Lista: Séries a rever quando tiver 40 anos

Setembro 8, 2009

40 Anos. As experiências acabam, a vida está fortalecida. Chega a altura de começar a olhar para trás, para o passado de uma forma mais profunda. O tempo que passamos, os segundos perdidos e ganhos na vida. E é sobre alguns destes segundos que falaremos, sobre os segundos que não foram perdidos a ver série, mas sim ganhos. As séries que transitaram por entre o tempo, que nos fizeram companhia. As séries que mostraremos ao nossos filhos como os ex-líbris do nosso tempo. As séries a rever quando tivermos 40 anos.

BOston-Chuck
Boston Legal

Os advogados são ser carrancudos. Seres que dominam o uso da palavra e da escrita. São seres que a sua existência se resumiria, a nível profissional, em processar. Por causa disso, Boston Legal estava destinado a desgraça. Mas Boston Legal não fala sobre o mundo dos advogados, mas sim sobre o mundo e transforma-o num escritório de advocacia. Inteligentemente escrita, interpretada com mestria e com diálogos absolutamente de outro mundo, a vida de Alan Shore e Danny Crane é uma doçura. É uma vida que qualquer pessoa gostava de ter. Fazer o que mais gosta com o melhor amigo ao lado. É outra série em que a amizade aparece documentada. Mas é outro tipo de amizade. É uma amizade mais profunda que Friends, mas com um nível de humor semelhante. É uma série que delicia os olhos, os ouvidos. As frases de Denny, as insinuações de Alan e o resto do elenco fazem de Boston uma das melhores criações dos últimos anos. É para apreciar e desejar ter uma vida perfeita como aquela.

Chuck

A série mais recente da lista, mas talvez a que tenha o que falta a todas o resto. Chuck é um sonho vivido. É a concretização do mais improvável dos sonhos. A relação entre os mais improváveis seres humanos do universo. Chuck é uma série que consegue conquistar qualquer pessoa, até uma criança. É uma série de tão simples, tão simples, que ao vê-la se vê algo mais confuso. Chuck é sobre a relação entre o que dá o nome a série e Sarah. O resto é conversa. Não é só isto, mas é a maior parte. Qualquer pessoa que veja Chuck vê que a série foi construída com o propósito da paixão entre os dois. O resto é como dar dois doces a uma criança em vez de um. Ou talvez três.

Dexter-Friends

Dexter

Dexter no inicio é um bebé. Não sabe gatinhar, o que aprendeu é o seu manual de sobrevivência. Eu, ao ver Dexter, não vejo unicamente a série de um serial killer. Vejo uma série muito mais complexa que isto. Vejo a aprendizagem do ser humano, o crescimento dele, o seu desenvolvimento, as suas descobertas, as suas fraquezas. A construção de um ser humano. Os casos servem mais para ser o propósito desta construção. É que em Dexter tanto podemos ver um adulto já formado como um bebé sem aprendizagem. Vemos bastantes erros, muitos comuns na adolescência, muita aprendizagem e descoberta, mas também vemos o seu lado mais adulto, na forma como consegue lidar com as pessoas. Dexter é outra série imortal. Pois, se os tempos se vão mudando, a construção do ser humano é sempre igual. Em Dexter dá para vermo-nos a nós próprios, aos nossos pais ou aos nossos futuros filhos. Dexter é das personagens mais completas que existem na TV, a série é sempre uma descoberta autêntica.

Friends

O humor é eterno. Teremos sempre de nos rir, faz bem a alma, e o que faz bem a alma faz bem ao corpo. E, naqueles dias que parece que ninguém nos arrancará um sorriso, nada melhor que a companhia dos 6 amigos de New York. Friends será uma série eterna para aqueles que gostaram e para aqueles que a viram. O humor é tão simples, rudimentar, que se torna inteligente. Para além disso, as qualidades que a série transmite serão sempre necessárias para a sociedade. A amizade é um bem precioso para todo o mundo. Friends é um hino a esta qualidade humana. Brindemos aos seis amigos.

Friday-Sexcópia

Friday Night Lights

Quem pensa que Friday Night Lights trata-se de um drama juvenil banal, está redondamente engano. Com um elenco praticamente desconhecido do grande público, mas que consegue transmitir toda uma emoção patente em FNL. Personagens envolventes, dramas interessantes e mais que reais, passando pelo racismo, bipolaridade, traições, vitoria, derrotas, girando tudo em volta de um amor comum o futebol americano, os Dillion panthers, e de um treinador inspirador. É raro um episódio de FNL que se considere mau, variam entre a perfeição e o muito bom. Série elogiadíssima pela crítica que demora no entanto a conquistar um número de fãs consideráveis, mas os que tem são fiéis e apaixonados por esta magnifica série e não hesitaram em rever a série, mostrando aos descendentes os problemas da nossa sociedade. Clear eyes, full heart, can’t loss.

