'V' terá vida complicada?

Setembro 26, 2009

116110_0770_pre-500x333A ABC confirmou que ‘V’, uma das suas novas apostas para esta temporada, terá uma grande pausa após os primeiros quatro episódios serem exibidos.

O remake de ficção científica, protagonizado por Elizzabeth Mitchell, estreará no dia 3 de Novembro e depois dos outros três episódios serem exibidos, vai entrar numa longa pausa. Os restantes episódios dos treze inicialmente pedidos pela emissora começarão na Primavera de 2010 (em Março).

A produção da série ficou inactiva temporariamente no mês passado por razões criativas. Mais recentemente surgiu alguns rumores que dava a entender que ‘V’ iria ser cancelado e que os episódios produzidos até à data seriam utilizados como uma minissérie.

A boa notícia disso é que a Elizabeth Mitchell terá mais tempo livre e a sua participação em Lost poderá ser alongada.


E o primeiro cancelamento dá pelo nome de TBL

Setembro 26, 2009

beautiful-life1Pois, é o que dá ter audiências fracas, já se sabe o que vem a seguir: cancelamento. Com audiências muito fracas (1,1 milhões no segundo episódio com um rating de 0,5 na faixa dos 18-49), a série estrelada por Mischa Barton fica-se pelo segundo episódio.

A série sai assim da emissão, dando lugar as repetições de Melrose Place, que passa no dia anterior, e que se espera que consiga aumentar as audiências para a emissora, que está muito mal nessa área.

A CW tem de pensar muito bem o que anda a fazer, pois a aposta em dramas adolescentes já se viu que não dá. A emissora respira cada vez pior, e de caminho nem com máquinas sobrevive. O que seria má notícia para Supernatural ou Smallville, pois, segundo o que leio, ainda se vão safando em termos de qualidade (principalmente a primeira que a segunda). Esperemos que não aconteça.


Jennifer Morrison deixa House!

Setembro 24, 2009

Sem títuloO Michael Ausiello, colunista americano conceituado em televisão, acabou de dizer que a actriz Jennifer Morrison, que interpreta Cameron na série House, está de saída do drama médico!

Apesar da FOX ou um representante da actriz não confirmar o que foi dito, a verdade é que Morrison vai mesmo deixar House em Novembro e algumas pistas da sua saída foram dadas. Primeiro que tudo, ela não vai morrer. Em relação a Jesse Spencer (Chase), ele não vai deixar a série, logo a relação dos dois deverá sofrer algumas mudanças. Por último, e para descanso dos fãs, os produtores deixarão a porta aberta para uma possível participação na recta final da sexta temporada.

Agora vamos lá a alguns factos que me metem alguma confusão… Pronto, ela está de saída! Eu confio nas palavras do Ausiello, logo isso é verdade. Mas também é verdade que o criador da série disse que os fãs do casal Cameron-Chase iriam ficar contentes com o rumo que as coisas iriam tomar. Além disso, a actriz disse que os episódios que ela gravou foram muito trabalhosos pois tinha voltado a ser uma personagem central. Qual a razão então por detrás desta saída repentina?

Tudo o que foi dito foi o seguinte: razões criativas!


CW ordena mais OTH, Melrose e Diaries

Setembro 24, 2009

Sem títuloSegundo o TVGuide.com, a The CW quer ver mais de One Tree Hill, Melrose Place e The Vampire Diaries.

A emissora ordenou uma temporada completa de One Tree Hill constituída por 22 episódios. Neste momento a série está na sétima temporada e constitui uma das melhores audiências do canal, ficando à frente de Gossip Girl e 90210, por exemplo. Quem também ganhou uma temporada completa de 22 episódios foi The Vampire Diaries, que neste momento é o programa mais visto da emissora, que tem como público alvo raparigas adolescentes. Por fim, Melrose Place, apesar das baixas audiências que tem conseguido ao longos destes primeiros três episódios mas tendo uma crítica razoável, ganhou seis episódios adicionais, que totaliza dezanove para esta primeira temporada.


Conheça a websérie 'The Cell'

Setembro 23, 2009

FOX - The Cell 1‘The Cell’: FOX International Channels lança 1.ª série produzida para internet, mobile e TV!

