Lie To Me – Primeira Temporada (2009)

Setembro 12, 2009

lie_to_me-poster-052

Truth or happiness, never both.

Mentira. Nasceu a partir do momento que o ser humano começou a comunicar. É uma das principais diferenças entre o homem e os restantes animais. Com os sinais de fumo já era possível mentir. Ao expressarmo-nos por sinais, a mentira é muito melhor escondida do que quando a pronunciamos. E cada vez mais descoberta se torna, se tivermos em frente Cal Lightman. O detector de mentiras ambulante é um leitor de micro expressões humanas, um detector sintético da falsidade. O pior pesadelo para mentirosos.

Assim se resume muito superficialmente a premissa da série. Era mais um procedural, podia-se tornar em mais um enfadonho procedural policial. Mas não. Apesar de não ser uma daquelas séries que se diz “Como ainda não se tinha pensado nisso”, Lie to Me vem noutra onda de procedurals policiais, ao estilo de que está a acontecer com os procedurals mais juntos a medicina, que se está a apostar na zona das enfermeiras. Lie to Me dá outra perspectiva dos casos. Não ficamos dentro dos laboratórios, é muito mais realizado no terreno, a procura das mentiras, das verdades e dos meio-termos. Para isso, a série apoia-se em 4 personagens: o principal e a alma e cérebro da série, Cal Lightman, Ria Torres, a aprendiz, que ainda demorará a ultrapassar o mestre, Eli Loker, um dos seres humanos mais sinceros para as pessoas, excepto o seu chefe e Gillian Foster, a companheira perpétua de Cal Lightman e sua principal base.

Com um começo um pouco atribulado, a série sofreu o problema que todas as série possuem no inicio: construção de personagens e interligação entre elas. Para além disso, e devido a série aprofundar um novo mundo, as explicações foram-se sucedendo, quebrando um pouco o ritmo do episódio. Mas, após de entrar na série, as explicações foram postas de lado. Ganhamos, nós espectadores, uma nova função: descobrir a mentira. Passamos nós próprios, não por obrigação mas por diversão, a entrar no jogo do caça o mentiroso. E assim a série subiu de nível. Era interessante ver os pormenores dos actores convidados, apanhar os truques da mentira. Assim a série ganhou mais interesse.

Com esta transformação veio outra. Como no resto das séries, após uma estruturação base das personagens, faltava conhecer a sua vida pessoal mais a fundo. Fora Eli, que não foi tão focado, o resto das personagens tiveram direito a uns tempos de antena para “falarem” da sua vida privada. Ganhou-se empatia com as personagens e a série ganhou mais uns pontos na consideração.

Para além disso, e para uma série que vinha rotulada de procedural policial, Lie to Me conquistou outros terrenos que não podem ser muito explorados por a maior parte dos procedurals acima mencionados. O leque de casos eram grande, e não vivíamos homicídio atrás de homicídio. A série ia variando e de cada vez que começava o episódio, tanto podia sair um ataque terrorista ou um acidente. Outro ponto positivo para a série.

De resto, a série encontrou um actor para protagonista perfeito. A par de Hugh Laurie, que só vemos como House (e que também poderia fazer de Lightman…não era um papel que lhe ficasse mal), como Michael C. Hall como Dexter ou Simon Baker como Patrick Jane, Tim Roth é o actor perfeito para o papel. O britânico encaixa na perfeição em Lightman, nos seus tiques, na sua personalidade. Foi outro ponto que a série ganhou interesse. Ver um actor assim construir e interpretar uma personagem complexa como Lightman é outro dos motivos que a série se tem a orgulhar.

E depois desta primeira temporada, que esperar da segunda? As esperanças mantêm-se que Lie to Me mantenha o rumo, que as histórias continuem a ser refrescantes e novas, que Tim Roth continue a ser o Cal Lightman que conhecemos e que se continue a deixar parte do episódio a “investigação” do espectador. Quanto ao resto, e isto já são pedidos, pede-se que a série entre mais na vida pessoal das personagens e que as mentiras do passado sejam descobertas. Uma aventura dentro do passado de Cal era interessante, tal como um caso que tivesse a sua filha como suspeito. Mas o que saberemos é que Lightman continua a apanhar as mentiras. É sempre mais fácil apanhar um mentiroso que um coxo, diz a língua portuguesa. Lightman vem comprovar.