Sex and the City

Já a caminho do seu segundo filme, sexo e a cidade foi uma série em que o tema sexo não era tabu, as quatro amigas de Nova Iorque, Samantha, a mais velha mas a mais namoradeiro do sítio. Carrie, jornalista e narradora da série, Charlotte, a mais conservadora e tradicional do grupo, e Miranda mais concentrada na sua carreira de advogada. As quatro amigas proporcionam-nos momentos hilariantes, as suas conversas andam sempre à volta de um tema comum, homens, relações, sexo e a tudo o que isso dizia respeito. As quatro amigas souberam fazer da série uma obra de arte digna de ser revista um dia mais tarde.

Greys-Lostcópia

Grey’s anatomy

Drama, paixão, mestria, surpresa, todas estas palavras definem o grande sucesso que é Grey’s Anatomy e as suas 5 temporadas até ao momento. Com personagens interpretadas com mestria e que criam grande empatia no público, Grey’s consegue comover mesmo os corações mais duros com todos os dramas que nos foi habituando ao longo dos tempos. Desde as várias complicações e revés que a vida de Meredith sofreu, ao desfecho da história entre Denny e Izzie, e mais recentemente à doença desta e ao acidente de George, são inúmeros os casos dramáticos de sucesso em Grey’s. E apesar de apresentar alguns episódios mais fracos no episódio seguinte é sempre de esperar o melhor desta série e do seu elenco. Com uma banda sonora digna desse nome e com narrações comoventes, Grey’s estabeleceu-se no panorama internacional como uma McSeríe de elevada qualidade. “The patients we lose, the mistakes we make. That’s how we learn. That’s the only way it’s ever been done.”

Lost

Mistério. Quem não gosta de uma aventura na vida, que envolva tudo que sempre imaginamos. Uma ilha perdida e pedida pelo mundo. Local de maravilhosas criaturas, de maravilhosos mistérios e significados. Lost demonstra, antes de tudo, a sobrevivência do ser humano em ambiente hostil. A aprendizagem primeiro. Mas Lost mostra que, ao contrário de que muitas pessoas defendem, o ser humano é uma essência mutável. Sempre em construção. É isto que Lost significa, para além do mistério e excentricidade que o rodeiam. Um teste a sobrevivência humana. Uma construção de uma nova vida. Paisagens magníficas. Relacionamentos construídos do 0. Amores e desamores. E, depois, o resto vem por acréscimo. E o acréscimo é melhor que os significados básicos da série. Para ver com 40, 50, 60 e 70 anos. E ver que o ser humano é um ser hábil a criar arte.

Supernatural-Prisoncópia

Supernatural

Apesar de explorar um tema por vezes controverso e nem sempre apreciado por todos, rapidamente conseguiu conquistar milhares de fãs pelo mundo fora, sendo responsável por uma excelente audiência para o canal CW. Estrelado por dois actores que para além de interpretarem maravilhosamente as suas personagens, também constituem um regalo aos olhos do povo feminino. Apesar de se estender no tempo indo já para a sua 5 temporada, supernatural tem sabido explorar o tema com muita sabedoria, fazendo os fãs acompanharem a série do princípio ao fim. Os manos Winchester e as suas lutas contra os demónios, sem esquecer os risos proporcionados por Dean, conquistaram fãs mais que fiéis em todo o lado.

Prison Break

Uma série que apresentou uma primeira temporada digna da palavra maravilhosa. Com uma argumento original, onde o suspense e a surpresa faziam parte do casting em cada episódio. Muitos acusam-na de se ter estendido no tempo e de ter tentando fazer valer o seu sucesso por tempo em demasia, talvez concorde em parte com essa opinião, mas não posso deixar de destacar que depois de uma segunda e terceira temporada um pouco mais fracas, Prison Break reergueu-se das cinzas e conseguiu terminar da maneira como começou de forma mais do que digna. Os manos Scofield e companhia vão fazer falta, e nada melhor que rever a série com toda a família reunida.

Lista Realizada por: Filipa Silva e António Guerra


Lost Webisodes: Season 6 Preparation

Agosto 17, 2009

Untitled-1

A contrário dos webisódios que saíram entre a terceira e quarta temporada, intitulados ‘Missing Pieces’ e que foram compostos por treze capítulos, esses novos não são oficiais mas feitos por um fã. Contudo, estão tão bem feitos e focam temas tão importantes da série que era impossível não querem partilhá-los com vocês. Até à data de hoje já foram lançados quatro webisódios focando os temas “Destino”, “Milagres”, “Guerra” e “Vida e Morte”, os quais estão disponíveis abaixo. Podem acompanhar a página do YouTube do criador dos mesmo de forma a receber actualizações de novos capítulos. Às vezes encontra-se cada vídeo que vale mesmo a pena ser partilhado!

#1 DESTINY

#2 MIRACLES

#3 WARFARE

#4 LIFE & DEATH


Somerhalder fala sobre o Boone em Lost

Agosto 16, 2009

Sem título Este artigo contém spoilers da sexta época de Lost!

Ian Somerhalder, que interpretou Boone na primeira temporada de Lost, teorizou o que deve acontecer quando a sua personagem regressar na sexta temporada da série.