  • 20 Episódios compõem a 1.ª temporada desta produção de acção e intriga;
  • 2.ª Temporada já confirmada; estreia e emissão marcadas para Outubro com o patrocínio da Vodafone Portugal.

A FOX International Channels (FIC) anuncia o lançamento em Portugal de ‘The Cell’, a primeira série multimédia da FIC criada para ser emitida em multiplataforma: internet, mobile e televisão. A 1.ª temporada é composta por 20 episódios de dois minutos cada um e pode ser vista em http://www.fox.pt/the-cell e no canal FOX Mobile (disponível nos serviços Mobile TV da Vodafone Portugal e MEO Mobile da TMN).

Com o patrocínio da Vodafone, está já confirmada a estreia da 2.ª temporada desta produção de acção e intriga (composta por 10 episódios de cinco minutos cada) que será emitida em Outubro, no site FOX, no FOX Mobile e no canal FOX. Em http://www.fox.pt/the-cell estão disponíveis para além dos episódios, outros conteúdos sobre a mesma: imagens, wallpapers e um jogo interactivo.

‘The Cell’ é uma série que gira em torno de um homem, Michael Spence, que acorda sobressaltado e descobre que está encarcerado numa prisão, sem saber como lá chegou nem porquê. Spence conta apenas com um telemóvel e uma misteriosa voz do outro lado; voz esta que não sabe se é de alguém que o quer ajudar a escapar ou se, simplesmente, não faz parte de um esquema para o tramar e torturar psicologicamente. A série é narrada em dois momentos/situações: ”dentro” ou real, em que o protagonista está preso; e “fora”, em que são relatados através de flashbacks momentos em que o podemos ver fora da cela.

Fala-se muito de conteúdos produzidos especificamente para serem distribuídos on-line, mas não há muitas empresas que desenvolvam projectos internacionais de ficção com distribuição multiplataforma. Estamos realmente emocionados perante as perspectivas que uma operação deste tipo envolve e temos já os olhos postos em futuros lançamentos do mesmo tipo”, comentou desde Los Angeles Pablo Silva, Vice-Presidente de Publicidade On-line da FOX International Channels.

guide-export1.ai

Press release enviada pelo grupo FIC


Filha de Cinha Jardim em Desperate Housewives!

Setembro 20, 2009

235Depois da Daniela Ruah e do Joaquim de Almeida, é a vez de Isaurinha, filha da tão conhecida Cinha Jardim, ter um lugar numa série americana.

Isaurinha Jardim foi assistente da actriz Eva Longoria (a Gaby da série) e teve o previlégio, segundo a mãe, de ler os guiões dos episódios.

Apesar de ter perdido qualidade nos últimos anos, Desperate Housewives continua a ser uma das séries mais vistas nos Estados Unidos da América. O regresso está marcado para o dia 27 de Setembro e terá reviews semanais feitos pelo Rui.


A ciência por detrás de Fringe!

Setembro 16, 2009

hair11Fringe foi das séries que mais facilmente causou uma volta na barriga nesta última temporada. Para além disso, a série consegui-nos ver coisas que nunca imaginamos, desde monstros impensáveis para a mente humana até pormenores que nos mostra como ainda somos ignorantes. A vida de Fringe foi entrando. E foi quando decidi procurar alguma coisa sobre a ciência em que se apoia Fringe que dei de caras com um artigo da revista “Live Science”. Assim decidi partilhar com vocês o artigo, devidamente traduzido. Para mostrar que as séries de J.J.Abrams não são feitas às três pancadas. O artigo tem pequenos spoilers, mas nada assim algo de muito significativo.

Por Emilie Lorditch, Inside Science News Service

Injectar o mesmo corante usado para fabricar os M&Ms em pessoas para reparar lesões da espinha soa mais a ficção cientifica que algo retirado das páginas de uma revista cientifica. No entanto, são estas mirabolantes ideias que são a fonte de material para os argumentistas de Fringe.

“Todas as pessoas da equipa encontram artigos que fornecem pequenas informações para os episódios”, diz o argumentista Robert Chiappetta, um dos principais “science guys” por trás da série. “ Todos os argumentistas encontram novo material para se trabalhar de uma perspectiva diferente. Por vezes ajuda que tenhamos uma familiaridade com um tema em especial, e daí retirarmos material.”

