ainda sobre o efeito da anestesia e em expectativa sobre o que o pós-operatório lhe reserva. Já Candy depois de todo o envolvimento no caso do casal acaba por dar um sinal verde a Ray e quem sabe uma relação mais concreta não esteja próxima de acontecer. Um bom episódio este de Hawthorne.

Nota: 9,3

Hawthorne (1.09) – Mother’s Day

haw 9Um episódio muito emocionante de Hawthorne, cheio de drama e emoção, marcado por lágrimas, discursos, frustração, morte, despedimentos e no fim de tudo união, solidariedade. Morrissey como se sabe está sempre pronto e no pé de Tom e Christina para fazerem cortes no orçamento e no pessoal. Tom tem a difícil tarefa de despedir um mentor e amigo, Mike um médico de 66 anos que vê então chegar ao fim uma brilhante carreira sem glória sendo praticamente expulso do hospital ao qual dedicou a sua vida enquanto médico, isto acaba por abalar bastante Tom. Christina que inicialmente se vê confrontada com a possibilidade de despedir 6 enfermeiros acaba por conseguir obter um sinal positivo por parte de Morrissey ficando apenas o aumento salarial abalado. O grande caso clínico do episódio, responsável por uma grande carga dramática, começa quando Maureen transporta a sua mãe para o hospital vítima de um derrame. O médico assistente é nada mais nada menos que a temível Dr. Marshall e por azar Kelly resolve enfrenta-la, acabando no fim por ser a salvadora da vida da paciente para desagrado de Dr.Marshall. Quem decide enfrentar a fera é Ray, que num impulso acaba por se envolver com a Dr. Marshall. Com a confusão toda da sua mãe, Maureen acaba por se esquecer do seu pequeno rebento no carro fechado, em pleno dia de calor. Numa correria para tentar salvar o pequeno bébé, Christina rebenta com a janela do carro mas acaba por ser tarde demais. Tom não esconde toda a frustração acumulada. Esta morte acaba por ter repercussões muito negativas em todos os enfermeiros e no próprio Tom. Christina resolve chamar todos os enfermeiros para uma reunião com o objectivo de dar incentivo mas acaba por funcionar como uma espécie de desabafo para Bobbie uma das mais atingidas assim como Kelly e Christina. O episódio termina com uma Christina totalmente desfeita em farrapos, mas com a certeza de que Kelly estará presente na season final.

Nota: 9,7

Hawthorne (1.10) – Hello and Goodbye

haw 10Hawthorne já nos habitou à sua continuidade na história, e uma das personagens que tem aparecido ao longo de alguns episódios é David, que depois de ser dado como curado do cancro está de volta ao hospital e desta vez as noticias não são as melhores, o cancro está de volta. Christina mais uma vez recusa-se a desistir de David apesar de este afirmar que não quer tratamento e que está a aproveita a vida da melhor maneira, para isso Christina arranja uma vaga num ensaio clínico prometedor. Para conseguir a vaga Christina tem de ir contra a vontade e as ordens de Tom, que afirma que David não tem salvação. Christina não dá ouvidos a Tom e vai implorar por uma nova vaga, o que Christina não esperava é que a vaga de David fosse tirar a vaga ao doente de Tom que fica extremamente irritado com esta. Acabam por discutir e Christina volta atrás com a sua decisão. Quem também resolve aparecer novamente é Isabel que quer mesmo desculpar-se com Bobbie, conseguindo recuperar a sua prótese e fazendo finalmente as pazes com esta. Mas o episódio também é marcado por algumas despedidas, Sr. Fleming está de partida e Kelly atenciosa resolve organizar-lhe uma festa. Quem também está surpreendentemente de partida é Candy que vai para uma missão de 6 meses, quem fica arrasado é Ray, mas teve a despedida merecida. A série começou com as cinzas de Michael e termina envolto no mesmo assunto. A família Hawthorne resolve colocar um ponto final no assunto e finalmente seguir em frente. As cinzas são lançadas ao mar e Christina resolve finalmente arrumar a aliança após um longo ano. A imagem final é Tom a ir ao encontro de Christina depois das pazes seladas. Um bom episódio na minha opinião apesar das criticas que ouvi, no entanto depois de um episódio como o anterior e sendo uma season final esperava-se mais daí a nota.