4e

Anúncios

Erika Christensen entra para 'Lie To Me'

Julho 21, 2009

erika-christensen03Como não têm surgido muitas notícias acerca desta nova série da FOX, decidi publicar essa, apesar de não conter grandes novidades. A actriz Erika Christensen foi contratada para uma participação no drama ‘Lie To Me’, segundo o Entertainment Weekly.

A actriz, que interpretou Mary Alice Edwards em ‘Six Degrees’, vai fazer o papel de uma estudante de direito que sofre de múltiplas personalidades.

Ela vai aparecer na estreia da nova temporada quando a sua personagens for ter com Lightman (Tim Roth) para pedir ajuda, após vivenciar uma visão psicótica de um assassinato.

Christensen devia estar a filmar Parenthood neste momento, nova série da NBC. Contudo, o tumor cancerígeno de Maura Tierney (a Abby de ER) atrasou a produção por oito semanas. Para mais informações acerca deste assunto, podem ver esta notícia.


Lie to Me (1.13) – Sacrifice

Maio 28, 2009

lie-to-me1 Quando um episódio assenta em terrorismo costumam surgir duas coisas: ou o episódio é muito mau, devido a incoerência com o real; ou o episódio não é nada de especial, pois o terrorismo só surgiu para tentar criar um pouco mais de acção. Depois há o terceiro caso, muito raro e quase sem voto para a matéria: o do episódio ser muito bom, que supere as expectativas. As expectativas para a Season Finale de Lie to Me não eram muitas, devido ao seu carácter de procedural, mas ainda eram umas quantas. E quando comecei a ver o episódio parecia-me que ele cairia sobre a terceira hipótese. Só no decorrer do episódio é que percebi que pouco mudou dos episódios normais, por isso se incluiria no segundo caso mencionado.

O terrorismo anda a solta, e Lie to Me aproveita o terror que ele causa para construir um caso. Um autocarro explode, a cidade fica um caos, os fantasmas do 11/Set voltam a assombrar. É neste ambiente que Cal Lightman e a sua equipa são chamados, para tentar descobrir a verdade entre o caos. Todas as pessoas se juntam, desde a ex-mulher de Cal até ao namorado de Ria, para que os culpados sejam encontrados. Muitas questões são colocadas, algumas respondidas verdadeiramente, outras não, muitos suspeitos surgem mas nada impede que outra explosão ocorra. A procura continua, agora mais afincadamente e o suspeito surge quase do nada. De novo o islamismo extremo a atacar, agora utilizando pessoas que não sabiam que iam a transportar uma bomba. De resto, tivemos um resumo da maior parte das técnicas que Lie to Me já apresentou e umas aprendemos umas quantas mais. Um bom resumo.

O episódio também se focou na vida das personagens fixas, mas nada que viesse aumentar a qualidade do episódio. Foi a libertação de algumas pontas que já estavam atadas. Desde a formação de um triangulo amoroso entre Cal, Foster, que se separou do marido, e a ex-mulher Lightman. Algo para ver na próxima temporada.

Outro ponto do episódio foi o acidente do namorado de Torres. Nada de mais, apenas serviu para ver que Ria não é tão racional como Lightman, mas que o chefe manda e que as regras foi ele que as criou e são para cumprir.

Por último vemos porque foi incluído o agente do FBI na equipa. Para dar uns tiros ao terrorista.

E foi o episódio final. Podia ter sido bem melhor, mantido o nível dos anteriores, mas também serviu para fazer um resumo da série.

Nota: 8,7

SEASON FINALE


Lie to Me – Episódios 1.10/11/12

Maio 24, 2009

lie-to-meApós a acumulação de Castle, que já ficou resolvida, chega a altura de pôr em dia Lie to Me. Com 4 episódios em atraso, aqui ficam os 3 anteriores a Season Finale, com comentários um pouco mais curtos. E, como aconteceu com Castle, a Season Finale já terá comentário alargado.