A série tem uma parte de aventura cheia de adrenalina, uma parte cerebral, no que toca aos crimes, e uma parte de ficção científica. Logo, quanto mais conhecimentos existirem sobre ciência, mais interessante as narrativas se tornam.

“ Com o evoluir da ciência a série evolui e, consequentemente, as narrativas”, diz Glen Whitman, também argumentista e outro “science guy” da série. Tal como séries como Law & Order e CSI tiram algumas ideias em manchetes sobre crime, nós retiramos as nossas de revistas científicas”.

A segunda temporada explorará algo mais familiar, assim como algo proveniente de um domínio mais exótico.
“ A memória irá ter um papel importante nesta nova temporada, mas não serão unicamente as memórias de Olivia Dunham que serão utilizadas” diz Chiappetta. “ Quanto mais soubermos sobre o cérebro, a maneira como funciona como um computador e como dispositivo de armazenamento, mais poderemos brincar com a narrativa e claro, introduzir novas direcções neste campo.”

Novos rumos que revelam que existem dois lados para cada história. “ A ciência é um elemento neutro, com benefícios e resultados negativos. Assim poderemos ver a mesma tecnologia ser usada tanto para o bem como para o mal” diz Chiappetta.

“ Para além disso, estamos a aprofundar os conhecimentos sobre universos paralelos, vendo o que na realidade alternativa é diferente e o que é igual; algumas coisas são melhores e outras piores” acrescenta Whitman.

“Esperemos que a série promova um interesse pelo mundo científico e pelo mundo tecnológico” conclui Chiappetta.

No dia 17 de Setembro (já amanhã) Fringe regressa a antena da Fox com a sua segunda temporada com Olivia Dunham (Anna Torv), Walter Bishop (John Noble) e Peter Bishop (Joshua Jackson) a expandir os limites da ciência como entretenimento, com uma atenção especial para os verdadeiros cientistas, que cada vez mais empurram os limites da investigação para algo próximo da ficção.

Um dos mais desejados regressos acontece já amanhã. Continuaremos a ver em Fringe a ciência mais extravagante que foi descoberta. E continuaremos a ver em Fringe não só entretenimento, mas sim sempre uma nova descoberta.


Estreias TVP: FOX Next = HBO?

Setembro 16, 2009

hung-hbo-photoA FOX Next divulgou hoje à imprensa as novidades para o resto do ano e depois de ver as novidades podemos dizer que não precisamos mesmo de uma versão portuguesa da HBO, como existe como Brasil. A maioria das séries, senão todas, da HBO americana já foram compradas para Portugal, principalmente agora que a FOX Next aposta da premiada ‘John Adams’ e ‘Hung’. De lembrar que True Blood também já chegou a Portugal pela MOV. Segue-se a press release:

O FOX Next assina “alta qualidade de produção” na sua rentrée televisiva de Outono com a estreia e/ou continuação de séries de ficção bastante prestigiadas e aclamadas pela crítica e pelo público. ‘Sete Palmos de Terra’ (estreia a 29 de Setembro; 2.ª temporada a 16 de Outubro), ‘Hung’ (estreia 02 de Outubro), ‘John Adams’ (estreia a 07 de Outubro), ‘Big Love’ (cuja 3.ª temporada chega ao canal no dia 12 de Outubro), ‘Kings’ (estreia em Novembro), ‘House Of Saddam’ (estreia em Dezembro), ‘Rockefeller’ e ‘Mad Men’ (estas duas com estreia prevista para o início de 2010) são algumas das séries que dão corpo à estratégia do canal.

De salientar que destas oito séries, cinco têm a chancela da Home Box Office (HBO). As duas novas e ambiciosas apostas da HBO, ‘Hung’ e ‘John Adams’, chegam ao FOX Next no início de Outubro, respectivamente nos dias 02 e 07, às 21h30. Ainda neste mês o FOX Next começa a exibir a 3.ª temporada de ‘Big Love’ e a 2.ª temporada de ‘Sete Palmos de Terra’, cuja estreia acontece já na terça-feira, dia 29 de Setembro, às 00h05. Tem ainda assinatura HBO a mini-série ‘House of Saddam’.