Ao falar com o E! Online, o actor de 30 anos revelou que provavelmente não saberá o que vai se passar com Boone até voltar ao Hawaii, onde a série é filmada, mas mesmo assim deu algumas opiniões sobre o esperado retorno:

Eu gostaria de ver o Boone a encontrar o seu poder,” disse ele. “Eu acho que existe sempre uma espécie de solidariedade na série. Boone era um rapaz bem sucedido no seu próprio mundo e criou uma série de responsabilidades que ele levou para a ilha. Eu acho que existe um poder nisso e quando esse poder foi roubado devido à sua morte prematura, ele nunca voltou a tê-lo.

Eu não percebi muito bem o que é que actor quer dizer com esse tal ‘poder’. Acho que pode ser algo figurativo como uma espécie de redenção, mas isso só veremos na sexta e última temporada que estreia a Janeiro de 2010. Somerhalder neste momento está a gravar o novo drama adolecente vampiresco da CW: ‘The Vampire Diaries’.


Veremos Mr. Eko de novo em Lost?

Agosto 14, 2009

AdewaleEste artigo contém spoilers da sexta temporada de Lost. Nele é revelado o regresso de algumas personagens!

Adewale Akinnuoye-Agbaje admitiu que está esperançoso que possa voltar na sexta e última temporada de Lost (Perdidos).

Ao falar com a Entertainment Weekly, o actor – também conhecido por Mr. Eko – disse que esteve a conversar com os produtores executivos de modo a conseguir um possível retorno à série.

Neste momento estou livre para voltar,”, disse o actor. “Nós estivemos a falar sobre algumas coisas que podem acontecer na última temporada e existem personagens mortas que irão voltar, mas neste momento, a minha situação é descrita apenas por um ‘talvez’. Um ‘talvez’ forte, mas eu ainda não gravei nem assinei nenhum contrato. Mas estou esperançoso.

Adewale acrescentou: “Os fãs do Eko devem ter esperança. Eu adorei interpretar essa personagem.

Greg Grunberg (o Matt Parkman de Heroes e que interpretou o piloto Seth do voo 815 da Oceanic no drama da ABC) revelou que ele foi contactado de modo a voltar a fazer uma aparição da sexta temporada, e que se a NBC deixar, ele irá gravar ao Hawaii. Elizabeth Mitchell, a Juliet, vai voltar para mais de que um episódio, enquanto que Dominic Monaghan, o Charlie Pace, volta para três novos episódios. Ian Somerhalder, o Boone, também irá voltar, e embora não seja oficial, Maggie Grace, a Shannon, também deve retornar.

Com todas essas participações, e ainda o regresso a tempo inteiro de Claire, não dá para não ficar ansioso por Janeiro de 2010.


Revelado o título do 6.01 de Lost. E que as especulações comecem!

Agosto 10, 2009

LOST_3rd_SeasonFinale_0001O título do episódio de estreia da última temporada de Lost foi revelado.

A abertura do sexto ano tem o título de ‘LA X’ de acordo com um vídeo feito pela ABC para promover a série (vídeo que se encontra abaixo’. ‘LAX’ é a sigla para o aeroporto de Los Angeles, aeroporto esse que seria o destino dos sobreviventes do voo Oceanic 815

A sexta temporada de Lost começa a ser filmada no Hawai no final deste mês e estreia em Janeiro de 2010. Com um título desse e o regresso de várias personagens já mortas, é provável que vejamos os sobreviventes a conseguirem aterrar em Los Angeles. Mas será que isso seria assim tão óbvio? Aposto que não!


CC09: Chegou a hora de Lost!

Julho 25, 2009

photo-737100O painel mais cobiçado por mim e 99% dos fãs de séries já terminou e o Portal de Séries vai agora contar tudo o que aconteceu.

Ele começou com um vídeo mostrando várias personagens que estão e já estiveram na série desde o início, tendo como subtítulo “Lost – The Final Season – 2010”. Logo depois foi exibido um trailer da Lost University, que deve ser o novo jogo de realidade alternativa de Lost. Para se inscreverem na universidades, cliquem aqui.

Também foi mostrado a nova ideia da ABC e dos produtores para contarem toda a história da Dharma: a ABC vai exibir uma minissérie chamada ‘Lostmysteries’ de cinco partes sobre a Iniciativa e onde perguntas como ‘de onde vêem os alimentos que estão nas estações’ serão respondidas. Eu gostei muito dessa ideia e acho que será uma forma de, ao mesmo tempo que responde a várias perguntas, clarifica outras.

Para finalizar esse conjunto de vídeos, foi mostrado mais um ao som de ‘Knights of Cydonia’ (Muse) e foi então que entraram os primeiros dois de sete (!) convidados: os produtores e argumentistas Carlton Cuse e Damon Lindelof e agradecem todo o apoio dos fãs da série ao longo dos seis anos.

Logo na primeira pergunta que foi colocado, tivemos uma grande confirmação! Um fã perguntou o porquê de eles dizerem que a última época é parecida com a primeira, e a resposta foi porque devemos ver algumas personagens que estiveram apenas primeira temporada! Com isso podemos concluir que Boone deve  voltar a fazer uma aparição… e não é o único, como poderão perceber mais à frente.

