Damages – Segunda Temporada (2009)

Setembro 8, 2009

damages season 2 episode 9 s02e09Depois de uma primeira temporada excelente, Damages apresenta-nos uma segunda temporada, se calhar não tão boa como a anterior mas, ainda assim, magnífica. A primeira cena passa-se num quarto de hotel, onde Ellen, sentada em frente a alguém, dispara dois tiros. Até esta cena ser desvendada, 6 meses de história são contadas, que aos poucos explicam e mostram o que aconteceu até aquele instante.

Patty, após a vitória no caso contra Frobisher, recebe um pedido de ajuda de um ex-amigo, Daniel Purcell, um cientista, com quem chegou a ter um envolvimento amoroso. Com o assassinato da mulher de Daniel, Christine, Patty vê-se obrigada a ajudar o ex-amante, que pensa ter morto a sua esposa, quando na verdade, foi um empregado de Walter que a executou. Entretanto, Patty percebe que há uma grande conspiração, por detrás disto tudo. Começa a desconfiar da ligação entre a empresa científica de Daniel e a corporação Ultima National Resources (UNR), cujos lançamentos de resíduos tóxicos, começam a ser tornados públicos, em grande parte, devido a um jornalista, Wes, que curiosamente, frequenta o grupo de ajuda, a que Ellen pertence.

Ellen e Wes começam um envolvimento romântico, apesar de Ellen continuar presa ao seu passado e sedenta de vingança em relação a Frobisher, que supostamente matou o seu noivo, e em relação a Patty, pois pensa ter sido vítima duma tentativa de homicídio da sua parte e, assim, começa a trabalhar secretamente com o FBI, para derrubar a sua chefe. Com os dados lançados, o jogo decorre e após muitas conspirações, coincidências, ligações secretas entre personagens, mistério, drama e suspense percebe-se que Wes trabalhava para Messer, um detective, empregado de Frobisher, que havia morto David e que também controlava um agente da polícia que seguia Katie, irmã de David. No fim, Wes, após realmente apaixonar-se por Ellen, recusa matá-la, acabando por matar Messer.

Patty, Ellen e Tom, após muitas confusões conseguem que Daniel diga a verdade, acabando por mandar para a cadeia Walter Kendrick. Durante todo o tempo, Patty sabia que Ellen estava a trabalhar com o FBI e a cena inicial da temporada é, finalmente, explicada. Ellen estava a ameaçar Patty para dizer a verdade e entretanto dispara para a câmara do FBI e consegue a confissão que Patty havia mandado mata-la. Quando Patty vai no elevador é esfaqueada por Finn Garrity e depois levada para o hospital, por Wes. Um mês passa, Patty recupera em casa, Tom volta para a firma de Patty e Ellen mudou de emprego e de vida, mas Patty afirma que, em pouco tempo, Ellen voltará a entrar em contacto com eles.

Apesar de Damages ter tido uma história muito complexa e um pouco confusa, todas as questões são respondidas e devidamente explicadas. Junta-se grandes representações – como a de Glenn Close, Rose Byrne, Tate Donovan e William Hurt; grandes mistérios e um óptimo guião e, voilá, uma temporada magnífica, que apesar de alguns momentos menos bons, continua deliciosa de se assistir.

Anúncios

EXCLUSIVO: Segunda temporada de Damages estreia na TVI

Julho 8, 2009

materiadecapa-damagesUma fonte do canal português TVI revelou ao Portal de Séries que a série protagonizada por Glenn Close vai voltar. A segunda temporada de Damages, sendo o título português ‘Sem Escrúpulos’, estreia no dia 16 de Julho, ou seja, vai ser exibida às quintas-feiras. A segunda temporada da série foi exibida no início do ano no FX americano e teve críticas menos positivas que a primeira. Contudo, Damages continua a ser um dos dramas mais bem produzidos da actualidade e apesar de ter ficado desiludido com o que foi mostrado nesse ano, continua a ter um lugar especial na minha lista de séries favoritas.

A segunda série começa com o episódio ‘I Lied, Too’ e vai ao ar às 00h15 (até que não é muito tarde) do dia 16 de Julho. A sinopse está a seguir:

Depois da grande vitória contra o bilionário Arthur Frobisher, Patty decide dar um tempo na sua carreira de advogada, colocando as suas energias na sua nova fundação de caridade. Mas, quando recebe um telefonema de Daniel Purcell, um homem do seu passado, Patty envolve-se num caso que terá repercussões pessoais e profissionais, como ela jamais poderia imaginar.