Lie to Me (1.10) – Better Half

Num episódio que prometia muito, onde se podia inovar, sai um episódio com pouco interesse. Primeiro, temos o regresso da ex-mulher de Cal. Com ela vem um caso associado, a de um incêndio que vitimou uma idosa e deixou 4 pessoas desalojadas. O caminho começa a ser decalcado, começando as suspeitas por decair sobre um jornalista. Depois foi passando por todos os membros que participaram, e quando a esperança era pouco, o incendiário decide outra vez atacar. Depois foi somar dois mais dois e ver que dava a mulher do jornalista, que, por vingança as amantes do seu marido, decidiu acabar com as suas vidas.

No segundo caso, temos Ria Torres a trabalhar com Eli Loker e com Foster, os dois em part-time, para tentar resolver o caso de um homicídio no mundo do rap. Foi mais para encher e para quebrar a monotonia do outro caso, pois para pouco mais serviu. O tema poderia ser mais aproveitado, pois é pouco (ou nada) visto. Mas não, tivemos um caso secundário normal: o assassino é apanhado, sem ser preciso muitas mudanças de rumo.

Mas se o caso já poderia trazer algo de especial, a introdução de Zoe, a ex-mulher de Lightman, poderia dar uma volta a série. Não deu, pois foi mais do mesmo. Uma relação de amor-ódio inacabada, sentimentos ainda a flor da pele, problemas ainda não resolvidos entre as personagens. Vemos, pela primeira vez um Cal distraído, pouco focado no que devia estar. E depois o final já foi muito visto. A ex-mulher que está para se casar envolve-se com o ex-marido. Duas conjunturas saem daqui: ou os argumentistas não vêm televisão, e pensam que isto é pouco visto ou pensam que nós não vemos televisão. Eu acho que não é nenhuma delas, e foi uma tentativa de animar a série. Mas podiam fazer de outras maneiras.

Nota: 8

Lie to Me (1.11) – Undercover

Num estilo novo, que deixa os dois casos de lado, Lie to Me consegue tapar os buracos que se tinham aberto durante o que já passou da série e consegue construir um caso interessantíssimo.

E começando pelo caso. O que parecia ser um simples caso de um tiroteio, ultrapassa muito esta parte. Passamos de um tiroteio para uma ameaça terrorista. E tudo naturalmente, mas com um ritmo excelente. E de um caso surgem dois, ligados, tudo muito bem feito, um caso para se recordar. O que parecia passa a não ser, o não era passa a parecer, perguntas que levam a mais perguntas que respostas. Alguma coisa de complicado, que consegue elevar o episódio.

Mas Undercover não serviu só como grande caso. Até porque o caso serviu como pano de fundo para a grande pintura que decorria. Um ciclo a fechar-se, outro a abrir-se.

Começando pelo fecho do caso do marido de Foster. O que parecia ser um caso amoroso passa a ser um problema com drogas, o que parecia ser uma amante passa a ser a madrinha da reabilitação. Mas depois temos a conversa entre Foster e Lightman. Antes de mais dar os parabéns, principalmente, a Tim Roth. Brilhante. Depois temos uma das melhores cenas que a série conseguiu trazer, a de diferenciar trabalho de amizade. Vamos lá ver se Cal consegue fazer isso.

E, para acabar, temos o tratamento da mentira de Eli que se mantinha suspensa. Ria continua a fazer de amiga, a esconder o seu amigo, mas a vida está complicada. O surgimento de um advogado torna que a mentira evoluía, mas tudo fica resolvido devido a consciência de Loker, contando tudo a Cal. Não era mais que um teste a Ria, para ver se era leal para os seus, mas serviu para abrir dois ciclos.

O primeiro foi de Eli ter ido para estagiário. Vamos ver como se adapta, mas parece-me que ainda será tratado. O segundo é do romance de Ria. Mais uma história que nos vai acompanhar durante uns episódios, espero.

E tivemos um episódio bem melhor que o anterior, que fecha muita coisa e abre outras.

Nota: 9,1lie-to-me-21

Lie to Me (1.12) – Blinded

Mais um episódio, mais uma excelente temática. A introdução de um novo Cal Lightman, o seu lado maléfico. O caso prometia tomar um rumo, mas logo no princípio esse rumo muda. Começamos por ver o nosso mentiroso preferido dentro de uma prisão, numa missão. Um violador da pior espécie, que, para as suas vítimas não o reconhecerem, tira-los os olhos, tem um copiador a vaguear pelo mundo.