‘Rockefeller’ e ‘Mad Men’ são duas das “estrelas mais cintilantes” do FOX Next, canal que as estreou em primeira-mão em Portugal em 2008. A estreia da 4.ª temporada de ‘Rockefeller’ está prevista para Janeiro de 2010 e a da 3.ª temporada de ‘Mad Men’ para Fevereiro. Estas duas séries que têm vindo a granjear inúmeros galardões estão no topo das séries com mais nomeações para os Emmy Awards 2009 – 22 e 17, respectivamente –, que se realizam já no próximo dia 21 de Setembro. No ano transacto receberam sete e seis estatuetas, respectivamente.

Ainda no que aos Emmys diz respeito, é de salientar que o drama histórico ‘John Adams’ – que estreia no dia 07 de Outubro, às 21h30 – foi a (mini-)série mais nomeada (23) e premiada na edição de 2008, tendo obtido 13 estatuetas. Também vencedora de quatro Golden Globes este ano incluindo o de Melhor Mini-Série (é composta por 7 episódios), esta mega produção cinematográfica da HBO resulta da adaptação do livro – com o mesmo nome – vencedor de um Pulitzer e da autoria de David McCullough. ‘John Adams’ conta com as fantásticas performances de actores conhecidos do grande público como Paul Giamatti, Laura Linney e Tom Wilkinson, mas o leque de profissionais da sétima arte não se fica pelo elenco: Tom Hanks é um dos produtores executivos.

No próximo dia 02 de Outubro, pelas 21h30, o FOX Next estreia ‘Hung’, uma das mais recentes produções da HBO que tem vindo a conquistar excelentes audiências nos Estados Unidos, tornando-a num dos maiores sucessos desde a série ‘John From Cincinnati’ (já exibida no FX). O que pode acontecer para um homem começar a prostituir-se? Esta é a pergunta que dá mote a este drama que apresenta laivos de comédia e pequenos toques de ironia e que conta com grandes actores conhecidos do cinema: Jane Adams, Thomas Jane (na pele de Ray Drecker, o protagonista) e Anne Heche.

Informação enviada pelo grupo FIC


Algumas deixas sobre a terceira temporada de True Blood!

Setembro 15, 2009

57979637Após o final da temporada, o criador e responsável pela adaptação televisiva de True Blood, Alan Ball decidiu que a os espectadores mereciam ter algumas informações para gerirem até a temporada voltar. Numa entrevista dada ao Ausiello, ficamos a conhecer o que podemos esperar da terceira temporada.

O criador da série revela vários segredos sobre a próxima temporada, como os temas que irão ser tratados, assim como o destino de alguns relacionamentos, como o de Lafayete, Sookie-Eric e Tara-Jason. Para além disso, faz uma análise à Season Finale e a maneira de escrever o episódio e a Maryann. E mais algumas surpresas, que deixam a água na boca.

Claro que assim a entrevista tem spoilers, entre os quais que a série deve voltar na mesma altura que começou este ano (isto claro não é spoiler).

Aqui fica a entrevista, com uns comentários meus a itálico:

Ausiello (Au.): Algumas pessoas surpreenderam-se pelo encerramento da história da Maryann aos 30 minutos.

Alan Ball (Al.): Ao olhar para a série, eu vejo cada episódio como um capítulo de um livro. Isto deve-se, penso eu, ao modo de assistir a séries, que em vez de as ver semanalmente assisto-as em DVD. Mas a temporada passada acabou assim.

Au. : E porque o súbito desaparecimento do Eric na Season Finale?

Al. : Existe uma razão, mas ao dizer estaria a ser demasiado generoso.

Au. : Mas terá importância na próxima temporada?

Al. : A isso posso dizer que sim. (e eu, espectador de True Blood, não podia pedir mais…Quero mais Eric.)

Au. : E já que estamos a falar do Eric. Surpreendeu que a relação amorosa Sookie /Eric tenha tantos fãs?

Al. : Sim. Mas não me tento envolver nestas ondas, pois não quero que influencie a série. Mas falando pessoalmente, eu gosto, o Eric é “quente”. Mas para além disso, vemos um Eric perigoso e que eu não sei se amará alguém para além de si próprio. (aqui eu acrescento o seu criador.)