A segunda pergunta está relacionada com Faraday, sendo que um fã perguntou se existe a possibilidade de ele ter mulher e família na sexta temporada. No início, eles não disseram nada além de ‘se o Jack conseguir aterrar em Los Angeles, existe essa possibilidade’, mas depois revelaram que Faraday estará, de certeza absoluta, no sexto e último ano de Lost! Carlton Cuse acrescentou “Em cada ano fazemos algo diferente. A temporada das viagens no tempo acabou. E a nova será algo inteiramente diferente”.

Três novos vídeo publicitários foram mostrados envolvendo o Hurley, a Kate e a Oceanic. E foi então que apareceu Jorge Garcia, o actor que dá vida a Hurley na série e disse que caso o Jack consiga mudar o futuro, cinco anos da série foi em vão. A dupla disse ‘confie em nós Jorge’, mas o actor, sempre divertido, respondeu: ‘Mas vocês também disseram que as personagens Nikki e Paulo iriam ser excelentes!’. É então que surge Michael Emerson, o Ben da série, que começa a dizer ao Garcia que a personagem dele é mais interessante que o Hurley. Garcia brinca e diz que isso é tudo inveja pois Emerson queria o papel de Hurley. É então mostrado um vídeo onde o Michael faz as audições para o papel do Dude.

Novas perguntas foram colocadas e respondidas logo de seguida pelos produtores. Eles disseram que a história de Richard Alpert será contada até ao final da série e que Elizabeth Mitchell (a Juliet) também irá voltar na sexta temporada. Nestor Carbonell (Alpert) também vai ao palco e entra com um lápis a pintar o olho, numa clara referência aos seus olhos onde alguns fãs suspeitam que ele faz o risco preto. Foi também revelado que o padrasto de Kate não morreu na explosão!

Uma das perguntas mais interessantes que foi colocada era se o Jacob já teria aparecido anteriormente na série na pele de outra personagem. A resposta foi não! É então que entra Josh Holloway, penúltimo convidado do painel. Ele trouxe consigo uma daquelas armas que dão choques nas pessoas e finge que dá um em Lindelof de modo a roubar o guião do último episódio que está num cofre em cima da mesa. Emerson pega no guião e começa a ler e percebe que as personagens que lá estão são Parkman e Sylar e, consequentemente, soltando um ‘que porra é essa?’. Deve ter sido muito hilariante esse momento para aqueles que estavam no painel. O Tim Kring é que não deve ter gostado muito da brincadeira.

Por fim, depois dos produtores pedirem desculpa por não poderem responder a todas as perguntas, é mostrado um último vídeo onde os falecidos são homenageados, principalmente Charlie Pace. “Vocês estão perdidos, mas não esquecidos” é a frase que fecha o vídeo e é então que aparece Dominic Monaghan, actor que deu vida, e que deve voltar a dar, a Charlie! E é ao sim de “Over The Rainbow” que termina o painel de Lost.

Boas informações, não é? Infelizmente ainda teremos que aguardar até 2010 para saber se Jack conseguiu mesmo ter sucesso com o seu plano!

Este artigo foi feito baseado na cobertura do Carlos Alexandre na Comic-Con 2009.


Produtores de Lost chocados com a nomeação ao Emmy

Julho 18, 2009

425.lindelof.cuse.050908Os produtores de Lost revelaram que estão ‘chocados’ com a nomeação da série para um Emmy de melhor série dramática.

Carlton Cuse e Damon Lindelof admitiram que não estavam seguros (nem eu) que a introdução das viagens temporais nesta quinta temporada iria chamar a atenção daqueles que escolhem os nomeados para a cerimónia.

“Nós estamos muito felizes e um pouco chocados. Ao explorar as viagens no tempo, nunca pensámos que pudéssemos ser nomeados”, disse Cuse. É necessário lembrar que normalmente as séries de ficção científica nunca recebem muita atenção por parte dos Emmys, e um exemplo claro disso é Battlestar Galactica.

Lindelof acrescentou: “A ideia de que fizemos isso juntamente com as limitações da emissão é muito excitante.”

A série foi nomeada para melhor série de drama enquanto que Michael Emerson, que interpreta o vilão manipulador Benjamin Linus, recebeu uma nomeação para melhor actor secundário de drama.

Cuse declarou que a nomeação de Emerson não foi nenhuma surpresa para a equipa da série, adicionando que “Michael é uma grande parte de Lost. A sua performance, principalmente no episódio ‘The Life and Death of Jeremy Bentham, é espectacular.”

A 61.ª edição dos Emmys vai ao ar no dia 20 de Setembro.


Jorge Garcia (Hurley de Lost) fala português e dá entrevista. Veja!

Julho 14, 2009

Sem título

Depois de Michael C. Hall e Jennifer Carpenter terem tido a oportunidade de mostrarem os seus dotes da língua portuguesa num vídeo que serviu para promover a primeira temporada da série no canal FOX, chega a vez do desafio ir parar a Jorge Garcia, actor que dá vida a Hurley na série Lost (Perdidos em Portugal). Também está abaixo uma entrevista exclusiva da FOX Portugal em que o actor fala da quinta temporada. Mais uma vez peço que não façam upload dos vídeos noutro lugar sem a devida autorização.