Os pormenores macabros são exactamente iguais ao do mestre, por isso Cal passa por recluso para ver se consegue identificar o copycat. O problema é que o recluso também consegue apanhar o cheio a mentira no ar. Todas as tentativas de descobrir a verdade tornam-se vãs, mas o que parecia ser um erro de Lightman torna-se numa jogada que ele usa contra adversários poderosos.

O assassino é parado, não sem antes se passar por um grande susto. Foster é apanhada pelo copycat, a única situação imponderada por Lightman. Nada de mal acontece, apesar de que se tivessem mantido esta situação até ao final do episódio não traria mal nenhum, pois teríamos uma motivação pessoal da equipa em trabalhar mais.

Quanto ao suspeito, confesso que já o tinha em mente. Mas como, primeiro, não sou grande coisa em apostas e, segundo, parecia ser o mais improvável, posso dizer que mesmo sendo a minha aposta surpreendeu-me. Uma ideia refrescante colocar o marido de uma das vítimas como fã do violador.

Agora, e regressando a Cal, acho que o episódio foi um pouco mal aproveitado. Poderíamos ter um caso ainda pendente, um copycat a ficar a vaguear pelo mundo, sem atacar, mas que fica-se como ponta solta para algum dos episódios à frente. Aí também poderia entrar a estratégia agora utilizada, e, claro, uma falha de Cal traria consequências. Para além de demonstrar que não era invencível, abriria mais algum pano para Ria e o resto da equipa e poderíamos ver um Cal a se arrepender pelos erros cometidos. Depois teríamos o regresso, aí sim com Cal a utilizar a sua jogada e a conseguir prender o novo violador.

De resto temos a entrada de um novo membro na equipa. O agente do FBI de seu nome Ben Reynolds vem trazer um pouco de mais músculos à série. Vamos lá ver como se sai.

Foi um episódio muito bem construído, com um tema inovador, e que consegue, pelo menos para mim, ser o melhor da temporada.

Nota: 9,3


Lie to Me (1.09) – Life is Priceless

Abril 20, 2009

lie-to-me1Primeiro tenho de dizer que, após ter passado o fim-de-semana a ver policiais atrás de policiais o último episódio que restava na lista era Lie to Me. Muito contrafeito lá vi, pensando eu que fosse boa escolha deixar a série de Lightman para o final pela sua qualidade. Não foi arrependimento que senti, mas também não foi alegria. O episódio foi mais do mesmo e para uma série que começou a pouco tempo não fugir das rotinas é mau. Não quero que saia da mentira, mas podia arranjar pelo menos um caso contínuo, uma narrativa que se aguentasse durante toda a temporada. Sei que deve ser difícil para uma série que trate a mentira, uma situação de resolução espontânea, fique com ela suspensa durante todos os episódios. Mas este é só um dos caminhos que a série poderá seguir.

Mas também não foi tão mal como isso. Não tivemos um homicídio, mas sim um acidente. Cal Lightman é chamado para resolver a situação de três homens presos debaixo de destroços. Esquisito? Não se pensarmos que o grupo de Lightman resolve mistérios e não crimes. O mistério desta vez é descobrir, primeiro, o culpado, segundo o perigo que as pessoas encurraladas correm. A partir daí o caso desenrola-se normalmente, com diálogos interessantes entre os dois investigadores, estando desta vez o protagonista acompanhado de Foster, para além dos interrogatórios. As reviravoltas lá vão decorrendo, o caso vai decorrendo, o problema vai se parecendo cada vez mais complicado. A série não deixa o espectador a espera das respostas que se vão colocando, mas sim a narrativa ganha uma rapidez que torna o episódio fluido. Não há tempo para descanso, a vida de pessoas está em perigo. Finaliza-se o caso, salve-se parte dos soterrados, prendem-se os culpados.

Segundo caso é mais para preencher espaços. Torres e Loker não é uma dupla que goste e ainda por mais num caso tão mal tratado. Foi mais um para mostrar que a série tem uma versatilidade. Neste caso trata-se de um homem de negócios que pretende saber se a sua noiva está a casar com ele pelo dinheiro. Foi um aperitivo ao caso principal.