Au. : Agora falando da Sookie. Por que que ela não é influenciável pelo poder da Maryann, mas o Jason era? Terão pais diferentes?

Al. : Os pais são os mesmos. Mas saberemos o que é a Sookie é na próxima temporada. É que há genes dominantes e recessivos. Talvez o Jason seja fundamentalmente humano, mas tenha um traço não humano. Mas ele é parecido a um ser humano perfeito, pois tem todo aquele carisma, é todo atlético, se calhar teve uma ajuda nesse sentido [risos]. Mas ele é maioritariamente humano. A Sookie é diferente. Ela tem uma predisposição genética que a leva noutra direcção. Quem leu os livros sabe do que estou a falar. Quem não sabe, tem de ver, que isto irá ser explicado.

Au. : E porque aquele obsessão da rainha pelo Yahtzee?

Al. : Quando se tem 400 anos o que se irá fazer? Mas não é nada especial, foi algo que nos lembramos.

Au. : A caracterização da Evan Rachel Wood como rainha tem sido muito dividida. A quem diga que ela não é assustadora o suficiente.

Al. : Ela será. Não queríamos introduzi-la assim porque, mais a frente, quando voltar a aparecer, não queríamos que os espectadores puxassem um bocado a frente. Mas é interessante ver os fãs a falarem disso. Só assim é que dá para ver que estão a gostar da série, partilhando as suas opiniões, e que estão envolvidos por ela. Como estou a pensar que a série seja comprida, não podemos introduzir assim uma personagem ao primeiro episódio que ela se mostra. Mas fará sentido.

Au. : Será que a veremos a próxima temporada como regular?

Al. : Ela não será regular, mas aparecerá. Cada estado tem um vampiro real (no sentido de rei/rainha, claro). Ser-vos-á apresentado o rei de Mississippi (que, de novo segundo o Ausiello, será interpretado por Denis O’Hare, que já participou em B&S, por exemplo), e haverá algo interessante entre ele e a rainha Sophie-Anne.

Au. : Apesar de adorar a encarnação de Maryann pela Michelle Forbes, dá-me a sensação de a história se ter prolongando um pouco. Porquê que demorou tanto o seu final (recordem-se que Maryann viveu durante 2 mil anos)?

Al. : Isso faz parte da conversa da rainha. A Maryann e os seus similares estão sempre a improvisar, para tentar que um Deus venha. Mas são tão fervorosos, que continuam de sacrifício em sacrifício. A Maryann pensou, quando matou Mrs. Jeanette, que estava no caminho certo. Ela pensava certa que o caminho certo era este. Mas ela nunca o acaba. Apesar disso, a sua crença é fervorosa. E foi isto que a matou.

Au. : E ainda veremos o seu regresso?

Al. : Não. Ela morreu, foi destruída e nunca mais votará. Que é uma pena, pois era fantástico trabalhar com a Michelle (pois deve…grande papel da actriz, que me conquistou), mas tivemos de matá-la.

Au. : Agora mudando de assunto: qual será a proximidade com o livro da terceira temporada?

Al. : O terceiro livro, tal como todos, será o ponto de partida, mas nós nunca os seguiremos cegamente. Isso poderá ver-se em situações que, apesar de serem reveladas nos livros posteriormente, apareceram na série mais cedo.

Au. : Introduzirá o lobisomem Alcide?

Al. : Sim.

Au. : E já há actor para a personagem?

Al. : Não. Mas posso revelar que conheceremos os pais biológicos do Sam, um temível vampiro Franklin Mott, para além de conhecermos Debbie Pelt, e a população de Hotshot um pouco antes do previsto.

Au. : E veremos a “Fellowship of the Sun”?

Al. : Sim. Apesar da humilhação do Steve, a sociedade ainda existe. E talvez esteja (Steve) mais furioso que nunca.

Au. : E o facto de o Jason ter matado o Eggs (já não era sem tempo) será um propósito para o retorno da relação entre o Jason-Tara?true-blood-poster

Al. : Claro, pois o Jason consumido pela culpa. E este sentimento vai despertar outro, o de compensação. Mas penso que a Tara já matou a sua obsessão pelo Jason, mas pela situação que ela está a passar, talvez esteja mais vulnerável aos encantos do mais velho dos Stackhouse.