Entrevista exclusiva com Andy Page (DarkUFO e SpoilerTV)

Julho 10, 2009

Sem títuloPela primeira vez em muitos meses, o Portal de Séries volta a apostar em entrevistas exclusivas com pessoal conhecido, seja do mundo da Internet, televisão, cinema, literatura ou música, mas sempre com um tema em comum: séries. Depois da autora brasileria Fernanda Furquim, chega a vez de Andy Page, criador e administrador do site mais completo de Lost no mundo (assim como a LostPédia), o DarkUFO. Além desse, Page ainda possui o SpoilerTV, um dos sites mais visitados e actualizados sobre séries. A seguir podem ver a entrevista em português (e em inglês, para os interessados), onde vários assuntos são abordados.

MARCO BRAGA: Como surgiu a criação do DarkUFO?

ANDY PAGE: Eu comecei a publicar spoilers no IMDB Boards entre o intervalo da primeira e segunda temporadas, assim como comecei a juntar uma lista de mistérios ainda não resolvidos num pequeno blog. Nós também iniciamos a publicação de screencaps (imagens retiradas de episódios) e easter eggs (pequenos pormenores que estão nos episódios) de Lost, havendo, assim, uma progressão natural na interligação dessa páginas num único blog. Desde então tem crescido cada vez mais à medida que incluímos mais e mais secções.

MB: Além de Lost, quais são as suas séries favoritas?

AP: Fringe, House e Dexter.

MB: Acha que Flash Forward irá ser o ‘próximo Lost’?

AP: Eu acho que nunca haverá uma série como Lost, mas espero que Flash Forward seja tanto intrigante como excitante. Eu li o livro e é muito bom, mas a série vai ser um pouco diferente da obra literária.

MB: Alguma vez entrevistou alguém do elenco de Lost?

AP: Eu, pessoalmente, não. Contudo, eu ajudei alguns amigos (The ODI e DutchLost) com alguns no passado.

MB: Se Lost tivesse uma série derivada, qual poderia ser a personagem principal?

AP: Hurley, assim poderíamos ter uma boa série de comédia 🙂

MB: ‘Lost: O Filme’! Isso é uma boa ou má ideia? (Eu sei que isso é impossível.)

AP: Má ideia na minha opinião. Os filmes de The X-Files (Ficheiros Secretos) são um bom exemplo de porque não se deve fazer.

MB: Como se sente ao ver que os seus sites são reconhecidos mundialmente?

AP: É uma sensação de humildade e choque. Eu ainda estou de boca aberta ao ver a quantidade de pessoas de tantos países que visitam o meu site.

MB: Comic-Con 2009. Vai ir? Qual seria o melhor painel?

AP: Não, eu sou de Inglaterra e odeio andar de avião 🙂 O meu grande amigo The ODI vai e também temos uma pequena equipa do DarkUFO e SpoilerTV que vai estar presente. Lost será o melhor painel.

MB: Só por curiosidade, a equipa do DarkUFo e do SpoilerTV é composta por quantas pessoas?

AP: Eu possuo e administro os dois. The ODI é o meu assistente e fica no comando quando eu durmo ou estou de férias. Temos três a quatro pessoas que ajudam o DarkUFO e cerca de vinte no SpoilerTV, como nós cobrimos muitas série. B3RT4 é o principal assistente aqui com o The ODI.

MB: Última pergunta: qual é o seu episódio, actor, actriz, temporada, mistério e personagem favorita?

AP:
Episódio: The Constant (4.05)
Actor: Michael Emerson (Ben)
Actriz: Elizabeth Mitchell (Juliet)
Temporada: 5
Mistério: O Monstro da Fumaça
Personagem: Ben

A lista anterior está sempre a mudar assim que a revejo episódios antigos 😉

MB: Agradeço muito a sua disponibilidade ao dar essa entrevista exclusiva ao Portal de Séries. Se quiser dizer alguma coisa aos portugueses e brasileiros, sinta-se à vontade.

AP: Quero apenas agradecer a todos os tipos de e-mail e comentários que vocês fazem e por todas visitas nos sites. Aproveitem a pausa e esperem pela sexta temporada. Tenham um bom Verão!

Sem título2IN ENGLISH

MARCO BRAGA: When and why you decided create the website?

ANDY PAGE: I started posting spoilers over at the IMDB Boards back between the S1 and S2 Hiatus, at the same time I started to collate a list of the outstanding mysteries on a little blog. We also started posting some screencaps and easter eggs as well on Lost so it was a natural progression to start linking these pages together on the blog. Since then it has grown as we included more and more sections.

MB: Apart from Lost, what is your favorite TV Shows?

AP: Fringe, House and Dexter.

MB: Do you think Flash Forward will be ‘the next Lost’?

AP: I don’t think any show will ever be another Lost but I hope that Flash Forward will be just as intriguing and exciting. I’ve read the book and it’s very good and the show is going to be a bit different to the book.

MB: Have you ever interviewed a Lost cast member?

AP: No not me personally although I’ve helped some friends The ODI and DutchLost with some in the past.

MB: If Lost had a spin-off, which could be the main caracter?