Nota: 8,8

Anúncios

Fall Season: O calendário [Act.]

Setembro 1, 2009

TV-400O mês de Setembro é grande na televisão americana. Começa um pouco antes, nos últimos dias de Agosto e costuma-se prolongar até ao final de Outubro. Isto deve-se ao significado de Setembro na televisão, e muitas outras coisas, ser regresso. E, tal como nos últimos anos, o mês de Setembro (no sentido figurado em cima utilizado) representa carne nova no assador das emissoras. Que comece a diversão. E, para haver diversão repartida, nada melhor que conferir o calendário do regresso e das estreias das séries.

Segunda-feira, 31 de Agosto

Greek (ABC Family)

Terça-feira, 8 de Setembro

90210 (CW)
Melrose Place (CW)
Sons of Anarchy (FX)

Quarta-feira, 9 de Setembro

America’s Next Top Model (CW)
Glee (Fox)
So You Think You Can Dance (Fox)

Quinta-feira, 10 de Setembro

Supernatural (CW)
The Vampire Diaries (CW)

Sexta-Feira, 11 de Setembro

Are You Smarter Than a 5th Grader? (Fox)

Sábado, 12 de Setembro

America’s Most Wanted (Fox)
Cops (Fox)

Segunda-feira, 14 de Setembro

Eddie Griffin: Going for Broke (VH1)
Gossip Girl (CW)
The Jay Leno Show (NBC)
Lincoln Heights (ABC Family)
One Tree Hill (CW)

Terça-feira, 15 de Setembro

The Biggest Loser (NBC)

Quarta-feira, 16 de Setembro

The Beautiful Life (CW)
Launch My Line (Bravo)

Quinta-feira, 17 de Setembro

Bones (Fox)
Community (NBC)
Fringe (Fox)
It’s Always Sunny in Philadelphia (FX)
The Office (NBC)
Parks and Recreation (NBC)
Saturday Night Live: Weekend Update Thursday (NBC)
Survivor: Samoa (CBS)

Sexta-feira, 18 de Setembro

Brothers (Fox)
Crash (Starz)

Sábado, 19 de Setembro

Merlin (BBC One)

Domingo, 20 de Setembro

Curb Your Enthusiasm (HBO)
Bored to Death (HBO)

Segunda-feira, 21 de Setembro

Accidentally on Purpose (CBS)
The Big Bang Theory (CBS)
Castle (ABC)
CSI: Miami (CBS)
Dancing With the Stars (ABC)
Heroes (NBC)
House (Fox)
How I Met Your Mother (CBS)
Two and a Half Men (CBS)

Terça-feira, 22 de Setembro

The Forgotten (ABC)
The Good Wife (CBS)
NCIS (CBS)
NCIS: Los Angeles (CBS)

Quarta-feira, 23 de Setembro

Cougar Town (ABC)
Criminal Minds (CBS)
CSI: NY (CBS)
Eastwick (ABC)
Gary Unmarried (CBS)
Law & Order: Special Victims Unit (NBC)
Mercy (NBC)
Modern Family (ABC)
The New Adventures of Old Christine (CBS)

Quinta-feira, 24 de Setembro

CSI: Crime Scene Investigation (CBS)
Flash Forward (ABC)
Grey’s Anatomy (ABC)
The Mentalist (CBS)

Sexta-feira, 25 de Setembro

Dollhouse (Fox)
Ghost Whisperer (CBS)
Law & Order (NBC)
Medium (CBS)
Numb3rs (CBS)
Smallville (CW)

Sábado, 26 de Setembro

48 Hours Mystery (CBS)
Saturday Night Live (NBC)

Domingo, 27 de Setembro

60 Minutes (CBS)
The Amazing Race (CBS)
American Dad (Fox)
Brothers & Sisters (ABC)
Californication (Showtime)
The Cleveland Show (Fox)
Cold Case (CBS)
Desperate Housewives (ABC)
Dexter (Showtime)
Extreme Makeover: Home Edition (ABC)
Family Guy (Fox)
The Simpsons (Fox)

Segunda-feira, 28 de Setembro

Lie to Me (Fox)
Trauma (NBC)

Terça-feira, 29 de Setembro

Hell’s Kitchen (Fox)
Shark Tank (ABC)