Au. : E a Tara conseguirá, alguma vez, ter um relacionamento feliz?

Al. : Os relacionamentos felizes são “boring” (desculpem lá não traduzir, mas acho que este boring é a melhor tradução que há). Queremos tê-los na nossa vida, não em TV.

Au. : E algum plano para o Lafayete ter um namorado?

Al. : Sim.

Au. : E alguma coisa prevista para os próximos tempos?

Al. : Isso não posso confirmar. O que posso dizer é que o Lafayete terá mais tempo de antena. Ele foi construindo uma série de paredes a sua volta. Mas, no próximo ano, o veremos vulnerável, e não só devido ao medo ao Eric.

Au. : Algum arrependimento por ter morto o Godric? Ele foi muito bem recebido pelas pessoas.

Al. : Nenhum, pois a sua história foi realmente poderosa. Foi a minha favorita do segundo livro. Mas poderemos sempre vê-lo, em flashbacks. A relação entre Godric e o Eric é muito forte e longa, e podemos sempre ir atrás para espreitar momentos desta.

Au. : E o relacionamento entre o Hoyt e a Jessica está terminado?

Al. : O amor está ainda presente entre eles. Mas eles têm problemas, como foi visível na Season Finale.

Au. : Mas percebe que eles são fantásticos juntos, não?

Al. : Claro que percebo!

Au. : E quando poderemos voltar a ver True Blood?

Al. : Nós esperáramos ter um episódio pronto antes do natal, mas se a série volta mais cedo é decisão da HBO. Mais tarde é que não vai ser.

Au. : Falta alguma coisa que ainda não perguntei?

Al. : Eu estou surpreendido por não ter mencionado o Bill.

Au. : Quem raptou o Bill?

Al. : A mãe do Hoyt. (parece-me que o Alan parece que está aqui a ser irónico. Não iria acabar com o cliffhanger desta maneira. Parece que temos mesmo de esperar até ao próximo ano para saber.)

Uma excelente entrevista, que vem deixar água e sangue na boca. Agora é esperar pela próxima temporada.


Defying Gravity cancelada ou afinal não [Act.]

Setembro 14, 2009

117034_D_GROUP_01r1Parece que Defying Gravity não voltará a descolar. A série passada no ano 2052 e que segue 8 astronautas durante uma missão de seis anos pelo sistema solar em permanente motorização a partir da Terra parece ter sido cancelada pela ABC. Apesar de ainda não haver ma confirmação oficial, o último episódio, passado no dia 13 de Setembro, foi denominado Season Finale. Para além disso, a ABC não passou nenhum preview do próximo episódio, algo que costuma ser usual. Com uma audiência baixa, a série parece que fica por aqui na emissora americana, que deveria emitir, pelo menos, mais dois episódios em Outubro.

Mas nem tudo são más notícias. Como a série também era emitida pela CTV, esta deverá emitir os restantes episódios, apesar de ainda não haver confirmação oficial.

Eu não via a série (foi um das duas que ficaram de fora da minha mid-season) mas, segundo li, DG era algo que entretinha, mas espero que a CTV passe o resto. Pelo menos que se tenha algum respeito pelos fãs.

Actualização: Afinal parece que a ABC ainda vai transmitir os restantes episódios. Segundo novas informações, a ABC retirou, por agora, a série do ar porque as séries da Fall Season estão a regressar e a série nunca seria transmitida até ao final (13 episódios neste caso, faltando transmitir 5). Assim, a ABC decidiu retirar a série do ar por agora, e depois recoloca-la, e transmitir os restantes. Apesar essa recolocação ainda não tem data marcada, já é bom sinal a transmissão todos os episódios. Boa noticia para os fãs


Actrizes de Vampire Diaries presas [foto act.]

Setembro 13, 2009

0,,21934334-FMM,00As actrizes Sara Canning, Candice Accola, Kayla Ewell, Kristal Vayda e Nina Dobrev foram presas por perturbação da ordem e só foram libertadas quando pagaram uma fiança. Foram presas, após uma sessão fotográfica, numa ponte no estado de Georgia, resultado das denúncias feitas por alguns motoristas que lá passavam.