E assim se conta o episódio de Lie to Me. A série anda com bons episódios, mas ainda não se tornou um caso excepcional. Mas já não a deixo de ver.

Nota: 8,2


Lie to Me (1.08) – Depraved Heart

Abril 10, 2009

lie-to-meApós um episódio que não entusiasmou, Lie to Me aproxima-se, de novo, dos níveis demonstrado em Do No Harm (1.06). Com um caso interessante, uma penetração no passado das personagens para o fazer ligar com o caso, o episódio constrói-se com uma simplicidade extrema, com uma regularidade muito boa. A regularidade foi unicamente afectada pelo caso secundário, apesar de este ainda ter alguns pontos de interesse. Primeiro: nunca pensei ver um suicido tratado em Lie to Me, mas a série surpreendeu-me.

Este foi o caso principal, trabalhado, principalmente por Cal Lightman, ficando a sua parceira a navegar entre este caso e o segundo. A personagem de Mónica Raymund serviu principalmente para ligar as três linhas pelas quais o episódio se teceu. Continuando a falar da primeira. O suicídio é um factor que envolve muito Lightman. A sua mãe matou-se após ser dispensada de um hospital psiquiátrico para passar o fim-de-semana com a família. Ao rever a filmagem dessa conversa, onde a progenitora de Cal refere que está melhor, e ao notar agonia na face da mãe, começa a trabalhar para começar a perceber as micro-expressões do ser humano.

Mas a culpa de não ter percebido isso faz com que o suicídio seja um tema pelo qual Lightman tenha especial atenção. E quando aparecem três mulheres suicidas, a procura da verdade por Lightman começa. O principal causador é encontrado logo no inicio e, apesar de ser uma personagem com pouca importância no princípio, ganha importância quando se descobre que é ele que construiu um negócio de barrigas de aluguer onde as três indianas que se suicidaram tinham “trabalhado”. As promessas que lhes foram feitas não foram cumpridas, mas isto não bastava para implicar o funcionário público no suicídio das jovens. A polícia desiste, mas Lightman continua na procura da verdade. Claro que a verdade é como o azeite, e vem ao de cima.

Também o que pode vir ao de cima é a mentira Eli. A trabalhar num caso com Foster, em que um homem de negócios é acusado de ter roubado as pensões dos trabalhadores, Eli põem a verdade acima de tudo, mesmo acima das pensões que seriam pagas. O homem de negócios dá-se como culpado, desde que a verdadeira culpada, a sua filha, não seja levada para a prisão. Eli acha que a filha volverá a cometer o mesmo crime, e mesmo contra as indicações de Foster, conta a verdade ao FBI. Claro que Foster o confronta, mas ele toma um sedativo, e consegue passar pelo exame. Mas Eli não consegue aguentar em acartar a verdade sozinho, o que o leva a contar a verdade para Ria. Claro que este verdade trás uma revelação, a de que não confia em ninguém. E Torres avisa que Lightman o vai apanhar.

De resto, temos a filha de Cal de volta a série. Desta vez chega para o pai lhe contar a verdade sobre a avó. Foi interessante a introdução do tema da vida passada. De resto, a série está a ficar cada vez mais fluente, sem interrupções para explicações. O que também nunca mais se viu foi a zona dos famosos. A série ganha mais interessa assim. Foi um bom episódio para uma série que parece que será renovada. E a renovação será, até o que agora se viu, justa.

Nota: 8,9


Saibam quando acabam as temporadas de suas séries favoritas

Abril 10, 2009

destaquecalendario

Com as séries dessa temporada chegando ao seus finais e tantos hiatus inesperados frustrando nossas expecativas de ver um episódio inédito de nossas séries favoritas a cada semana, o Portal de Séries (em conjunto com o CineSéries) resolveu organizar as datas dos episódios finais das principais séries no ar na tv americana. Confiram na lista abaixo, quantos episódios faltam para as séries terminarem suas temporadas e saibam quando eles serão exibidos:

24 – Episódios restantes: 7

7.18 – Day 7: 1:00 AM – 2:00 AM – 13/04/09

7.19 – Day 7: 2:00 AM – 3:00 AM – 20/04/09

7.20 – Day 7: 3:00 AM – 4:00 AM – 27/04/09

7.21 – Day 7: 4:00 AM – 5:00 AM – 04/05/09

7.22 – Day 7: 5:00 AM – 6:00 AM – 11/05/09

7.23 – Day 7: 6:00 AM – 7:00 AM – 18/05/09 (finale parte 1)

7.24 – Day 7: 7:00 AM – 8:00 AM – 18/05/09 (finale parte 2)


30 Rock – Episódios restantes: ?

3.18 – Jackie Jormp-Jomp – 16/04/09

3.19 – The Ones – sem data definida

(não se sabe até quando vai a temporada)


90210 – Episódios restantes: 6

1.19 – Okaeri, Donna! – 14/04/09

1.20 – Between a Sihn and a Hard Place – 21/04/09

1.21 – Soul Sweetin’ Clams – 28/04/09

1.22 – The Party’s Over – 05/05/09

1.23 – Forgiveness of the Dead – 12/05/09

1.24 – The Last Shot of Light – 19/05/09 (finale)


Bones – Episódios restantes: 6

4.20 – The Cinderella in the Cardboard – 15/04/09

4.21 – Mayhem on a Cross – 16/04/09

4.22 – Sem nome definido – sem data definida

4.23 – Sem nome definido – sem data definida

4.24 – Sem nome definido – sem data definida

4.25 – The Critic in the Cabernet – 07/05/09 (finale)*


Brothers & Sisters – Episódios restantes: 4

3.21 – S3X – Sem data definida

3.22 – Julia – 26/04/09

3.23 – Let’s Call the Whole Thing Off – 03/05/09

3.24 – Mexico – 10/05/09 (finale)


Chuck – Episódios restantes: 3

2.20 – Chuck vs. the First Kill – 13/04/09

2.21 – Chuck vs. the Colonel – 20/04/09

2.22 – Chuck vs. the Ring – 27/04/09 (finale)


Cold Case – Episódios restantes: 4

6.20 – Stealing Home – 12/04/09

6.21 – November 22nd – 26/04/09

6.22 – The Long Blue Line – 03/05/09

6.23 – Into the Blue – 10/05/09 (finale)


Criminal Minds – Episódios restantes: 3

4.21 – A Shade of Gray – 22/04/09

4.22 – The Big Wheel – 29/04/09

4.23 – Roadkill – 06/05/09 (finale)


CSI – Episódios restantes: 5

9.20 – A Space Oddity – 16/04/09

9.21 – If I Had a Hammer – 23/04/09

9.22 – The Gone Dead Train – 30/04/09

9.23 – Hog Heaven – 07/05/09

9.24 – All In – sem data definida (finale)


CSI: NY – Episódios restantes: 5

5.21 – The Past, Present and Murder – 22/04/09

5.22 – Yahrzeit – 29/04/09

5.23 – Greater Good – 06/05/09

5.24 – Grounds for Deception – 13/05/09

5.25 – Pay Up – 20/05/09 (finale)


CSI: Miami – Episódios restantes: ?

7.21 – Chip/Tuck – 13/04/09

7.22 – Dead on Arrival – 27/04/09

7.23 – Sem nome definido – sem data definida

7.24 – Dissolved – sem data definida

7.25 – Seeing Red – sem data definida


Desperate Housewives – Episódios restantes: 6

5.19 – Look into their Eyes and you see What they Know – 19/04/09

5.20 – Rose’s Turn – 26/04/09

5.21 – Bargaining – 03/05/09

5.22 – Marry me a Little – 10/05/09

5.23 – Sem nome definido – 17/05/09 (finale parte 1)

5.24 – Sem nome definido – 17/05/09 (finale parte 2)


Dirty Sexy Money – Episódios restantes: 4

2.10 – The Facts – 18/07/09

2.11 – Sem nome definido – 25/07/09

2.12 – Sem nome definido – 01/08/09

2.13 – Sem nome definido – 08/08/09 (series finale)


Eli Stone – Episódios restantes: 4

2.10 – Sonoma – 20/06/09

2.11 – Mortal Kombat – 27/06/09

2.12 – Tailspin – 04/07/09

2.13 – Flight Path – 11/07/09 (series finale)