Damages (2.13) – Trust Me

Abril 4, 2009

damages-213-12Com uma temporada onde ficaram uma enormidade de questões no ar, este episódio vem responder, se não a todas, a quase todas. Os tramas foram decorrendo durante 12 episódios, e este veio trazer as respostas que faltavam e a resolução de vários problemas. Podem-se ver claramente três fios por onde a temporada, uma teia complexa, se construiu: o caso da UNR e as suas consequências, e o passado de Ellen, que se divide em duas personagens e consequentes teias: Patty e Frobisher. Depois temos os pormenores da família da Patty, algo que foi tratado de forma subtil.

Durante toda a temporada tivemos algumas pistas para todas as partes do trama, e o final lá se foi formando. Cada peça do complexo puzzle que é Damages lá encaixou, e aquelas que estavam mal colocadas, ou melhor, davam a entender que o seu local era outro, encaixaram no sítio certo. Como uma teia, onde os fios de ceda se vão interligando, também em Damages as narrativas se vão interligando. Nada se constrói separadamente, e há sempre a peça a ligar as três partes, peça que tem o nome de Ellen Parsons. Ela é o motor da série e, claro, foi a mais focada nos flashfowards que a série teve durante a temporada.

Mas falemos da season finale.O caso da UNR ficou num entrave, pois Patty Hewes ficou reduzida a uma única prova, e esta foi obtida ilegalmente. Claro que Patty, a qual Ellen caracteriza, e bem, como corrupta, narcisista e cruel,damages-213-51 tenta arranjar maneira da prova ser aceite em tribunal. Ao enviar Tom para subornar o juiz o jogo passava a ser jogado a sua maneira. E, claro, quem não fica muito feliz é Ellen, que assim não tem oportunidade de apanhar Hewes em falso. Com a ajuda do FBI, Tom fica fora da jogada e Ellen com o seu caminho livre para a sua vingança.

Mas Patty lembra-se da sua base de vida, não confiar em ninguém, e desiste do suborno. Para tentar dar a volta a situação tenta utilizar Finn Garrity como testemunha dos apagões e das consequentes inflações do preço da energia. Mas Finn tenta ganhar alguma coisa com a situação, indo chantagear Walter Kendrick e Dave Pell. Claro que a posição do último fica fragilizada, e este não querendo ir para a prisão, vai falar com Patty e promete-lhe que entregaria Kendrick e que acabaria com a investigação que estava a decorrer sobre ela. Mas Patty quer mais, quer Ellen. Pede-lhe para que Ellen seja presa por subornar um juiz e ela deixaria a UNR em paz.

Enquanto isso, Finn recebe ameaças de morte, e como aconteceu com Katie na primeira temporada, tenta juntar-se ao lado de Patty Hewes. Mas Patty já tinha tudo o que queria, e ao rejeitar a sua ajuda, ele ataca-a no abdómen, deixando-a em risco de vida quando ia ter com Ellen para entregar a pasta com o dinheiro. Patty não desiste, e quando lá chega, temos o momento mais esperado da temporada. Ellen com uma arma apontada a Patty. O que parecia uma coisa virou outra, sendo a arma unicamente utilizada para retirar o FBI da jogada. E quando estão a sós, damages-213-64Patty confessa que tentou matar Ellen devido aos conhecimentos que possuía sobre ela.

Mas a parte do suborno continua de pé, e Ellen lá vai entregar o dinheiro ao juiz. E quando tudo parecia ir de mal a pior para Ellen, a inteligência de Patty faz com que o caso fique como ela queria: Walter e Dave presos, tal como o agente corrupto do FBI. Tom volta a trabalhar para a firma, Ellen fica salva e satisfeita pela confissão de Patty. Dois fios da história parecem acabados, mais um que outro. A UNR já ficou tratada, mas a relação de amor ódio entre Patty e Ellen poderá ter repercussões na próxima temporada. Quem não deveremos ver na próxima temporada é Daniel Purcell, que parece que pagará por um homicídio que não cometeu, mas ajudou a cometer. Outra porta que permanece entreaberta, mas parece mais próximo de fechar.damages-213-2

O que terá tratamento na próxima temporada será a vingança que Ellen prepara para Frobisher. O caminho começa a ficar muito confuso, cada vez há menos pessoas que demonstrem a relação entre os dois, após a morte de Rick Messer. Parece que a vingança vai ser complicada de acontecer, e por agora o único elo é Wes, que não me parece que vai contar a Ellen esta informação. Frobisher parece salvo, mas a próxima temporada nos dirá sedamages-213-32 a segurança que ela agora demonstra será eterna.