AP: Hurley so that we could have a good comedy show 🙂

MB: ‘Lost: The Movie’! This is a good or a bad ideia? (I know it’s impossible)

AP: Bad idea in my opinion. The X-Files movies are a good example of why not to do them.

MB: How do you feel about your sites being worldwide recognized?

AP: Very humbled and shocked. I am still amazed at how many people from so many countries visit my site.

MB: Will you go to Comic-Con 2009? Who would be the best panel?

AP: No, I’m from England and I hate flying 🙂 My good friend The ODI is going and we have a small team of DarkUFO and SpoilerTV bloggers going. Lost would be the best panel.

MB: Just for curiosity, the staff of DarkUFo and SpoilerTV are composed by how many people?

AP: I own and run both, The ODI is my assistant and takes over when I’m asleep or on vacation. We have 3-4 people who help out with darkufo and about 20 with SpoilerTV as we cover a lot of shows. B3RT4 is the main assistent there with The ODI.

MB: Final question: what are your favorite episode, actor, actress, season, mistery and character?

AP:
Episode: The Constant (4.05)
Actor: Michael Emerson (Ben)
Actress: Elizabeth Mitchell (Juliet)
Season: 5
Mistery: Smoke Monster
Character: Ben

The above is always changing as I rewatch old episodes 😉

MB: Thank you so much for this exclusive interview. If you want say a word to the portuguese and brazilian people, please feel free to do.

AP: Just to say thanks for all the kind emails and comments that you make and for all your visits to the site. Enjoy the Hiatus and look forward to Season 6! Have a great Summer.


Lost dura mais um bocadinho!

Julho 1, 2009

Lost-season-5-posterO regresso só está marcado para o ano de 2010, ainda sem nenhuma data concreta definida, mas o final já foi prolongado. Os fãs podem rejubilar (como eu fiz) pois, ao contrário dos 17 episódios que se pensava a última temporada teria, surgiram informações que esta terá 18 episódios. Assim, o que está previsto é que o início de temporada tenho um episódio duplo e o final, como já é habitual, também seja de duas horas.

De resto, e para aqueles que são coleccionadores ou simplesmente fãs de Lost, começam a surgir alguns extras da quinta temporada de Lost. Está previsto que saia uma nova fornada de bonecos da série da ilha, sendo a primeira data de lançamento em Julho. Mas agora vem as más notícias. A única personagem que já tem a sua edição feita é Ben e, para além disso, os bonecos de Benjamin Linus só estarão disponíveis para os primeiros 1008, e, se não bastasse, só estará a venda na Comic Con. Se alguém for lá, avise, que não me importo nada de gastar 17 dólares. Quanto ao resto das personagens, está prometido que para Novembro teremos a Juliet, a Kate, o Sawyer e o Jack. O preço está marcado nos 60 dólares, sem portes de envio incluídos, estando disponível a pré-venda aqui.


Lost – Quinta Temporada (2009)

Junho 27, 2009

lost-season-5-promo

Mesmo antes da temporada começar, os produtores executivos já tinham avisado que os fãs deveriam ter paciência, pois seria uma espécie de transição e introdução para o último ano da série. Eu confesso que sou um pouco suspeito para falar, pois Lost é a minha série favorita, mas para mim a mais recente temporada só veio demonstrar, uma vez mais, o porquê deste ser um dos programas mais falados e vistos em todo o mundo. A introdução das viagens no tempo foi polémica e desagradou alguns fãs, nomeadamente aqueles que não gostam muito de ficção científica, e a verdade é que esse foi o tema principal deste ano. Para mim é difícil escolher uma temporada que seja classificada como a melhor, mas é facto que quando cada uma propõe algo, cumpre muito bem esse objectivo. A primeira deu a conhecer os sobreviventes do voo 815 da Oceanic, a segunda a Escotilha descoberta por Locke, a terceira a convivência com os Hostis, a quarta explora a saída dos Oceanic 6 da ilha e a quinta as linhas temporais entre a Iniciativa Dharma e o presente.

Como aconteceu nas temporadas anteriores, a quarta acabou com um grande cliffhanger que consistia na necessidade de Jack e companhia voltarem para a ilha. Os argumentistas tomaram a decisão (acertada) de resolver esta storyline em apenas seis episódios e não numa temporada completa. Quando a quarta época terminou fiquei logo a imaginar como é que a quinta temporada iria acabar: os Oceanic 6 chegam à ilha. Felizmente foi tudo tratado muito rápido e de forma não maçadora, e pelo meio ainda tivemos direito a algumas respostas, tais como é que a Dharma encontrou a ilha e porque é que os sobreviventes nunca foram encontrados durante os 108 dias que estiveram a ilha. Também é nessa acção que Eloise Hawking revela-se uma personagem verdadeiramente importante para a volta dos Oceanic 6.