Fringe – Episódios restantes: 5

1.16 – Unleashed – 14/04/09

1.17 – Bad Dreams – 21/04/09

1.18 – Midnight – 27/04/09

1.19 – The Road Not Taken – 05/05/09

1.20 – There’s More Than One of Everything – 12/05/09 (finale)


Ghost Whisperer – Episódios restantes: 5

4.19 – Thrilled to Death – 10/04/09

4.20 – Stage Fright – 24/04/09

4.21 – Cursed – 01/05/09

4.22 – Endless Love – 08/05/09

4.23 – Book of Changes – 15/05/09 (finale)


Gossip Girl – Episódios restantes: 5

2.21 – Seder Anything – 20/04/09

2.22 – Loose Ends – 27/04/09

2.23 – Lovechild – 04/05/09

2.24 – Eyes Wide Open – 11/05/09

2.25 – The Curious Case of Bart Bass – 18/05/09 (finale)


Greek – Episódios restantes: ?

2.13 – Engendered Species – 13/04/09

2.14 – Big Littles & Jumbo Shrimp – 20/04/09

2.15 – Evasive Actions – 27/04/09


Grey’s Anatomy – Episódios restantes: 5

5.20 – Sweet Surrender – 23/04/09

5.21 – No Good at Saying Sorry – 30/04/09

5.22 – Beautiful Day – 07/05/09

5.23 – Here’s to Future Days (1) – 14/05/09 (finale parte 1)

5.24 – Here’s to Future Days (2) – 14/05/09 (finale parte 2)


Heroes – Episódios restantes: 3

3.23 – 1961 – 13/04/09

3.24 – I am Sylar – 20/04/09

3.25 – An Invisible Thread – 27/04/09 (finale)


House – Episódios restantes: 4

5.21 – Saviors – 13/04/09

5.22 – A House Divided – 27/04/09

5.23 – Under My Skin – 04 de maio

5.24 – Both Sides Now – 11 de maio (finale)


How I Met Your Mother – Episódios restantes: ?

4.20 – Mosbius Designs – 13/04/09

4.21 – Right Place Right Time – Sem data definida

4.22 – Sem nome definido – Sem data definida

4.23 – As Fast as She Can – Sem data definida


Lie to Me – Episódios restantes: 4

1.10 – Undercover – 22/04/09

1.11 – Better Half – 29/04/09

1.12 – Blinded – 06/05/09

1.13 – Sem nome definido – 13/05/09 (finale)


Lost – Episódios restantes: 5

5.13 – Some Like it Hoth – 15/04/09

5.14 – The Variable – 29/04/09

5.15 – Follow the Leader – 06/05/09

5.16 – The Incident (1) – 13/05/09 (finale parte 1)

5.17 – The Incident (2) – 13/05/09 (finale parte 2)


My Name Is Earl – Episódios restantes: 5

4.23 – Bullies – 16/04/09

4.24 – Gospel – 23/04/09

4.25 – Inside Prove, Part 1 – 30/04/09

4.26 – Inside Prove, Part 2 – 07/05/09

4.27 – Dodge’s Dad – 14/05/09 (finale)


NCIS – Episódios restantes: 2

6.22 – Legend (1) – 28/04/09

6.23 – Legend (2) – 05/05/09 (finale)


One Tree Hill – Episódios restantes: 6

6.19 – Letting Go – 13/04/09

6.20 – I Would For You – 20/04/09

6.21 – A Kiss to Build a Dream On – 27/04/09

6.22 – Show Me How to Live – 04/05/09

6.23 – Always and Almost Forever – 11/05/09

6.24 – Remember Me as a Time of Day – 18/05/09 (finale)


Prison Break – Episódios restantes: 6

4.17 – The Mother Lode – 17/04/09

4.18 – Vs. – 24/04/09

4.19 – Son of a Bitch – 01/05/09

4.20 – Dominoes – 08/05/09

4.21 – Rate of Exchange – 15/05/09 (finale parte 1)

4.22 – Killing Your Number – 15/05/09 (finale parte 2)