Falando de Wes Krulik. Parece que a Ellen ganhou um novo aliado, um homem que a protege do perigo, que a salva das mais variadíssimas situações. Aposto que vai ser importante para a próxima temporada. E assim se chegou ao final de mais uma temporada de Damages, só faltando falar de duas coisas. Primeira é se Ellen voltará para Patty. Eu não tenho nenhuma dúvida que o regresso acontecerá. A segunda é a excelente interpretação de Glenn Close. Para aqueles que querem ser actores, vejam a cena na qual ela está sobre a mira da arma. Soberba.

Nota: 9,8

Season Finale


O Portal Comenta… 29 de Março

Março 29, 2009

29mar


Lista: Os melhores elencos das séries

Março 29, 2009

simpsons_cast

As listas, sejam de que tema for, são sempre polémicas e pessoais. Nesta primeira lista, irei destacar aqueles que são, para mim, os melhores elencos das séries internacionais. Não tive muita dificuldade em escolher os cinco melhores (ainda para mais com uma ajuda da Marcia), mas escolher os piores (que serão publicados em breve) foi realmente difícil. Tinha três séries que necessitavam de estar presentes de certeza nos piores, mas não estava a pensar em mais nenhuma para completar os cinco definitivos. No final do post, tem uma votação para eleger o melhor elenco, espero que participem.

BATTLESTAR GALACTICA

bsg

Além de Damages, esta foi a série que me veio logo à cabeça quando pensei em fazer esta lista. A Marcia disse, e eu concordo totalmente, que “esses actores de BSG ficarão marcados para sempre… seja onde eles estiverem vou sempre apoiá-los” em conversa sobre a participação do Tahmoh Penikett em Dollhouse. Edward James Olmos e Mary McDonnell arrasaram completamente durante essas quatro temporada em que contracenaram juntos, merecendo uma série de propósito só para que os dois pudessem se juntar outra vez.

DAMAGES

damages

Esta série tem daqueles elencos que só por isso já vale a pena dar uma oportunidade. Glenn Close é a cabecilha que consegue transportar-nos para a perfeição de uma actriz. Não foi por acaso que ela ganhou o seu lugar na calçada da fama alguns meses atrás. A fazer-lhe companhia, tivemos o Zeljko Ivanek, que morreu na primeira temporada. Apesar da sua saída, a série conseguiu manter o Tate Donovan e Ted Danson, acrescentando ainda o William Hurt e a Marcia Gay Harden.

GREY’S ANATOMY

greys

Com um elenco enorme, e descrito pelos críticos como um dos mais sexy da televisão americana, Grey’s Anatomy conta com grandes interpretações. Para mim, não há ninguém em Seattle Grace que consiga vencer a Chandra Wilson e a Sandra Oh. As duas são simplesmente extraordinárias e só tenho pena que a Shonda Rhimes não dê mais protagonismo à Dr.ª Bailey. Outros nomes como Katherine Heigl e James Pickens Jr. merecem destaque, assim como a maravilhosa narração feita por Ellen Pompeo.

DEXTER

dexter

Apesar de ser uma série que eu não adoro como a maioria dos fãs (quem já visita o Portal há algum tempo, sabe que não é das minhas favoritas), o elenco consegue ser a principal razão pela qual eu ainda vejo Dexter. No topo está o grande protagonista, Michael C. Hall, que junta-se a Hugh Laurie (House) e Simon Baker (The Mentalist) como os actores que conseguem levar, sozinhos, uma série para o sucesso. A ele juntou-se, na terceira temporada, Jimmy Smiths que já tinha demonstrado o seu talento em The West Wing e Cane. Jennifer Carpenter e Lauren Vélez são as actrizes que brilham com o serial killer.

DESPERATE HOUSEWIVES

desperate

Cinco protagonistas, cinco mulheres poderosas. Nicollette Sheridan (Edie), Teri Hatcher (Susan), Eva Longoria (Gabrielle), Felicity Huffman (Lynette) e Marcia Cross (Bree) dão cada espectáculo, seja a nível de drama ou de comédia, de deixar algumas actrizes roídas de inveja. Na quarta temporada, tivemos uma sexta dona de casa interpretada por Dana Delany, mas na quinta acabamos de nos despedir da Nicollette Sheridan. O elenco masculino também se destaca e a sua interacção com essas perigosas mulheres é excelente.

[poll id=”7″]

E para si, quais as séries que para além dessas representadas, tem um elenco realmente bom? Alguém tem apostas para quem vai figurar a lista dos piores que deve sair ainda ainda essa semana?


O Portal Comenta… 26 de Março

Março 26, 2009

26mar


O Portal Comenta… 23 de Março

Março 23, 2009

23mar1

Desculpem pelo atraso deste Portal Comenta, mas com a mudança de layout, a rubrica ficou para o último lugar. Em breve será feita mais uma edição com os novos episódios de Skins, Smallville, Terminator, The Simpsons, Desperate Housewives e Damages.