Quarta-feira, 30 de Setembro

Hank (ABC)
The Middle (ABC)

Quinta-feira, 1 de Outubro

Private Practice (ABC)

Sexta-feira, 2 de Outubro

‘Til Death (Fox)
Stargate Universe (Syfy)

Domingo, 4 de Outubro

America’s Funniest Home Videos (ABC)
The Next Iron Chef (Food)
Three Rivers (CBS)

Segunda-feira, 5 de Outubro

Rita Rocks (Lifetime)
Sherri (Lifetime)

Terça-feira, 6 de Outubro

Scare Tactics (Syfy)

Quarta-Feira, 7 de Outubro

Secret Girlfriend (Comedy Central)
South Park (Comedy Central)

Sexta-feira, 9 de Outubro

Sanctuary (Syfy)
Ugly Betty (ABC)
Wizards of Waverly Place (Disney)

Quarta-feira, 14 de Outubro

Nip/Tuck (FX)

Quinta-feira, 15 de Outubro

30 Rock (NBC)

Sexta-Feira, 16 de Outubro

Supernanny (ABC)

Sexta-feira, 23 de Outubro

White Collar (USA)
Southland (NBC)

Quarta-Feira, 28 de Outubro

Friday Night Lights (DirecTV)

Segunda-Feira, 2 de Outubro

I Want to Work for Diddy (VH1)

Terça-feira, 3 de Novembro

V (ABC)

Sábado, 7 de Novembro

Legend of the Seeker (syndication)
The Wanda Sykes Show (Fox)


True Blood: Vídeo promocional legendado do episódio 2.12

Setembro 1, 2009

Sem título

True Blood termina a sua segunda e excelente temporada daqui a duas semanas (dia 13 de Setembro) com a exibição do episódio doze, intitulado ‘Beyond Here Lies Nothin’. Abaixo podem ver o excelente vídeo promocional que nos faz ficar ansioso que o dia 13 chegue. Como estou na ilha de férias, ainda não consegui ver o episódio de domingo passado, mas amanhã devo ver e fazer o review.


Começou a Fall Season…!

Setembro 1, 2009

Untitled-1

Chegou o grande momento para os fãs de séries, o regresso dos nossos programas favoritos! A temporada 2008/09 foi um grande momento para o Portal de Séries, onde conseguimos sempre crescer as visitas, os comentários e o interesse do visitante.

Eu, Marco, comecei sozinho e ganhei uma grande equipa, mas infelizmente alguns tiveram que deixar o Portal. Contudo, outros conseguiram ficar como a Marcia, Manola, Filipa, Aguerra e a Mariana. Como em tudo na vida, o nosso site também necessitava de sangue fresco para os reviews e por isso o Tiago Duarte e o João Paulo começaram a fazer parte da equipa este Verão.

O Aguerra vai publicar em breve o calendário das estreias da Fall Season, e eu agora vou deixar abaixo a lista de reviews que vão ser feitos por nós. Na lista apenas figuram séries da Fall Season e não da Mid Season e, como é óbvio, poderá sofrer alterações.

Marco Braga:

  • Supernatural
  • Fringe
  • FlashForward
  • V
  • Merlin

Marcia Silva:

  • The Big Bang Theory*
  • The Office*
  • Cougar Town*
  • How I Met Your Mother*
  • Californication*

Mariana Barros:

  • Greek
  • Eastwick
  • Brothers and Sisters
  • Glee
  • So You Think You Can Dance

António Guerra:

  • Lie To Me
  • House
  • Castle
  • Dexter
  • Heroes
  • The Mentalist

Filipa Silva:

  • 90210
  • Survivors**
  • Grey’s Anatomy

Manola Bianchi:

  • One Tree Hill
  • Friday Night Lights

Tiago Duarte:

  • Legend of the Seeker
  • NCIS:LA***
  • Dollhouse

João Paulo:

  • The Beautiful Life
  • Ugly Betty

* – Essas comédias irão fazer parte de um bloco em que cada artigo terá mini-reviews de todas elas.

** – Eu não consegui achar a data de estreia da temporada, por isso não tenho a certeza se vai ser na Fall Season.

*** – Esta é a série onde irá participar a actriz portuguesa Daniela Ruah.

De referir ainda que todas as novas séries não contempladas com review no Portal terão uma mini-análise do piloto realizada pelo Aguerra, tudo num post no final de cada semana.