Mas os que ficaram não ilha não foram esquecidos durante esse tempo, muito pelo contrário. Os acontecimentos mais interessantes de cada episódio desses seis primeiros ficacam por conta do que era passado na ilha foi então que começamos a presenciar aos saltos temporais e é aí que mais dois grandes mistérios são resolvidos. O primeiro é toda a história da Rousseau, que morreu a meio da quarta temporada, assassinada pelos homens do Widmore. Nós vimos que o monstro da fumaça foi o responsável pela morte de um dos franceses e da tal doença que vitamizou todo o seu grupo. Pelo que me lembro ela não foi infectada porque o Jin impediu-a de entrar naquele espécie de túnel, que vai dar ao Templo. É exactamente essa interacção que leva a um dos erros de continuidade originados por causa das viagens no tempo: se a Rousseau conviveu com o Jin durante a sua gravidez e foi ele que estava presente quando esta mata o seu grande amor, o pai da sua filha Alex, como é que ela não se lembrou dele em 2004? Pode ser explicado pelo facto de ela ter sofrido um trauma muito grande e já se terem passado dezasseis anos, mas não sei se era essa a ideia.

O segundo grande mistério a ser resolvido foi a ligação que o Widmore tem à ilha. Quando ele era mais novo foi um dos hóstis comandados por Richard Alpert e mais para a frente chegou a tornar-se o líder dos mesmos. Mas quando começou a abusar das saídas e entradas na ilha, foi expulso por Ben o que gerou todo o conflito entre os dois. Lembram-se das tais regras mencionadas no final do episódio ‘The Shape of Things to Come’ (4.09) no quarto do hotel? Tudo ficou mais claro depois desta temporada. Apesar dessas revelações, descobrimos ainda que ele é o pai de Daniel Faraday, que tem um papel muito importante devido à profissão que exerce. Se formos a ver bem, toda a gente está conectada na série, apesar do vasto leque de personagens. Faraday é irmão da Penny, que por sua vez é mulher do Desmond, homem esse que teve na ilha, ilha essa que marca a história da série e por aí adiante.

Depois do episódio seis, que marcou o fim de uma jornada, ficamos com o esperado ‘The Life and Death of Jeremy Bentham’, aquele episódio em que toda a história do Locke é explicada. A sua morte foi uma autêntica surpresa para mim, pois nunca imaginei que ele iria morrer nas mãos do Benjamin Linus. O John é uma das minhas personagens favoritas e espero que na última época ele ainda tenha uma espécie de redenção, pois está na altura da ilha dar uma espécie de retribuição por toda a fé que ele colocou nela enquanto lá esteve. Depois entramos para um novo arco da história de Lost: a Iniciativa Dharma. Existia melhor forma de explicar os principais acontecimentos do que os sobreviventes vivê-los pessoalmente? Depois que a roda conseguiu estabilizar graças a John Locke, Sawyer, Juliet e companhia ficaram ‘presos’ a 1974, onde passaram três anos das suas vidas a viver pacificamente com a Dharma.

Tudo corria bem até que em 1977 os Oceanic 6 (excepto o Aaron) chegam à ilha e os confrontos começam. Jack não aceita muito bem a posição de líder de Sawyer e este acha que a volta do irmão de Claire só veio estragar os seus planos de família e paz que tinha com Juliet. E tudo foi construído de modo a termos mais um final de temporada de cortar a respiração. Depois de termos conhecido o Jacob (que afinal não era aquele da cabana) e o seu inimigo que estava a utilizar a forma humana de Locke, o plano de Jack de fazer com o avião nunca caia na ilha fica suspenso. Não podia haver maior cliffhanger do que não saber o que acontecerá com os sobreviventes nem se eles alguma vez conhecer-se-ão. Agora resta esperar sete longos meses para ver como é que a série vai terminar depois de seis anos de exibição e sucesso. Lost pode não ser a melhor série para a maioria das pessoas, mas irá sempre ser recordada como aquela que mais foi falada na midia mundial (principalmente a Internet). Lost é uma série de culto, épica!


Lost: Maggie Grace volta ao Hawaii

Junho 18, 2009

Sem título

Depois de termos tido a confirmação oficial que Emilie de Ravin vai voltar como Claire de forma regular, e de Dominic Monaghan ter dado pistas que poderia regressar à série da ABC, chega a vez de Maggie Grace, que durante dois anos deu vida à vaidosa Shannon, dar o seu parecer acerca do assunto. A actriz disse que ela pode voltar a dar vida à irmão de Boone quando a série retornar com a sua sexta e última temporada. Quando ela foi questionada acerca do assunto, Grace disse que está a fazer as malas de modo a ir para o Hawaii, local onde a série é filmada!

Eu vou ir ao Hawaii em breve, mas não sei porquê…”, disse ao E!News num evento que se realizou em Nova Iorque. Apesar de não ter dito se vai em trabalho ou em lazer (nem que seja para visitar os antigos colegas, que estão a viver lá), Maggie botou mais achas na fogueira ao elogiar o trabalho dos argumentistas: “Eu acho que eles são argumentistas brilhantes e se eles acharem uma boa razão para eu voltar, então tenho a certeza que estarei lá!

De lembrar que a sexta temporada já foi descrita pelos produtores da série como a ‘Zombie Season’, logo mortos a regressar à vida não seria de todo estranho. Vamos esperar que na Comic-Con de Julho, mais propriamente no painel de Lost, haja novas informações acerca desse assunto. Eu realmente tenho esperança que ela e o Charlie voltarão a fazer parte do elenco (não propriamente fixo, mas pelos menos algumas participações especiais), e vocês?