4.23 – The Old Ball and Chain – Será lançado em DVD*

4.24 – Free – Será lançado em DVD*


Private Practice – Episódios restantes: 2

2.21 – What You Do for Love – 26/04/09

2.22 – Yours, Mine and Ours – 30/04 (finale)


Pushing Daisies – Episódios restantes: 3

2.11 – Window Dressed to Kill – 30 de maio

2.12 – Water and Power – 6 de junho

2.13 – Kerplunk – 13 de junho (series finale)


Reaper – Episódios restantes: 7

2.07 – The Good Soil – 14/04/09

2.08 – The Home Stretch – 21/04/09

2.09 – No Reaper Left Behind – 28/04/09

2.10 – My Brother’s Reaper – 05/05/09

2.11 – To Sprong, With Love – 12/05/09

2.12 – Business Casualty – 19/05/09

2.13 – The Devil & Sam Oliver – 26/05/09 (finale)


Samantha Who? – Episódios restantes: ?

2.12 – The Amazin Racist – 09/04/09

2.13 – The Debt – 16/04/09

2.14 – The First Date – 23/04/09

2.15 – The Sister – Sem data definida

2.16 – The Rock Star – Sem data definida

2.17 – The Dream Job – Sem data definida

2.18 – Todd’s Job – Sem data definida


Scrubs – Episódios restantes: 5

8.15 – My Soul on Fire, Part 2 – 15/04/09

8.16 – My Cuz – 22/04/09

8.17 – My Chief Concern – 29/04/09

8.18 – My Finale, Part 1 – 06/05/09 (series finale parte 1)

8.19 – My Finale, Part 2 – 06/05/09 (series finale parte 2)


Smallville – Episódios restantes: 4

8.19 – Stiletto – 23/04/09

8.20 – Beast – 30/04/09

8.21 – Injustice – 07/05/09

8.22 – Doomsday – 14/05/09 (finale)


Supernatural – Episódios restantes: 4

4.19 – Jump the Shark – 23/04/09

4.20 – The Rapture – 30/04/09

4.21 – When the Levee Breaks – 07/05/09

4.22 – Lucifer Rising – 14/05/09 (finale)


Terminator: The Sarah Connor Chronicles – Episódios restantes: 1

2.22 – Born to Run – 10/04/09 (finale)


The Big Bang Theory – Episódios restantes: 3

2.20 – The Hofstadter Isotope – 13/04/09

2.21 – Sem nome definido – Sem data definida

2.22 – Sem nome definido – Sem data definida


The Mentalist – Episódios restantes: ?

1.20 – Red Sauce – Sem data definida

1.21 – Red John’s Footsteps – Sem data definida


The New Adventures of Old Cristine – Episódios restantes: 3

4.20 – He Ain’t Heavy – 29/04/09

4.21 – The Old Maid of Honor – 06/05/09

4.22 – Love: A Cautionary Tale – 13/05/09 (finale)


The Office – Episódios restantes: 5

5.22 – Heavy Competition – 16/04/09

5.23 – Broke – 23/04/09

5.24 – Casual Friday – 30/04/09

5.25 – Cafe Disco – 07/05/09

5.26 – Company Picnic – 14/05/09 (finale)


The Simpsons – Episódios restantes: 6

20.17 – The Good, the Sad and the Drygly – 19/04/09

20.18 – Father Knows Worst – 26/04/09

20.19 – Waverly Hills 9-0-2-1-D’oh – 03/05/09

20.20 – Four Great Women and a Manicure – 10/05/09

20.21 – Coming Homerica – 17/05/09

20.22 – Homer the Whopper – Sem data definida (finale)


Ugly Betty – 5

3.20 – Rabbit Test -07/05/09

3.21 – Sem nome definido – 14/05/09

3.22 – Sem nome definido – 21/05/09

3.23 – Sem nome definido – 28/05/09 (finale parte 1)

3.24 – Sem nome definido -28/05/09 (finale parte 2)

*Informações sujeitas a confirmação de suas respectivas emissoras.

Infelizmente não foram encontradas informações sobre todas as séries, mas se vocês tiverem alguma informação que ajude a completar essa lista, basta postar abaixo nos comentários. Fontes: IMDB, Tv.com, TV Guide e SpoilerTv.