The Mentalist – Primeira Temporada (2008)

Setembro 1, 2009

tv_the_mentalist04
Mentalist. Someone who uses mental acuity, hypnosis and/or suggestion. A master manipulator of thoughts and behavior.

Procedurals está o mundo cheio. Chega levantar uma pedra e encontramos uma mão cheia deles. Alguns enterrados, alguns que ainda respiram. CSI e as sequelas, Bones, NCIS e agora com o novo NCIS: LA, Criminal Minds, Law & Order e os sufixos acrescentados, Cold Case e por último, a Matemática criminal de Numb3rs. Esta era a lista de Procedurals policiais que ocupava a grelha Americana (excepto, claro, NCIS:LA) no inicio na categoria de veteranos. Juntaram-se mais um par delas. Southland, Lie to Me, Castle, todas elas num estilo diferente, e The Mentalist. A grelha americana fica sobrelotada desta mina de ouro para as emissoras, de latão para os espectadores que gostam de ver uma série (leiam esta palavra de duas maneiras), e não casos. Mas, por vezes, da mina de latão saem pepitas de ouro. The Mentalist não é uma pepita de ouro, mas mais de prata.

Mas o protagonista é uma pepita de ouro (não interpretem isto mal…continuem a ler). Simon Baker é uma pepita de ouro a dois níveis. Primeiro é um actor que conseguiu encarnar a personagem no seu todo. Segundo, é uma pepita de ouro para ele próprio, devido ao ordenado que aufere. Mas isto não é para aqui chamado. O que é para aqui é chamado é Patrick Jane, o investigador, o colaborador do CBI, o escavador principal dos casos. A carreira começou a de ser vidente, mas aquilo tornou-se chato. E torna a virar investigador. O erro da vida de Patrick. A família morta por esta escolha, por Red John, o serial killer. E a vida resume-se a vingança.

A premissa é esta. A série demonstrou-se outra. Demonstrou um Simon sempre a saber encarnar a personagem, tirando a série do sério e levando para o lado mais divertido. Cada episódio é um jogo, uma charada para o espectador resolver. Qual será o pormenor que Patrick encantará para resolver o crime? A magia da série estava aí, no sorriso de Patrick em todas as situações. Mas se fosse só isto, a série cairia na ruína rapidamente. E, claro, tem de haver outras ferramentas para manter a máquina a carburar.

E é, quando a série está a cair na monotonia, que aparece o sorriso de Red John na parede. O arco da temporada, e, pelo final, da série, é o assassino da família do colaborador do CBI. O sangue em forma de smille na parede do local do assassinato é o melhor incentivo que Patrick precisa e nós também. Ele para continuar a procura, nós para continuarmos a assistir. Pois, um certo dia poderão sair na rifa um episódio de novo excelente, um episódio de novo refrescante. Um episódio Red John.

Mas não só a volta de Patrick vive a série. Sem Patrick não vive, mas mesmo assim tem alguns apontamentos de interesse. A relação entre Rigsby e Van Pelt dão para dar uns sorrisos, que ainda são maiores com a ajuda de Jane (a aura de Patrick está por todo o lado, por todo o CBI, e o seu sorriso também) e a relação de Lisbon e o protagonista. Fica de parte Kendall Cho, que poderia deixar de existir que a série não perderia qualidade.

A série não é daquelas que puxem muito pela cabeça, mas também não são necessários muitos cabelos arrancados para perceber. É simples, divertida, e vem trazer alguma frescura aos procedurals policiais já existentes. Algo para seguir na segunda temporada, nem que seja por Patrick Jane.

35e


A renovação de Mad Men e, claro, da década de 60

Setembro 1, 2009

mad-men-twitterA série mais premiada nos últimos anos, muito devido ao ser carácter e rigor histórico, acaba de ser renovada para uma 4º Temporada. A série de Don Draper encontra-se na sua terceira temporada, que começou em 16 de Agosto e que teve 4,5 Milhões de números de audiência. Assim, a decisão da AMC não deve ter difícil, pois, para além dos números da audiência, outros números deverão ter pesado na cabeça do presidente do canal. 16 nomeações nos Emmys é um número que é de considerar, e bastante. E assim a solução acabou por ser a renovação já esperada.