Estará Charlie de volta a Lost? [act]

Junho 5, 2009

sem-titulo1Surgiu alguns minutos atrás um rumor no Ausiello Files de que o Charlie Pace pode voltar a Lost. Isso porque Dominic Monaghan, actor que deu vida ao personagens durante três temporadas, participou no último vídeo promocional lançado pela ABC. Courteney Cox-Arquette, Ed O’Neill e Patrick Dempsey, que fizeram companhia a Monaghan num jogo de matraquilhos nesse vídeo, são todas estrelas da emissora e é no mínimo curioso o facto dele também estar presente.

Uma fonte da ABC disse que existem muitos talentos no vídeo promocional e que isso não deve indicar, necessariamente, o regresso de Dominic ao elenco de Lost. Contudo, o representante do actor disse que nunca se sabe e que devemos ficar atentos para saber a resposta. Já um porta-voz da ABC recusou falar sobre o assunto.No vídeo, podemos ver que a resposta de Charlie dá quando o Derek diz que ele é um homem morto é ‘Na verdade, eu ESTAVA’.

Será que esta é apenas uma forma de publicitar as suas séries e gerar burburinho pela Internet fora, ou é mesmo um indício que o Charlie Pace voltará à série que volta para a sua última temporada em Janeiro de 2010? Isso eu não sei, mas caso o tempo tenha sido mesmo alterados, todos os mortos de Lost podem voltar, logo nada é impossível. Contudo, custa-me a acreditar que iriam colocar um spoiler desses em vídeos que estão a sair meses antes do começo da série. Resta esperar para ver!

Enquanto isso, podem conferir o tal vídeo promocional:

Actualização: Ao que parece, a verdadeira razão pela qual o Dominic está no vídeo é porque vai entrar para o elenco de uma nova série.


Lost: Claire voltará como regular? E como?

Junho 4, 2009

paravionEmilie de Ravin é, sem qualquer sombra de dúvida, uma das melhores actrizes da série. O seu afastamento da quinta temporada foi algo que já se estava à espera depois de ‘There’s No Place Like Home’, final da quarta época, em Maio de 2008. A história da Claire ficou em aberto com o seu desaparecimento após o reencontro com o Christian Shepard (seu pai). Um dos principais mistérios que precisam de ser resolvidos na sexta e última temporada de Lost é exactamente esse, e devemos ter um episódio dedicado a esse assunto.

Ravin voltará como regular, ou seja, estará presente em toda a sexta temporada, isso se não morrer antes do final. A dupla Darlton, os principais argumentistas da série, confirmaram que estão excitados para trazer a Claire de volta e, principalmente, ver como as pessoas vão vivenciar esse regresso. O Doc Jensen, colunista americano, apontou duas teorias que podem explicar o regresso da personagem. Eu pessoalmente prefiro a segunda hipótese.

  1. A primeira é explora outra vez a explosão da bomba Jughead: Juliet mudou o tempo detonando a Jughead e a 6.ª temporada vai mostrar que a Claire está viva na nova linha temporal de Lost.
  2. A segunda vai de encontro ao que vimos em ‘The Incident’ sobre o antagonista de Jacob: considerando a revelação de que John Locke era falso na segunda metade da quinta temporada, talvez na 6.ª época veremos a Claire a sair da floresta sem nenhuma memória do que aconteceu com ela, tal como aconteceu na primeira temporada. Nós e os outros personagens ficaremos com a dúvida na cabeça se ela é a Claire verdadeira ou outra impostora infiltrada, tal como Locke.

Talvez a maior história a explorar na sexta temporada, caso a segunda teoria esteja certa, é saber quem está verdadeiramente morto e quem está vivo. Só espero que não fujam assim tanto da história principal.


Lost: saiba três mistérios que serão resolvidos no final!

Junho 2, 2009

lost

ESTÁ NOTÍCIA CONTÉM SPOILERS!

As mentes por detrás de Lost, Damon Lindelof e Carlton Cuse, tem dado pistas acerca do final da série que vai ao ar em Maio de 2010. Carlton Cuse disse que o final da série vai tentar explorar, combinar e solucionar os três dos  mistérios que o público ainda se importa bastante, que são a estátua de quatro dedos, o que é o monstro da fumaça e por fim de quem eram aqueles esqueletos encontrados na primeira temporada (a minha opinião é que sejam da Rose e do Bernard). Eu confesso que esses também são dos mistérios que me desperta mais interesse, mas também quero encontrar, no final de tudo, uma ligação mitológica de toda a série, desde o início até ao fim.

Cuse ainda acrescentou que vão responder a todas as questões que eles consideram importantes e centrais para a história de Lost. Ao mesmo tempo, eles vão tentar que as personagens tenham uma história de redenção, pois eles ainda têm um destino. Estou mesmo ansioso, ainda mais depois destas informações, para o começo da última época de Lost. Tenho plena consciência que nem todos os pormenores vão ser resolvidos, mas isso não me interessa, pois desde que tudo faça sentido no final, é o mais importante.

E vocês, o que acharam destas informações?