O fotógrafo, Tyler Shields, que havia dito às actrizes que as fotos seriam para a promoção da série The Vampire Diaries, também foi preso.

A polícia conferiu as fotografias e viu as actrizes penduradas e sentadas (de pernas escarranchadas) na ponte, assim como mostraram os seios.

O agente do programa recusou prestar qualquer declaração.


"Gossip Girl será chocante"

Setembro 13, 2009

MomsenEm entrevista à MTV News, Taylor Momsen, que interpreta Jenny Humphrey, disse que o terceiro ano de GG será “chocante” e que está “surpreendida” com a capacidade dos autores em inventarem novas histórias para as personagens, fazendo com que os espectadores fiquem agarrados ao ecrã a perguntarem-se ” o que será que vai acontecer esta semana?”.

A actriz, de 16 anos, disse ainda que as gravações da terceira temporada têm proporcionado muita diversão e que os espectadores deviam de aguardar pela estreia, que será hoje à noite, na CW.

No pior dos casos, GG pode surpreender e até ser chocante, como na segunda temporada, ao não atingir aquilo a que se proponha e a tornar-se cliché, chata e repetitiva… Mas, nunca se sabe.


Fringe & Bones: Promos das séries de quinta da FOX

Setembro 13, 2009

Sem título-2cópiaA Fox juntou Fringe e Bones as quintas. E, para aqueles que esperam tanto uma quanto outra (ou as duas, como no meu caso) nada melhor que começar a matar saudades, agora que o regresso está próximo. Entrar no ritmo, relaxar. A que tal uns promos para ajudar? Para quem quiser, é só ir um puxar a barra um bocado para baixo e dar uma espreitadela. Ambas as séries estreiam já nesta semana que começou, no dia 17. Fringe terá review aqui no Portal pelo Marco, enquanto Bones não foi contemplado na lista…não dá para tudo.

E agora umas sobremesas para aqueles que gostam de ver a série de um lado diferente:


Grey's Anatomy 6.01: Os primeiros cinco minutos

Setembro 12, 2009

425.greys.anatomy.071907Os primeiros cinco minutos do primeiro episódio da sexta temporada já estão online e resolve o clifhanger que toda a gente já sabia como ia acabar. Na minha opinião, a música inicial foi muito mal escolhida, tirando um pouco da emoção e importância do destino da Izzie e de George. Quanto às personagens, não sei o que dizer, parece-me que só a Callie é que estava mesmo a sentir a morte de George, mas também ainda é cedo para dizer. Por último, a cena em que a Little Grey diz que aquele não é o O’Malley só pode ser do choque. A sexta temporada de Grey’s Anatomy estreia a 24 de Setembro com dois episódios e terá reviews semanais pela Filipa Silva. Agora fiquem com o vídeo!


Olha, afinal '10 Things' não acabou…

Setembro 12, 2009

10T_synopsis_470x270-01’10 Things I Hate About You’ estreou em Julho deste ano com dez episódios iniciais. Toda a gente pensava que a primeira temporada iria ficar-se por aqui, mas o E!Online trouxe uma excelente para os fãs da comédia adolescente.

Ao que parece, a ABC Family encomendou mais dez episódios, totalizando assim uma primeira temporada de vinte. Seguindo os mesmos padrões de Greek, a primeira parte foi exibida durante o Verão e a segunda parte não chegará no próximo Verão, mas sim já no início de 2010, provavelmente em Janeiro.

Sobre as histórias que devem ser exploradas na segunda metade da primeira temporada, teremos mais disputas entre Bianca e a sua inimiga Chastity e também algo muito pouco esperado sobre Patrick Verona.

Não sei como a série se saiu nas audiências, mas na crítica conseguiu levar a melhor. Elogiada por vários críticos de renome americanos, a ABC Family deve estar muito contente com o produto que apostou. Eu confesso que não dava nada pela série, mas depois de ver o episódio piloto, que adorei, mudei a minha opinião por completo.

O 10 novos episódios de ’10 Things I Hate About You’ terão reviews semanais feitos pela Mariana.