“Sempre vimos potencial na série e por isso a sempre acreditamos nela e nunca deixamos de a apoiar. E é extremamente gratificante ver a série desenvolver-se e formar uma fan base tão apaixonada” diz o presidente do canal, Charlie Collier.

Como a temporada de Mad Men está a ser transmitida agora, sendo que o quarto episódio vai para o ar no próximo domingo, poderemos prever que os 13 episódios da quarta temporada serão transmitidos no final do verão do próximo ano. Até lá, divirtam-se com Don Draper e a agência de publicidade da série. Já sabemos que para o ano há mais!


Fox promove 'The Best of SYTYCD'

Setembro 1, 2009

1024x768_wallpaper_7

Como já foi informado por aqui, o programa fará sua estréia no dia 09 de setembro, antes do tão aguardado retorno de Glee, a grande promessa do canal e na minha opinião do fall season. Antecedendo a estréia, no dia 02 de setembro irá ao ar um programa especial que relembrará as melhores rotinas das cinco temporadas existentes. Desde que o programa estreou em 2005, muita coisa mudou na televisão e também muito foi acrescentado para o universo da dança. SYTYCD é conhecido por unificar excelentes profissionais da dança e excelente equipe técnica(excessão do trabalho de câmera,eu acho) com talentos únicos e outros nem tanto assim, pois o Luxo e o Lixo fazem parte da estrutura do show. Além disso, consegue elevar a dança a um outro nível,  não somente o técnico, mas desenvolvendo o conjunto da musicalidade,  expressividade dos movimentos e a história de cada coreografia, marcante e por vezes inesquecível. Sendo assim, me arrisco a palpitar cinco coreografias de duplas e uma de grupo para cada temporada, lembrando que são as minhas favoritas e não necessariamente serei atendida. Conto com a opinião de vocês que acompanharam, mesmo que tenha sido somente uma ou duas temporadas.

s1

Nick & Jamile – “Young’n (Holla Back)”  – Final Hip Hop

Ashle & Blake – “Black Machine” – Samba

Sandra & Artem – “Nora” – Lyrical

Ashle & Jamile – “Jim Dandy” – Jive

Kamilah & Nick – “King of Pain” – Contemporâneo

Grou: Top 16  – “Pump It” – Final Hip Hop

 

s2

Benji & Travis – “Gyrate” – Final Hip Hop – “Batalha dos Nerds”

Natalie & Dmitry(Especial Final) –  “Mas que Nada” – “Escolha de Mary Murphy”

Heidi & Benji – “Fake Your Way To The Top” – Broadway

Allison & Ivan – “Why” – Contemporâneo

Donyelle & Benji  – “Los Amigos Invisbles” – ChaCha

Group: Top 4 Finale – “Sexyback”

s3

Danny & Neil – “Are you the One?’  – Final Contemporâneo – “Guerra dos Princípes”

Lacey & Kameron ” Dancing” – Contemporâneo

Lauren & Pasha “Fuego”  – Hip Hop – “Transformers”

Sabra & Neil – “Sweet Dreams” – Jazz

Sara & Pasha – “The Rockafeller Shank” – West Coast Swing

Group: Top 16 – “The Lioness Hunt” – Broadway

s4

Katee & Joshua – “Hometown Glory” – Contemporâneo

Kherington & Twitch – “A New Day Has Come” – Viennese Waltz

Courtney & Mark – “The Garden” – Jazz

Chelsie & Twitch – “Control”Hip Hop

Courtney & Gev – “Wishing on a Star” – Rumba

Group: Top 10 – “Jhoom Barabar Jhoom” – Bollywood

s5

Kayla & Kupono – “Gravity” Addiction” – Contemporâneo

Janette & Brandon – “Libertango” – Tango Argentino

Jeanine & Jason – “If It Kills Me” – Contemporâneo

Jeanine & Philip – “Mad” – Hip Hop

Kayla & Brandon – “Dance (Disco Heat)” – Disco

Group: Top 18 – “Higher Ground” by Mia Michaels

***As coreografias vencedoras e nomeadas ao Emmy não foram colocadas na listagem, pois obrigatoriamente  serão relembradas durante o programa especial.